Gato

Dica da vet: seu gato não pode comer essas comidas em hipótese alguma (com risco de intoxicação grave)

Publicado - 28 Maio 2024 - 16h06

Atualizado - 28 Maio 2024 - 16h08

Laura Furtado / Redatora

Jornalista em formação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Desde pequena, sempre tive um amor e carinho especial por todos os animais. Quando completei 6 anos, meus pais me presentearam com um cãozinho da raça Bichon Frisé que chamamos de Billy. Foi o dia mais feliz da minha vida, fiquei horas chorando sem acreditar que ele era meu. Billy viveu 14 anos com a gente, mas virou uma estrelinha em 2019 depois de uma história linda ao nosso lado.

Em 2019, ganhei da minha sogra uma Dachshund, o famoso salsichinha, e desde então minha vida voltou a fazer sentido. Pode parecer clichê, mas nada explica o sentimento de amor e carinho que ter um pet proporciona. Nós decidimos chamar ela de Teteia, e não poderia existir nome melhor pra descrever ela. Teteia significa moça atraente, e a minha Teteia salsicha é realmente a coisa mais linda do mundo, além de ser extremamente carinhosa, companheira e engraçada.

Em 2023, participei de uma entrevista e entrei para o time do Patas da Casa. Fiquei muito feliz, porque sempre tive afinidade e carinho pelos animais, e não há nada melhor do que escrever sobre coisas que a gente ama, né. Me identifiquei de cara com os valores do Patas e sempre considerei o projeto de suma importância para tutores que, assim como eu, buscam se informar para garantir o melhor para os pets. Desde então, cada dia tem sido um aprendizado, e sou muito feliz por fazer parte de um projeto tão especial quanto o Patas.

• Filme com animal preferido: “Marley e Eu”
• Uma raça de cachorro: Vira-lata
• Uma raça de gato: Siamês
• A curiosidade favorita sobre cachorros: Os cães de suporte emocional podem agir como 'terapeutas', ajudando pacientes com ansiedade, depressão, autismo e estresse pós-traumático
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatinhos tem efeitos positivos na sáude mental e física dos humanos
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar cachorro ou gato pode mudar a vida das pessoas e dos animais para melhores, trazendo muito amor e felicidade
• Nome de pet favorito: Larica

A alimentação do gato é um cuidado que jamais deve ser deixado de lado pelos tutores. Por isso, é necessário muito cuidado e atenção aos alimentos que são oferecidos para o felino. Veterinários especialistas no assunto explicam que muitas comidas que parecem inofensivas aos olhos humanos podem conter em sua composição substâncias tóxicas extremamente prejudiciais para o gato. Em alguns casos, o consumo exagerado desses alimentos podem inclusive provocar a morte do pet. É por isso que todo cuidado ainda é pouco quando o assunto é alimentação, seja de um gato ou cachorro. O Patas da Casa vai te mostrar quais são os cinco alimentos mais tóxicos que os gatos não podem comer de jeito nenhum. Confira! 

1) Alho, alho poró, cebola e cebolinha destroem as células de defesa do organismo

Se você é um pai ou mãe de pet atento, provavelmente já deve estar cansado de saber que a cebola e o alho fazem parte da lista de alimentos que gatos não podem comer de jeito nenhum. Porém, talvez você não saiba que o mesmo vale para a cebolinha e o alho poró. Embora essa informação já seja bem conhecida, nunca é demais relembrar quais são os riscos de oferecer ao gato esses temperinhos tão valorizados na culinária brasileira.

O primeiro ponto é que esses quatro temperos possuem dissulfetos e sulfóxidos em sua composição, substâncias capazes de destruir os glóbulos vermelhos, que são as principais células de defesa do organismo do gato. Como resultado, as mucosas dos bichanos ficam pálidas, ele pode apresentar taquicardia, respiração ofegante, letargia e fraqueza. Em casos muito graves, a ingestão desses temperos podem levar a vômitos, diarreia, dores abdominais e até ao óbito. Segundo especialistas, pequenas quantidades já são capazes de provocar a intoxicação. No caso das cebolas e cebolinhas, entre 5 a 10 gramas por quilo do gato já representa um perigo. Já em relação ao alho, os gatos tendem a ser mais sensíveis, e 5 gramas já é o suficiente para deixá-lo intoxicado.

