Brinquedos

Dos brinquedos educativos aos passeios: saiba como promover um enriquecimento ambiental para seu cachorro

Conheça brincadeiras para fazer com o seu cachorro
Conheça brincadeiras para fazer com o seu cachorro

Cachorros são animais ativos e que adoram brincadeiras estimulantes. Os danadinhos conseguem transformar qualquer coisa em brinquedo: o seu chinelo, meias enroladas e o que mais acharem pela frente. Como esses objetos não são os mais indicados e seguros, é sempre bom ter brinquedos próprios e à disposição do seu cachorro. Além de entretenimento, os brinquedos são ótimos acessórios para adestramento e estreitar os laços entre animal e dono.

Para a escolha do melhor brinquedo, vários pontos precisam ser analisados: a preferência do cachorro, espaço disponível para brincadeiras, porte do cachorro e disposição do dono, por exemplo. Para te ajudar, vamos falar um pouco sobre quais ajudam no desenvolvimento dos filhotes, os prós e contras de cada tipo de brinquedo e quais as funcionalidades.

Brinquedos para cachorro filhote

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Brincadeiras ao ar livre são as preferidas dos cachorros
    Brincadeiras ao ar livre são as preferidas dos cachorros

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Bolas: com uma bateria sem fim, os filhotes não param quietos por muito tempo. O ideal é gastar a energia deles durante o dia para que à noite eles fiquem mais calmos. Por isso, as bolas são ideais para gastar energia já que o cachorro costuma correr atrás delas e pedir pro dono jogar várias e várias vezes repetidamente. Se o seu cachorro não é de devolver a bolinha, experimente jogar uma segunda em outra direção. Ele vai acabar soltando uma para pegar a outra ;)

    Cordas: outro brinquedo que ajuda bastante cachorros que podem sofrer com ansiedade e energia acumulada é o de corda. Além de úteis para entretenimento, as cordas podem ajudar na saúde bucal dos seu cachorro se forem feitas de material que propiciem a higiene e limpeza bucal.

    Brinquedos interativos: os cachorros que passam algumas horas sozinhos durante o dia podem gostar bastante dos brinquedos que não precisam de um humano junto. Os brinquedos interativos são aqueles que têm um compartimento interno para guardar petiscos e ração. Conforme o brinquedo se movimenta, ele pode soltar alguns prêmios comestíveis para o cachorro pegar. Assim, eles se interessam em ficar brincando até acabar a comida.

    Brinquedos sonoros: de tecido ou de plástico, os brinquedos sonoros costumam chamar bastante atenção dos cachorros. A escolha pelo material de fabricação vai depender do perfil do seu cão. Se ele é do tipo de gosta de brincar comendo os brinquedos, um material mais resistente como o plástico é melhor. Já se ele é do tipo que usa o brinquedo como companhia para dormir, o de tecido é mais aconselhado.

    Passear com cachorro: veja as vantagens para donos e pets

    Independentemente da raça e do porte do cachorro, todos devem passear diariamente (ou pelo menos quase todos os dias). Além de ser um ótimo exercício físico para dono e cão, os passeios são ótimos para estimular a socialização com outros animais e humanos, gastar energia e desenvolver a parte motora do animal. Também é ideal para manter a saúde mental do bichinho, principalmente daqueles que ficam sozinhos durante o dia. Viu como só tem benefícios? Então deixa a preguiça de lado e chama seu pet para dar uma volta com você!

    Redação: Mariana Almeida

    Brincadeiras para cachorro:

    Próxima matéria

    Brincadeiras para cachorro: "posso deixar meu pet brincar com gravetos que ele encontra na rua?"

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena
    Pequenos

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena

    Para quem sempre sonhou em ter um cachorro de raça pequeno, o Boston Terrier é a companhia certa! Embora ele ainda seja muito confundido com o Bulldog Inglês, o cãozinho desta raça tem qualidades únicas e excepcionais. Amigáveis, brincalhões e com muita energia, os cachorros da raça Boston Terrier são muito fáceis de lidar no dia a dia e amam agradar seus tutores. Além disso, eles são super adaptáveis e conseguem conviver bem em praticamente qualquer lugar. 

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante
    Grandes

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante

    Uma das raças de cachorros gigantes mais famosas é a do Dogue (ou Dog) Alemão, que também é conhecida como cão Dinamarquês. O motivo para isso é simples: trata-se da mesma raça do famoso personagem de desenho animado Scooby Doo. Mas a verdade é que o cão Dogue Alemão vai muito além do seu tamanho e aparência robusta: ele é um amigo de quatro patas extremamente leal, dócil e carinhoso. 

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Pinscher: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Raças

    Pinscher: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    O Pinscher é uma das raças de cachorro mais populares do Brasil. Esse cachorro pequeno e leve é conhecido pela coragem e até por não levar desaforo para casa. Por outro lado, o cachorro Pinscher é muito companheiro. Uma curiosidade é em relação ao tamanho da raça: você pode encontrar as variações de Pinscher 0, Pinscher 1, Pinscher 2 e Pinscher miniatura. Conheça as características desse cãozinho! 

    Ver Todas >

    Como é a personalidade do Bulldog Inglês?
    Comportamento animal

    Como é a personalidade do Bulldog Inglês?

    Dentre tantas raças de cachorro que existem, uma das mais adoráveis e cativantes certamente é o Bulldog Inglês. “Mas eles não são mal humorados?” - é o que muitos se perguntam, principalmente por causa da carinha de rabugento típica da raça. A verdade é totalmente diferente disso: qualquer pessoa que tem a chance de conviver com um cachorro Bulldog Inglês sabe bem como esses animais podem ser amorosos e brincalhões. 

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?
    Comportamento animal

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Roer e morder são necessidades naturais dos cães. Esse hábito também é associado à saúde mental, já que os mordedores próprios ajudam o animal a relaxar. Além disso, disponibilizar os brinquedos ideais para cachorro morder evita que o animal desconte sua energia nos móveis e objetos da casa, principalmente quando ele é filhote. O casco para cachorro é uma opção muito utilizada para redirecionar as mordidas, mas o "brinquedo" divide opções: o objeto prejudica o cachorro de alguma forma?

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino
    Comportamento animal

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Quem nunca se perguntou se o gato enxerga no escuro ou até mesmo se assustou com o olho felino brilhando à noite? O olhar de gato é cheio de particularidades, assim como outras partes do seu corpo. Pais de primeira viagem podem estranhar essas alterações no olhar que são comuns em todos os felinos. Para esclarecer de uma vez por todas essas dúvidas, o Patas da Casa reuniu uma série de curiosidades que vão te ajudar a entender melhor por que a pupila do gato muda de acordo com o ambiente e como os gatos enxergam no escuro. 

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?
    Comportamento animal

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?

    Passear com cachorro é uma das melhores formas de gastar energia dos animais domésticos. Os cães adoram sair de casa, fazer novos amigos e passar um tempo de qualidade com o tutor. O problema é que normalmente a hora do passeio desperta a agitação sem fim nos cãezinhos. Alguns, inclusive, não podem ver a coleira e a guia que já começam a pular e correr pela casa. 

    Ver Todas >