Cuidados

Como passear com gato? Confira 6 dicas de adaptação e segurança!

Saiba como passear com gato de forma segura e sem estressar seu bichano!
Saiba como passear com gato de forma segura e sem estressar seu bichano!

Diferente dos cachorros, a maioria dos gatos não têm a necessidade de sair para passear todos os dias. Alguns podem até se aventurar pela vizinhança, mas geralmente fazem isso por conta própria - o que não é recomendado, - e não com o seu tutor do lado. No entanto, nada impede que levar gato para passear comece a fazer parte da sua rotina com os felinos. Essa experiência, inclusive, pode ser bastante positiva para eles.

Por passarem boa parte do dia deitados ou dormindo, esses passeios podem ser uma alternativa de tentar manter seu amigo minimamente ativo. Mas para isso, alguns cuidados são fundamentais, tanto para a segurança do bichano quanto por uma questão de adaptação mesmo; afinal, como ele não está acostumado a sair de casa, pode acabar estranhando um pouco esse “mundo novo”. Para te ajudar nisso, separamos 6 dicas de como passear com gato de forma segura e tranquila. Veja a seguir!

1) Certifique-se de que as vacinas estão em dia antes de passear com gato

Se você pretende levar gato para passear, lembre-se sempre de conferir se o bichano está protegido contra pulgas, carrapatos e outras doenças. Os animais que não estão acostumados a sair de casa com frequência acabam ficando muito mais expostos e vulneráveis a certos problemas de saúde, e por isso a vacinação e aplicação de remédios contra parasitas é fundamental. Além do mais, independente do seu gatinho sair de casa ou não, esse é um cuidado que precisa ser levado bastante a sério! O calendário de vacinas e a vermifugação do animal são medidas essenciais para prevenir várias doenças e garantir a saúde e o bem-estar do seu pet.

2) Escolha um lugar tranquilo e sem muito movimento para passear com gato

Antes de passear com gato pela primeira vez, lembre-se que seu amigo nunca fez isso antes e pode estranhar todo o processo. Por isso, escolher um lugar tranquilo e com poucas pessoas em volta é o melhor jeito de garantir que o seu amigo não vai ficar muito incomodado no local. Como os gatos são animais mais reservados, um ambiente mais movimentado pode acabar deixando-os estressados com a situação. Uma boa ideia é levar gato para passear por lugares mais perto de casa, como na frente do prédio e na própria rua de casa.

3) Investir em uma coleira para gato passear pode ajudar bastante

Para ajudar a cuidar do bichano na rua, uma boa ideia é comprar uma coleira para gato passear. Assim, é possível evitar que ele fuja ou se meta em encrencas. Existem diferentes modelos no mercado que são apropriados para gatos, basta encontrar o mais confortável para o seu amiguinho e pronto! Mas antes, vale lembrar que os felinos não estão muito acostumados a andar de coleira, então o processo de adaptação pode ser um pouquinho demorado. É importante ter um pouco de paciência e ver como o seu gatinho vai reagir nos primeiros dias com a coleira em volta do pescoço, e só depois que tiver certeza que o seu amigo está confortável, é que dá para passear com gato sem problemas. Aprender como passear com gato na coleira é um pouquinho trabalhoso, mas não é nenhuma missão impossível, então nada de desistir, hein?

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    A coleira para gato passear é um dos melhores acessórios para garantir o bem-estar do seu amigo
    A coleira para gato passear é um dos melhores acessórios para garantir o bem-estar do seu amigo

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Gato

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Gato

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Gato

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Como identificar o sexo do gato filhote? Saiba diferenciar machos e fêmeas!
    Gato

    Como identificar o sexo do gato filhote? Saiba diferenciar machos e fêmeas!

    Às vezes, a vontade de adotar um gatinho é tão grande que acabamos nos precipitando e não dando a devida atenção a alguns detalhes muito importantes, como o sexo do filhote. É muito normal achar que adotou uma fêmea e só depois descobrir que o gato, na verdade, é macho. Nós sabemos que não é nada fácil diferenciar o órgão genital do gato logo nos primeiros meses de vida do animal. Se você faz parte deste time, não se preocupe, isso é muito comum!

    4) Esteja sempre de olho em seu amigo de quatro patas

    Mesmo com uma coleira para gato passear, o tutor deve estar sempre atento ao que o seu gatinho está fazendo. A coleira é uma forma de guiar e não perder totalmente o animal de vista, mas isso não garante que ele não vá dar um jeitinho de fazer suas próprias estripulias por aí. Os felinos são mega curiosos e exploradores natos, e essas saídas pela rua só vão aguçar ainda mais o instinto caçador que eles têm. Nesse misto de curiosidade e aventura, o bichano pode acabar se metendo em lugares em que não deve, como debaixo de carros ou até no meio da rua, correndo o risco de ser atropelado. Além disso, outro risco que eles correm é o de comer algo do chão que possa fazer mal à saúde deles. Por isso, sempre que passear com gato não esqueça de vigiá-lo constantemente. 

    5) Mantenha a calma se encontrar outros animais no meio do caminho

    Sair para passear com gato pode ser bastante imprevisível porque nunca dá para saber ao certo o que vocês podem encontrar pelo caminho. Sejam pessoas ou animais, a melhor forma de lidar com isso é mantendo a calma. Com os humanos, isso geralmente é mais tranquilo, afinal eles não representam nenhum tipo de ameaça ao seu bichinho; mas se por um acaso você encontrar outros bichos ao passear com gato, tente não se desesperar. Mesmo preocupado com o seu amigo de quatro patas, pense que o seu desespero só pode fazer mal ao gatinho e deixá-lo ainda mais estressado e desconfortável com a situação. Por isso, o ideal é tentar evitar o contato dele com esses outros animais e, ao perceber algum sinal de ataque ou susto, talvez seja melhor suspender o passeio do dia.

    6) Aumente o tempo dos passeios gradualmente para adaptar o gato a nova rotina

    Para melhor adaptação do seu pet aos passeios, uma boa dica é começar com intervalos mais curtos de tempo e ir aumentando gradativamente. No primeiro dia, leve o gatinho para conhecer o ambiente pela primeira vez, mas não demore muito tempo para voltar para casa. É o primeiro contato dele com a rua e 5 minutinhos, às vezes, são suficientes para ele dar uma olhada geral no território. No segundo dia, aumente esse tempinho para 10 minutos, deixando-o explorar um pouco mais o ambiente. No terceiro, 15 minutos, e assim por diante até você sentir que chegou no tempo adequado para continuar realizando esses passeios. Mas atenção: só faça isso se sentir que o seu gatinho está gostando e se adaptando bem a essa nova rotina, hein? Nada de forçar seu bichano a sair de casa contra a vontade dele! O bem-estar do seu pet sempre deve vir em primeiro lugar.

    Redação: Juliana Melo

    A caixa de areia do gato deve ser limpa com qual frequência?

    Próxima matéria

    A caixa de areia do gato deve ser limpa com qual frequência?

    Como dar comprimido para gato? Confira 6 dicas que irão ajudar
    Cuidados

    Como dar comprimido para gato? Confira 6 dicas que irão ajudar

    Quem tem gato já deve ter percebido a guerra que é dar remédio, principalmente quando é comprimido. Isso porque, diferente dos cachorros que costumam aceitar o remédio disfarçado na comida, os gatos são muito seletivos e conseguem perceber qualquer coisa diferente no potinho. Caso o seu gato seja guloso, você até pode tentar amassar o comprimido até virar pó e misturar no sachê para gatos, mas se essa técnica não funcionar, você pode tentar outras que vamos ensinar!

    Cuidar de gato no verão: 6 dicas para o seu bichano não passar calor
    Cuidados

    Cuidar de gato no verão: 6 dicas para o seu bichano não passar calor

    Com o verão se aproximando, os gatinhos precisam de alguns cuidados para passarem pela estação mais quente do ano sem sofrimento. Apesar dos passeios não fazerem parte da vida de um felino, eles também sentem bastante calor dentro de casa - até porque costumam ficar mais tempo no sol. Ao contrário dos cães, os gatinhos não ficam ofegantes quando estão com calor, mas cuidar de gato no verão é muito importante para preservar a saúde e promover bem-estar para o seu bichano. Pensando nisso, separamos alguns cuidados que você precisa ter com gatos no verão. Continue lendo para entender mais!

