Saúde

Gato com Down? Saiba mais sobre a condição que acomete os felinos (e na verdade se chama Trissomia)

Gato com Down: o nome correto para definir a condição é Trissomia.
Gato com Down: o nome correto para definir a condição é Trissomia.

Alguns gatos podem nascer com traços que se assemelham às características de pessoas com síndrome de down. Então, logo são associados com a condição. Mas, na verdade, o termo “gato com down” não existe quando falamos dos felinos! Quando um bichano nasce com essas características, o nome correto é Trissomia, que ocorre quando há uma anomalia no par de cromossomos 19. Para tirar todas as nossas dúvidas do assunto, conversamos com a médica veterinária Bianca Couto, da The Cat From Ipanema, no Rio de Janeiro.

Gato com down: entenda mais sobre a trissomia

A Síndrome de Down é uma anomalia que só acomete os humanos e ocorre quando o indivíduo nasce com um cromossomo a mais no corpo, no caso o par de cromossomos 21. Quando falamos do gato doméstico, essa condição tem outro nome e ocorre no par de cromossomos 19. “Está anomalia está presente no código genético da espécie felina, mas é incorreto falar em síndrome de down em gatos. Afinal, é uma anomalia cromossômica exclusiva de seres humanos”, explica a veterinária.

Existem muitos tipos de Trissomia em gatos e não apenas a do cromossomo 19. Essa condição também pode aparecer em endocruzamentos, ou seja: quando há a cruza de pais com filhos ou entre irmãos. Também é possível ocorrer a trissomia em gatas grávidas acometidas por algum vírus, que pode causar uma deformação nos fetos.

Cuidar de gato: quais os sintomas neurológicos que caracterizam essa condição?

A especialista em felinos nos explicou que esses animais podem apresentar características físicas e fisiológicas de um ser humano com síndrome de down. É justamente por isso que ocorre o erro na denominação. Os sintomas que podemos encontrar em um gatinho com trissomia são:

  • Dificuldade na audição e visão;
  • Língua pendular;
  • Incoordenação motora;
  • Olhos afastados;
  • Problemas na tireoide;
  • Problemas cardíacos;
  • Diferenciação no formato do crânio.

Gato com Down: não existe tratamento para essa condição

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Gato com down: essa condição não tem tratamento, mas não impede o gatinho de ter uma vida feliz, saudável e de receber muito amor.
    Gato com down: essa condição não tem tratamento, mas não impede o gatinho de ter uma vida feliz, saudável e de receber muito amor.

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Por ser uma alteração cromossômica, não há tratamento para reverter a Trissomia em gatos. O veterinário de confiança vai acompanhar o gato e pode entrar com tratamentos para enfermidades relacionadas à condição, que podem ser desenvolvidas a longo prazo, como explica Bianca Couto. Esses problemas têm relação, principalmente, com a dificuldade de locomoção que se apresenta em muitos gatinhos com Trissomia. 

    Gato vesgo pode levar uma vida normal como todos os outros!

    Muitas pessoas acreditam que os gatinhos com a trissomia não podem ter uma vida normal, mas isso não é verdade. O que acontece é que podem apresentar dificuldades que vão influenciar diretamente na sua locomoção: eles devem viver em um ambiente adaptado para suas necessidades no dia a dia. Independente disso, é um fato que são gatinhos muito carinhosos, sociáveis e amáveis. Ser um gato vesgo, com olhos afastados ou com o formato da cabeça diferente não quer dizer nada perto da fofura e amor que ele pode te oferecer. Adote um gatinho especial, ele também merece muito amor e cuidados. 

    Redação: Júlia Cruz

     





    Quais doenças os filhotes de gato têm mais chances de contrair?

    Próxima matéria

    Quais doenças os filhotes de gato têm mais chances de contrair?

    Rinotraqueíte felina: saiba tudo sobre a doença respiratória que acomete os gatinhos!
    Saúde

    Rinotraqueíte felina: saiba tudo sobre a doença respiratória que acomete os gatinhos!

    Os períodos de chuva e frio demandam mais atenção ainda com a saúde dos felinos. Mesmo vivendo dentro de casa e sem acesso às ruas, os gatinhos não estão imunes a algumas doenças que podem surgir com as mudança do tempo. Uma delas é a rinotraqueíte felina: se você tem um gato, já ouviu falar sobre ela por ser bem comum entre os bichanos. Mas, se você ainda não sabe muito sobre a doença, não se preocupe, pois o Patas da Casa vai te esclarecer as principais dúvidas sobre a doença. Para isso, conversamos com a veterinária Vivian Valério, do Rio de Janeiro!

    Curiosidades sobre gatos: 30 coisas que você talvez ainda não saiba sobre os felinos
    Comportamento

    Curiosidades sobre gatos: 30 coisas que você talvez ainda não saiba sobre os felinos

    Os gatos são animais que causam bastante curiosidade. Seja pelo misticismo criado em torno deles ou pela personalidade um tanto enigmática. Por serem animais mais reservados, muitos acreditam que os gatos não são companheiros ou que não gostam de brincar. Esse é um dos maiores erros de quem não tem contato com eles. Os gatos são sim animais independentes, mas também são extremamente sensíveis e companheiros. Algumas raças como a Maine Coon e o gato siamês, por exemplo, são ideais para famílias com crianças.

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos
    Cuidados

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos

    Embora seja esquecido por alguns tutores, o dente de gato é uma das partes mais importantes dos nossos amigos felinos. Além de exercer um papel fundamental na alimentação do animal, os dentes influenciam também o comportamento do pet, já que com eles o bichano conhece o mundo na “infância” e também aprende a se defender. Por isso, a saúde bucal dos gatos também necessita de cuidados específicos: os dentes precisam se manter saudáveis para exercerem essas funções que moldam toda a vida do bichinho. 

    Esporotricose em gatos: conheça mais sobre essa doença grave que pode atingir os felinos
    Saúde

    Esporotricose em gatos: conheça mais sobre essa doença grave que pode atingir os felinos

    A esporotricose em gatos é uma das doenças mais graves que pode atingir os felinos. Isso porque ela evolui muito rápido para a fase disseminada, causando sérios riscos à vida do gatinho. Provocada por um fungo presente em vegetações, a “micose” apresenta feridas bem características na pele do felino, sendo esse um dos principais sintomas da doença. Apesar da complexidade da infecção, o tratamento correto é capaz de curar essa doença de gato. Esporotricose também pode ser prevenida com alguns cuidados específicos no dia a dia do seu felino. Para saber mais sobre a doença, nós conversamos com o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro.

    Ver Todas >

    10 mitos e verdades sobre a Leishmaniose canina!
    Saúde animal

    10 mitos e verdades sobre a Leishmaniose canina!

    A leishmaniose canina pode trazer sérios problemas para a saúde do animal. A doença é classificada como uma zoonose (ou seja, seres humanos também podem contraí-la) e os cães domésticos são os principais hospedeiros. A transmissão ocorre pela picada do mosquito-palha infectado com o protozoário Leishmania infantum chagasi. A prevenção é muito importante, já que a doença pode levar humanos e cachorros à morte ou causar sérias sequelas. 

    Como identificar um gato desidratado?
    Saúde animal

    Como identificar um gato desidratado?

    Embora não apreciem muito esse hábito, beber água é fundamental para a saúde do gato. Os tutores devem ter bastante atenção na rotina dos bichanos: eles precisam de uma quantidade adequada de líquidos para não desenvolverem complicações no sistema urinário que podem levar à falência dos rins. A curto prazo, um gato desidratado, normalmente em decorrência de algum outro problema de saúde, precisa receber bastante atenção para não chegar a um estado mais grave. 

    Pente para pulga de cachorro funciona? Conheça o acessório!
    Saúde animal

    Pente para pulga de cachorro funciona? Conheça o acessório!

    Manter o seu cachorrinho livre de pulgas pode não ser uma tarefa muito fácil, mas é essencial para saúde e bem-estar dele. As pulgas em cachorro podem não só causar coceira no animal, como também transmitir bactérias e verminoses, além de provocar dermatites. O pente para pulga é um acessório de uso prático para o tutor , confortável para os animais e até mais sustentável

    5 fatos sobre a diabetes em cães que precisam da sua atenção
    Saúde animal

    5 fatos sobre a diabetes em cães que precisam da sua atenção

    A diabetes em cachorro é um quadro delicado e que precisa de atenção e muito cuidado. A doença se desenvolve a partir de alterações nos níveis de produção de insulina pelo corpo do animal, com apresentações diferentes de acordo com o tipo de diabetes. Apesar de ser muito parecida com a ação em humanos, a diabetes em cães causa muitas dúvidas nos tutores, que podem acabar caindo em alguns mitos sobre a doença. Quanto antes o tratamento for iniciado, porém, mais chances o cachorro tem de conseguir viver com a doença, sem afetar tanto a sua qualidade de vida. Para te ajudar com isso, reunimos 5 fatos sobre a diabetes canina para sanar todas as suas incertezas sobre a doença. Confira abaixo!

    Ver Todas >