close
Vacina

Como o cachorro pega raiva? Entenda de uma vez por todas como é a transmissão da doença!

Entenda como o cachorro pega raiva e quais sintomas devem ligar seu alerta!
Entenda como o cachorro pega raiva e quais sintomas devem ligar seu alerta!

A raiva canina é uma das doenças mais conhecidas e graves que pode atingir os cães. Embora esteja praticamente erradicada nos centros urbanos, toda atenção é pouca, já que pode causar danos irreversíveis no animal. Causada por um vírus, a raiva é um zoonose pode ser facilmente transmitida de um cachorro para outro e para humanos. Mas afinal, como saber se o cachorro tem raiva? Quais são os sintomas da doença? E, principalmente, como cachorro pega raiva e o que fazer para prevenir isso? Para esclarecer todas essas questões, preparamos uma matéria com as principais informações sobre a raiva canina. Veja a seguir!

Afinal, como se transmite raiva canina?

É preciso ficar atento com as formas de contágio da raiva canina, já que, uma vez que o cãozinho foi infectado, não é possível tratar nem curar a doença. A transmissão, por sua vez, pode ocorrer de diferentes maneiras, e é preciso ter em mente que o cachorro não é o único portador da doença - vários animais podem ter raiva, como gatos, morcegos e até lobos.

Para entender como o cachorro pega raiva, você deve saber que o vírus fica instalado principalmente na saliva do animal. Por isso, uma das maneiras mais comuns de um cãozinho pegar raiva canina é com a mordida de um cachorro - ou outro bicho - infectado. Nas zonas rurais, o morcego costuma ser o principal transmissor da doença, mas também há outros animais silvestres que podem propagar a raiva.

Além disso, outro possível cenário para a transmissão da doença é quando o cãozinho tem contato com o animal infectado de maneira mais “indireta". Isto é, às vezes o cachorro pode ingerir ou lamber um objeto que foi contaminado e acaba contraindo raiva. Outra forma de transmissão da raiva canina é quando o cãozinho tem alguma ferida aberta espalhada pelo corpo e essa ferida entra em contato com o sangue ou a saliva do cachorro infectado. Inclusive, vale destacar que o contágio também pode acontecer com o contato dos orifícios do animal com esses fluidos.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Um dos sintomas da raiva canina é a salivação excessiva
    Um dos sintomas da raiva canina é a salivação excessiva

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Como saber se o cachorro tem raiva? Saiba identificar os sintomas de raiva canina

    Identificar se um cachorro tem raiva não é tão difícil quanto parece, já que uma das principais características dos animais infectados é a mudança de comportamento que eles apresentam. Isto é, cachorros que antes eram alegres e afetuosos podem se tornar mais agressivos, e o contrário também pode acontecer. Além disso, os cãezinhos também podem sofrer com problemas como estresse e ansiedade durante esse período. A febre também é um dos sintomas que podem ser percebidos na primeira fase da doença. Outros sintomas da raiva canina também são:

    - Paralisia motora

    - Espasmos

    - Salivação excessiva

    - Dificuldade para respirar e/ou engolir

    - Alucinações

    Sintomas da raiva canina se manifestam progressivamente

    É preciso entender uma coisa: depois de infectado, a raiva canina vai se desenvolver de forma progressiva e existem vários estágios da patologia que devem ser observados. Geralmente, na fase inicial após o contágio, o animal apresenta quadros de febre, mal-estar e pode até ter alguns episódios de vômitos. Na fase posterior, quando ocorre a inflamação do sistema nervoso central do cachorro, chamada de encefalite, o cãozinho passa a apresentar os demais sintomas, como paralisia muscular, salivação excessiva, dificuldade para respirar e engolir,. É também nessa fase que o animal pode apresentar algumas alucinações. Depois disso, com o diagnóstico confirmado da encefalite, o cãozinho pode falecer em poucos dias.

    Vacina contra raiva é o método mais seguro de garantir a proteção do cachorro

    Para evitar qualquer possibilidade do animal contrair raiva canina, a alternativa mais indicada e segura é a vacinação contra a doença. A vacina de cachorro deve ser dada no cãozinho após ele completar quatro meses de vida e, depois disso, anualmente. Se você adotou um cachorro adulto ou idoso e não sabe o histórico de imunização dele, é super importante levá-lo a um veterinário para tomar todas as vacinas necessárias e ficar protegido.

    Redação: Juliana Melo

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Próxima matéria

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro
    Raças

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro

    O Poodle é um dos cães mais populares do mundo, e não faltam motivos para isso. Além dos pelos encaracolados de diferentes cores, que são típicos da raça, a inteligência, curiosidade e obediência do cachorro Poodle são traços que chamam a atenção. Mas como será que esse cãozinho é no dia a dia? Quais são as principais características e que cuidados devem ser tomados com o animal?

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande

    O Terra Nova é uma raça de cachorro grande que, apesar do corpo musculoso e robusto, é muito dócil e amigável. Ele chama bastante atenção por conta do seu tamanho e também ser bem peludinho, lembrando bastante um ursinho de pelúcia - ou, nesse caso, um ursão. Dentre uma das características mais marcantes da raça, podemos destacar o seu lado atlético e a paixão que o cachorro Terra Nova tem por água. É isso mesmo: esta é uma das raças de cachorro que mais gosta de nadar e brincar na água.

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Cavalier King Charles Spaniel: conheça todas as características da raça de cachorro pequeno
    Raças

    Cavalier King Charles Spaniel: conheça todas as características da raça de cachorro pequeno

    Você já conhece o Cavalier King Charles Spaniel? Só pelo nome, já dá pra saber que essa raça de cachorro tem um pé na realeza. Mas não se engane, pois de esnobe ele não tem nada. Esse cachorro de origem europeia é muito sociável, afetuoso e não mede esforços para agradar quem ama. Com toda a certeza essa é uma das raças de cachorro pequeno mais dóceis e encantadoras.

    Ver Todas >

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa
    Saúde animal

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa

    A dermatofitose em gatos é uma doença de pele silenciosa, porém muito comum de acontecer com os felinos. Mesmo que muitas vezes seja difícil de ser identificada, essa doença é altamente contagiosa e é classificada como uma zoonose, ou seja, também é transmissível para os humanos. Por isso, saber mais sobre os sintomas de dermatofitose é muito importante não só para o bem-estar de seu gato, como também do próprio tutor.

    Ver Todas >