close
Saúde

Hepatite infecciosa canina: o que é, causas, sintomas e tratamento da doença do fígado de cachorro

Atualizado · 02 de maio de 2022 · 17h51

Publicado · 02/05/2022 · 17h50

  
 
 
       
   Doença causada por um vírus e que acomete o fígado dos cachorros, a hepatite infecciosa também é conhecida como Doença de Rubarth e pode se apresentar de forma leve ou aguda.
Doença causada por um vírus e que acomete o fígado dos cachorros, a hepatite infecciosa também é conhecida como Doença de Rubarth e pode se apresentar de forma leve ou aguda.

A hepatite infecciosa canina é um quadro bem difícil de diagnosticar. Nos casos subclínicos, ela nem mesmo chega a manifestar sintomas. Já nos casos hiperagudos, o cachorro com problema no fígado pode vir a óbito tão rapidamente que a doença se confunde com envenenamento. Muito comum em filhotes, esse tipo de hepatite em cachorro pode ser evitada com um método muito fácil e acessível: vacinação. Quer saber mais sobre essa doença? O Patas da Casa reuniu tudo que você precisa saber sobre a hepatite infecciosa canina! 

O que é hepatite infecciosa canina?

Doença causada por um vírus e que acomete o fígado dos cachorros, a hepatite infecciosa também é conhecida como Doença de Rubarth e pode se apresentar de forma leve, aguda ou hiperaguda. Esse tipo de hepatite é mais comum em filhotes de cachorro com até 1 ano de idade. Cachorro com hepatite na fase adulta geralmente tem baixa imunidade ou não está com a vacinação em dia. A proteção contra essa doença fica garantida quando o animalzinho toma as vacinas V8 ou V10.

A hepatite canina é altamente contagiosa. Sua transmissão se dá por meio de secreções como saliva e urina, e acontece apenas entre cães, não sendo considerada, portanto, uma zoonose. Um comportamento muito comum entre os cachorros, que é cheirar a urina de outros cachorros durante o passeio na rua, pode ser a porta de entrada para o vírus.

Adenovírus canino tipo 1 (CAV-1) é o causador da doença

O adenovírus canino tipo 1 (CAV-1) é um vírus de DNA não envelopado. Isso significa que ele é bastante resistente à desinfecção ambiental. Basta que um cachorro tenha contato com a urina, fezes e outras secreções corporais de animais doentes (pelas quais o vírus é eliminado) ou até com alguma superfície contaminada para contrair a doença, caso não esteja vacinado contra ela. O CAV-1 entra no organismo saudável por meio do nariz, boca ou olhos, e se replica nas tonsilas, que ficam na região da faringe antes de entrarem na corrente sanguínea.

 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A hepatite infecciosa canina é mais comum em filhotes não vacinados
    A hepatite infecciosa canina é mais comum em filhotes não vacinados

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Sintomas da hepatite canina podem ser confundidos com envenenamento ou outras doenças

    Por ser uma doença controlada no Brasil, graças à vacinação do cachorro, não é difícil que os sintomas da hepatite infecciosa canina sejam atribuídos a outras condições de saúde mais comuns ou à reação no caso do cachorro envenenado. Na forma branda da hepatite canina, sintomas podem nem chegar a surgir e o sistema imunológico do cachorro pode livrar-se da doença sozinho. Veja a seguir quais os sintomas de cachorro com problema no fígado que podem surgir depois de cerca de 1 semana da infecção:

    • Tosse e febre
    • Sangramento nas fezes e pelo focinho
    • Íngua
    • Diarreia com presença de sangue
    • Vômito
    • Falta de apetite
    • Letargia

    Em sua forma mais grave, a HIC também pode provocar:

    • Convulsões
    • Cegueira
    • Desorientação (andar em círculos, por exemplo)
    • Trombose
    • Secreção ocular e edema de córnea

    Como é feito o diagnóstico da hepatite canina infecciosa

    A observação dos sintomas é fundamental para chegar ao diagnóstico dessa hepatite em cachorro. Por isso, aos primeiros sinais do cachorro com febre e alterações respiratórias e gastrointestinais, procure um veterinário. Exames de sangue e urina deverão ser solicitados, assim como a análise se secreções do focinho e dos olhos. Em alguns casos, a biópsia hepática pode ser necessária. 

    Na forma hiperaguda da doença - em que são comuns os casos de óbito entre 24h a 48h após o começo dos sintomas -, os mesmos exames podem ser solicitados para identificar a causa da morte. A investigação é altamente recomendada para afastar a hipótese de envenenamento e imprescindível caso tenha havido contato do cão doente com outros cães.

     

    A fluidoterapia devolve ao organismo do cachorro a água e os minerais perdidos, revertendo a desidratação.
    A fluidoterapia devolve ao organismo do cachorro a água e os minerais perdidos, revertendo a desidratação.

    Hepatite canina: como tratar doença do fígado em cachorro?

    A boa notícia é que o tratamento da hepatite em cães é bastante eficaz, mesmo nos casos agudos da doença. A primeira providência, depois de detectada a condição, é isolar o cachorro com hepatite para evitar a contaminação dos outros cães. É muito importante, também, higienizar o local em que o cãozinho faz xixi e cocô com produtos capazes de inativar o CAV-1, como derivados de iodo, fenol e hidróxido de sódio ou limpeza à vapor, em temperaturas superiores a 50ºC por pelo menos 5 minutos. 

