Histórias reais

Grávida e mãe de pet: como adaptar a casa e a rotina do seu cachorro para a chegada de um bebê?

Pronto para fazer seu cachorro e bebê se tornarem melhores amigos? Veja algumas dicas abaixo!
Pronto para fazer seu cachorro e bebê se tornarem melhores amigos? Veja algumas dicas abaixo!

Preparar o seu pet para a chegada de um novo integrante da família é um passo importante para que cachorro e bebê construam uma relação harmoniosa desde o início. Os cães estão acostumados a receber uma atenção especial dos seus tutores. Com um filho a caminho, as coisas podem (e vão!) mudar. Mas qual é a melhor maneira de introduzir essas mudanças na rotina do seu amigo? O que esperar da relação entre criança e cachorro? Para Vanessa Pinheiro, dona das cachorrinhas Duda e Yoko, a expectativa para esse momento é ótima! Suas companheiras de quatro patas são super carinhosas e cuidadosas e, com a chegada da bebê Laura, isso não deve ser diferente. “No início, elas podem até sentir um pouco de ciúmes, mas a gente vai sempre mostrar que elas fazem parte da família”, conta.

Cachorro sente gravidez e aumenta seu instinto protetor

Os cãezinhos são bastante sensitivos e, justamente por isso, são capazes de perceber quando a mulher está grávida. Além das alterações físicas, eles também sentem uma diferença no cheiro da tutora, que fica mais forte por causa da liberação de hormônios durante a gestação. Outro fator que pode ajudá-los a notar a chegada de um bebê são as mudanças de rotina que ocorrem nesse período.

Mesmo sem saber exatamente o que está prestes a acontecer, os cachorros têm o instinto protetor aguçado e muitas vezes se aproximam ainda mais da mãe durante a gestação, como aconteceu com Vanessa e suas cadelinhas: “Elas ficaram mais protetoras, ainda mais quando chega alguém diferente na casa... estão ainda mais próximas do que antes. Onde eu sento, as duas deitam uma de cada lado. De vez quando uma delas ainda dorme com a cabeça na minha barriga.”

Criança e cachorro: doar o animal é uma opção?

Geralmente, a primeira reação de terceiros ao saber que uma mulher está grávida e tem um bichinho de estimação é falar que a mãe deve doar o animal. Esse pensamento vem da ideia de que cachorros e gatos possuem diversos micro-organismos que podem transmitir doenças à gestante, além do fato de que se torna mais difícil dividir a atenção entre bebê e cachorro depois que a criança nasce.

Será que isso é realmente necessário? A mãe de Duda e Yoko conta o que sentiu quando sugeriram a doação de suas doguinhas: “Eu me senti péssima porque eu nunca faria isso. Se as coisas ficarem difíceis, a gente vai fazer o possível e o impossível para que tudo fique bem”. Por isso que, para evitar qualquer transtorno, é importante preparar o animal para a chegada do novo membro da família, além de manter alguns cuidados fundamentais com o seu pet com a higiene, vacinação e consultas com o veterinário.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O casal já está preparando as cadelinhas para a chegada da Laura
    O casal já está preparando as cadelinhas para a chegada da Laura
    A Duda e a Yoko estão mais próximas ainda da família
    A Duda e a Yoko estão mais próximas ainda da família
    O casal já está preparando as cadelinhas para a chegada da Laura
    A Duda e a Yoko estão mais próximas ainda da família

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    5 dicas de como adaptar a casa e rotina do seu pet para o momento

    • Converse sempre que possível com o seu pet sobre a chegada do bebê. Mesmo que ele não entenda exatamente o que está sendo dito, ele vai sentir que esse momento é importante para a mamãe;

    • Dê espaço para que o cãozinho ou gatinho se acostume com a criança. É importante ter em mente que é uma situação completamente nova para o animal. Ele pode até estranhar no início, mas com o tempo isso passa;

    • Estimule a interação entre cachorro e bebê para que os dois se conheçam melhor, mas sempre com muito cuidado e supervisão. Ao notar um comportamento mais agressivo - como latidos e rosnados -, eles devem ser separados imediatamente. Nos primeiros encontros, use uma guia para ter mais controle sobre o animal;

    • Ensine desde cedo seu filho a respeitar os animais e o espaço deles. Assim, as chances de qualquer um dos dois se machucar durante alguma interação são menores;

    • Divida a sua atenção entre o bebê e cachorro. Claro que crianças pequenas sempre demandam maior atenção por parte dos pais, mas sempre que possível dê um carinho ao seu amigo de quatro patas para que ele não se sinta trocado ou esquecido.

    A pequena Laura ainda não nasceu, mas a Duda já está prontinha para recebê-la no berço. Quem aguenta uma fofura dessas?
    A pequena Laura ainda não nasceu, mas a Duda já está prontinha para recebê-la no berço. Quem aguenta uma fofura dessas?

