Cuidados dos animais

Está de quarentena com o cachorro? Veja algumas dicas e cuidados para a mudança de rotina com o pet

Publicado - 31 Março 2020 - 18h02

Atualizado - 25 Abril 2024 - 18h22

Em tempos de quarentena e distanciamento, é normal que a nossa rotina sofra impactos e mudanças. Mas, além de você, existe outro serzinho que sofre com as trocas de planos: o seu cão. Afinal, com a orientação de evitar aglomerações, aquela saidinha para fazer as necessidades ou brincar com outros cachorros no parcão pode fazer muita falta para o seu amigo peludo. Por isso, enquanto os tutores se adaptam ao home office, é comum que o cachorro desperte alguns sintomas de inquietação e ansiedade. Você certamente deve estar pensando: como cuidar de cachorro durante esse período? Para te ajudar, nós separamos aqui embaixo algumas dicas e cuidados para tornar a quarentena do seu pet mais tranquila. Olha só!

Cachorro ansioso: saiba como tranquilizar o seu amigo durante a quarentena

Com as milhares de informações circulando nas redes sociais, é comum que a crise em torno da doença resulte em uma carga de estresse e ansiedade nas pessoas. Mas, o que muitos tutores não sabem é que, esses sentimentos podem ser sentidos pelo seu amigo de quatro patas e, consequentemente, refletir no comportamento dele. 

Por isso, é importante ficar atento aos sinais do seu cãozinho para amenizar o quadro. Lamber as patas compulsivamente, por exemplo, é um dos sintomas mais claros de que algo não vai bem com o seu pet, já que o animal costuma reagir dessa maneira à falta de atenção do tutor e atividades físicas, como os passeios e brincadeiras. Latidos constantes, falta de apetite e problemas gastrointestinais também completam a lista de sintomas de cachorro estressado.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Mas, a boa notícia é que, com alguns hábitos e cuidados diários é possível acalmar o cachorro durante a quarentena. Por isso, cabe a você fazer com o que o dia do seu amigo seja produtivo e divertido. Use e abuse dos brinquedos para cachorro para distrair o animal. O contato físico e uma boa massagem também podem diminuir o estresse do peludo. Coloque uma música relaxante e escove seu animal. Não tenha pressa e converse carinhosamente com ele. Para você pode parecer atitudes bobas, mas para o seu amigo fará toda a diferença!

 

Cachorro recebendo cafuné na cabeça de humano
Brincar com o cachorro e dar bastante atenção uma ótima forma de animar o seu amigo durante a quarentena

 

Como cuidar da saúde física do cão durante o período em casa?

As recomendações são claras: evite ao máximo sair de casa. Mas, se você tem um cão em casa, certamente deve estar pensando em como cuidar da saúde física do animal durante esse período e, principalmente, como fazer com que o animal gaste energia dentro de casa. Mas calma! A tarefa pode parecer difícil, mas não é impossível. Nessa missão, os brinquedos de cachorro podem ser ótimos aliados para exercitar o seu pet. Se ele for fã de correr atrás de bolinhas é ainda mais fácil. Outra opção é investir em terapias holísticas, como reiki animal, para diminuir o sentimento de estresse e ansiedade no seu amigo. Vale de tudo para garantir uma melhor qualidade de vida ao seu bichinho durante esse período de distanciamento social.

É preciso tomar alguns cuidados higiênicos com o seu amigo!

Manter alguns cuidados básicos com a higiene do seu cãozinho é fundamental nesse momento. Se você permanece com os passeios, é fundamental limpar as patinhas do animal quando voltar da rua: a forma mais eficaz de fazer isso é lavando com água e sabão (não esquece de secar bem depois, ok?). Mesmo que você resolva brincar no corredor do prédio ou subir e descer escadas para gastar a energia dele é importante fazer a higienização correta depois. 

“A quarentena acabou e agora?”: o que fazer para tornar a volta à rotina menos dolorosa para o seu pet

Que nós sentimos falta dos nossos pets, principalmente quando saímos para trabalhar, não há dúvidas. Acontece que, com o fim da quarentena, é provável que o cachorro sofra com a volta da rotina e sinta sua ausência com mais intensidade. Por isso, o primeiro passo é fazer com que eles se acostumem a ficar sozinhos novamente. Criar um espaço confortável para o seu amigo, promover o enriquecimento ambiental adequado e oferecer algumas opções de acessórios e peças de roupa com o seu cheiro é um bom começo. Além disso, também vale investir em brinquedos mais interativos que liberam ração ou petiscos conforme o animal interage com eles. Caso você passe mais de oito horas fora de casa, considerar deixar o seu cachorro em uma creche de cachorros por alguns dias também pode ser uma boa opção.  

Redação: Úrsula Gomes

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Adote um animal

50 nomes para cadelas pretas: ideias criativas para te ajudar a nomear o pet recém-adotado

Encontrar uma lista com 50 nomes para cadelas recém-adotadas não é uma tarefa muito difícil. Afinal, existem milhares de inspirações...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas