Passeio

É normal o cachorro adulto diminuir o interesse por brincadeiras e passeios?

Um cachorro agitado pode ficar mais tranquilo na fase adulta? Descubra a resposta a seguir
Um cachorro agitado pode ficar mais tranquilo na fase adulta? Descubra a resposta a seguir

Quando o cachorro se torna adulto, é normal que ele passe por diversas alterações fisiológicas e comportamentais. Também não é incomum que o animal perca interesse por atividades que antes amava, como os passeios e algumas brincadeiras. Mas por que isso acontece? Será que é normal ou pode ser um motivo para se preocupar com o seu doguinho? Na verdade, existem algumas explicações possíveis para isso, e nem sempre é motivo de desespero, como alguns podem imaginar. Para entender melhor por que um cachorro agitado pode ficar mais calmo com o passar do tempo (e da idade), preparamos uma matéria sobre o assunto. 

Por que alguns cães perdem o interesse por brincadeiras e passeios na fase adulta?

Um cachorro brincando e se divertindo é a cena típica com a qual nós estamos acostumados, então é normal estranhar quando um cãozinho que antes gostava de brincar e passear se torna mais apático diante dessas situações. O comportamento dos cães é muito maleável e pode mudar por diversos motivos. O primeiro ponto a ser levado em consideração é que o cãozinho não tem mais o pique e a energia de quando ele era filhote e se cansa com mais facilidade.

Logo, é completamente normal que o nível de interesse e curiosidade pelas coisas que rodeiam o doguinho diminua com o passar do tempo. Nem sempre isso é necessariamente um indicativo de algum problema - mas é bom ficar de olho em outros sinais por precaução. Então se o seu doguinho costumava brincar mais e interagir com outros cães do parcão e mudou isso de uma hora para outra, é bom considerar que talvez ele simplesmente não tenha mais a mesma disposição que tinha antes.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    É normal o cachorro adulto ter algumas mudanças de comportamento
    É normal o cachorro adulto ter algumas mudanças de comportamento

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    As principais diferenças de comportamento entre um cachorro adulto e um filhote

    Os filhotes de cachorro são sempre cheios de energia e dividem uma rotina entre muitas brincadeiras e sonequinhas. Eles precisam de mais horas de sono do que um cachorro adulto porque ainda estão em fase de desenvolvimento, mas quando estão acordados não tem quem consiga acompanhar o pique desses doguinhos. Eles não param quietos nem por um segundo e quando atingem a chamada “adolescência canina”, essa disposição permanece a mesma. No entanto, conforme um cachorro agitado fica adulto (principalmente após os 3 anos de idade), o nível de curiosidade diminui e muitos podem interpretar isso como uma perda de interesse pelas coisas. Além disso, da mesma forma que acontece com os humanos, o cansaço começa a bater com a velhice chegando - o que ocorre por volta dos 7 anos nos cães.

    Consultas de check-up são importantes para saber como anda a saúde do cachorro

    É necessário observar vários outros sinais no comportamento do cachorro, porque às vezes mudanças muito drásticas podem ser indicativo de doenças e outros problemas de saúde. Por isso, fique muito atento se o seu doguinho anda se alimentando adequadamente e como anda a interação dele com o ambiente ao seu redor. Embora a fase adulta normalmente deixe o cachorro calmo, principalmente conforme ele vai ficando mais velho, nem sempre essa falta de interesse nas brincadeiras e nos passeios deriva da idade em si, mas de algum problema que o seu amigo está passando. As visitas ao veterinário devem ocorrer todos os anos.

    Redação: Juliana Melo

    6 sons que os cachorros odeiam

    Próxima matéria

    6 sons que os cachorros odeiam

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado
    Passeio

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado

    Passear com cachorro é mais que um momento de lazer ou um horário destinado para o animal fazer as necessidades fisiológicas, é um ato de cuidado e amor. Ter um animal requer muita responsabilidade e algumas horas dedicadas para proporcionar mais qualidade de vida a ele. Isso inclui brincadeiras, cuidados com a higiene, visitas ao veterinário, uma alimentação de qualidade e, claro, os passeios. Antes de comprar ou adotar um cachorro, esteja preparado para sair com seu novo amigo pelo menos uma vez por dia.

    6 razões por trás do xixi de cachorro no lugar errado (filhotes, adultos e idosos)
    xixi

    6 razões por trás do xixi de cachorro no lugar errado (filhotes, adultos e idosos)

    Chegar em casa depois de um longo dia na rua e ver que os cômodos estão todos sujos porque o bichinho fez xixi fora do banheirinho tira paciência de qualquer um, né? Por isso, quem tem um cãozinho sabe bem da importância que é como ensinar o cachorro a fazer xixi no lugar certo, independente da idade. Mas, às vezes, mesmo com treinamento o cachorro pode voltar a fazer as necessidades fora do local indicado, e isso pode estar relacionado à diferentes causas. É importante entendê-las para que seja possível mudar esse tipo de comportamento, ou até mesmo para prestar o suporte que o cãozinho precisa, caso o motivo seja algum problema de saúde. Pensando nisso, separamos 6 possíveis razões para o cachorro fazendo xixi no lugar errado. Dá só uma olhada!

    Vacina para cachorro: é normal surgir um caroço na pele após a aplicação?
    Vacina

    Vacina para cachorro: é normal surgir um caroço na pele após a aplicação?

    A vacinação de cachorro é a parte mais importante da vida do pet para prevenir doenças e manter a saúde em dia. Nos primeiros meses de vida, inclusive, o cão é proibido de sair de casa antes de completar o quadro de vacinas. Mesmo assim, de vez em quando algumas vacinas causam reações nos animais depois de aplicadas. Elas podem ir desde um nódulo no local da aplicação até outros sintomas, como febre. Nesses casos, a preocupação é normal, mas nem sempre é algo sério: quer descobrir por que isso acontece e quais cuidados são necessários para garantir o bem estar do seu cachorrinho? Dá uma olhada aqui embaixo!

    Ver Todas >

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?
    Comportamento animal

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?

    “Meu cachorro faz escândalo quando sai” - se você está familiarizado com esse tipo de situação, deve estar se perguntando qual é a melhor forma de corrigir o comportamento do seu amigo de quatro patas, não é mesmo? Bom, a verdade é que quando o assunto é passear com o cachorro, cada bichinho reage de uma forma diferente. Alguns são mais tranquilos, enquanto outros são super agitados. Mas o que fazer quando o cachorro late muito no passeio?

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro
    Comportamento animal

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro

    A anatomia canina é tão fascinante que sempre aparece uma nova curiosidade para nos surpreender. Afinal, o universo dos cães é repleto de segredos! Todas as partes do corpo do cachorro possuem características, funções e estruturas completamente diferentes e igualmente interessantes. No caso da anatomia externa do cachorro, o foco fica em todas as partes que enxergamos só de olhar para o animal. 

    Coleira cabresto: entenda como funciona o acessório e em quais casos é recomendado
    Comportamento animal

    Coleira cabresto: entenda como funciona o acessório e em quais casos é recomendado

    A coleira com cabresto ajuda o tutor a lidar com cães que puxam muito no passeio. Sua posição ao redor do focinho pode trazer a impressão de que o animal está incomodado, mas na verdade, a coleira cabresto para cachorro é muito traz alguns benefícios. Ela faz parte do time de coleiras anti-puxão, ou seja, aquelas que são perfeitas para cachorro que é mais descontrolado e ansioso durante o passeio. 

    Viajar com gato: tutora compartilha a experiência de uma viagem de 18h com seu bichano
    Comportamento animal

    Viajar com gato: tutora compartilha a experiência de uma viagem de 18h com seu bichano

    Viajar com gato não é uma tarefa exatamente fácil, e muitos tutores acabam deixando esse tipo de passeio de lado para evitar possíveis estresses. No entanto, dependendo da personalidade e do comportamento do gato, é super possível levar o seu amigo em uma dessas aventuras. Viajar de ônibus com gato, de carro ou avião: não importa qual seja a sua escolha, o importante é conhecer os limites do seu gatinho e fazer de tudo para que ele fique o mais confortável possíve.

    Ver Todas >