Gato

Gato com frio: tudo sobre os cuidados com os felinos durante o inverno

Publicado - 25 Maio 2023 - 18h40

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Ver um gato com frio, tremendo ou mais encolhidinho, é um comportamento típico do inverno. Mesmo que os felinos sejam bons em esconder o que sentem, todo pai de pet percebe que o gato sente frio quando a temperatura cai. Por isso, os bichanos precisam de cuidados especiais nas estações mais gélidas - seja para não adoecerem, uma vez que o frio pode deixar seu gato gripado, ou simplesmente para não sofrerem com o climinha “glacial” que às vezes surge.

Mas como cuidar do gato no inverno? Roupas de frio são indicadas para os bichinhos? Como saber se o gato está com frio ou não? Para sanar as principais dúvidas sobre o assunto, o Patas da Casa te conta tudo sobre o gato com frio e cuidados que o pet deve receber!

Com quantos graus o gato sente frio?

As temperaturas mais confortáveis para os gatos normalmente são entre 30ºC e 38ºC. Já quando o clima esfria e a temperatura começa a ficar abaixo de 25ºC, o gato sente frio e precisa de maior atenção. Fatores como a umidade do ar e até a presença (ou ausência) de ventos também podem contribuir para que os bichanos sintam maior incômodo (ou não).

Imagem Quiz:Seu gato gosta mais de comida, sonecas ou de você?

Seu gato gosta mais de comida, sonecas ou de você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Também é importante ter em mente que a temperatura do gato é bem diferente da nossa. Por isso, se tocar no animal e perceber que ele está muito quente, não ache que é um sinal de febre. Na realidade, a temperatura corporal dos felinos domésticos costuma ficar em torno de 38°C e 39°C. A febre em gatos só é considerada a partir de 39,5ºC e exige uma verificação com termômetro via retal ou auricular.

Como saber se o gato está com frio?

O gato sente frio no inverno, e não é difícil perceber quando o animal começa a ficar incomodado com as baixas temperaturas. Embora seja uma mudança de comportamento sutil, o gato no inverno tende a ficar mais encolhidinho e quieto do que o normal. Também é comum que você encontre o gato escondido em lugares inusitados, pois é uma forma dele se proteger do frio. 

Outra atitude que chama a atenção é que o felino costuma ficar mais “próximo” dos donos e de outros pets da casa. O calor “corporal” emitido pelos humanos e por outros animais ajuda a melhorar a sensação térmica, então não se espante se encontrar o gatinho dormindo junto com você na cama.

Fisicamente, existem alguns sinais que indicam um gato com frio. O animal costuma ficar com as pontas das orelhas, patas e o focinho mais gelados do que o normal. Pelos arrepiados também podem ser visíveis às vezes.

Gato deitado bem encolhido
O comportamento do gato no frio muda, e o animal fica mais quietinho e encolhidinho

Gato com frio: quais raças são mais sensíveis às baixas temperaturas?

Todo gato sente frio. O problema é que algumas raças sentem isso mais do que outras, seja porque é um gato sem pelo ou porque é uma raça que possui menos gordura corporal. Por isso, veja abaixo quais são os bichanos que mais sofrem com o outono e inverno:

Também é importante ter em mente que a idade é outro fator que influencia na sensibilidade às baixas temperaturas. Gatos filhotes e gatos idosos precisam de atenção redobrada no frio, porque eles são mais vulneráveis e frágeis do que um gato adulto saudável.

5 dicas de como aquecer gato no inverno

1) Aposte em cobertores e mantas para deixar o gato protegido do frio. Essa é uma das melhores estratégias para deixar o gatinho aquecido na hora que ele for dormir, deixando a caminha dele super aconchegante.

2) Mantenha o animal dentro de casa. A criação indoor é super recomendada tanto para garantir a segurança do pet, como para evitar doenças e situações delicadas (como um gato com frio). Por isso, não esqueça de telar as janelas para evitar que o pet tenha acesso às ruas.

3) Crie refúgios aconchegantes para o pet ficar. Tocas de gato, caixas de papelão ou até mesmo uma caixa de transporte improvisada com alguns cobertores podem ser um ótimo cantinho para o seu amigo passar o tempo nos dias mais gelados.

4) Deixe o gato dormir com você na cama. Vocês dois podem aproveitar os benefícios disso! Além de ser terapêutico para os humanos, esse é um bom abrigo para os pets nos dias mais frios.

5) Tapetes térmicos podem ser uma boa opção para o felino. Esse tipo de acessório é ótimo para o inverno, pois oferece uma superfície quente para o gatinho deitar e dormir nas horas vagas.

