close
Saúde

Como saber se o cachorro está doente? Veja alguns sinais que devem ligar o alerta!

Atualizado · 09 de junho de 2020 · 16h19

Publicado · 24/03/2020 · 14h48

Sem saber se o cachorro está doente ou não? Veja alguns sinais que podem indicar que algo não vai bem
Sem saber se o cachorro está doente ou não? Veja alguns sinais que podem indicar que algo não vai bem

Quem convive com um cão no dia a dia costuma conhecer bem o comportamento do bichinho e logo percebe quando algo não está normal. No entanto, mesmo quem tem um olhar atento pode se perguntar "como saber se o cachorro está doente?" diante de uma mudança no temperamento ou um quadro mais grave como vômito e diarreia. O veterinário é a pessoa certa para avaliar os sintomas, dar um diagnóstico preciso e orientar a respeito do melhor tratamento, mas antes de levar o pet no médico é importante entender os sinais de que ele realmente está mal para poder explicar a situação na clínica. Reunimos dicas certeiras sobre o assunto para te ajudar a cuidar do cachorro quando ele apresentar algum desconforto. Confira!

Tem percebido o cachorro cansado e sem energia?

Alguns cães são naturalmente mais calmos do que outros, mas perceber o cachorro cansado e apático quando ele geralmente é mais agitado pode ser um sinal de alerta. Se o bichinho está mais ofegante, tem demonstrado falta de energia, não quer brincar ou passear com a mesma frequência ou está mais sonolento do que o normal, é importante investigar o motivo. Muitas vezes essas mudanças estão relacionadas ao calor e com desidratação, especialmente durante os meses mais quentes, mas também podem ser sintomas de dor ou alguma deficiência respiratória ou cardíaca. Se você não identificar nenhuma alteração na rotina do pet que justifique o cansaço, é fundamental procurar um veterinário para avaliar mais a fundo o que pode estar acontecendo.

Cachorro com diarreia e vômito pode ser sinal de problema na alimentação

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
     Cachorro vomitando, com diarreia ou febre é um sinal de que a saúde do pet precisa de cuidados
    Cachorro vomitando, com diarreia ou febre é um sinal de que a saúde do pet precisa de cuidados

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Assim como acontece com os humanos, o cachorro com diarreia ou vômito indica que algo não está certo na alimentação. As fezes mais líquidas, em maior quantidade e com a coloração diferente geralmente são causadas por ingestão de alimentos estragados ou impróprios para o bichinho, o que pode estar relacionado a uma intolerância ou alergia. Se você observar o cachorro vomitando, é importante se certificar de que não se trata de uma regurgitação, que é quando o alimento é expelido ainda aos pedaços, antes da digestão. No vômito, a comida já estará parcial ou totalmente digerida, então a consistência é mais pastosa. Nesses casos, fique atento com a frequência para determinar se foi apenas uma reação momentânea ou se é um desconforto recorrente. Ambos os quadros podem sinalizar infecções mais sérias causadas por bactérias, vírus ou parasitas. Se houver presença de sangue, então, a avaliação e o tratamento com um veterinário são indispensáveis.

    Cachorro com febre e mucosas esbranquiçadas são outros sinais que merecem atenção

    Mudanças como cansaço e vômito são mais fáceis de perceber no dia a dia, mas outros sinais podem indicar que a saúde do cão precisa de um cuidado especial. O cachorro com febre, por exemplo, pode ficar com o focinho quente, comportamento apático e respiração mais ofegante, mas o ideal é medir a temperatura para ter certeza de que está fora da normalidade, que varia de 37,5º a 39,5º. Outro sintoma que pode ligar o alerta é observar as mucosas esbranquiçadas, que podem indicar anemia, pressão baixa ou doença causada por carrapato, como a bebesiose.

    Algumas causas são mais perigosas que as outras, mas todas merecem atenção e devem ser avaliadas por um profissional. Por isso, é muito importante se familiarizar com a cor normal das mucosas do cão, que pode variar de raça para raça. Desta forma, quando algo estiver diferente, você logo poderá identificar e lidar com a situação para ajudar seu bichinho a se sentir bem novamente.

    Redação: Bárbara Gonçalves

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?

    Próxima matéria

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses
    Verme

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses

    Os filhotes de cachorro são muito mais propensos a sofrerem com verme. Além da contaminação facilmente ocorrer pela amamentação, os filhotes ainda estão desenvolvendo o sistema imunológico e diversas funções do organismo. É por isso que a primeira dose do vermífugo para cachorro filhote deve ser feita aos 30 dias de vida, com reforço mensal até os seis meses, para garantir a saúde do pet. 

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Ver Todas >

    Vermífugo para gatos: quanto custa e outras formas eficientes de prevenir os vermes
    Saúde animal

    Vermífugo para gatos: quanto custa e outras formas eficientes de prevenir os vermes

    O vermífugo para gatos é um cuidado importante que ajuda a manter a saúde dos nossos amigos de quatro patas e deve ser aplicado logo no primeiro ano de vida do pet. Os vermes acometem principalmente o intestino do animal, mas também podem atacar outras partes do corpo e causar sintomas bem desagradáveis. Por conta da facilidade do contágio, é fundamental que o tutor tenha uma atenção especial com o calendário de vermifugação para evitar um gato com verme. 

    Vacinas para gatos: tem problema atrasar o reforço anual?
    Saúde animal

    Vacinas para gatos: tem problema atrasar o reforço anual?

    Um dos cuidados mais importantes com a saúde felina é a aplicação das vacinas para gatos logo nos primeiros meses de vida. As doses devem ser reforçadas anualmente para proteger os bichanos contra doenças perigosas e contagiosas, como panleucopenia felina, calicivirose e rinotraqueíte. Mas será que tem problema atrasar a vacina de gato em alguns dias ou semanas? Quais são os perigos de fazer isso? 

    Vitamina para gato: quais as mais indicadas durante a gestação felina?
    Saúde animal

    Vitamina para gato: quais as mais indicadas durante a gestação felina?

    A gestação de gato demanda atenção redobrada com a saúde. Visitas ao veterinário, exames e cuidados no dia a dia devem fazer parte da rotina. Entre as mudanças durante a gravidez, a dieta é uma das principais. A gata grávida precisa de uma alimentação diferenciada que seja capaz de manter a sua saúde e a dos filhotes que estão em na barriga. A vitamina para gato tem um papel fundamental na dieta da gata prenha. 

    Remédio para sarna em cachorro: qual usar e como é o tratamento da doença?
    Saúde animal

    Remédio para sarna em cachorro: qual usar e como é o tratamento da doença?

    A sarna em cachorro é uma das doenças de pele que mais trazem desconforto ao cãozinho. Podendo acontecer de três maneiras diferentes, a sarna de cachorro sempre deixa a pele do animal com feridas e causa muita coceira. A condição é mais comum do que se imagina, existindo até mesmo a possibilidade de contágio da sarna de cachorro em humanos. Mas o que fazer caso seu animal contraia essa doença? 

    Ver Todas >