close
Idoso

Gato idoso: 4 sinais de que o bichano pode estar doente

Os gatos idosos podem dar alguns sinais de que estão doentes
Os gatos idosos podem dar alguns sinais de que estão doentes

A idade também chega para os animais e, assim como os humanos, eles precisam de alguns cuidados para atravessarem a velhice da melhor forma possível. Assim como qualquer bichinho que fica mais velho, o gato idoso também passa por algumas mudanças comportamentais por conta da idade. Mas nem sempre essas mudanças são sinais de velhice e podem estar indicando uma doença ou algum problema maior. Por isso, reunimos 4 sinais de que o gato idoso possa estar doente. Veja abaixo!

1. Gato sem apetite pode ser sinal de problema digestivo

Quem é gateiro sabe que os felinos são profissionais em se esconderem quando estão doentes. Por isso, é importante ficar atento a qualquer sinal mínimo. Em vez de chamar atenção para indicar que estão passando por algum problema, eles tendem a fazer o contrário. A falta de apetite pode indicar algum problema no sistema digestivo, como a colite. Além disso, o gatinho ainda pode apresentar diarreia, vômito e sintomas típicos de doenças no trato digestivo. No caso de qualquer um desses sinais, além da perda de apetite e peso, é necessário que o tutor leve o pet ao veterinário para identificar o problema.

2. Gato bebendo muita água: comportamento pode ser sinal de problema urinário

Os gatinhos possuem o costume de beber pouca água e por isso é indicado que os tutores auxiliem no consumo servindo rações úmidas e também espalhando o maior número de bebedouros possíveis pela casa. Caso você note que seu gato idoso está bebendo mais água do que o costume, fique atento, pois pode indicar doenças renais e urinárias. Observe também se o gato está fazendo mais xixi que o normal. Essas informações vão ajudar no diagnóstico.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Gato idoso: comportamento incomum pode indicar algum problema de saúde
    Gato idoso: comportamento incomum pode indicar algum problema de saúde

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    3. Gato não consegue andar: dificuldade de locomoção precisa indica doenças articulares ou ósseas

    A artrite e as dores musculares são problemas muito recorrentes nos gatos idosos. As cartilagens e articulações acabam se desgastando ao longo dos anos, com isso, o gatinho pode apresentar falta de mobilidade, instabilidade e dificuldade para fazer coisas que ele costumava fazer facilmente quando mais jovem, como pular e manter seus cuidados com a higiene. Por isso, é importante prestar atenção se o gato não consegue andar ou fazer atividades que antes eram comuns. Deixar a caixa de areia, fontes de água e potes de ração por perto nessas situações é essencial. Você poderá aliviar o desconforto colocando rampas em casa. Esse tipo de cuidado faz parte da adaptação do gato idoso em casa.

    4. Gato: comportamento ansioso e incomum deve ligar o alerta do tutor

    Como dito acima, qualquer mudança de comportamento deve deixar o tutor atento. A ansiedade, aparência desorientada e incomum podem ser sinais de algum problema neurológico, como a Síndrome da Disfunção Cognitiva, uma condição que se assemelha ao Alzheimer em humanos. Se seu gatinho idoso após um tempo passou a fazer xixi em um lugar diferente da casa e apresenta alterações no sono, desorientação, ansiedade e miados excessivos, é importante buscar a orientação de um veterinário especialista no assunto. O gato com ansiedade também costuma apresentar comportamentos destrutivos. Seja qual for a mudança de conduta, o acompanhamento regular com um profissional veterinário é essencial para garantir a saúde animal e descobrir as condições graves antes de se desenvolverem.

    Redação: Hyago Bandeira

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    Próxima matéria

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    Como saber se o cachorro está doente? Veja alguns sinais que devem ligar o alerta!
    Saúde

    Como saber se o cachorro está doente? Veja alguns sinais que devem ligar o alerta!

    Quem convive com um cão no dia a dia costuma conhecer bem o comportamento do bichinho e logo percebe quando algo não está normal. No entanto, mesmo quem tem um olhar atento pode se perguntar "como saber se o cachorro está doente?" diante de uma mudança no temperamento ou um quadro mais grave como vômito e diarreia. O veterinário é a pessoa certa para avaliar os sintomas, dar um diagnóstico preciso e orientar a respeito do melhor tratamento, mas antes de levar o pet no médico é importante entender os sinais de que ele realmente está mal para poder explicar a situação na clínica. Reunimos dicas certeiras sobre o assunto para te ajudar a cuidar do cachorro quando ele apresentar algum desconforto. Confira!

    Gato renal: 5 sinais de que seu bichano pode estar com problema nos rins
    Saúde

    Gato renal: 5 sinais de que seu bichano pode estar com problema nos rins

    A doença renal em gatos é uma preocupação constante entre os gateiros. Infelizmente os problemas nos rins são comuns nos felinos. A causa geralmente está ligada ao próprio organismo da espécie, que possui uma pequena quantidade de néfrons nos rins - que são estruturas que filtram as impurezas do sangue. Outro fator que costuma influenciar esse tipo de problema nos bichanos é a alimentação inadequada e o baixo consumo de água. 

    Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa
    Adoção

    Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa

    A empolgação de adotar gato muitas vezes toma conta da gente, mas essa não pode ser uma atitude impulsiva. Pelo contrário, deve ser muito bem planejada para fornecer tudo que o bichano precisa nos primeiros dias. Os gatos preenchem o ambiente com muito amor e alegria, mas também exigem alguns cuidados especiais com a higiene, alimentação e outras coisinhas. Felizmente existem alguns produtos capazes de ajudar a deixar o animal mais familiarizado e confortável no seu novo lar, como a caixa de areia para gatos. 

    Adotar gato: 10 motivos que vão fazer você querer se apaixonar por um bichano
    Adoção

    Adotar gato: 10 motivos que vão fazer você querer se apaixonar por um bichano

    “Quero adotar um gato”. Se esse pensamento já passou alguma vez pela sua cabeça é porque falta pouco para um bichano te conquistar de vez - e, acredite, os gatos conseguem isso com uma facilidade incrível. Sim, é isso mesmo: por trás do jeitinho reservado, esses animais são puro amor e companheirismo, e tem tudo para se tornar grandes amigos dos humanos.

    Ver Todas >

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães
    Saúde animal

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    A dirofilariose canina é uma doença silenciosa que pode afetar gravemente a saúde dos pets. Conhecida popularmente como a patologia do verme do coração, a transmissão da doença acontece por meio de uma simples picada de mosquito e pode levar o cachorro a óbito de maneira repentina. Para lidar com a dirofilariose, todo cuidado é pouco! 

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Ver Todas >