close
Cuidados

Gato sente frio? Descubra como cuidar do seu felino no inverno!

Você sabe como proteger os gatos do frio? Veja algumas dicas de como cuidar do bichano no inverno
Você sabe como proteger os gatos do frio? Veja algumas dicas de como cuidar do bichano no inverno

Como dificilmente os felinos demonstram algum desconforto, é normal se questionar se gato sente frio. Afinal, eles podem sofrer com a queda de temperatura? A resposta é sim. Por isso, o cuidado redobrado nos meses mais frios é bem importante para que nada prejudique o bem-estar e saúde do gato. Os gatos domésticos não possuem uma pelagem tão densa quanto os cães, por exemplo, e são bem sensíveis às mudanças de temperatura. Inclusive, eles podem sentir tanto frio quanto os humanos. Então, como transformar sua casa em um ambiente mais aquecido para o seu bichano e o que fazer para deixá-lo mais confortável? Separamos algumas dicas para te ajudar!

Como identificar um gato com frio?

Os gatos têm uma temperatura corporal mais alta do que a nossa (entre 38ºC e 39ºC) e geralmente até preferem estar em contato com superfícies mais quentes (já percebeu como ele gosta de sentar no computador e outros eletrodomésticos?). Para saber se o seu gato está com frio, basta tocá-lo. Nos dias mais frios, as pontas das orelhas e patas ficam mais geladas que o normal e o focinho também pode ficar mais frio. Também vale observar o comportamento geral do animal: o gato com frio vai ficar mais encolhido, buscar abrigos não muito convencionais e até ficar mais quieto.  

Mudanças bruscas de temperatura acabam deixando os gatos mais vulneráveis a algumas doenças, como gripe, resfriado e até mesmo asma felina. Por isso, é extremamente importante saber como proteger os gatos do frio no inverno e mantê-los bem aquecidos e livre de problemas. A atenção deve ser redobrada se o gatinho for filhote ou idoso, já que os mais jovens ainda não desenvolveram completamente o sistema imunológico e os gatos mais velhos são mais sensíveis. Além disso, gatos com pouco ou sem pelo, como o Sphynx, também precisam de cuidados especiais.

Ter essa noção sobre a temperatura ideal de um gato ajuda também a identificar se ele estiver com febre. A temperatura acima de 39ºC já é um caso de atenção e pode indicar que o corpo do bichano está reagindo a alguma infecção.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    A roupa para gato pode ajudar a manter o seu bichano aquecido no inverno
    A roupa para gato pode ajudar a manter o seu bichano aquecido no inverno

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    Agora que você sabe que gatos sentem frio, como deixar sua casa mais acolhedora? Veja 4 dicas!

    Se você está se perguntando como proteger os gatos do frio, saiba que não é um bicho de sete cabeças. Gatos são bem flexíveis e acabam conseguindo se virar na maioria das vezes, mas é responsabilidade do tutor garantir o bem-estar do animal. Veja algumas dicas que separamos para não deixar o seu gato com frio:

    1) Mantenha seu gato dentro de casa

    Antes de tudo, lugar de gato é dentro de casa, principalmente no inverno. Se você não mantém uma criação indoor, talvez seja hora de repensar isso. Um gato que não tem acesso a rua vive mais e não tem chances de contrair doenças graves e parasitas. Além disso, no inverno você vai ter a garantia de que ele não está passando frio por aí. 

    2) Crie novos refúgios para o gato se aquecer

    Seu gato precisa ter lugares próprios para descansar, como uma cama para gatos, almofadas ou mesmo um toca, que ainda vai ser bem quentinha. No inverno, vale apostar na criação de outros refúgios para o seu bichano ter várias opções. E o melhor: você não precisa gastar nada. Sabe a caixa de transporte do seu gato? Que tal transformá-la em uma toca nos dias mais frios? Basta deixá-la no chão com a portinha aberta e uma almofada ou manta dentro. Você também pode pegar uma caixa adequada ao tamanho dele e também deixar à disposição com um pano mais quentinho. Ele vai adorar!

    Você também pode deixar uma manta ou cobertor em cima do sofá: se o gato sentir frio, pode ter certeza que ele não vai hesitar em se aconchegar naquele lugar. Ah, e não esqueça de deixar janelas e portas bem fechadas para não entrar vento e, consequentemente, deixar o ambiente mais frio.

    3) Deixe o seu gato dormir na cama com você

    Já está mais que comprovado que deixar o gato dormir na nossa cama faz mais do que bem e pode ser até terapêutico. Se você não se importa ou não sofre com alergias, experimente deixar a porta do quarto aberta nos dias mais frios. Com certeza a sua cama é o lugar mais quentinho possível e ele pode se abrigar ao seu lado se o frio apertar. É importante deixar a porta do cômodo sempre aberta para que ele possa sair na hora que quiser, combinado?

    4) Que tal uma roupa para gato?

