close
Saúde

Gato renal: 5 sinais de que seu bichano pode estar com problema nos rins

Atualizado em 07 de julho de 2021 às 18h59

Publicado em 07 de julho de 2021 às 18h59

O gato com insuficiência renal pode apresentar alguns sinais, saiba quais são eles!
O gato com insuficiência renal pode apresentar alguns sinais, saiba quais são eles!

A doença renal em gatos é uma preocupação constante entre os gateiros. Infelizmente os problemas nos rins são comuns nos felinos. A causa geralmente está ligada ao próprio organismo da espécie, que possui uma pequena quantidade de néfrons nos rins - que são estruturas que filtram as impurezas do sangue. Outro fator que costuma influenciar esse tipo de problema nos bichanos é a alimentação inadequada e o baixo consumo de água. Para evitar a doença, é importante que o tutor espalhe vários bebedouros casa e ofereça ração úmida periodicamente para o pet.

O gato idoso costuma ter mais chances de apresentar insuficiência renal, mas nada impede que o problema se manifeste nos primeiros anos de vida do gato. É por isso que a preocupação e os cuidados para evitar a insuficiência renal devem começar desde cedo. Veja abaixo 5 sinais de que seu gatinho está sofrendo com problemas nos rins!

1) Gato com insuficiência renal costuma apresentar mudança no apetite

É muito importante estar atento a qualquer mudança comportamental do seu pet. Quando o gatinho está comendo menos que o habitual, dispensando refeições ou até mesmo mais seletivo na hora de comer, é importante fazer um check-up com um veterinário para analisar a saúde do pet. A mudança de apetite costuma ser um sinal comum em gatos renais. A doença ainda pode levar à perda de peso, vômitos e diarreia.

2) Gato renal: aumento da sede é um sinal da doença

Como dito acima, os gatos são conhecidos por beberem pouca água. Por isso, é importante que o tutor incentive o aumento do consumo. Quando um bichano que não bebia muita água passa a procurar o bebedouro com mais frequência, é importante ligar o alerta. É normal que o gato com insuficiência renal sinta mais sede. O comportamento também pode indicar outras doenças como a diabetes. Não deixe de observar todos os hábitos do seu bichano.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Gato: problema renal pode causar aumento da sede
    Gato: problema renal pode causar aumento da sede

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    3) Alterações de comportamento podem sinalizar doença renal em gatos

    A dor e o desconforto causados pela doença podem fazer com que o gato renal apresente condutas não habituais. O bichano pode ficar mais apático, recluso, agressivo ou com sinais de letargia e depressão. O aumento do sono também pode ocorrer por conta da doença renal em gatos. Qualquer mudança comportamental deve deixar o tutor em alerta. Observe se o gatinho apresente outros sinais de que algo não vai bem.

    4) Gato: problema renal faz o bichano sentir mais vontade de fazer xixi

    É comum que o gato com insuficiência renal passe a usar a caixa de areia com mais frequência ou até mesmo faça xixi fora do lugar. Além disso, a doença também pode causar alterações na urina, deixando-a com aspecto turvo ou com a presença de sangue. Da mesma maneira que o aumento da frequência do xixi, a falta de micção também pode indicar um problema e o melhor a se fazer diante de ambas as situações é procurar um veterinário.

    5) Gato renal pode apresentar má aparência na pelagem

    Além dos sinais comportamentais, alguns sintomas físicos podem ser observados no gato renal. A má aparência da pelagem do bichano é um indicativo da doença se estiver associada com outros sintomas. Os gatinhos com problemas nos rins ainda podem apresentar mau hálito e feridas ou úlceras na boca.

    Redação: Hyago Bandeira

    Diabete canina: 5 sinais da doença para ficar atento

    Próxima matéria

    Diabete canina: 5 sinais da doença para ficar atento

    Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa
    Adoção

    Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa

    A empolgação de adotar gato muitas vezes toma conta da gente, mas essa não pode ser uma atitude impulsiva. Pelo contrário, deve ser muito bem planejada para fornecer tudo que o bichano precisa nos primeiros dias. Os gatos preenchem o ambiente com muito amor e alegria, mas também exigem alguns cuidados especiais com a higiene, alimentação e outras coisinhas. Felizmente existem alguns produtos capazes de ajudar a deixar o animal mais familiarizado e confortável no seu novo lar, como a caixa de areia para gatos. 

