Alimentação

Descubra o tempo certo de separar a ninhada de cachorro da mãe e como tornar esse momento menos doloroso

Saiba o tempo certo de separar a ninhada de cachorro da mãe
Saiba o tempo certo de separar a ninhada de cachorro da mãe

Separar a ninhada de cachorro da mãe antes do tempo pode ser muito prejudicial para os aspectos físicos e psicológicos dos doguinhos. Essa separação antecipada pode levar a cria de cachorro a desenvolver desequilíbrios emocionais e déficit de crescimento. Adotar ou comprar um cachorro pode ser motivo de grande ansiedade, mas respeitar o período de  amamentação de filhotes de cachorro também é essencial. Para saber mais sobre a relação da cadela com filhotes neste importante período da vida do animal, o Patas da Casa reuniu algumas informações sobre o assunto. Confira!

Qual a importância da amamentação de filhotes de cachorro?

A alimentação é uma das coisas mais importantes para a cria de cachorro. O leite materno tem uma composição nutricional que é necessária para o desenvolvimento e amadurecimento do filhote de cachorro. Fora todos os nutrientes necessários para um bom crescimento, o leite da cadela possui colostro, uma substância que protege a ninhada de cachorro em seus primeiros dias de vida, evitando infecções. Além disso, a amamentação de filhotes de cachorro contribui nas enzimas, hormônios e defesas dos animais.

Outro ponto importante da relação da cachorra com filhotes nos primeiros dias de vida, é a socialização. Ao contrário do que se imagina, a educação dos cachorrinhos não começa com a família humana. A socialização do cachorro é muito significativa para seu desenvolvimento e começa já no período de convivência com a mãe, que ensina suas crias a se comunicar com seus pares. Se isso não ocorre, os cães tendem a ter problemas de conduta, insegurança e reatividade com outros cachorrinhos. Por isso, respeitar o período materno da cadela com filhotes é tão necessário, a mãe os ensina a comunicação básica entre cães e como se dá a convivência com seres de outras espécies.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    A amentação de filhotes de cachorro é essencial para o desenvolvimento deles
    A amentação de filhotes de cachorro é essencial para o desenvolvimento deles

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Quando devemos separar a ninhada de cachorro da mãe?

    Existe um tempo que é imprescindível e outro que pode ser considerado ideal para separação dos filhotes de cachorro de sua mãe. O desmame da cria de cachorro acontece em 6 semanas e este é o tempo mínimo que o cachorro deve permanecer com a cadela. Entretanto, o desmame pode se prolongar até as 8 semanas de vida e este tempo deve ser respeitado. Quanto mais tempo os filhotes de cachorro passarem com sua mãe, melhor será para eles. Por conta disso, o tempo ideal é de aproximadamente 3 meses.

    A cadela sente falta dos filhotes?

    A cadela pode sentir falta dos filhotes, principalmente quando eles são tirados dela antes do tempo ideal. Quando a mãe ainda está no período de amamentação, seu corpo ainda estará produzindo hormônios de lactação. Por isso, se os filhotes de cachorro forem retirados da progenitora antes da finalização deste ciclo, ela poderá demonstrar desespero e chorar por conta disso. A separação da ninhada de cachorro costuma ser menos traumática para a cadela a partir de 80 dias após o parto, quando a produção de hormônios já arrefeceu.

    Redação: Hyago Bandeira

    6 sons que os cachorros odeiam

    Próxima matéria

    6 sons que os cachorros odeiam

    Fox Paulistinha: descubra algumas características sobre esse cachorro tão popular no Brasil
    Raças

    Fox Paulistinha: descubra algumas características sobre esse cachorro tão popular no Brasil

    O Fox Paulistinha, também conhecido como Terrier Brasileiro, é um dos cachorros de médio porte mais populares por aqui. Genuinamente brasileiro, o cão é carinhosamente apelidado de paulistinha devido às suas três cores. Sempre brincalhão e carinhoso, o cachorro fox paulista tem disposição o suficiente para as brincadeiras e se apega facilmente ao seus donos. Também pode ser considerada como uma das raças de cães mais versáteis, já que podem viver tanto em apartamentos pequenos como em grandes propriedades. O Fox Paulistinha está na sua lista de possíveis raças para fazer parte da família? Veja algumas características que você precisa saber!

