close
Saúde

Hepatite infecciosa canina: entenda mais sobre a infecção e como proteger o seu amigo

Hepatite infecciosa canina é uma doença grave que pode atingir os cachorros
Hepatite infecciosa canina é uma doença grave que pode atingir os cachorros

Entre as doenças infecciosas que afetam os cães, a hepatite canina é de longe uma das mais perigosas. Também chamada de doença de Rubarth, ela traz consequências sérias à saúde dos cachorros, mas tem cura e também pode ser evitada com alguns cuidados básicos. Para saber mais sobre essa infecção, conversamos com a Carolina Mouco Moretti, diretora geral do hospital veterinário Vet Popular, que explicou os sintomas, consequências e variações da doença.

A hepatite em cães: doença é contagiosa, mas só atinge os caninos

A hepatite infecciosa canina é uma doença causada pelo adenovírus canino tipo 1, uma espécie de vírus que prejudica as funções hepáticas dos cãezinhos e inflama o fígado. Segundo a veterinária, ela é epidêmica entre os animais, por isso, é sempre bom ficar de olho. “Essa é uma doença altamente contagiosa, podendo ser transmitida facilmente pela saliva e mucosa nasal. Por isso, a atenção deve ser redobrada em casas onde há cachorros filhotes ou jovens, pois eles possuem uma predisposição maior de adquirir o vírus, que também pode ser transmitido por pulgas e carrapatos."

O tutor pode ficar tranquilo quanto a saúde do restante da família. “Esse tipo de vírus ataca somente cachorros, não apresentando riscos aos humanos, gatos e outros pets”, explica Carolina.

Hepatite infecciosa canina: como saber se meu cachorro está com a doença?

Observar o comportamento e corpo do cachorro deve fazer parte da rotina de todo tutor. No caso da hepatite canina, alguns sinais podem denunciar a doença, então fique atento. De acordo com Carolina, os sintomas se manifestam de forma diferente, conforme a intensidade da infecção. “Entre os sintomas nós podemos citar o aumento da temperatura, sede intensa, diarreia, apatia, vômitos, sangramento, tosse e aumento do volume dos linfonodos [glândulas linfáticas]. Em situações mais graves, a doença pode afetar o sistema nervoso, causando convulsões, desorientação e tremores.”

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    A forma mais eficaz de prevenir a hepatite canina é com a vacinação
    A forma mais eficaz de prevenir a hepatite canina é com a vacinação

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Entenda os estágios da hepatite em cachorro

    Assim como muitas doenças humanas, a hepatite em cachorro se apresenta em fases diferentes de evolução, podendo ser até mesmo assintomática. Conheça as três fases e saiba como identificá-las:

    Subclínica: “é a mais leve, onde a própria defesa do organismo do animal combate rapidamente o vírus e o neutraliza, ao ponto do animal sequer apresentar sintomas ou manifestações leves”, explica a veterinária

    Aguda: segundo Carolina, nessa fase os sintomas são mais visíveis. “Com duração de cinco a sete dias, é fundamental o acompanhamento de um médico veterinário durante esse período. O lado bom é que, após o tratamento correto, o cachorro se recupera bem e as sequelas são poucas ou até nulas.”

    Hiperaguda: “é a mais agressiva de todas elas, mais comum em filhotes. Sua evolução é agressiva e o animal acaba pode morrer antes mesmo de fechar o diagnóstico”, conta.

    Hepatite canina tem cura e pode ser prevenida

    A hepatite infecciosa canina pode ser prevenida com a vacinação. A óctupla e a déctupla canina (V8 ou V10) garante a proteção contra a infecção. Além disso, evita doenças gravíssimas que podem afetar os caninos, como a cinomose a alguns subtipos da leptospirose.“O ideal é manter a carteirinha de vacinação do seu amigo em dia a partir dos seus 45 dias de vida”, afirma a veterinária.

    Por outro lado, se você percebeu algum sintoma da doença é preciso buscar ajuda veterinária imediatamente, pois quanto mais cedo ele for diagnosticado, melhor. “O tratamento consiste no fortalecimento do fígado com a aplicação de soro e suplementação de nutrientes, uma dieta rica em fibras e combate ao excesso de proteínas, além de muita hidratação e descanso”, finaliza Carolina.

    Redação: Karoline Miranda

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Próxima matéria

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Comportamento canino: entenda os diferentes tipos de personalidade e aprenda a identificar o padrão do seu pet
    Adestramento

    Comportamento canino: entenda os diferentes tipos de personalidade e aprenda a identificar o padrão do seu pet

    Assim como os humanos, os cães também tem um jeitinho próprio de se comunicar com o mundo ao seu redor. É algo que faz parte da personalidade deles e, por isso, é importante entender alguns aspectos do comportamento canino para estreitar a relação com esses animais. Será que você tem um cachorro mais destemido ou medroso? Comunicativo ou tímido? Amigável ou agressivo? 

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!
    Carrapato

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!

    Os carrapatos são o pesadelo de qualquer dono de cachorro! Além de provocar coceiras, alergias e outros incômodos, o parasita também é responsável por transmitir doenças muito graves aos cães. Mesmo que seja algo relativamente comum entre os animais, o problema não deve ser subestimado pelos tutores. A doença do carrapato, como é popularmente conhecida, pode se manifestar de quatro maneiras diferentes, dependendo da espécie do parasita infectado. A Babesiose canina é uma das principais formas de manifestação da enfermidade. Por isso, preparamos um guia completo sobre tudo o que você precisa saber!

    Pata de cachorro: anatomia, cuidados e curiosidades... saiba tudo sobre essa parte do corpo do seu amigo
    Cuidados

    Pata de cachorro: anatomia, cuidados e curiosidades... saiba tudo sobre essa parte do corpo do seu amigo

    A saúde do cachorro depende de muitos cuidados com o corpo do animal - inclusive com as suas patinhas! São elas que dão todo o suporte necessário para que o cãozinho possa correr, brincar e pular, do jeitinho que eles gostam. Entretanto, muitos tutores não dão a devida atenção a pata de cachorro, e isso pode acabar desencadeando uma série de problemas na região, trazendo muito desconforto para o seu amigo de quatro patas. Pensando nisso, reunimos tudo que você precisa saber sobre essa parte do corpo dos cães: desde cuidados e doenças que podem atingir o local, até curiosidades e truques (como ensinar o cachorro a dar a pata, por exemplo). Confira!

    Giárdia em gatos: entenda mais sobre a doença, os sintomas mais comuns e como prevenir
    Saúde

    Giárdia em gatos: entenda mais sobre a doença, os sintomas mais comuns e como prevenir

    Assim como nos cães, a Giárdia em gatos é uma zoonose muito comum. Os felinos, então, não estão imunes a contrair essa doença, que muitas vezes passa despercebida ao ser confundida com uma simples diarreia. Por isso, é muito importante prestar atenção aos sintomas da giárdia em gatos e, também, buscar formas de prevenir a contaminação. Para esclarecer mais as dúvidas quanto ao assunto, conversamos com a médica veterinária Carolina Mouco Moretti, que é diretora geral do Hospital Veterinário Vet Popular, de São Paulo.

    Ver Todas >

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa
    Saúde animal

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa

    A dermatofitose em gatos é uma doença de pele silenciosa, porém muito comum de acontecer com os felinos. Mesmo que muitas vezes seja difícil de ser identificada, essa doença é altamente contagiosa e é classificada como uma zoonose, ou seja, também é transmissível para os humanos. Por isso, saber mais sobre os sintomas de dermatofitose é muito importante não só para o bem-estar de seu gato, como também do próprio tutor.

    Ver Todas >