    A roupa para gato é uma ótima maneira de driblar o frio do inverno e deixar o seu bichano mais quentinho. Embora exista a opção de comprá-la em pet shops e lojas específicas, alguns tutores preferem se aventurar e aprendem como fazer roupa de frio para gato. Não é muito difícil: dá para improvisar com uma blusa pequena ou mesmo com roupinhas de bebê. Basta cortá-la do jeitinho mais adequado para que ela não fique muito comprida no seu amigo de quatro patas. Mas se você procura algo mais trabalhado, existem alguns moldes na internet que ajudam a fazer a roupa para gato no tamanho ideal e com as medidas corretas. Além disso, também tem a clássica opção de roupas de tricô, para quem tem essa habilidade manual.

    Você só precisa se certificar que a roupinha não vai atrapalhar o gato a fazer as necessidade e nem deixá-lo muito incomodado. Gatos podem ser bem resistentes com acessórios no começo, por isso, alie a roupa com reforços positivos, como carinho e petiscos. E claro, não insista demais se ele não se adaptar. 

    Redação: Juliana Melo

    Como escolher caixa de transporte para gatos de acordo com o tamanho do pet?

    Próxima matéria

    Como escolher caixa de transporte para gatos de acordo com o tamanho do pet?

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o
    Raças

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o "Manx cat"

    Diferente de quem prefere cachorros, os amante de felinos normalmente não se importam tanto com a raça antes de comprar ou adotar um gatinho. Mas mesmo que isso não seja um fator primordial na hora de escolher seu amigo de quatro patas, é bom saber que existem diferentes tipos de raça de gato. Dentre elas, o “Manx cat” - também conhecido como Gato Manês - é uma das mais populares e que carrega uma característica muito particular: os animais dessa raça não têm rabo. Parece esquisito, mas o que falta de rabo, sobra em amor! Saiba mais sobre a raça de gato que vai conquistar o seu coração a seguir.

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Cuidar de gato: qual é a média de gastos mensais com um felino?
    Cuidados

    Cuidar de gato: qual é a média de gastos mensais com um felino?

    Ter um gatinho em casa vai muito além da parte divertida. Isso porque, na prática, adotar um gato requer uma série de responsabilidades e cuidados com o seu novo amigo de quatro patas. Afinal de contas, você quer que ele tenha uma boa qualidade de vida, certo? Por isso, para cuidar de gato, alguns custos devem fazer parte da sua rotina. Para saber mais sobre isso e te ajudar a se planejar financeiramente, preparamos uma matéria com os principais gastos mensais de um gato. Confira!

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Ver Todas >

    Creme dental para cachorro: o que levar em conta na hora de escolher a melhor para o seu pet?
    Cuidados dos animais

    Creme dental para cachorro: o que levar em conta na hora de escolher a melhor para o seu pet?

    Um produto que é essencial para cuidar da saúde bucal dos nossos pets é o creme dental para cachorro. Sim, os cães também podem sofrer com problemas bem desagradáveis, como o tártaro e o mau hálito. Por isso, um cuidado indispensável é escovar os dentes do cachorro regularmente. Mas como fazer isso da forma correta? Para começar, é necessário escolher um bom creme dental canino, já que os cães não podem utilizar as pastas de dente humanas por várias questões. 

    Banheiro de gato: 8 coisas que você precisa saber sobre a caixa de areia do seu bichano
    Cuidados dos animais

    Banheiro de gato: 8 coisas que você precisa saber sobre a caixa de areia do seu bichano

    Todo mundo sabe da importância do banheiro de gato, mas você já parou para se perguntar quantas vezes gato vai ao banheiro? Ou com que frequência é necessário limpar a caixa de areia para gatos? Essas são questões que certamente já passaram pela cabeça de todo gateiro. No entanto, além de ser uma questão de higiene, o tutor também deve prestar atenção em várias outras coisas.

    Coleira de cachorro com nome: 4 motivos para não deixar a coleira com identificação do seu pet de lado
    Cuidados dos animais

    Coleira de cachorro com nome: 4 motivos para não deixar a coleira com identificação do seu pet de lado

    A coleira com identificação para cães é um cuidado importante que muitos tutores deixam de lado. Esse acessório permite que o animal seja encontrado com mais facilidade caso ele se perca. O indicado é que a coleira com identificação para cachorro contenha, além do nome do animal, o telefone dos tutores, endereço e informações médicas ou de comportamento. Dessa forma, se alguém encontrar o pet será mais fácil de levar o cachorrinho de volta para casa.o.

    Mochila de cachorro: para quais pets o acessório é indicado e como usar?
    Cuidados dos animais

    Mochila de cachorro: para quais pets o acessório é indicado e como usar?

    Já ouviu falar na mochila de cachorro? Esse é um acessório que pode ser bem útil em algumas situações do dia a dia, especialmente quando você tem algum compromisso com o cãozinho fora de casa. Existem dois tipos de mochila para cães: aquela que o tutor coloca nas costas para acomodar o pet dentro, e outra que é feita para uso exclusivo do animal. Mas será que todos os cães podem usufruir de ambos os modelos?

    Ver Todas >