    Pastor Australiano: origem, características, personalidade... saiba tudo sobre esse cachorro cheio de energia
    Raças

    Pastor Australiano: origem, características, personalidade... saiba tudo sobre esse cachorro cheio de energia

    Você já ouviu falar no Pastor Australiano? Apesar do nome, essa raça de cachorro grande é originária dos Estados Unidos e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo leal, companheiro e com energia de sobra. Mas, antes de comprar ou adotar um cão desta raça, é importante conhecê-lo um pouco mais a fundo. Para te ajudar com isso, nós preparamos uma matéria repleta de informações importantes sobre o cachorro australiano: origem, características físicas, personalidade e principais cuidados com a raça. Chega mais!

    Aprenda em 8 passos como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo (infográfico)
    xixi

    Aprenda em 8 passos como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo (infográfico)

    Ter um cãozinho vai muito além dos momentos de diversão e fofura: é preciso também saber como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo. Caso contrário, uma situação que pode se tornar muito comum (e desagradável) é encontrar xixi de cachorro pela casa toda. Felizmente, existem algumas técnicas que são bastante úteis na hora de ensinar o animal a fazer xixi e cocô no local adequado.

    Plantas tóxicas para gatos e cachorros: descubra quais espécies você precisa evitar
    Cuidados

    Plantas tóxicas para gatos e cachorros: descubra quais espécies você precisa evitar

    Quem se pergunta como cuidar de um cachorro ou gato por estar dando as boas-vindas a um desses animais em casa em breve vai descobrir que a adaptação do ambiente é mais do que necessária. Buscando a segurança e o conforto do seu novo amigo, é normal instalar telas de proteção e liberar um cantinho para a cama e a ração dele, mas muita gente passa direto pelas plantas: algumas espécies bem comuns em jardins, quintais e vasinhos são tóxicas quando ingeridas e podem até ser fatais.

    Ver Todas >

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?
    Comportamento animal

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?

    “Meu cachorro faz escândalo quando sai” - se você está familiarizado com esse tipo de situação, deve estar se perguntando qual é a melhor forma de corrigir o comportamento do seu amigo de quatro patas, não é mesmo? Bom, a verdade é que quando o assunto é passear com o cachorro, cada bichinho reage de uma forma diferente. Alguns são mais tranquilos, enquanto outros são super agitados. Mas o que fazer quando o cachorro late muito no passeio?

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro
    Comportamento animal

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro

    A anatomia canina é tão fascinante que sempre aparece uma nova curiosidade para nos surpreender. Afinal, o universo dos cães é repleto de segredos! Todas as partes do corpo do cachorro possuem características, funções e estruturas completamente diferentes e igualmente interessantes. No caso da anatomia externa do cachorro, o foco fica em todas as partes que enxergamos só de olhar para o animal. 

    Coleira cabresto: entenda como funciona o acessório e em quais casos é recomendado
    Comportamento animal

    Coleira cabresto: entenda como funciona o acessório e em quais casos é recomendado

    A coleira com cabresto ajuda o tutor a lidar com cães que puxam muito no passeio. Sua posição ao redor do focinho pode trazer a impressão de que o animal está incomodado, mas na verdade, a coleira cabresto para cachorro é muito traz alguns benefícios. Ela faz parte do time de coleiras anti-puxão, ou seja, aquelas que são perfeitas para cachorro que é mais descontrolado e ansioso durante o passeio. 

    Viajar com gato: tutora compartilha a experiência de uma viagem de 18h com seu bichano
    Comportamento animal

    Viajar com gato: tutora compartilha a experiência de uma viagem de 18h com seu bichano

    Viajar com gato não é uma tarefa exatamente fácil, e muitos tutores acabam deixando esse tipo de passeio de lado para evitar possíveis estresses. No entanto, dependendo da personalidade e do comportamento do gato, é super possível levar o seu amigo em uma dessas aventuras. Viajar de ônibus com gato, de carro ou avião: não importa qual seja a sua escolha, o importante é conhecer os limites do seu gatinho e fazer de tudo para que ele fique o mais confortável possíve.

    Ver Todas >