close
Saúde

Eutanásia em cães: entenda mais sobre o procedimento

Atualizado · 12 de novembro de 2020 · 15h02

Publicado · 12/11/2020 · 15h02

A ideia de sacrificar cachorro é terrível, mas em alguns casos é a única maneira de aliviar a dor e sofrimento do animal
A ideia de sacrificar cachorro é terrível, mas em alguns casos é a única maneira de aliviar a dor e sofrimento do animal

Os cães são muito mais do que um simples animal de estimação: eles fazem parte da nossa família. São verdadeiros amigos para todas as horas e que nos ensinam a forma mais pura de amor. Por isso, quando um veterinário sugere que chegou a hora de sacrificar cachorro, nosso mundo desaba. Se já é difícil ter que lidar com o luto normalmente, ter que decidir pelo sacrifício animal é ainda mais doloroso. Muitas são as dúvidas que passam pela cabeça do tutor nessas horas, e é normal se questionar se a eutanásia em cães é a melhor solução, de fato.

Mas como é feito esse procedimento? Em que casos ele é indicado? É possível sacrificar cachorro gratuito ou é algo que exige também um planejamento financeiro? Embora esse seja um assunto bastante delicado, é necessário entender todas essas questões antes de optar pela eutanásia em cães. A seguir, te contamos o que você precisa saber nesse momento.

Eutanásia em cães: em que casos o procedimento é indicado?

De acordo com o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), órgão responsável pela regulamentação da eutanásia em cães e outros animais, este tipo de procedimento pode ser indicado em situações onde não há chances de cura para uma doença que compromete a qualidade de vida do animal. Sendo assim, sacrificar cachorro geralmente é a última opção sugerida pelos veterinários como forma de eliminar a dor e sofrimento do animal doente, como é o caso da eutanásia em cães com câncer. Mas atenção: este cenário leva em consideração apenas animais que não podem ter a doença controlada por meio de analgésicos, sedativos e outros tratamentos (como cuidados paliativos), segundo a Resolução nº 1000 do CFMV, datada de 11 de maio de 2012. Logo, se existem chances de cura ou algum tratamento disponível, a eutanásia em cães não deve ser uma opção.

Além disso, outra situação em que a eutanásia pode ser considerada é quando o animal representa uma ameaça à saúde pública. Um exemplo disso é quando o cachorro sofre com a raiva canina, uma doença viral que pode ser transmitida para humanos e que é letal nos cães.

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    A eutanásia em cães deve ser realizada pelo médico veterinário
    A eutanásia em cães deve ser realizada pelo médico veterinário

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Como fazer eutanásia em cão da maneira correta?

    Antes de mais nada, é preciso ter em mente que este procedimento deve ser recomendado única e exclusivamente por um médico veterinário após uma rigorosa avaliação do quadro de saúde do animal em questão. Em seguida, cabe ao tutor acatar ou não essa sugestão. 

    A eutanásia em cães precisa ser realizada por um profissional a fim de minimizar os efeitos nos animais e, de preferência, deve ocorrer em um lugar tranquilo para diminuir possíveis situações de estresse e ansiedade no paciente. Além disso, o procedimento deve seguir os princípios estabelecidos pelo CFMV, que diz que precisa haver elevado grau de respeito aos animais e a redução máximo de dor e desconforto. Desta forma, o primeiro passo é a aplicação de anestesia geral no cachorro, técnica necessária para deixar o bichinho inconsciente e evitar que ele sinta qualquer coisa durante o processo. Logo após, são utilizados medicamentos para finalizar a eutanásia em cães.

    O custo médio para este tipo de procedimento é de, no mínimo, R$300 (lembre-se que existe o custo da anestesia, medicamentos e outros fatores que influenciam nisso). Lugares que cobram mais barato do que isso podem não ser de confiança e não há garantias de que eles vão realizar a eutanásia em cães de forma mais humanizada. Alguns órgãos, como o Centro de Controle de Zoonoses, também oferecem esse tipo de serviço, mas não é de forma gratuita: existe uma taxa a ser paga por isso, que pode ter o preço variado de acordo com a região. Em São Paulo, por exemplo, o valor é de R$188.

    Depois da eutanásia em cães, como lidar com a partida do seu amigo?

    Nunca é fácil lidar com a morte de um cachorro, mas quando eles precisam ser sacrificados, essa dor consegue ser maior ainda. O sentimento de impotência por não ter conseguido salvar a vida do cãozinho é enorme, mas o tutor não deve se culpar por isso. São situações que estão além do nosso alcance e da nossa vontade (até mesmo porque se dependesse de nós, os cães seriam eternos, né?). 

    Por isso, a melhor forma de passar pelo luto é lembrando dos momentos bons que vivemos com o nosso amigo e aceitando que agora ele está livre de toda a dor e sofrimento causados pela doença. Procure o apoio de quem você ama e sinta-se livre para conversar, desabafar e relembrar tudo que vocês viveram juntos. Falar sobre isso ajuda a se “libertar” da dor da perda.

    Além do mais, em um primeiro momento pode ser difícil considerar a ideia de ter um novo cãozinho por perto, mas é algo que também pode ajudar. Um cachorro jamais vai substituir outro, mas ninguém pode negar que a presença de um peludo sempre nos ajuda nos momentos difíceis.

    Redação: Juliana Melo

     

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Próxima matéria

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)
    Adoção

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)

    O vira-lata é o cachorro mais querido e presente nos lares brasileiros. E não é pra menos, né? Esperto, brincalhão e cheio de amor para dar, ele é um ótimo candidato a transformar a sua casa em um lugar mais divertido e, de quebra, ser um companheiro para todas as horas. Oficialmente chamado de sem raça definida (SRD), o cachorro vira-lata não tem uma origem clara e possui características que o tornam único. O cãozinho SRD desperta muitas dúvidas entre os tutores: quanto tempo vive um vira-lata? 

    Tapete higiênico para cães: tudo o que você precisa saber sobre o acessório
    Cuidados

    Tapete higiênico para cães: tudo o que você precisa saber sobre o acessório

    O tapete higiênico para cachorro é um acessório que surgiu para facilitar a vida dos tutores. Para lidar com a sujeira e mau cheiro na casa, o tapete higiênico pet se tornará um grande aliado daqueles que cuidam de cães. O acessório colabora com a higiene não só da casa, como também do doguinho. Mas apesar de apresentar comodidade para os pais de pets, ainda existem muitas dúvidas sobre o uso do tapete higiênico. Para sanar todas elas, o Patas da Casa reuniu todas as informações importantes sobre este acessório. Confira abaixo!

    Giárdia em gatos: entenda mais sobre a doença, os sintomas mais comuns e como prevenir
    Saúde

    Giárdia em gatos: entenda mais sobre a doença, os sintomas mais comuns e como prevenir

    Assim como nos cães, a Giárdia em gatos é uma zoonose muito comum. Os felinos, então, não estão imunes a contrair essa doença, que muitas vezes passa despercebida ao ser confundida com uma simples diarreia. Por isso, é muito importante prestar atenção aos sintomas da giárdia em gatos e, também, buscar formas de prevenir a contaminação. Para esclarecer mais as dúvidas quanto ao assunto, conversamos com a médica veterinária Carolina Mouco Moretti, que é diretora geral do Hospital Veterinário Vet Popular, de São Paulo.

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!
    Diarreia

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!

    A giárdia em cães ou giardíase, como é conhecida a doença, é uma zoonose — ou seja: também pode ser transmitida para humanos — causada por um protozoário que age na corrente sanguínea do cachorro contaminado. A partir do contágio, a giárdia causa uma série de alterações gástricas no animal. Mesmo que tenha cura, a giárdia canina pode matar se não for devidamente tratada. Para esclarecer diferentes dúvidas, como contágio, tratamento e as diferentes formas de prevenção da doença, conversamos com o veterinário Thiago Félix, de Brasília. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?
    Saúde animal

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?

    A giárdia canina é uma doença infecciosa causada por um protozoário que pode acometer cães, gatos e seres humanos. Essa zoonose ocorre quando o cachorro ingere cistos do protozoário, que podem estar presentes na água e alimentos. Além disso, como os cachorrinhos são animais que usam a boca para diversas funcionalidades, é possível que o pet colete o parasita lambendo um brinquedo, bebendo água de uma poça ou mastigando algum objeto. Ficar de olho em como prevenir a doença é muito importante, visto que a giárdia em cães é transmitida para outros animais com facilidade. 

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?
    Saúde animal

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?

    A sarna em gatos é um dos problemas de pele mais comuns que podem afetar o bichano. Causada por ácaros que ficam na pelagem dos felinos, a doença também pode acometer cachorros e até mesmo humanos. O gato com sarna sofre bastante com coceiras e problemas na pele. Felizmente, existe tratamento de sarna em gatos capaz de eliminar os parasitas e garantir conforto ao peludo. 

    Tosse de cachorro: o que pode ser?
    Saúde animal

    Tosse de cachorro: o que pode ser?

    O cachorro com tosse é algo que pode assustar muitos tutores, principalmente quando acontece de forma recorrente e não tem um motivo aparente. O sintoma indica algum incômodo no sistema respiratório canino e pode estar associado a diferentes causas que variam desde problemas mais simples, como um engasgo na hora de comer, até algo mais sério, como doenças cardíacas e vermes pulmonares.

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?
    Saúde animal

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?

    O anticoncepcional para gatos é usado por muitos tutores como alternativa à castração. A injeção é vista por muitas pessoas como um método mais barato e menos invasivo de impedir o cio de gata. Mas é comum surgir a dúvida sobre o anticoncepcional para gatos: quando aplicar é recomendado? A verdade é que o anticoncepcional para gatas traz muitos problemas à saúde e nunca é a solução para o cio de gato. O Patas da Casa te explica quais os perigos da injeção anticoncepcional para gatos e porque a castração é a melhor opção. Confira!

    Ver Todas >