Cuidados

Está de quarentena com o cachorro? Veja algumas dicas e cuidados para a mudança de rotina com o pet

Não sabe como cuidar do cachorro durante a quarentena/distanciamento social? Veja algumas dicas e truques para deixar a nova rotina do seu pet mais leve
Não sabe como cuidar do cachorro durante a quarentena/distanciamento social? Veja algumas dicas e truques para deixar a nova rotina do seu pet mais leve

Em tempos de quarentena e distanciamento, é normal que a nossa rotina sofra impactos e mudanças. Mas, além de você, existe outro serzinho que sofre com as trocas de planos: o seu cão. Afinal, com a orientação de evitar aglomerações, aquela saidinha para fazer as necessidades ou brincar com outros cachorros no parcão pode fazer muita falta para o seu amigo peludo. Por isso, enquanto os tutores se adaptam ao home office, é comum que o cachorro desperte alguns sintomas de inquietação e ansiedade. Você certamente deve estar pensando: como cuidar de cachorro durante esse período? Para te ajudar, nós separamos aqui embaixo algumas dicas e cuidados para tornar a quarentena do seu pet mais tranquila. Olha só!

Cachorro ansioso: saiba como tranquilizar o seu amigo durante a quarentena

Com as milhares de informações circulando nas redes sociais, é comum que a crise em torno da doença resulte em uma carga de estresse e ansiedade nas pessoas. Mas, o que muitos tutores não sabem é que, esses sentimentos podem ser sentidos pelo seu amigo de quatro patas e, consequentemente, refletir no comportamento dele. 

Por isso, é importante ficar atento aos sinais do seu cãozinho para amenizar o quadro. Lamber as patas compulsivamente, por exemplo, é um dos sintomas mais claros de que algo não vai bem com o seu pet, já que o animal costuma reagir dessa maneira à falta de atenção do tutor e atividades físicas, como os passeios e brincadeiras. Latidos constantes, falta de apetite e problemas gastrointestinais também completam a lista de sintomas de cachorro estressado.

Mas, a boa notícia é que, com alguns hábitos e cuidados diários é possível acalmar o cachorro durante a quarentena. Por isso, cabe a você fazer com o que o dia do seu amigo seja produtivo e divertido. Use e abuse dos brinquedos para cachorro para distrair o animal. O contato físico e uma boa massagem também podem diminuir o estresse do peludo. Coloque uma música relaxante e escove seu animal. Não tenha pressa e converse carinhosamente com ele. Para você pode parecer atitudes bobas, mas para o seu amigo fará toda a diferença!

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Brincar com o cachorro e dá bastante atenção uma ótima forma de animar o   seu amigo durante a quarentena
    Brincar com o cachorro e dá bastante atenção uma ótima forma de animar o seu amigo durante a quarentena

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Caixa de areia de gato em apartamento: saiba qual o melhor lugar para colocar o sanitário felino
    Cuidados dos animais

    Caixa de areia de gato em apartamento: saiba qual o melhor lugar para colocar o sanitário felino

    A caixa de areia é só um objeto, mas para novos donos de gatos ela pode envolver uma série de dúvidas que ninguém sonhou em ter antes de ter um felino. Desde qual tipo de areia escolher até o tamanho e o formato do objeto, tudo isso influencia na forma como o gato vai usar a caixa. Como não poderia ser diferente, o lugar onde você coloca o sanitário do seu gatinho é primordial para que ele faça o xixi e cocô no lugar certo — principalmente se você mora em apartamentos e tem um espaço limitado. Hoje, o Patas da Casa vai te ajudar a resolver essa questão: dá uma olhada aqui embaixo!

    Gato com olho remelando: quando é motivo para se preocupar?
    Cuidados dos animais

    Gato com olho remelando: quando é motivo para se preocupar?

    Gato com remela no olho pode não ser nada demais, como também pode indicar uma situação mais grave. E convenhamos: quem tem um gato em casa, sabe bem como é necessário ter uma atençãozinha especial com a saúde do animal, até mesmo com uma simples remelinha. A coloração, por exemplo, é um aspecto importante na hora de decifrar o que a remela do gato indica. Entenda quando você deve se preocupar com essa situação e qual é o melhor momento para procurar a ajuda de um médico a seguir!

    Gata no cio: quais os sintomas e o que fazer para acalmar o felino
    Cuidados dos animais

    Gata no cio: quais os sintomas e o que fazer para acalmar o felino

    Gatos machos e fêmeas têm a vida sexual muito diferentes. Enquanto os machos estão sempre à disposição para acasalar, as fêmeas precisam do período do cio para aceitar a aproximação do macho com essa intenção. Como a natureza não falha, o macho só se aproxima da fêmea se ela emite alguns sinais como um miado específico e muda posição da cauda. Mas e você? Sabe identificar quando a sua gata está no cio? Para te ajudar a entender esses sinais e poder tomar mais cuidado com a segurança dela, vamos esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto.

    Como cuidar da saúde física do cão durante o período em casa?

    As recomendações são claras: evite ao máximo sair de casa. Mas, se você tem um cão em casa, certamente deve estar pensando em como cuidar da saúde física do animal durante esse período e, principalmente, como fazer com que o animal gaste energia dentro de casa. Mas calma! A tarefa pode parecer difícil, mas não é impossível. Nessa missão, os brinquedos de cachorro podem ser ótimos aliados para exercitar o seu pet. Se ele for fã de correr atrás de bolinhas é ainda mais fácil. Outra opção é investir em terapias holísticas, como reiki animal, para diminuir o sentimento de estresse e ansiedade no seu amigo. Vale de tudo para garantir uma melhor qualidade de vida ao seu bichinho durante esse período de distanciamento social.

    É preciso tomar alguns cuidados higiênicos com o seu amigo!

    Manter alguns cuidados básicos com a higiene do seu cãozinho é fundamental nesse momento. Se você permanece com os passeios, é fundamental limpar as patinhas do animal quando voltar da rua: a forma mais eficaz de fazer isso é lavando com água e sabão (não esquece de secar bem depois, ok?). Mesmo que você resolva brincar no corredor do prédio ou subir e descer escadas para gastar a energia dele é importante fazer a higienização correta depois. 

    “A quarentena acabou e agora?”: o que fazer para tornar a volta à rotina menos dolorosa para o seu pet

    Que nós sentimos falta dos nossos pets, principalmente quando saímos para trabalhar, não há dúvidas. Acontece que, com o fim da quarentena, é provável que o cachorro sofra com a volta da rotina e sinta sua ausência com mais intensidade. Por isso, o primeiro passo é fazer com que eles se acostumem a ficar sozinhos novamente. Criar um espaço confortável para o seu amigo, promover o enriquecimento ambiental adequado e oferecer algumas opções de acessórios e peças de roupa com o seu cheiro é um bom começo. Além disso, também vale investir em brinquedos mais interativos que liberam ração ou petiscos conforme o animal interage com eles. Caso você passe mais de oito horas fora de casa, considerar deixar o seu cachorro em uma creche de cachorros por alguns dias também pode ser uma boa opção.  

    Redação: Úrsula Gomes

    Tosa de Poodle: quais são os tipos de corte mais comuns na raça?

    Próxima matéria

    Tosa de Poodle: quais são os tipos de corte mais comuns na raça?

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!

    A rivalidade entre cães e gatos é tão histórica que até ditado popular ela já virou. Mesmo assim, no dia a dia o que não falta por aí são donos de pet que não conseguem decidir entre uma das espécies e dividem o amor com os cachorros e gatos ao mesmo tempo e embaixo do mesmo teto. A parte boa disso é que você não precisa aceitar que eles vão viver sempre em pé de guerra: juntar cachorro e gato em casa é possível, sim! Descubra, aqui embaixo, como você pode aproveitar a companhia de dois animaizinhos completamente diferentes, mas que também podem se tornar super amigos!

    Ver Todas >

    Anatomia do gato: infográfico explica como funcionam as patas dos felinos
    Cuidados dos animais

    Anatomia do gato: infográfico explica como funcionam as patas dos felinos

    A anatomia felina é repleta de curiosidades. O rabo do gato, por exemplo, é uma das principais formas que os peludinhos usam para se comunicar com os humanos e outros animais. Mas você já parou para pensar na pata de gato? Ela também é super importante, não apenas na comunicação, mas também como suporte dos felinos em diversas situações. Não é à toa que o famoso “pulo de gato” é tão perspicaz. Para saber como funcionam as patas dos felinos e que cuidados são necessários com a unha de gato e suas almofadinhas, preparamos um infográfico cheio de informações sobre o assunto. Veja a seguir!

    Como fazer um suporte de comedouro e bebedouro para gatos?
    Cuidados dos animais

    Como fazer um suporte de comedouro e bebedouro para gatos?

    Não existem dúvidas de que comedouro e bebedouro para gatos são itens que fazem toda a diferença na refeição do animal. Mas você sabia que existe uma altura ideal para colocar os potes de ração e água dos felinos? Acontece que o ato de abaixar para comer pode causar alguns problemas à saúde do seu bichano, como refluxo e vômitos. Por isso, o ideal é não usar o pote apoiado diretamente no chão e investir em um suporte de comedouro e bebedouro. A boa notícia é que é totalmente possível fazer o acessório em casa usando materiais baratos e acessíveis. Quer saber como? A gente te conta! Confira abaixo um passo a passo simples e as principais vantagens do suporte de comedouro e bebedouro para gatos.

    Roupa de frio para cachorro é necessária?
    Cuidados dos animais

    Roupa de frio para cachorro é necessária?

    Você já se perguntou se seu cachorro sente frio? Mesmo com o corpo todo coberto por pelos, os cãezinhos (principalmente aqueles com a pelagem curta) podem sentir os efeitos da baixa temperatura. A roupa de frio para cachorro é uma opção válida para lidar com isso: não raro, muitos cães desfilam com modelitos quentinhos para a estação mais fria do ano, um mais fofo do que o outro.

    Bebedouro para gatos de plástico, alumínio, barro, porcelana ou cerâmica? Como escolher?
    Cuidados dos animais

    Bebedouro para gatos de plástico, alumínio, barro, porcelana ou cerâmica? Como escolher?

    Só quem tem um gatinho sabe o quanto é importante incentivá-lo a beber água. Diferente dos cachorros, os gatos costumam beber menos água que o ideal para se manterem bem hidratados. Isso pode acarretar problemas graves no trato urinário e nos rins, como a doença renal crônica e até insuficiência. Por isso, é super importante dedicar um cuidado especial na hora de escolher uma fonte de água ou bebedouros para gatos.

    Ver Todas >