close
Alimentação

Intoxicação alimentar em cachorro: o que fazer e o que não fazer quando o pet come algo que não deve?

Atualizado · 07 de fevereiro de 2022 · 17h30

Publicado · 07/02/2022 · 17h30

O cachorro intoxicado apresenta sintomas como diarreia, vômito e apatia
O cachorro intoxicado apresenta sintomas como diarreia, vômito e apatia

O cachorro intoxicado com alimentos é uma situação mais comum do que se imagina. Muitos tutores gostam de dar um pouquinho de comida para o pet durante as refeições achando que não faz mal nenhum. Porém, é preciso ter cuidado com o que está sendo oferecido. Muitas das coisas que comemos são alimentos proibidos para cães. Sua ingestão pode levar a um quadro grave de intoxicação alimentar em cachorro. Além disso, existem aqueles cãezinhos que não perdem a oportunidade de abocanhar qualquer comida dando mole na cozinha. Para que você esteja sempre preparado, o Patas da Casa explica exatamente o que deve e o que não deve ser feito ao se deparar com um cachorro com intoxicação alimentar. 

A intoxicação alimentar em cães é causada pela ingestão de substâncias tóxicas

A intoxicação ocorre quando o animal ingere alguma substância tóxica. Podemos ver um cachorro intoxicado por chumbo ou até mesmo por medicamentos. Porém, a situação mais comum no dia a dia é a do cachorro intoxicado depois de comer algo que não devia. A intoxicação alimentar em cães pode ser causada por alimentos encontrados na nossa cozinha. A ingestão de alimentos proibidos para cachorro afeta, principalmente, os órgãos do sistema digestivo. Essas comidas possuem substâncias tóxicas que, ao serem absorvidas pelo organismo do cão, trazem consequências, na maioria delas, relacionadas a sintomas gastrointestinais.

Os primeiros sinais de um cachorro intoxicado são diarreia e vômito

O organismo do cachorro com intoxicação alimentar apresenta reações específicas. Como o sistema digestivo é o mais afetado por essa condição, é normal que o cachorro apresente vômito e diarreia. Porém, alguns alimentos que fazem mal para cachorro tem substâncias tão tóxicas que são capazes de causar problemas neurológicos, como convulsões, ou afetar outros órgãos, como os rins. A veterinária nutricionista Nathália Breder exemplificou quais são as reações mais comuns que o cachorro intoxicado apresenta:

  • Vômitos
  • Sialorreia (salivação em excesso)
  • Diarreia
  • Apatia
  • Convulsão (em casos mais sérios, envolvendo o consumo de chocolate, por exemplo)

Alimentos proibidos para cachorro: saiba que comidas deixam o cachorro intoxicado

A intoxicação alimentar em cachorro é perigosa e a melhor forma de prevenir o quadro é cuidando da dieta do pet. É muito importante que o tutor saiba quais são as comidas que não pode dar para cachorro para impedir o consumo. Muitos dos alimentos proibidos para cães são aqueles que estão presentes no nosso dia a dia. Nathália contou quais deles são as causas mais comuns de intoxicação alimentar em cães e o que exatamente causam no organismo do animal:

”O chocolate, além de gastroenterite hemorrágica, pode causar convulsões no cachorro. A carambola pode causar falência renal. A macadâmia e a noz moscada também intoxicam. A cebola causa hemólise (morte das hemácias, que são as células vermelhas), levando à morte com o uso recorrente. Não tem comprovação, mas há relatos de que a uva causa alteração renal”, explica. Além disso, fique atento a algumas plantas que são tóxicas para os cães: "plantas como Espada de São Jorge, Antúrio, Hortênsia, Lírio, Violetas e Costela de Adão são perigosas."

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Ao ver um caso de intoxicação alimentar em cachorro, busque ajuda médica imediatamente
    Ao ver um caso de intoxicação alimentar em cachorro, busque ajuda médica imediatamente

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Cachorro com intoxicação alimentar: o que fazer de imediato?

    Ao ver um cachorro com intoxicação alimentar, o que fazer? O mais importante é levá-lo ao médico veterinário. Apenas lá o especialista saberá dizer qual é a gravidade do quadro e o que deve ser feito. Porém, o tutor pode seguir algumas recomendações que vão ajudar o pet. Antes de tudo, se você vir o animal com a comida na boca, retire dele imediatamente. Fique atento aos sintomas e, no caso de convulsão, afaste os móveis próximos para evitar acidentes. 

    Procure saber qual dos alimentos proibidos para cachorro seu doguinho comeu. Ao fazer essa identificação, fica muito mais fácil entender os sintomas do animal e saber qual tratamento deve ser seguido. Além disso, tente descobrir a quantidade de comida que foi ingerida. Quanto maior a porção, mais grave o quadro. Por fim, anote há quanto tempo o alimento foi ingerido. Essas informações ajudarão o especialista a descobrir o tratamento ideal.