Imagem Quiz:Você está preparado para adotar um pet? Faça o teste e descubra!

Você está preparado para adotar um pet? Faça o teste e descubra!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

2) O abacate possui uma substância tóxica para os gatos

O paladar felino é extremamente exigente, e se o bichano não for habituado a comer frutas para gatos, é bem provável que ele recuse o alimento. Contudo, se o gatinho tem o hábito de comer frutinhas desde filhote, pode ser que ele se interesse por algumas que não são nada boas para a saúde dele. Esse é o caso do abacate! Essa fruta possui em sua composição uma substância chamada de persina, uma toxina fungicida natural que é tóxica para gatos e cachorros. A persina pode provocar alterações gastrointestinais no bichano, causando vômitos, diarreias e desconforto abdominal.

gato malhado cheirando um abacate partido ao meio
O abacate possui uma substância chamada persina que é tóxica para o gato

3) O chocolate para gato é muito perigoso

Embora os humanos adorem comer um pedacinho de chocolate de sobremesa, esse alimento deve passar bem longe da alimentação do gato. Isso porque os chocolates possuem em sua composição a teobromina, que é altamente tóxica e oferece perigos seríssimos para a saúde do gato. Essa substância está presente no cacau, a principal matéria prima do chocolate, e quanto maior for a concentração desse fruto no produto, maior será o teor de teobromina e os riscos de intoxicação.

Segundo veterinários, um pedaço de 100 mg e 150 mg de teobromina por quilo corporal do gato já é o suficiente para intoxicar. Por ser uma substância de rápida absorção - assim como a cafeína -, a ingestão do chocolate afeta diretamente o sistema nervoso central e o coração do gato. Os sintomas associados à ingestão desse alimento envolvem hiperatividade, arritmias, dano nos rins, tremores, respiração ofegante, falta de coordenação, febre, convulsões, hemorragia intestinal, coma e até morte.

4) Bebidas alcóolicas são tóxicas para gato e podem levar a morte

Se grandes quantidades de bebida alcoólica podem intoxicar humanos, imagine o que ela não é capaz de fazer com os gatinhos. Inclusive, oferecer bebida alcoólica para pets, seja ela qual for, pode até ser considerado como maus-tratos. Por isso é preciso ter muito cuidado onde você armazena as bebidas em casa, tendo sempre o cuidado de deixá-las bem longe do alcance do pet.

As bebidas alcoólicas possuem em sua composição o etanol, uma substância depressora do sistema nervoso central. Ao ingerir uma cerveja, vodka, gin e whisky, por exemplo, os gatos podem ser intoxicados pelo etanol e até morrerem em poucos minutos. Os principais sinais que indicam um gato intoxicado por etanol são tremores, desorientação, vômitos, diarreia, úlcera, problemas nos rins e neurológicos e até o coma.

5) Uvas podem provocar insuficiência renal aguda nos gatos  

Não se deixe enganar pelo tamanho da uva, pois assim como o abacate, essa fruta é extremamente tóxica para os gatos e pode até levá-lo à morte. Embora ainda não se saiba ao certo o motivo para esse pequeno alimento ser tão perigoso para os gatinhos, alguns estudos relacionam o perigo da uva a uma substância chamada salicilato. Ela seria a responsável por diminuir o fluxo sanguíneo para os rins, levando a um caso de insuficiência renal aguda em gatos. Vale dizer que o mesmo vale para a uva-passa. Dentre os sinais mais comuns que indicam intoxicação por uva, se destacam os vômitos, diarreias, dor abdominal, fraqueza, tremores e letargia.

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Adote um animal

8 características do Gato de Pelo Curto Inglês (British Shorthair)

Você conhece o gato de Pelo Curto Inglês? Esse é um felino bastante apreciado por gateiros no geral, principalmente por conta da sua...

Cuidados

Quantos anos vive um gato? 5 perguntas e respostas sobre a idade dos gatos

Uma pergunta que, mais cedo ou mais tarde, todo tutor faz é: quantos anos vive um gato? E a verdade é que se o pet receber todos os ...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Adote um animal

Qual é o maior cachorro do mundo? Conheça 6 raças gigantes que batem recordes no quesito tamanho

Você já se perguntou qual é o maior cachorro do mundo? Existe uma grande variedade de raças com características físicas diferentes, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Ver todas