close
Saúde

Hipertermia em cães: entenda o problema e saiba como proteger o seu cão nos dias de muito calor

Cuidar de cachorro no verão envolve evitar a hipertermia: saiba mais sobre o problema aqui
Cuidar de cachorro no verão envolve evitar a hipertermia: saiba mais sobre o problema aqui

Identificar que o seu cachorro está com calor não costuma ser das coisas mais difíceis a se fazer durante o verão. Geralmente, se você está sentindo o impacto das altas temperaturas, ele também está. Nesse momento, tentar fazer com que ele fique mais confortável em relação ao clima é super recomendado. O que pouca gente sabe é que cuidar de cachorro no verão é algo que vai além de simplesmente, o bem estar do animal: é uma questão de saúde. A hipertermia em cães pode acontecer com frequência nessa época do ano e, por isso, nós vamos te ajudar a saber como evitar essa condição. Dá uma olhada! 

Afinal de contas, o que é a hipertermia em cães? 

A hipertermia em cães acontece quando a temperatura do corpo do animal é elevada em excesso, além dos limites naturais. Ela costuma acontecer quando o seu amigo fica muito tempo exposto ao sol ou num lugar quente e sem ventilação. A hipertermia acontece com frequência depois de passeios nos horários mais quentes do dia ou quando o cachorro é esquecido no carro enquanto o dono sai nessa época do ano. A prática de exercícios em excesso durante o verão, a obesidade e a idade avançada do seu amigo também podem ser um gatilho para a hipertermia. Em muitos casos, o animal não resiste e pode até morrer. 

Os cachorros têm essa sensibilidade maior às altas temperaturas por causa da forma como o organismo deles trabalha para a regulação de temperatura corporal: a respiração. Em dias muito quentes, eles ficam ofegantes e não conseguem realizar esse processo de refrescamento com facilidade. As glândulas sudoríparas que estão presentes tanto no focinho quanto nas patas deles não dão conta da manutenção térmica do corpo do animal e ele acaba tendo um choque hipertérmico. 

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    O cachorro com calor pode desenvolver um quadro de hipertermia
    O cachorro com calor pode desenvolver um quadro de hipertermia

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Cachorro com calor: sintomas da hipertermia são fáceis de identificar

    Algumas raças de cachorro acabam tendo menos resistência às altas temperaturas por causa de sua anatomia: é o caso dos animais braquicefálicos, que têm o focinho mais achatado e, naturalmente, podem apresentar dificuldades respiratórias. Em relação aos sintomas de calor em excesso, porém, a única diferença é que raças como o Pug começam a apresentar esses sinais mais rápido do que outras. Fique atento se, durante o verão, seu cachorro tiver, além da dificuldade em respirar:

    • apatia;

    • perda de equilíbrio;

    • fraqueza;

    • convulsões;

    • mudança na coloração da língua e da gengiva;

    • salivação em excesso;

    • tontura;

    • vômito;

    • diarreia;

    • confusão mental;

    • tremores.

    Cuidar de cachorro com hipertermia: o que fazer ao identificar os sintomas no seu amigo

    A hipertermia é uma condição que age rapidamente no corpo do animal — inclusive, pode se tornar fatal em poucos minutos dependendo do estado de saúde e da condição a que ele está exposto. Por isso, você deve agir rapidamente para tentar abaixar a temperatura corporal do seu cachorro gradativamente. Veja como fazer isso: 

    1. Retire o animal do ambiente quente: a primeira coisa a fazer, nesse caso, é levar seu amigo para um local mais fresco e arejado, com a intenção de parar o aumento de temperatura corporal. Se for possível, coloque o cachorro deitado em pisos frios, na direção de um ventilador, por exemplo;

    2. Faça a temperatura corporal dele cair gradativamente: depois da mudança de ambiente, seu amigo vai precisar esfriar a cabeça — literalmente. Ainda num lugar arejado, você pode enrolar o cachorro em toalhas molhadas com água fria e molhar as patinhas dele. Quando o animal começar a se recuperar, é bom oferecer água fresca para ele beber (quando a temperatura corporal dele estiver muito alta, beber água não vai ser suficiente para ajudar no quadro);

    3. Evite banhos gelados: por mais que essa seja a primeira opção a passar pela sua cabeça, um banho gelado num cachorro com hipertermia pode causar um choque térmico que vai piorar o quadro do animal.

    Depois do susto, é bom que você leve seu amigo ao veterinário: ele vai ser examinado e o profissional vai conseguir detectar se o cachorro está realmente bem ou se precisa de mais cuidados. Casos mais graves de hipertermia, quando os primeiros socorros não fazem efeito, exigem uma consulta imediata com o veterinário. 

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Próxima matéria

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    5 dicas para amenizar o calor do seu cachorro nos dias mais quentes
    Cuidados

    5 dicas para amenizar o calor do seu cachorro nos dias mais quentes

    Que cachorro sente calor a gente sabe, até porque ignorar o verão é impossível em algumas partes do país. O que muita gente não sabe é como aliviar a situação do cachorro com calor para que ele passe pelos dias e meses mais quentes do ano de forma confortável e sem passar mal. Tosar cachorro não é a única opção de refresco para o seu amigo: dá uma olhada nessas cinco dicas de como você pode amenizar o calor para o animal e fazer com que ele chegue na próxima estação sem sofrer!

    Roupa para cachorro: saiba quando usar e como ajudar seu cão a se adaptar!
    Cuidados

    Roupa para cachorro: saiba quando usar e como ajudar seu cão a se adaptar!

    Os cães se tornaram verdadeiros filhos para nós humanos. Por isso, alguns tutores fazem de tudo para oferecer o melhor para seus peludos, e isso vai de brinquedos e petiscos até roupa para cachorro. O acessório não é somente um mimo para o seu animal. Em lugares onde a temperatura está sempre mudando, a roupinha de cachorro é uma aliada para aliviar o frio e até prevenir doenças respiratórias. Quer saber como deixar o seu pet ainda mais fofo? Veja nossas dicas de como escolher roupa para cachorro e como adaptá-lo com o novo acessório.

    Lei de maus-tratos a animais: entenda o que muda com a nova legislação e como proteger cães e gatos
    Cuidados

    Lei de maus-tratos a animais: entenda o que muda com a nova legislação e como proteger cães e gatos

    Para garantir que nenhum animal de estimação seja maltratado, foi criada, em 1998, a lei de contra maus-tratos aos animais, transformando qualquer agressão a cães e gatos um crime previsto no artigo 32 da Lei Federal nº 9.605. No entanto, nos últimos anos algumas alterações foram feitas dentro dessa legislação, e é importante entender o que mudou e, principalmente, como denunciar maus-tratos a cachorro e gato.   

    Ver Todas >

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa
    Saúde animal

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa

    A dermatofitose em gatos é uma doença de pele silenciosa, porém muito comum de acontecer com os felinos. Mesmo que muitas vezes seja difícil de ser identificada, essa doença é altamente contagiosa e é classificada como uma zoonose, ou seja, também é transmissível para os humanos. Por isso, saber mais sobre os sintomas de dermatofitose é muito importante não só para o bem-estar de seu gato, como também do próprio tutor.

    Ver Todas >