Gato

Gato estressado: como deixar seu pet mais relaxado com opções caseiras ou naturais?

Publicado - 06 Maio 2022 - 10h55

Atualizado - 19 Maio 2024 - 00h32

Você já ouviu falar em erva de gato, matatabi ou floral? Todos eles têm duas coisas em comum: ajudam a acalmar o gato e têm origem natural. Muitas coisas deixam o gato estressado, desde mudanças na rotina até o tédio. Comportamentos como vocalização excessiva, agressividade e fazer xixi fora da caixa são comuns nesses casos e o tutor deve buscar maneiras para contornar essa situação. É muito comum pensar primeiro em comprimidos e remédios tradicionais na hora de cuidar de algum problema, mas métodos de origem natural (fitoterápicos ou até mesmo um jardim sensorial) trazem muitos benefícios e podem ajudar bastante seu pet. Confira algumas opções para deixar seu gato relaxado de forma 100% caseira!

Erva de gato estimula o animal de maneira natural

A erva de gato (ou catnip) é uma das plantas mais conhecidas para felinos. Mas, caso você ainda não conheça, pode ter a seguinte dúvida sobre a erva de gato: para que serve e por que os gatos amam tanto? A erva do gato é uma planta medicinal com propriedade calmante. Quando o gato cheira a plantinha, acaba inalando também uma substância que, ao entrar no sistema nervoso do pet, o estimula de diferentes maneiras. No caso da erva de gato, o efeito varia para cada bichano, pois atua de acordo com a necessidade do pet. Se ele está muito sedentário e só fica deitado, por exemplo, a erva dos gatos vai deixá-lo mais animado. Já a erva para gatos estressados vai fazer o pet ficar mais calminho.

A erva para gato pode ser usada sozinha ou até mesmo em brinquedos

Existem diversas maneiras de usar a erva do gato no dia a dia. Plantar o catnip em casa é muito fácil e é a melhor maneira de sempre ter a planta a sua disposição. Compre as sementes da erva do gato e coloque em um vasinho de planta com 30 cm de profundidade e terra fofa. Se tiver quintal, enterre cada semente a pelo menos 0,5 cm da superfície e com um espaço considerável entre os grãos. O ideal é escolher um lugar arejado e que receba luz solar. Regue diariamente e, em cerca de sete a dez dias, a erva do gato começa a germinar.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Se não quiser ou puder, você não precisa plantar a erva de gato. Comprar a versão em sachê ou brinquedos com catnip é uma ótima saída. Você também pode colocar a erva do gato em arranhadores e espalhar por cantinhos pela casa, como na almofadinha onde o bichano dorme. Ao deitar lá, o bichano logo vai se acalmar com os efeitos da erva de gato. Comprar catnip para o bichano vai deixá-lo bem mais relaxado e seu estresse diminuirá bastante.

O matatabi é ainda mais potente que a erva de gato no efeito calmante

O matatabi é outra planta medicinal de efeito calmante para gatos. Com o formato de um gravetinho que o pet pode morder, também é fácil de achar e uma ótima solução para acalmar bichanos. Assim como na erva de gato, efeito do matatabi varia para cada animal seguindo a mesma lógica: acalma os agitados e anima os tristinhos. A verdade é que matatabi e erva do gato estimulam o bichano de formas parecidas. A única diferença é a potência. O matatabi tem maior intensidade, pois possui uma substância chamada actinidina com poder bem mais elevado que o da substância presente na erva para gato. Como cada gatinho tem um gosto diferente, vale optar pelas duas e ver qual delas interessa mais seu pet. Alguns preferem matatabi e outros preferem erva dos gatos. Seja qual for a escolhida, o gato estressado vai ficar mais relaxado.