    Estimular a interação entre cachorro e bebê é importante

    Para que o cãozinho vá se acostumando aos poucos com o pequeno, é fundamental estimular o contato entre o cachorro e a criança. Vanessa conta como está se preparando para esse momento: “Com a chegada da bebê na casa, a Duda e a Yoko vão participar da rotina normalmente. Vamos apresentar a Laura para elas e, à princípio, a gente não pretende ter nenhuma restrição”. Com cautela, a mãe garante não vai restringir o acesso das cachorrinhas à Laura e pretende ensiná-las desde o início que elas devem respeitar e amar a bebê.

    Redação: Juliana Melo

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Próxima matéria

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!

    A rivalidade entre cães e gatos é tão histórica que até ditado popular ela já virou. Mesmo assim, no dia a dia o que não falta por aí são donos de pet que não conseguem decidir entre uma das espécies e dividem o amor com os cachorros e gatos ao mesmo tempo e embaixo do mesmo teto. A parte boa disso é que você não precisa aceitar que eles vão viver sempre em pé de guerra: juntar cachorro e gato em casa é possível, sim! Descubra, aqui embaixo, como você pode aproveitar a companhia de dois animaizinhos completamente diferentes, mas que também podem se tornar super amigos!

    Como dar banho em cachorro: 10 dicas para manter a higiene do seu pet em casa
    Higiene

    Como dar banho em cachorro: 10 dicas para manter a higiene do seu pet em casa

    Manter o cachorro sempre limpo vai além da questão de deixar seu animal cheiroso, principalmente para quem dorme ou deixa o pet deitar na cama e no sofá. A higiene regular do seu cão impede o surgimento de parasitas e doenças de pele. Mas dar banho em cachorro em casa pode ser uma missão bastante trabalhosa! Com algumas dicas, você pode tirar de letra e ainda deixar seu bichinho limpo para colocar a pata onde quiser. Mesmo que tenha o hábito de levá-lo no pet shop, é bom saber o que fazer para situações de emergência ou até mesmo para economizar uma grana.

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Adoção

    "Quero adotar um cachorro": saiba onde procurar e como adaptar um cão abandonado na sua casa (e vida!)

    Não dá para negar: adotar cachorro é um verdadeiro ato de amor. Afinal, acolher um cãozinho abandonado pode mudar tanto a vida dele, que ganhará uma família, quanto a sua, que terá um amigo para todas as horas. Ainda assim, é preciso ter em mente que adotar requer uma série de responsabilidades e você precisa estar preparado para todas elas. Por isso, antes de tomar a decisão final, é sempre bom se planejar e, para te ajudar nesse momento, nós separamos um guia completo com tudo que você precisa saber na hora de adotar um cachorro filhote ou adulto. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino
    Comportamento animal

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Quem nunca se perguntou se o gato enxerga no escuro ou até mesmo se assustou com o olho felino brilhando à noite? O olhar de gato é cheio de particularidades, assim como outras partes do seu corpo. Pais de primeira viagem podem estranhar essas alterações no olhar que são comuns em todos os felinos. Para esclarecer de uma vez por todas essas dúvidas, o Patas da Casa reuniu uma série de curiosidades que vão te ajudar a entender melhor por que a pupila do gato muda de acordo com o ambiente e como os gatos enxergam no escuro. 

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?
    Comportamento animal

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?

    Passear com cachorro é uma das melhores formas de gastar energia dos animais domésticos. Os cães adoram sair de casa, fazer novos amigos e passar um tempo de qualidade com o tutor. O problema é que normalmente a hora do passeio desperta a agitação sem fim nos cãezinhos. Alguns, inclusive, não podem ver a coleira e a guia que já começam a pular e correr pela casa. 

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida
    Comportamento animal

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida

    O lado brincalhão dos cães permanece em todas as fases da vida. É por isso que os brinquedos para cachorro são super importantes para oferecer mais qualidade de vida ao pet. Mas é importante escolher o ideal para cada cãozinho: assim como existem brinquedos indicados para cada personalidade canina, a idade também influencia na decisão. Os brinquedos para cachorro filhote devem ser adequados para ajudar na dentição e no desenvolvimento do animal. 

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!
    Comportamento animal

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!

    Ao contrário do que muitos podem pensar, os gatos são animais que podem, sim, ser amáveis e carinhosos com os seus donos - eles só têm um jeitinho bastante próprio de demonstrar isso. O que acontece é que, diferente dos cães, os felinos são mais reservados e menos expansivos nessas demonstrações de afeto, mas quando é hora de receber carinho, eles gostam (e às vezes até procuram por isso). O problema é que não são todos os lugares do corpo do animal que são indicados para as carícias.

    Ver Todas >