    O veterinário pode prescrever para o cachorro com problema no fígado diferentes formas de terapia: medicamentos para controlar o vômito, inibir a febre, antibióticos (que evitam infecções bacterianas oportunistas), transfusão de sangue total ou de plasma, reposição de glicose e fluidoterapia para reidratar o animal. Não espere: ao menor sinal da aparição dos sintomas de hepatite infecciosa canina, procure imediatamente um veterinário. Quanto mais cedo a doença for tratada, maiores são as chances de recuperação.

    Vacinação é imprescindível para evitar a hepatite em cachorro   

    A prevenção - por meio da vacinação de cachorro - é a forma mais eficaz de manter a HIC longe do seu melhor amigo. As vacinas polivalentes óctupla (V8) ou déctupla (V10) devem ser aplicadas no cão filhote assim que ele completar 45 dias de vida, com mais duas doses em intervalos de 3 a 4 meses e um reforço anual. Cachorros adultos que nunca foram vacinados devem receber todas as doses o quanto antes. Esses dois tipos de vacina contém CAV-2 atenuado, que é capaz de proteger o peludo tanto das infecções respiratórias causadas pelo tipo 2 do adenovírus quanto da hepatite canina, causada pelo CAV-1. 

    Redação: Mariana Fernandes

     

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Próxima matéria

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral
    Saúde

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral

    Uma das doenças virais de cachorro mais sérias e comuns que existem, o vírus da parvovirose atinge, principalmente, animais que não foram imunizados contra este e outros vírus. Entre os principais sintomas da parvovirose, o vômito, a diarreia com sangue, e a desidratação podem ser destacados, ou seja: mesmo que o diagnóstico chegue bem cedo, o tratamento deve começar o quanto antes, já que a parvovirose pode ser fatal. Para esclarecer todas dúvidas sobre a parvovirose canina, nós conversamos com a veterinária Jackeline Ribeiro. Dá uma olhada no que ela contou!

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença
    Saúde

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença

    A leishmaniose canina é uma doença causada por um protozoário chamado Leishmania. Mesmo que seja comum em animais, a leishmaniose também pode ser transmitida para humanos e, nos dois casos, pode debilitar o organismo o suficiente para ser fatal. Para falar mais sobre a doença no cachorro e esclarecer dúvidas sobre o contágio, remédios, prevenção e tratamento para leishmaniose canina, nós conversamos com Ana Regina Torro, médica veterinária homeopata. Dá uma olhada!

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença
    Saúde

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença

    Em algumas regiões do país, dizer que alguém está com "tosse de cachorro" é sinal de que a pessoa está com tosse seca, geralmente provocada por alguma irritação na garganta. O que muita gente não sabe é que, no mundo dos animais, o cachorro com tosse muitas vezes está doente — e a condição dele é bem parecida com algo comum para humanos: a gripe. Geralmente, a gripe canina (também conhecida como tosse canina ou tosse dos canis) é uma doença leve, mas se não for tratada pode virar algo mais sério. 

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!
    Carrapato

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!

    Os carrapatos são o pesadelo de qualquer dono de cachorro! Além de provocar coceiras, alergias e outros incômodos, o parasita também é responsável por transmitir doenças muito graves aos cães. Mesmo que seja algo relativamente comum entre os animais, o problema não deve ser subestimado pelos tutores. A doença do carrapato, como é popularmente conhecida, pode se manifestar de quatro maneiras diferentes, dependendo da espécie do parasita infectado. A Babesiose canina é uma das principais formas de manifestação da enfermidade. Por isso, preparamos um guia completo sobre tudo o que você precisa saber!

    Ver Todas >

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro
    Saúde animal

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro

    A doença do carrapato é uma das mais temidas pelos pais e mães de pets - e com razão. O contágio acontece quando um carrapato infectado com o parasita pica um cãozinho saudável. Pouco tempo depois, os sintomas da doença do carrapato já começam a aparecer. Um dos motivos do porque essa doença é tão perigosa é o fato de seus sintomas serem muito variados e se agravarem rapidamente. A doença do carrapato tem cura, mas quanto mais o tratamento demora a ter início, mais complicado fica. 

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele
    Saúde animal

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele

    A caspa em cachorro é uma das manifestações que acontece quando há alguma deficiência nutricional ou higienização inadequada do animal. Avistou algumas casquinhas brancas se soltando abaixo dos pelos do seu pet? Então continue lendo para saber tudo sobre cachorro com caspa e como livrar seu melhor amigo desse incômodo.

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?
    Saúde animal

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?

    A saliva do cachorro, assim como a nossa, tem diversas funções. Porém, quando há alterações na consistência e aparência da saliva, ou quando ela se torna muito abundante, é melhor ficar alerta: esse pode ser um sintoma de que algo não vai bem com a saúde do cachorro. Descubra agora como identificar a salivação anormal no seu melhor amigo.  

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Uma pergunta comum a todos os pais de pet que não gostam de ver o filho de quatro patas doente é como aumentar a imunidade do cachorro. Assim como acontece com os humanos, o sistema imunológico canino é como se fosse um mecanismo interno de defesa que ajuda a proteger os animais contra várias doenças. Isso quer dizer que qualquer alteração ou queda na imunidade deixa o organismo vulnerável, e pode afetar significativamente a saúde do cachorro.

    Ver Todas >