 

Gato brincando com objeto rosa com bolinha verde dentro
Ao usar a erva de gato, efeito calmante entra no sistema nervoso do pet e ele naturalmente relaxa

 

O floral para gatos é uma alternativa à base de flores e água

 

Sem nenhum composto químico, o floral para gatos é versátil e pode ser encontrado em versões para os mais diferentes problemas, como o estresse. Sua ação é diferente da erva de gato e do matatabi. O floral é formulado a partir de uma flor imersa em água. Ela libera no líquido um princípio medicamentoso que fica conservado. Quando o animal é exposto ao floral, recebe a energia do remédio que impacta diretamente no comportamento, atenuando os estresses.

É possível, assim como no caso da erva de gato, comprar florais prontos em pet shops com fórmulas pré-estabelecidas. Porém, como cada um tem gostos e comportamentos diferentes, o ideal é conversar com um veterinário para que ele indique a fórmula adequada ao seu bichano. Além disso, lembre-se que o paladar do gato é exigente. Ao contrário da erva para gato, não ofereça diretamente ao animal. Sempre adicione algumas gotinhas de água ao produto ou misture-o na ração úmida, para facilitar a ingestão.

Medicamentos fitoterápicos combinam plantas calmantes em uma só solução

Fitoterápicos são medicamentos à base de plantas. Eles demoram um pouco mais a fazer efeito, mas trazem resultados extremamente positivos. A maior vantagem é que, por serem 100% naturais, são bem menos agressivos que medicamentos comuns. Os fitoterápicos são manipulados de acordo com as necessidades do animal. Ou seja, para um gato estressado, será usada uma combinação de plantas conhecidas por seus efeitos calmantes em bichanos, como valeriana e camomila. Outra vantagem é que são mais baratos que medicamentos tradicionais. Se você tem um gato estressado, converse com o veterinário sobre a possibilidade de usar fitoterápicos.

Saiba como fazer um jardim sensorial, que une plantas calmantes (como erva de gato) e outros objetos estimulantes

O gato estressado precisa de mudanças no dia a dia para se sentir mais calmo e relaxado. Os felinos têm instintos muito aguçados que precisam ser estimulados com frequência para que ele se sinta bem. Dentro de casa, esses instintos muitas vezes ficam esquecidos. Assim, o gato fica estressado e pode até mesmo ter comportamentos agressivos. Uma boa maneira de direcionar seus instintos de forma saudável é criando um jardim sensorial. Nele, o gato terá o gostinho de viver em um ambiente com objetos e plantas que o façam se sentir no seu estado mais natural e, consequentemente, seus instintos serão estimulados da melhor forma possível. Confira o que você deve adicionar no jardim sensorial:

  • Tocos de madeira para subir, escalar e arranhar
  • Trilhas de grama para gatos (ou pedacinhos de grama)
  • Água corrente (pode ser uma fonte de água, caso seja em um apartamento)
  • Plantas como: erva de gato, valeriana e camomila

Assim, o gato pode se esfregar, arranhar, escalar e se divertir num ambiente próprio para ele. Tudo isso cercado de erva de gato e outras plantas que contribuem ainda mais para o relaxamento. Não se preocupe se você morar em um apartamento, pois o jardim sensorial não precisa ser grande. Basta colocar tudo num cantinho onde o pet se sinta confortável, como na varanda ou próximo à janela.

Redação: Maria Luísa Pimenta

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Comportamento

Como saber se o gato te escolheu como dono: 6 coisas para observar e descobrir se você é o humano favorito do seu pet

O sonho de todo gateiro é ser a pessoa favorita dos bichanos. Mas como saber se o gato te escolheu como dono? Será que existem indíc...

Comportamento

Sonhar com gato é bom ou ruim? Veja o que os especialistas têm a dizer sobre o significado desses sonhos

Existem diferentes formas de se interpretar um sonho, principalmente quando envolvem animais de estimação. Sonhar com gato, por exem...

Adoção

Gato frajola dá trabalho? Veja como é a convivência com um gato preto e branco dentro de casa

Com manchas brancas e pretas espalhadas pelo corpo, o gato frajola tem um charme que não passa despercebido. Donos de uma personalid...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas