Saúde

Gato mancando: quais as causas e como tratar?

Gato mancando pode indicar uma série de problemas com o animal, fique atento!
Gato mancando pode indicar uma série de problemas com o animal, fique atento!

Perceber um gato mancando é uma situação que preocupa diversos tutores, e não é à toa: este sintoma, geralmente, quer dizer que o seu amigo está com dor e precisando de ajuda. Seja por causa de algum machucado na pata ou porque o animal está com algum problema mais sério, como um traumatismo, é preciso analisar a situação e procurar entender as causas por trás do sintoma. O gato mancando pata dianteira ou traseira pode indicar diferentes problemas e para cada um deles existe um tratamento específico. Por isso, saiba quais são as causas mais comuns para esse quadro e o que fazer ao notar um gato mancando!

Entenda por que gato mancando é motivo para preocupação

Notou que o seu gatinho não está andando normalmente? É preciso redobrar a atenção, pois o gato mancando (pata dianteira ou traseira) quer dizer que seu amigo está com problemas. A pata dos felinos - e principalmente a almofadinha - é uma região muito frágil, e que fica em contato constante com o chão, o que aumenta ainda mais a sua vulnerabilidade. Por isso, não é difícil imaginar por que os gatos têm uma facilidade enorme em machucar as patinhas, não é mesmo?

Às vezes, um espinho ou uma farpa pode acabar “entrando” nas almofadinhas do animal, causando grande incômodo e deixando o gato mancando. Em outros casos, o solo muito quente pode acabar queimando as patas do seu amigo, e por isso ele assume essa postura. Além disso, também existem cenários onde o motivo é mais óbvio, como quando o gato sofre algum tipo de acidente - como um atropelamento ou uma queda, por exemplo.

Mas sabia que além dessas causas, o motivo para o gato mancando pata traseira ou dianteira às vezes pode estar atrelado a alguma doença? Pode ser um problema diretamente relacionado à articulação ou com a coluna do felino, mas também pode se tratar de uma doença mais silenciosa, como o câncer nos ossos. De qualquer forma, é sempre essencial procurar por outros sintomas no seu amigo de quatro patas.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Para ajudar o gato mancando, a melhor alternativa é procurar um médico veterinário
    Para ajudar o gato mancando, a melhor alternativa é procurar um médico veterinário

    Mais Lidas

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Gato

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Gato

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Gato

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como identificar o sexo do gato filhote? Saiba diferenciar machos e fêmeas!
    Gato

    Como identificar o sexo do gato filhote? Saiba diferenciar machos e fêmeas!

    A maioria das pessoas acha quase impossível descobrir o sexo do gato filhote. De fato, diferenciar o órgão genital do gato macho e gato fêmea nos primeiros meses de vida não é fácil. Mas descobrir esse "detalhe" é importante antes de levar um filhotinho pra casa. Não parece, mas é muito normal achar que adotou um gato fêmea e descobrir, depois, que se trata de um gato macho. !

    “Meu gato está mancando”: 9 possíveis causas para o problema

    • Tendinite

    • Fratura

    • Queimadura nas patas

    Unha quebrada

    • Contusão

    • Distensão muscular

    • Espinhos, farpas ou pedaço de vidro na pata

    • Doença articular, como displasia de quadril

    • Doenças sistêmicas, como diabetes ou câncer nos ossos

    Gato mancando: o que fazer ao notar o sintoma?

    Ao perceber o gato mancando, o tutor deve investigar se existe algum objeto na pata do animal que está causando algum incômodo nele, como farpas, espinhos ou até mesmo um pedaço de vidro. Se o motivo não for aparente, o ideal é levar seu pet para uma consulta veterinária o quanto antes. Só com um diagnóstico realizado por um especialista será possível entender a real causa por trás do gato mancando. Desta forma, o médico veterinário também poderá indicar qual é o melhor tratamento para o caso.

    Como as causas podem variar, é importante ter em mente que o tratamento também não vai ser o mesmo para todos os animais. Pode ser que um simples medicamento, como anti-inflamatório, resolva o problema, mas em alguns casos mais complexos, a intervenção cirúrgica também pode ser uma opção. Isso tudo vai depender exclusivamente da análise feita pelo profissional, que vai solicitar radiografias, biópsias e uma série de exames para chegar ao diagnóstico correto e ao melhor tipo de tratamento.

    Como cuidar de um gato mancando?

    Em primeiro lugar, é importante nunca automedicar o pet. Como o tutor não sabe ao certo o motivo pelo qual o animal está mancando, a automedicação pode parecer uma boa ideia à princípio, mas que pode trazer graves consequências para o bichano em vez de ajudá-lo. Portanto, o ideal mesmo é que um veterinário seja consultado para saber o que está acontecendo com o seu amigo de quatro patas. Depois disso, basta seguir as orientações dadas por ele, já que, bem provavelmente, o gatinho vai precisar de alguns medicamentos anti-inflamatórios. Além disso, para ajudar a controlar a dor, tratamentos como acupuntura e fisioterapia também podem ser recomendados, dependendo do caso.

    Redação: Juliana Melo

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Próxima matéria

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Gatos: o que é a criação indoor e quais as vantagens?
    Cuidados

    Gatos: o que é a criação indoor e quais as vantagens?

    Ninguém pode negar: os gatos são verdadeiros fãs da voltinhas noturnas. Mas, como bem sabemos, a rua nem sempre é um lugar seguro e criar o seu bichano em casa pode garantir uma vida mais longa. Por isso, a criação indoor tem se tornado cada vez mais popular entre os gateiros de plantão, uma vez que gatos criados dessa forma podem chegar até o dobro da idade em comparação aos que vivem de forma livre. Para saber mais sobre essa modalidade, o Patas da Casa separou as principais vantagens da criação de gatos indoor. Dá uma olhada!

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!
    Saúde

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!

    O plano de saúde para gatos pode ser uma ótima alternativa para quem tem um felino em casa! Os pets fazem parte da família e, como qualquer ente querido, demandam atenção e cuidados especiais. No caso dos gatinhos, essa série de precauções inclui check-ups anuais, vacinas e visitas frequentes ao consultório veterinário. Manter essa rotina saudável não precisa, necessariamente, ser um peso no orçamento.

    Plantas tóxicas para gatos e cachorros: descubra quais espécies você precisa evitar
    Cuidados

    Plantas tóxicas para gatos e cachorros: descubra quais espécies você precisa evitar

    Quem se pergunta como cuidar de um cachorro ou gato por estar dando as boas-vindas a um desses animais em casa em breve vai descobrir que a adaptação do ambiente é mais do que necessária. Buscando a segurança e o conforto do seu novo amigo, é normal instalar telas de proteção e liberar um cantinho para a cama e a ração dele, mas muita gente passa direto pelas plantas: algumas espécies bem comuns em jardins, quintais e vasinhos são tóxicas quando ingeridas e podem até ser fatais.

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!
    Vômito

    Gato vomitando: veja as possíveis causas do vômito e saiba o que fazer!

    O gato vomitando não é motivo para desespero! Quem tem um felino para chamar de seu sabe que não é nada raro encontrar um vômito de gato espalhado pela casa, né? Felizmente, na maioria das vezes, a surpresinha desagradável pode estar associada a causas bem corriqueiras, tipo a bola de pelos ou uma simples regurgitação. Mesmo assim, é muito importante ficar atento ao comportamento do gato e se certificar de que o problema não é resultado de algo mais grave.

    Ver Todas >

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?
    Gato

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

    O gato Bengal - também conhecido como gato-de-bengala - tem uma história fascinante: a raça é derivada do cruzamento entre um felino doméstico e um leopardo selvagem. Na prática, isso quer dizer que, diferente da maioria dos gatinhos que vemos por aí, o gato Bengal tem uma aparência inusitada e um comportamento ainda mais instintivo por ser descendente direto de selvagens. 

    Gatos trocam de dente? Entenda mais sobre a dentição felina
    Gato

    Gatos trocam de dente? Entenda mais sobre a dentição felina

    Você sabia que os gatos trocam de dente assim como os humanos? Os filhotes possuem pequenos dentinhos de leite que, com o tempo, caem e dão lugar a novos. O momento em que os gatos trocam os dentes costuma passar despercebido pelos humanos, pois se trata de um processo bem rápido. Mas você sabe exatamente como o gato troca de dente? Ou se, enquanto o gato troca dente, ele sente dor? 

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença
    Gato

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença

    No mês do Setembro Amarelo, as campanhas sobre a prevenção do suicídio ganham um grande destaque. Cuidar da saúde mental é muito importante, e o acompanhamento de médicos e terapeutas são fundamentais para auxiliar no tratamento de depressão. O que poucas pessoas sabem é que, aliado a isso, ter um bichinho de estimação também faz toda a diferença na vida de pessoas que convivem com a doença.

    Quantos dias um gato pode ficar sozinho?
    Gato

    Quantos dias um gato pode ficar sozinho?

    Você sabe quantos dias um gato pode ficar sozinho? Por seu comportamento independente e inteligência, muitas pessoas acreditam que os felinos podem ser deixados sozinhos em casa por um longo período de tempo. A verdade é que esse é um verdadeiro mito sobre a criação dos felinos domésticos. Um gatinho não pode ser deixado sozinho por muito tempo e existem vários fatores que podem interferir nisso. 

    Ver Todas >