    Adotar gato: 10 motivos que vão fazer você querer se apaixonar por um bichano
    Adoção

    Adotar gato: 10 motivos que vão fazer você querer se apaixonar por um bichano

    “Quero adotar um gato”. Se esse pensamento já passou alguma vez pela sua cabeça é porque falta pouco para um bichano te conquistar de vez - e, acredite, os gatos conseguem isso com uma facilidade incrível. Sim, é isso mesmo: por trás do jeitinho reservado, esses animais são puro amor e companheirismo, e tem tudo para se tornar grandes amigos dos humanos.

    Gato idoso: 4 sinais de que o bichano pode estar doente
    Idoso

    Gato idoso: 4 sinais de que o bichano pode estar doente

    A idade também chega para os animais e, assim como os humanos, eles precisam de alguns cuidados para atravessarem a velhice da melhor forma possível. Assim como qualquer bichinho que fica mais velho, o gato idoso também passa por algumas mudanças comportamentais por conta da idade. Mas nem sempre essas mudanças são sinais de velhice e podem estar indicando uma doença ou algum problema maior. 

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    Gato com sangue nas fezes: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com sangue nas fezes: o que fazer?

    Se você reparar seu gato com sangue nas fezes, é importante ficar atento. Essa situação é um sintoma comum a inúmeras doenças que podem afetar o bichano. Ao defecar fezes com sangue, o gato pode estar com uma inflamação no cólon ou até mesmo com um tumor no sistema digestivo. O sangue nas fezes do gato é um sintoma presente até mesmo nas verminoses mais comuns. Seja qual for a causa do gato fazendo fezes com sangue, sempre significa que algo está errado com o animal. 

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação
    Saúde animal

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação

    Saber um pouquinho de primeiros socorros veterinários vai ser muito útil se você acha que um cachorro parece engasgado - inclusive, é algo que pode salvar a vida do seu pet nessas horas! Seja porque ele comeu muito rápido ou tentou engolir alguma coisa que não devia, se deparar com um cachorro engasgado em casa é sempre um momento de desespero para qualquer pai de pet. Não saber como resolver essa situação é super comum e, ao mesmo tempo, um hábito perigoso: nunca se sabe quando você vai precisar socorrer o seu amigo em casa. 

    Cinomose: sintomas mais comuns da doença. Aprenda a identificar os sinais!
    Saúde animal

    Cinomose: sintomas mais comuns da doença. Aprenda a identificar os sinais!

    Os sintomas de cinomose canina são facilmente confundidos com outras doenças de cachorro e infelizmente pode até mesmo levar o animal à morte. Mais comum em filhotes não vacinados, a cinomose é altamente contagiosa e em alguns casos pode deixar sequelas que vão acompanhar o pet por toda a vida. É importante estar atento a qualquer sinal da cinomose em cães que ainda não completaram o calendário de vacinação, pois é uma doença que evolui rapidamente para um quadro grave. Ou seja, é uma situação de emergência!

    Giárdia canina: o que é, como tratar e o que fazer para prevenir
    Saúde animal

    Giárdia canina: o que é, como tratar e o que fazer para prevenir

    A giárdia canina é uma doença com alta contaminação entre os cães. O cachorro que a contrai sente bastante desconforto no sistema digestivo, com diarreia e vômitos frequentes. Comum principalmente no verão, a giardíase canina pode se apresentar de maneira mais leve ou mais grave. Sem tratamento, a giárdia canina pode matar o cachorro contaminado se ele não receber o tratamento adequado logo no início da infecção. Além disso, a giárdia canina pega em humanos e tem maior chance de atacar filhotes de cachorro. 

    Ver Todas >