Gato

Gato troca de dente? Descubra se dente de gato cai, como é a troca, cuidados e muito mais

Publicado - 29 Março 2022 - 15h47

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Gato troca de dente? Provavelmente todo tutor de felinos já parou para se perguntar se os bichanos também passam pelo processo de renovação da dentição e se é parecido com a troca de dentes dos humanos. Ali por volta dos quatro a sete meses de idade, os gatos começam a trocar de dente. Mas isso não é motivo para preocupação, tá? Esse processo de troca dos dentes de gato é natural e faz parte do crescimento deles. Alguns gatinhos lidam bem com a mudança, outros ficam mais agoniados e sentem mais incômodo, o que requer mais atenção e cuidados do tutor.

Para poder ajudar o seu peludo da melhor forma, é importante saber identificar os sinais da troca de dentição, entender como isso acontece e saber como ajudar o gato para aliviar o incômodo desse processo. Por isso, reunimos tudo o que você precisa saber sobre a troca de dente em gatos.

Gato tem dente de leite?

Assim como os humanos, os felinos não têm dentes quando nascem. Por volta das três semanas de vida esse cenário muda: é quando o gato tem dente de leite, basicamente 26 deles. Uma vez que começam a nascer, os dentinhos rompem e perfuram as gengivas, o que pode causar desconforto. Nessa fase, você vai notar que seu gatinho está se comportando de maneira diferente – por exemplo, o gato filhote mordendo e mastigando coisas aleatórias se torna comum. Não precisa se preocupar, isso é completamente normal, entretanto, é preciso estar sempre atento para não deixar que o gatinho mastigue coisas que possam ser engolidas ou causem acidentes, como algum fio ou até mesmo a tela de proteção. Para aliviar o incômodo, você pode oferecer alguns brinquedos mordedores próprios para filhote de gato, que são feitos especialmente para essa finalidade e não danificam os mini dentinhos do seu bichano.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Gatos trocam de dente, mas como isso acontece?

Por volta das seis semanas de idade, a maioria dos gatinhos já terão todos os dentes de leite. Eles são bem fininhos, pequenos e afiados, preparados para triturar a ração para gato filhote. Se todos os dentes ainda não cresceram nesta fase, não se preocupe, nem todos os dentes dos gatinhos nascem e crescem na mesma proporção, alguns têm um processo mais lento do que outros. No entanto, se você notar que ainda há vários dentes faltando após o seu gatinho ultrapassar os oito meses, é indicado levá-lo ao veterinário para verificar se está tudo bem.

Por volta dos quatro meses de idade, a troca de dentes dos gatos começa e os dentinhos de leite começam a cair para dar lugar aos dentes fixos. Se você já se perguntou quantos dentes tem um gato, a resposta é a seguinte: são 26 dentes de leite que são substituídos lentamente por 30 dentes adultos. Nessa fase, os incômodos troca de dentição dos gatinhos são mais intensos. Os novos dentes serão o último conjunto de dentes que seu gato terá, ou seja, eles passam pelo processo de troca de dente apenas uma vez na vida, assim como os humanos. Se seu gato está perdendo dentes depois de adulto, isso pode ser sinal de algum problema periodontal e você deve levá-lo a um veterinário especialista.

 

O mordedor para gato vai evitar que ele tente roer cabos e outros objetosSim, gato tem dente de leite. São 26 dentes fininhos e pontiagudos que mais pra frente serão substituídos por 30 permanentes

 

Saiba identificar quais os sintomas da troca de dente em gatos

 

A troca dos dentes de leite pelos fixos pode gerar até mesmo mudanças no comportamento do gato. Os sinais mais óbvios de desconforto dentário durante a troca de dentição são:

1) Falta de apetite -  Se o gato está mastigando mais devagar do que o normal, ou mais hesitantes na hora de comer, pode ser um sinal de que suas gengivas estão doendo. Se o gatinho não quiser comer de jeito nenhum, pode ser que esteja com dor. Caso o felino fique muito tempo sem comer e você note uma perda de peso, é hora de levá-lo ao veterinário. 

2) Mastigação excessiva -  Outro sinal de que seu gatinho está no processo de dentição é a mastigação excessiva. Se o seu gato está mastigando tudo o que vê pela frente, incluindo sua cama, os móveis da casa e seus brinquedos, pode ser um sinal de que a troca de dentes começou.

3) Gengivas inflamadas e doloridas - À medida que os dentes adultos começam a aparecer, os gatinhos podem apresentar gengivite leve, o que pode levar a gengivas inflamadas e mau hálito. Se isso for devido ao nascimento dos dentes, isso se resolverá com o tempo. Se a inflamação persistir, pode ser sinal de um quadro crônico ou de outro problema de saúde bucal, sendo necessário consultar um veterinário odontologista para investigar o quadro. 

4) Irritabilidade - Qualquer pessoa fica irritada quando está com dor de dente, né? Com os gatinhos não é diferente: eles ficam mais irritados e de mau humor quando estão incomodados com o desconforto da troca de dentes. 

Os gatos podem apresentar durante a troca de dentes salivação excessiva e sangramento na gengiva, que são sinais mais incomuns e indicam que você deve consultar um veterinário de confiança. 

O que fazer para ajudar quando seu gato troca de dente?

Embora a troca de dentes em gatos geralmente não ser um motivo para preocupação, você pode dar um suporte extra ao seu gatinho durante a dentição felina para deixá-lo mais confortável durante essa fase:

  • Acompanhe a troca de dentes olhando a boca do seu gatinho diariamente. Você provavelmente não vai encontrar um dentinho perdido por aí, porque geralmente o gato engole o dente de leite (e não tem nenhum problema nisso), que é eliminado pelas fezes. Por isso, o ideal é ficar de olho no sorriso do seu filhote para notar qualquer alteração.

  • Tenha cuidado ao brincar com seu gatinho e evite puxar brinquedos que ele pegou na boca. Isso pode acabar danificando ou causando dor ao bichinho.

  • Evite escovar os dentes do gato durante esse período. Com a gengiva sensível, o gatinho pode sentir dor e acabar associando a escovação a algo desagradável. 

  • Ofereça mais sachê para o gato não sofrer tanto na hora de mastigar. Outra alternativa é amolecer a ração com um pouco de água morna, formando uma pastinha.

  • Tire qualquer objeto e alimento impróprios do alcance dos gatos. Quando os felinos começam a trocar os dentes, eles podem tentar mastigar qualquer coisa que virem pela frente. Os cabos de carregador podem parecer particularmente atraentes para o seu gatinho em fase de dentição, por isso certifique-se de escondê-los bem.

  • Plantas venenosas para gatos também devem ser tiradas do alcance do pet. Se você tiver alguma em casa, como lírios e comigo-ninguém-pode, impeça que o pet chegue perto. Se o seu gato mostrar interesse em mastigar móveis, tente mantê-los em um cômodo separado dessa mobília ou cubra-a com um pano ou plástico.

  • Assim como na fase de nascimento dos dentes de leite, você pode oferecer mordedores para gatos nessa fase. Ao voltar a atenção para o brinquedo, seu gatinho vai deixar os móveis, cabos e plantinhas de lado. Os mastigadores ajudam a aliviar o desconforto do bichano, principalmente se ele gosta de mastigar. Esses brinquedos geralmente são feitos de borracha ou silicone para aliviar a coceira e não danificar os dentinhos.

 

Durante a troca de dente de gato , ofereça mais sachês para eleComece a escovar os dentes do gato desde a fase de filhote

 

Quando procurar o veterinário por causa da troca de dentes

 

Apesar de ser um processo natural, a troca de dente em gatos pode ter alguns contratempos e, caso isso aconteça, é melhor procurar um veterinário especializado em odontologia felina para resolver logo o problema. Algumas coisas que precisam de um tratamento profissional são: inflamação intensa na gengiva, presença de pus, dentes nascendo montados ou muito tortos. Outro caso que também precisa de acompanhamento veterinário é quando o dente permanente começa a aparecer, mas o dente de leite ainda não caiu. Nesse caso, se o dente de leite não for extraído por um profissional, ficar com os dois dentinhos pode acabar tendo problemas futuros, como o acúmulo de tártaro no gato, que ocasiona doenças periodontais, como a gengivite crônica. 

Saúde bucal: quais os cuidados depois da dentição do gato?

O cuidado com a saúde bucal do gato não deve ocorrer apenas durante a dentição. Os dentes permanentes também precisam de cuidados para evitar problemas no futuro. Escovar dente de gato é muito parecido com o de cachorro, mas tem duas diferenças. O ideal é começar a fazer a escovação ainda quando filhote, já que ele tende a aceitar melhor e aprende essa rotina. Para escovar os dentes do gato, é preciso providenciar uma pasta adequada para esta finalidade, vendida em pet shops. Esse tipo de produto geralmente é palatável e os gatos tendem a aceitá-los melhor. Além disso, é preciso providenciar uma escova de dente para gato, que também é vendida em lojas especializadas em pets.

O ideal é acostumar o gato com a escovação desde filhote. A dica é começar aos poucos. Nos primeiros dias, massageie a gengiva do felino com o dedo melado na pasta de dente para que ele se acostume. Isso o ajudará a se acostumar com o sabor. Só depois desse processo de adaptação, comece a usar a escova. 

O reforço positivo também funciona aqui: antes, durante e depois da escovação, dê carinho ou petiscos para o gato. No início, é comum o gatinho estranhe, mas com o tempo ele estará deixando a escovação ser feita. Caso ele deixe de bom grado, escove o dente do seu gato diariamente. Contudo, se o processo for muito estressante para ele, a escovação pode ser feita em dias alternados ou uma vez a cada dois dias.

Redação: Fernanda Orrico

Edição: Luana Lopes 

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Cuidados

Areia de mandioca para gatos: veterinária destrincha tudo sobre a areia do momento, benefícios e indicações

De um tempo para cá, a procura pela areia de mandioca para gatos cresceu consideravelmente. Devido a esse movimento dos consumidores...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas