close
Comportamento

Gato bravo? Veja em infográfico os sinais mais claros de que o bichano está irritado

Saber identificar quando algo está incomodando o gato é super importante para melhorar a convivência com felinos. O gato bravo dá alguns sinais comportamentais - e entendê-los evitará que o animal tome alguma atitude agressiva. A linguagem corporal dos gatos é uma forma de os felinos demonstrarem como estão se sentindo. Compreender essa forma deles se comunicarem vai te ajudar a evitar situações de estresse que podem deixar o gatinho com raiva. O Patas da Casa preparou um infográfico para te ajudar a identificar um gato bravo!

Gato bravo: entenda todos os sinais de que o gato está irritado
Gato bravo: entenda todos os sinais de que o gato está irritado

Mais Lidas

Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
Comportamento animal

Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
Comportamento animal

Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
Comportamento animal

Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
Comportamento animal

Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

O que deixa os gatos bravos?

Existem muitas coisas que podem deixar um gato bravo. Alguns comportamentos agressivos ocorrem quando o animal pensa que está em uma situação de fragilidade. Por isso, por mais dócil que seu gato possa ser, ele pode apresentar um comportamento mais arisco por medo. Mas essa não é a única coisa que pode deixar um gato bravo. Traumas, proteção de território, mudança de ambientes e até mesmo predisposição genética podem influenciar.

Assim como os humanos, os gatos também terão aqueles momentos de impaciência. A personalidade do gato também influencia muito, já que alguns bichanos são naturalmente mais ariscos. A falta de contato com outros pets e pessoas pode agravar ainda mais esse comportamento. A socialização do gato é crucial para sua conduta durante a vida, principalmente nos primeiros três meses de vida. Um gato filhote bravo pode assustar, mas isso pode ser comum quando o animal não tem muito contato com pessoas e outros pets.

Como ajudar um gato bravo?

Como dito acima, o gato pode ficar bravo quando ele precisa de um tempo para ele, para defender seu espaço e até mesmo por falta de socialização. Por isso, é muito importante que você permita socializar o gato desde filhote. Passando pelos diferentes estímulos no início da vida ele se tornará um gato mais saudável. Caso o seu felino seja muito bravo e reativo, tendo comportamentos agressivos com mais frequência que o normal, é válido entrar em contato com um profissional. Um médico veterinário especialista em comportamento poderá ajudar a resolver esse problema de forma eficiente e não traumática para o animal.

O que fazer para não deixar o gato bravo?

O tutor também pode se atentar a algumas coisas para não deixar o gato bravo. Algumas dicas são fundamentais para fazer com que um gato goste de você e não tenha comportamentos agressivos. Evite tocar em áreas sensíveis do corpo dos felinos. Geralmente, a maioria dos gatos não gostam de ser tocados na barriga, bigodes e cauda, e isso deve ser respeitado para que o animal não fique bravo. Os bichanos também gostam de privacidade e não se sentem bem ao serem observados usando a caixa de areia. Além disso, as sonecas são sagradas para eles. Por isso, nunca perturbe um gato enquanto ele estiver dormindo.

Redação: Hyago Bandeira

Adestramento de cães: quais sinais indicam que seu cachorro precisa ser treinado o quanto antes?

Próxima matéria

Adestramento de cães: quais sinais indicam que seu cachorro precisa ser treinado o quanto antes?

Como saber se o cachorro está doente? Veja alguns sinais que devem ligar o alerta!
Saúde

Como saber se o cachorro está doente? Veja alguns sinais que devem ligar o alerta!

Quem convive com um cão no dia a dia costuma conhecer bem o comportamento do bichinho e logo percebe quando algo não está normal. No entanto, mesmo quem tem um olhar atento pode se perguntar "como saber se o cachorro está doente?" diante de uma mudança no temperamento ou um quadro mais grave como vômito e diarreia. O veterinário é a pessoa certa para avaliar os sintomas, dar um diagnóstico preciso e orientar a respeito do melhor tratamento, mas antes de levar o pet no médico é importante entender os sinais de que ele realmente está mal para poder explicar a situação na clínica. Reunimos dicas certeiras sobre o assunto para te ajudar a cuidar do cachorro quando ele apresentar algum desconforto. Confira!

Gato Siamês: conheça todas as características desse adorável bichano (com infográfico)
Raças

Gato Siamês: conheça todas as características desse adorável bichano (com infográfico)

A raça de gato Siamês é uma das mais conhecidas e queridinhas do mundo. Além dos olhos azuis e da pelagem escura na face, orelhas e patas, esse lindo gatinho também tem uma personalidade totalmente adorável. O gato Siamês costuma ser muito tranquilo e carinhoso com a sua própria família, mas pode ser um pouco mais reservado perto de estranhos. Ele também é muito ativo e nunca dispensa uma boa brincadeira.

Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato
Raças

Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato

O gato Norueguês da Floresta chama a atenção por onde passa, principalmente por conta do seu porte. Essa é uma raça de gato grande e que tem o corpo bem robusto, coberto por pelos longos e lisos, que deixam o bichano com uma aparência bem fofa e apertável. Também é um animal super gentil e carinhoso, e por isso consegue conquistar a todos com facilidade. 

Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa
Adoção

Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa

A empolgação de adotar gato muitas vezes toma conta da gente, mas essa não pode ser uma atitude impulsiva. Pelo contrário, deve ser muito bem planejada para fornecer tudo que o bichano precisa nos primeiros dias. Os gatos preenchem o ambiente com muito amor e alegria, mas também exigem alguns cuidados especiais com a higiene, alimentação e outras coisinhas. Felizmente existem alguns produtos capazes de ajudar a deixar o animal mais familiarizado e confortável no seu novo lar, como a caixa de areia para gatos. 

Ver Todas >

Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!
Comportamento animal

Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!

Quem nunca se encantou com qualquer foto de cachorro que aparece no feed das redes sociais? É evidente que os nossos amores de quatro patas são os seres mais fotogênicos que existem. Não importa se seu cão é aquele que gosta de ser fotografado e fica paradinho esperando o clique ou é aquele mais agitado que sempre tira a famosa foto de cachorro engraçado: todos os peludinhos rendem ótimas fotografias. 

Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?
Comportamento animal

Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

O gato Bengal - também conhecido como gato-de-bengala - tem uma história fascinante: a raça é derivada do cruzamento entre um felino doméstico e um leopardo selvagem. Na prática, isso quer dizer que, diferente da maioria dos gatinhos que vemos por aí, o gato Bengal tem uma aparência inusitada e um comportamento ainda mais instintivo por ser descendente direto de selvagens. 

Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença
Comportamento animal

Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença

No mês do Setembro Amarelo, as campanhas sobre a prevenção do suicídio ganham um grande destaque. Cuidar da saúde mental é muito importante, e o acompanhamento de médicos e terapeutas são fundamentais para auxiliar no tratamento de depressão. O que poucas pessoas sabem é que, aliado a isso, ter um bichinho de estimação também faz toda a diferença na vida de pessoas que convivem com a doença.

Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano
Comportamento animal

Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano "rebaixado"

O gato Munchkin - carinhosamente apelidado de gato “salsicha” - é um dos felinos mais adoráveis que existem. Ele tem pernas curtinhas e um corpo alongado, o que faz com que muitas pessoas se refiram a ele como gato rebaixado ou gato anão. Mas além da aparência inusitada, o que será que esse bichano tem de tão especial? A convivência com o Munchkin com certeza é algo surpreendente.

Ver Todas >