    Carvão ativado ajuda a aliviar os desconfortos do cachorro com intoxicação 

    Além disso, uma boa dica para aliviar o desconforto de um cachorro com intoxicação é oferecer um pouco de carvão ativado diluído em água. O carvão ativado é capaz de absorver as substâncias tóxicas que o cãozinho ingeriu e, assim, eliminar as toxinas. Ele é encontrado em forma de sachês vendidos em pet shops e farmácias veterinárias. Basta diluí-lo em água e oferecer ao cão. Caso o atendimento com veterinário demore, essa dica vai ajudar a deixar seu pet mais confortável enquanto espera. Mas lembre-se que isso não substitui o atendimento especializado. Mesmo que o cachorro intoxicado apresente melhora com o uso do carvão ativado, não dispense a ida ao veterinário.

    Saiba o que não fazer em caso de intoxicação alimentar em cachorro

    Muitas pessoas dizem que oferecer leite para o cachorro intoxicado ajuda na desintoxicação. Mas isso é um mito! O leite faz mal para cachorro e pode piorar o quadro. Em alguns casos, pode até levar o bichinho à morte. Outra solução muito encontrada na internet para curar a intoxicação alimentar em cachorro é a indução de vômito. A recomendação dos veterinários é não tentar fazer com que o animal expulse o alimento. Não é em todos os casos de cachorro intoxicado que a indução deve ser realizada. Apenas o veterinário saberá indicar se é necessário e, se for, é ele quem deve realizar o procedimento. 

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Saiba tudo sobre o complexo gengivite estomatite felina

    Próxima matéria

    Saiba tudo sobre o complexo gengivite estomatite felina

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?
    Passeio

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Viajar com cachorro é uma experiência incrível, mas que precisa de atenção. O primeiro passo é procurar por um hotel pet friendly - isto é, um hotel ou pousada que aceita animais de estimação - para que tudo seja perfeito. Existe hotel que aceita cachorro, mas que tem algumas limitações como quantidade de pets por quarto e que tem restrições quanto ao porte do animal (a maioria costuma aceitar apenas animais pequenos ou, no máximo, de porte médio). No entanto, também existem hotéis totalmente pet friendly que são praticamente o paraíso na terra para os nossos amiguinhos de quatro patas.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Ração

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Ver Todas >

    Lama biliar em cães: o que é, como se desenvolve e qual o tratamento
    Saúde animal

    Lama biliar em cães: o que é, como se desenvolve e qual o tratamento

    A lama biliar em cães é uma doença que afeta o sistema digestivo do cachorro. Apesar de ser pouco conhecida, a condição está relacionada com a produção de bile, substância essencial no processo de digestão. Muitas vezes confundida com a colecistite em cães, a lama biliar não causa no cachorro tantos transtornos à saúde de início, mas pode levar a uma inflamação mais grave do órgão. Por ser uma doença mais desconhecida, muitas dúvidas surgem: o que causa a lama biliar? 

    PIF felina: como prevenir a grave doença que afeta os gatos?
    Saúde animal

    PIF felina: como prevenir a grave doença que afeta os gatos?

    Sem dúvidas, a PIF felina é um dos maiores medos de pais e mães de pet. Considerada uma das doenças mais graves em gato, a peritonite infecciosa felina é altamente infecciosa e causa diversos transtornos para a saúde. O gato com PIF sofre com falta de apetite, perda de peso, aumento do abdômen, dificuldade de respirar, problemas de coordenação… são tantas consequências que deixam o animal extremamente frágil. O pior de tudo é que a doença PIF não tem cura e nem vacina. 

    Se viu a terceira pálpebra do gato exposta, fique atento! Pode se tratar da Síndrome de Haw
    Saúde animal

    Se viu a terceira pálpebra do gato exposta, fique atento! Pode se tratar da Síndrome de Haw

    A Síndrome de Haw em gatos é um quadro que ocorre quando a terceira pálpebra (que deveria ficar escondida) se projeta para fora, cobrindo parte do olho do gato. Essa doença ocular felina é de fácil diagnóstico e tem um tratamento simples, mas é importante que o auxílio veterinário entre em ação logo no início. O tutor deve observar se existe algo diferente nos olhos do gato!

    Cachorro tem tireoide? Veja a resposta!
    Saúde animal

    Cachorro tem tireoide? Veja a resposta!

    Você sabia que cachorro com hipotireoidismo é uma condição mais comum do que se imagina? A anatomia canina ao mesmo tempo que é bem diferente da humana, tem muitas coisas bastante parecidas. Diversos órgãos presentes no nosso corpo também existem - em diferentes proporções, é claro - no corpo do animal. Um deles é a tireoide. Todo cachorro tem tireoide e essa glândula é tão importante para eles quanto é para nós. Inclusive, é bem comum que o animal sofra com disfunções relacionadas a ela. 

    Ver Todas >