close
Saúde

Gangliosidose em gatos: como a doença hereditária se manifesta nos felinos?

Atualizado · 09 de junho de 2020 · 16h33

Publicado · 31/03/2020 · 16h42

Gangliosidose em gatos: saiba mais sobre a doença hereditária que pode atingir o seu gatinho
Gangliosidose em gatos: saiba mais sobre a doença hereditária que pode atingir o seu gatinho

Assim como os humanos, os felinos também podem sofrer com doenças hereditárias. A gangliosidose, por exemplo, é uma das patologias herdadas e mais comum no gato Siâmes, Korat e Birmanês. Com um desenvolvimento rápido e silencioso, a doença ocorre a partir de um erro na formação do metabolismo lipídico do animal, resultando em problemas neurológicos. Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto, conversamos com a veterinária Gabriela Teixeira, que te conta tudo que você precisa saber sobre a gangliosidose em gatos a seguir!

Gangliosidose em gatos: o que é e qual a ação da doença no animal?

“A gangliosidose felina é um acúmulo de gangliosidoses e substratos de glicolipídios dentro dos lisossomos, principalmente nas células neuronais do sistema nervoso central e periférico”, conta Gabriela. Ou seja: os felinos que sofrem de gangliosidose têm um metabolismo interrompido por certos lipídios, no caso os gangliosídeos. Ela continua: “esse acúmulo ocasiona a destruição progressiva das células nervosas do cérebro e pode ser fatal para o animal”. Além disso, a especialista explica que existem dois tipos da doença: gangliosidose gm1 e gm2. “A primeira é causada pela falta da enzima beta-galactosidase. Já a gm2, é caracterizada pela ausência das enzimas beta-hexosaminidase”.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Gato Siâmes está entre as raças com mais tendência para desenvolver a gangliosidose felina
    Gato Siâmes está entre as raças com mais tendência para desenvolver a gangliosidose felina
    Gangliosidose: o veterinário vai pedir exames específicos para identificar a doença
    Gangliosidose: o veterinário vai pedir exames específicos para identificar a doença
    Gato Siâmes está entre as raças com mais tendência para desenvolver a gangliosidose felina
    Gangliosidose: o veterinário vai pedir exames específicos para identificar a doença

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Como saber se meu gato está doente? Descubra os principais sintomas da gangliosidose felina!

    Para saber se o seu gatinho pode estar diante de um caso de gangliosidose felina, é necessário observar alguns sintomas. “Os sintomas mais comuns da gangliosidose gm1 são desequilíbrio, tremores de cabeça e tetraparesia espástica (rigidez muscular), que é a incapacidade parcial de fazer movimentos voluntários com os membros. Geralmente, esses sinais surgem entre o terceiro e sexto mês de vida do animal”, conta Gabriela. Já nos casos de gangliosidose gm2, a veterinária alerta: “Demência, cegueira e convulsões são os principais indícios da doença. Além destes, a incapacidade de mover as quatro patas também pode indicar a presença da patologia. Nesse caso, os sintomas podem ser observados até o primeiro ano de vida do animal”.

    Caso o seu gatinho apresente qualquer um desses sinais, é fundamental levá-lo ao veterinário o mais rápido possível. Como a ação da doença é muito silenciosa, os sintomas podem surgir apenas quando o quadro já está avançado e precisa de tratamento imediato. 

    Gangliosidose: diagnóstico é feito com testes de DNA

    Para confirmar se o seu gatinho está ou não com gangliosidose, certamente o médico veterinário vai solicitar alguns exames. Segundo Gabriela, o teste de DNA serve para que seja feita a detecção de todas as duas formas de gangliosidose felina. Sendo assim, os exames podem revelar se o gato é portador da doença antes mesmo dos primeiros sinais se manifestarem.

    Com é feito o tratamento da gangliosidose em gatos?

    Como as causas da gangliosidose em gatos são hereditárias, não existe uma cura para essa doença. “O tratamento é sintomático, mas quase sempre não é o suficiente”, esclarece a veterinária. Ou seja, é possível tomar algumas medidas para melhorar a qualidade de vida do gato e inibir os sintomas clínicos da doença, mas que não vão tratar a gangliosidose em si. Quanto a prevenção, também não há muito o que fazer, já que a único método preventivo é evitar a reprodução de portadores silenciosos, o que ajudaria a reduzir a incidência da mutação nos felinos.

    Redação: Úrsula Gomes 

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período

    Próxima matéria

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período

    Música para gatos: qual o efeito das canções nos felinos?
    Comportamento

    Música para gatos: qual o efeito das canções nos felinos?

    Cuidar de gato também significa entender o que o seu amigo de quatro patas gosta ou não. Desde petiscos - como as frutas para gatos - até brincadeiras e formas de fazer carinho no animal, é essencial buscar compreender os gostos e o que influencia no comportamento do bichano. Às vezes, o gato acaba ficando muito estressado ou ansioso com alguma coisa, e para contornar esse tipo de situação, a música pode ajudar. “Mas como assim gato gosta de ouvir música?”, é o que você deve estar se perguntando, né? Pois bem, a gente te explica a seguir de que forma as músicas para gatos podem melhorar o bem-estar dos felinos. Dá só uma olhada!

    PIF felina: conheça a Peritonite Infecciosa e saiba como a doença se desenvolve nos gatinhos
    Saúde

    PIF felina: conheça a Peritonite Infecciosa e saiba como a doença se desenvolve nos gatinhos

    Os gatinhos, ao longo da vida, podem se deparar com três doenças muito graves: a FIV (Imunodeficiência Felina - também conhecida como a AIDS felina), a FeLV (Leucemia Felina) e a PIF. A última, conhecida como Peritonite Infecciosa Felina, é menos comum que as outras duas, mas tão prejudicial quanto. A doença também não possui cura e nem tratamento. Quer saber mais sobre essa doença tão prejudicial à saúde dos gatos? Conversamos com o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro. Chega mais!

    Bronquite em gatos: entenda mais sobre a ação da doença respiratória nos felinos
    Saúde

    Bronquite em gatos: entenda mais sobre a ação da doença respiratória nos felinos

    Um gato tossindo pode indicar uma série de problemas de saúde. No entanto, quando esse sintoma aparece para incomodar os felinos, está quase sempre associado a uma doença respiratória, como a bronquite em gatos – também conhecida como asma brônquica ou bronquite crônica. Apesar de haver muitas terminologias, o distúrbio é reconhecido clinicamente como o resultado da inflamação das vias aéreas inferiores, gerada pela sensibilidade a certos estímulos.

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino
    Raças

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino

    O Birmanês, que também é conhecido como gato Sagrado da Birmânia, é um animal super dócil e elegante que tem muita história para contar. O gato da Birmânia é descendente de animais que eram venerados como deuses entre o século XV e XVI nos templos budistas do sudeste asiático. Muito sensível, a raça de gato é conhecida pelo companheirismo, já que se apega facilmente à família humana. O gato Birmanês gosta de explorar e é curioso, mas diferente dos outros gatos, ele gosta da estabilidade do chão e não gosta muito de altura.

    Ver Todas >

    Gato com diarreia: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com diarreia: o que fazer?

    O gato com diarreia é motivo de preocupação, pois este é um forte indicativo de que algo não vai bem no sistema digestivo do seu felino. A diarreia em gatos pode atingir desde o filhote ao gato adulto e saber como prevenir ou agir neste momento, até a próxima visita ao veterinário, pode ajudar o seu pet a lidar com esse problema que pode ser muito desagradável aos felinos e tutores. O Patas da Casa reuniu algumas informações muito importantes para ajudar você, que busca evitar mais sofrimento ao felino, mas não sabe oque fazer ao ver seu gato com diarreia.

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?
    Saúde animal

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?

    Normalmente, o cocô de cachorro apresenta uma coloração amarronzada e consistência firme. Quando sua aparência se torna diferente, é importante ligar o sinal de alerta. Um dos problemas mais observados é a presença de sangue nas fezes do cachorro. Porém, existe outra condição comum que chama a atenção: as fezes de cachorro com gosma. Existem diversos motivos por trás dessa condição. Muitas vezes, as fezes de cachorro com muco são apenas consequência de mudanças alimentares. 

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer
    Saúde animal

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer

    Devido a sua sensibilidade e exposição, o pênis de cachorro, sem um cuidado e higiene adequados, pode desenvolver algumas infecções. Além de ocasionar graves ferimentos ao órgão do animal, esses males podem comprometer o pênis do cachorro e trazer muita dor, principalmente no momento de urinar. Para evitar este sofrimento ao seu pet, é importante inspecionar a saúde geral do animal.

    Otohematoma em cães: o que é a doença que deixa a orelha de cachorro inchada?
    Saúde animal

    Otohematoma em cães: o que é a doença que deixa a orelha de cachorro inchada?

    O otohematoma é uma doença que acomete a orelha de cachorro e causa bastante incômodo no animal. Apesar do termo não ser tão conhecido, o otohematoma em cães é bastante comum. A orelha inchada de cachorro é um dos principais sintomas dessa condição que costuma aparecer quando o cão está com outra doença base. O Patas da Casa conversou com o médico veterinário especialista em dermatologia Roberto Teixeira. 

    Ver Todas >