    Unha de gato: cortar em casa ou no petshop? Confira as dicas e saiba como cortar
    Cuidados

    Unha de gato: cortar em casa ou no petshop? Confira as dicas e saiba como cortar

     Todo gateiro possui pelo menos um móvel que já foi atacado pelas unhas do gato e algumas cicatrizes pelo corpo. Essas garrinhas foram muito importantes para a defesa deles na vida selvagem, além de ajudar a subir em árvores e outros locais para se proteger. Mas elas podem ser bastante incômodas para os tutores e causar arranhões e machucados. Uma boa maneira de evitar isso é cortando-as, mas é preciso fazer da maneira certa para não ferir o bichano. Para facilitar a sua convivência e evitar a destruição da sua mobília, vamos passar algumas dicas para fazer o corte em casa sem machucar seu gato.

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa
    Cuidados

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa

    Adotar um gatinho requer algumas adaptações em casa para criar um ambiente seguro e confortável para o animal, onde ele possa expressar seus comportamentos naturais e descansar sempre que quiser. Agora quando o bichano precisa de cuidados especiais, como é o caso do gato cego, a situação se torna mais delicada ainda. Será que é preciso tomar precauções extras para mantê-lo em segurança? Como ajudar o gatinho a viver melhor? Como proporcionar a ele um ambiente mais adaptado? Para te ajudar a deixar sua casa pronta para receber o seu novo amigo da melhor forma e em um ambiente seguro, confira 7 dicas e cuidados indispensáveis para lidar com um gato cego.

    Ver Todas >

    Gato na janela: veja acessórios e produtos que deixam a experiência do bichano mais segura e confortável
    Gato

    Gato na janela: veja acessórios e produtos que deixam a experiência do bichano mais segura e confortável

    Quem tem gato em casa sabe bem que esses animais adoram ficar nas alturas! As janelas são praticamente os lugares preferidos da casa para os gatinhos. De lá eles conseguem ver o movimento da rua sem perder nada que acontece dentro de casa. Para que esse hábito do bichano fique mais agradável e seguro, nada melhor do que personalizar esse espaço para que ele se torne mais “gatificado” ainda.

    Cardiomiopatia hipertrófica felina: saiba mais sobre a doença cardíaca que atinge os gatos
    Gato

    Cardiomiopatia hipertrófica felina: saiba mais sobre a doença cardíaca que atinge os gatos

    Alguma vez você já se preocupou com a saúde do coração do seu gato? A cardiomiopatia hipertrófica felina uma doença cardíaca bem comum quando falamos desses animais. Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia Veterinária (SBCV), também é a principal cardiopatia causadora de morte entre os felinos. Basicamente, é caracterizada por uma hipertrofia no ventrículo esquerdo e acredita-se que tem bastante influência genética. 

    Ratinho de corda para gatos: como o brinquedo funciona?
    Gato

    Ratinho de corda para gatos: como o brinquedo funciona?

    Os brinquedos para gatos servem não apenas para exercitar o animal como também para estimular a cognição dele. Mesmo os felinos que sempre viveram dentro de casa possuem o instinto de caça, e nada melhor do que explorar esse lado curioso deles: o ratinho para gato é uma boa opção, ainda mais quando o brinquedo é de corda. Com vários benefícios para a saúde física e mental, o ratinho de corda para gatos vai deixar seu bichano entretido por horas.

    Nomes para gatas: confira uma lista com 100 sugestões para chamar a sua gatinha
    Gato

    Nomes para gatas: confira uma lista com 100 sugestões para chamar a sua gatinha

    Na hora de adotar um gato, existe uma série de fatores que devem ser levados em consideração, entre eles como você chamará o animal. Quando se trata de nomes para gatas, é comum que as opções mais fofas e meigas sejam as favoritas entre os tutores. Mas a verdade é que existem centenas de opções de nomes para gatos fêmeas que podem entregar as características físicas e, principalmente, a personalidade da nova integrante da família. 

    Ver Todas >