Vale a pena apostar em uma roupa de inverno para gato?

Muitos tutores se perguntam se a roupa de gato é útil nos meses mais frios do ano. A resposta é sim: é super válido apostar em roupas de inverno para gato, desde que o bichano não tenha problemas com isso. Alguns felinos simplesmente não gostam de usar nenhum tipo de vestimenta e podem querer tirá-las do corpo o tempo todo. Nesse caso, é bom não forçá-lo a nada - mas vale tentar fazer algum tipo de associação positiva para que ele se acostume com mais facilidade às roupinhas.

Algumas opções que podem fazer parte do “guarda-roupa” do gato no inverno são casacos, moletons e tricôs. Eles aquecem bem e deixam o animal bem quentinho! Gorros e cachecóis também podem ser usados nessa época, mas funcionam muito mais como um “charminho” e não protegem tanto assim.  Agora que você já sabe que é uma opção investir em roupa de frio para gato, como fazer um modelinho exclusivo para o seu amigo? Existem vários tutoriais na internet que ensinam todo o passo a passo. 

Gato cinza sentado com casaquinho
A roupa de inverno para gato é ótima para aquecer os pets, mas eles precisam estar acostumados com isso

Comportamento do gato no frio é marcado por baixa ingestão de água

Além de ficar mais introspectivo, quietinho e enroladinho no inverno, uma outra mudança de comportamento que pode ser notada é que o gato bebe menos água nos meses mais frios. Existe uma explicação para isso: nos dias quentes, os pets transpiram mais e precisam repor os líquidos com maior frequência. Por outro lado, no outono e no inverno, os gatos não suam tanto e por isso não sentem tanta necessidade de beberem tanta água.

A longo prazo, isso é um problema. A baixa ingestão hídrica deixa os felinos mais suscetíveis a doenças renais, o que exige uma série de cuidados. Por isso, os tutores devem saber como incentivar a hidratação dos pets mesmo nos meses frios. Algumas dicas são: apostar em sachês para gatos e petiscos cremosos, espalhar potinhos de água pela casa, investir em uma fonte de água e manter os acessórios sempre limpos.

Fique de olho nas doenças de gato típicas da estação!

Existem algumas doenças de gato que aparecem com mais frequência no inverno e outono. Você sabia, por exemplo, que o gato fica gripado nessa época? Existem duas doenças que podem ter sintomas bem parecidos aos da gripe humana, que são a rinotraqueíte felina e a calicivirose. Elas provocam tosse, espirros e secreções nasais. Ambas podem ser prevenidas com a vacinação. 

Além delas, a asma em gatos e a pneumonia felina são outros quadros que precisam de atenção. A pneumonia, em especial, é um quadro bem preocupante e que pode até ser fatal se não for tratada corretamente. Por isso, todo cuidado é pouco e ao sinal de qualquer alteração física ou comportamental, procure um veterinário!

Os cuidados mais importantes com o gato no inverno

1) Manter o gatinho protegido do frio. Essa é uma das melhores maneiras de garantir a saúde e bem-estar do seu animal de estimação. Sempre fique de olho no gato com frio para aquecê-lo!

2) Incentivar o gato a beber mais água no inverno. Mesmo que os gatinhos não sintam tanta vontade de se hidratar nessa época, o tutor deve procurar alternativas para que o gatinho ingira a quantidade mínima de água por dia, prevenindo doenças renais e outros problemas.

3) Certificar-se de que o animal está com todas as vacinas em dia. A vacina para gato deve ser aplicada em três doses nos primeiros meses de vida, e depois deve ser reforçada anualmente. Siga o calendário de vacinação corretamente, evitando atrasos, para manter seu pet protegido de doenças perigosas!

Redação: Juliana Melo

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Adote um animal

8 características do Gato de Pelo Curto Inglês (British Shorthair)

Você conhece o gato de Pelo Curto Inglês? Esse é um felino bastante apreciado por gateiros no geral, principalmente por conta da sua...

Cuidados

Quantos anos vive um gato? 5 perguntas e respostas sobre a idade dos gatos

Uma pergunta que, mais cedo ou mais tarde, todo tutor faz é: quantos anos vive um gato? E a verdade é que se o pet receber todos os ...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Adote um animal

Qual é o maior cachorro do mundo? Conheça 6 raças gigantes que batem recordes no quesito tamanho

Você já se perguntou qual é o maior cachorro do mundo? Existe uma grande variedade de raças com características físicas diferentes, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Ver todas