Gato

Gato triste: 9 razões prováveis para o desânimo felino

Publicado - 20 Junho 2023 - 15h59

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Saber se o gato está feliz pode ser desafiador, mas, por outro lado, ver o próprio gato triste e desanimado é algo que não passa despercebido e deixa qualquer tutor com o coração apertadinho, sem saber o que fazer. Bom, o primeiro passo é tentar descobrir o motivo por trás dessa tristeza. Quando um gato morre, o outro sente falta e pode ficar abalado com a ausência do irmão - mas também existem várias outras situações que deixam os gatos tristes. Pensando nisso, o Patas da Casa decidiu se aprofundar no assunto e reunimos 6 possíveis razões para o desânimo felino. Confira abaixo!

1) Ausência de algum familiar (ou até de outro pet) pode deixar o gato triste

Pode acreditar: gatos sentem saudades dos donos e de outros membros da família. Apesar de parecerem mais desapegados, os bichanos sentem falta dos humanos se eles passam muito tempo longe, e é possível perceber isso quando você chega em casa e o felino está na porta te esperando. Quando falamos de uma mudança mais brusca, como a saída de alguém de casa ou até o falecimento de um dos tutores, essa ausência logo é sentida pelo animal, deixando o gato triste.

O mesmo vale para outros animais de estimação. É possível ver um gato triste e com saudade de outro gato quando eles se separam por algum motivo. Isso também pode incluir outras espécies, como cachorros que fazem parte da convivência com o gatinho.

Imagem Quiz:Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

2) Falta de estímulos é outra razão que explica um gatinho triste

Os gatos são animais com um comportamento marcado por instintos selvagens e que precisam de uma atenção especial quanto às suas necessidades físicas e mentais. A gatificação e o enriquecimento ambiental com arranhadores, nichos, prateleiras, caixas de areia, fontes de água e brinquedos são essenciais para dar conta disso. Caso contrário, é bem provável que você encontre um gato triste e desmotivado porque não recebe os estímulos certos. Dessa forma, além de ficar mais recluso e cabisbaixo, você também pode ter um gato estressado e ansioso.

3) Gatos sentem quando estamos tristes e podem reproduzir o sentimento

Muita gente se pergunta se os gatos sentem a energia das pessoas, e, de certa forma, pode-se dizer que sim. Esses animais são bastante sensíveis a tudo que acontece, e as emoções humanas não passam despercebidas por eles. Isso quer dizer que os gatos sentem quando estamos tristes ou felizes - e o nosso estado de espírito pode refletir nos bichanos. Ou seja, ao ver um gatinho triste, vale fazer uma autorreflexão sobre como você tem se sentido. Pode ser que o pet simplesmente esteja reproduzindo o mesmo sentimento de tristeza do dono.

4) Mudanças repentinas na rotina costumam deixar os gatos tristes

 

“Meu gato está triste e quieto, o que pode ser?” Esse é um questionamento muito comum depois de fazer alguma mudança - por menor que seja - na rotina do animal. Os felinos são um pouco resistentes a transformações, no geral, e por isso podem sentir bastante quando acontece uma mudança. Tanto mudanças de casa, quanto mudanças menores - como a mudança de móveis ou troca da ração - costumam deixar o gato triste e incomodado com a “novidade”.

A melhor dica é tentar fazer tudo gradualmente e respeitar o espaço do animal, mas sem deixar de cuidar dele. Por mais que seja um gato triste naquele momento, é importante se certificar de que o pet mantenha uma boa alimentação, hidratação e receba estímulos físicos e mentais (como brincadeiras e outras atividades).

5) Gato triste pode ter passado por alguma experiência traumática

A tristeza pode ter um motivo mais profundo, principalmente se é um gato que acabou de ser adotado e ainda está se familiarizando com o novo ambiente. Muitos animais que foram resgatados foram abandonados nas ruas ou vêm de situações de maus-tratos, então costumam ter uma história de vida bem difícil.

O gato traumatizado tem problema para confiar e pode ficar mais isolado do que o normal, além de aparentar ser um gato triste. Por isso, é importante tentar investigar o passado do bichano para ajudá-lo a superar esses traumas de forma saudável. Em alguns casos, a ajuda de um comportamentalista felino pode ser necessária.

Gato triste olhando para pote vermelho

6) Problemas de saúde podem resultar em um gatinho triste

O desânimo às vezes pode ter uma relação direta com a saúde do animal, causando apatia e deixando o gato triste. O que fazer, nesses casos? Bom, quando se trata de alguma doença ou outro problema de saúde, normalmente outros sintomas também são visíveis. Se suspeitar de que tem algo de errado, vale ficar de olho em alterações físicas e comportamentais do pet que possam ajudar no diagnóstico. Além disso, não deixe de consultar um veterinário de confiança para ter todas as orientações necessárias sobre o tratamento do animal, e jamais opte pela automedicação.

7) Gatos tristes podem ficar assim com a chegada de outro pet na família

Se você reparou que "meu gato está triste e quieto", pode ser que o motivo por trás disso seja a chegada de um novo membro da família. Cachorros e gatos podem se dar bem, assim como acostumar gato com outros gatos — mas nem sempre o processo é fácil. A simples chegada de um pet novo às vezes é capaz de despertar ciúmes no residente mais antigo. Como resultado, você acaba tendo um gato triste e que não vai receber tão bem o novo companheiro (mas nada que alguns reforços positivos não ajudem).

8) Inimizade com algum membro também pode resultar em gatinhos tristes

De vez em quando algumas pessoas se deparam com a seguinte questão: meu gato não gosta de mim. É uma situação complicada de lidar em um primeiro momento, mas também é uma das explicações para um gato triste. Não tem muito mistério: quando o animal não se sente plenamente confortável em um lugar, é fácil perceber e ele pode demonstrar a tristeza como parte da sua insatisfação. Para resolver isso, o ideal é respeitar o espaço do pet, não forçar a barra e tentar uma aproximação gradual com a ajuda de estímulos positivos, como um snack.

9) Passar longas horas sozinho às vezes é a causa do gato triste

Os felinos são conhecidos por serem mais independentes do que os cães, mas não significa que eles não gostam de receber atenção. Gatinhos tristes podem ficar dessa forma porque se sentem "abandonados" ao passar muito tempo longe do tutor. Nesse caso, é importante apostar na gatificação da casa para entreter o pet nas horas de "solidão" e sempre separar algumas horinhas do dia para brincar com ele — ou apenas para tirarem um cochilo juntos.

Como ajudar um gato triste?

Não é difícil reconhecer um gatinho triste. Os sinais mais claros de que o felino não está bem incluem: falta de apetite, prostração, miados intensos e frequentes, fazer xixi fora da caixinha de areia e quadros de agressividade. Nessas horas, saber o que fazer quando o gato está triste e desanimado pode ser desafiador. Uma dica para aumentar o ânimo do bichano é dar mais atenção a ele e oferecer os estímulos certos (físicos e mentais). No entanto, em casos graves, é necessário consultar um veterinário para maiores orientações.

A melhor maneira de ajudar um gato triste é tentar prever qualquer mudança para tentar minimizar os impactos no animal. Se for mudar de casa, por exemplo, é importante que isso aconteça de forma gradual para não abalar tanto o pet. Outras situações também devem ser pensadas com cautela, como a adoção de um novo bichinho.

Redação: Juliana Melo

Edição: Luana Lopes

Publicado originalmente em: 14/04/2023
Atualizado em: 20/06/2023

Adoção

Pinscher 0: a menor versão da raça de cachorro "estressadinha" cabe na palma da mão e parece um filhote até na velhice

Uma das raças que mais se popularizou nos últimos anos foi o Pinscher. Esse cãozinho, que é naturalmente de porte pequeno, pode ser ...

Comportamento

Gatinho entra em profundo sofrimento quando é separado de seu brinquedo favorito

Identificar um gato triste não é tão fácil quanto parece. Ao contrário dos cachorros, que são animais expressivos, os felinos demons...

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Comportamento

São mais de 100 sons diferentes: a incrível capacidade de comunicação dos gatos vai te deixar de queixo caído

Com certeza o som de gato mais conhecido é o miado. Mas você sabia que os gatos são capazes de emitir mais de 100 sons diferentes? I...

Adoção

Pinscher 0: a menor versão da raça de cachorro "estressadinha" cabe na palma da mão e parece um filhote até na velhice

Uma das raças que mais se popularizou nos últimos anos foi o Pinscher. Esse cãozinho, que é naturalmente de porte pequeno, pode ser ...

Comportamento

Gatinho entra em profundo sofrimento quando é separado de seu brinquedo favorito

Identificar um gato triste não é tão fácil quanto parece. Ao contrário dos cachorros, que são animais expressivos, os felinos demons...

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Comportamento

São mais de 100 sons diferentes: a incrível capacidade de comunicação dos gatos vai te deixar de queixo caído

Com certeza o som de gato mais conhecido é o miado. Mas você sabia que os gatos são capazes de emitir mais de 100 sons diferentes? I...

Ver todas