close
Saúde

Como identificar um AVC em cachorro?

Atualizado · 02 de junho de 2020 · 16h27

Publicado · 26/11/2019 · 18h01

O AVC em cachorros pode ser causado por uma série de fatores: descubra mais sobre a condição aqui
O AVC em cachorros pode ser causado por uma série de fatores: descubra mais sobre a condição aqui

Mais uma das doenças do mundo dos humanos que tem uma “versão” para os pets, o AVC em cachorro pode não ser tão comum, mas é tão perigoso quanto. Com diferentes possibilidades de causas, ele acontece quando há alguma coisa impedindo a chegada de sangue no cérebro do animal. Os sinais neurológicos, como a convulsão em cachorro, é um dos principais sintomas do Acidente Vascular Cerebral, que precisa ser tratado imediatamente para que a gravidade das sequelas possa ser controlada com mais facilidade. Para entender um pouco mais sobre a condição, a gente conversou com o Gabriel Mora de Barros, veterinário do grupo Vet Popular. Dá uma olhada no que ele explicou!  

Patas da Casa: O que causa um AVC em cachorro?

Gabriel Mora de Barros: O AVC (Acidente Vascular Cerebral), atualmente conhecido como AVE (acidente vascular encefálico), é um quadro patológico muito comum em humanos. Nos animais, isso também pode acontecer, embora seja muito menos frequente do que na nossa espécie. O acidente vascular pode ser causado por algumas situações que alteram o perfil de distribuição sanguínea no cérebro. Em algum momento, há uma interrupção na chegada de sangue ao cérebro/encéfalo (AVC isquêmico) que pode ser causado por um trombo (coágulo grande que não permite que o sangue passe pelos vasos sanguíneos) ou uma ruptura de vaso sanguíneo. Isso gera um extravasamento sanguíneo no interior do cérebro e, consequentemente, pela ruptura, o sangue não consegue chegar onde deveria. 

Na maior parte das vezes, isso está relacionado a problemas cardíacos (que geram os coágulos que vão parar no cérebro); tumores primários cerebrais; migração de parasitas (vermes) até a região da cabeça; coágulos provenientes de uma cirurgia recém-feita; doenças de coagulação (existem alguns animais que coagulam muito mais do que deveriam); doenças infecciosas como a erliquiose (famosa doença do carrapato, em que as plaquetas – responsáveis pela coagulação – diminuem na circulação e não conseguem agir a tempo quando um vaso sanguíneo se rompe), entre outros.

PC: Quais são os sintomas de um AVC em cães?

GMB: Os animais que têm um acidente vascular podem apresentar quadros clínicos diversos. Em especial, as alterações neurológicas – assim como em humanos – são as que mais prevalecem, como por exemplo: a convulsão em cachorro, hemiparalisia (quando só um lado do corpo fica paralisado), dificuldade de manter a postura (o animal não consegue ficar em pé ou não consegue sustentar a cabeça, por exemplo), hipertermia (temperatura corporal alta não seguida de infecção), tetraparalisia (os quatro membros e os dois lados do animal ficam paralisados), movimentos involuntários dos olhos (chamamos de nistagmo, quando os olhos se movimentam desnecessariamente e na maior parte das vezes, muito rápido, deixando o animal ainda mais confuso), entre outros.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    AVC em cachorro: ao identificar, o animal precisa ser levado ao veterinário imediatamente
    AVC em cachorro: ao identificar, o animal precisa ser levado ao veterinário imediatamente

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    PC: O que o tutor deve fazer ao perceber que o animal está tendo um AVC?

    GMB: Quando um tutor percebe que o animal está apresentando sinais neurológicos que não teve antes, deve imediatamente colocar esse animal em um local confortável. Assim, caso ele convulsione ou tente se levantar e caia, estará protegido e não vai se machucar. Em seguida, esse animal deve ser imediatamente levado para o hospital veterinário mais próximo. Quanto mais cedo o diagnóstico for feito, melhor será. 

    Os exames que vão constatar que é um caso de AVC em cachorro são os de imagem, como a tomografia computadorizada, por exemplo. Ela deve ser feita sob anestesia geral na medicina veterinária, pois os animais não podem se mexer durante o processo. Por isso, muitas vezes acabamos “diagnosticando” o AVC com os sinais clínicos, até que se possa fazer uma tomografia num centro especializado.

    PC: Quais são os possíveis efeitos colaterais a curto e longo prazo de um AVC em cachorro? 

    GMB: Os efeitos colaterais a curto prazo são os sintomas neurológicos que indicam o AVC em cães. Infelizmente, o acidente pode causar sequelas irreversíveis ao longo da vida, mesmo que o animal seja tratado rapidamente. Eles podem ser tremedeiras, dificuldade em piscar um ou os dois olhos, dificuldade para engolir, dificuldade de locomoção etc. Há animais que não ficam com nenhuma sequela e que conseguem reverter 100% da situação clínica após tratamento médico de suporte e internação.

    PC: Como funciona o tratamento do animal depois do AVC em cachorro? 

    GMB: O tratamento depois do AVC é variado. O tipo de medicamentos para AVC em cães e de terapias utilizadas para a recuperação vai depender de quais possíveis sequelas o animal apresenta e quais alterações clínicas ele desenvolveu ao ter o acidente vascular. Por exemplo, animais que ficaram com sequelas convulsivas podem ter episódios de convulsão isoladas ou frequentes e precisam de medicação de uso contínuo para controle. Outros animais podem apresentar apenas alguns distúrbios de locomoção que não precisam necessariamente de um tratamento medicamentoso, mas sim de fisioterapia, acupuntura e hidroesteira. Vale ressaltar que os animais que estão em sobrepeso, por apresentarem um perfil de metabolismo mais inflamado, têm mais chances de terem problemas no coração ou um novo quadro de AVC, ou seja: é muito importante manter a saúde do pet e o peso dele em dia.

    PC: Existe alguma forma de evitar esse tipo de condição nos animais?

    GMB: A qualidade de vida é o que diminui as chances do animal ter um AVC. Cachorros obesos ou com sobrepeso devem emagrecer, os que têm hipertensão devem tomar medicamentos para controle, animais com doenças crônicas precisam estar sempre acompanhados de seus médicos veterinários etc. O exame de rotina  a cada 6 meses, no mínimo, fará com que os médicos desconfiem e percebam muito tempo antes que o animal tem possibilidade de apresentar alguma doença crônica e evitá-la sempre que possível.

    Redação: Ariel Cristina Borges 

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Próxima matéria

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!
    Carrapato

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!

    O carrapato é um dos principais parasitas que ameaça o dia a dia e a saúde de cachorros criados em casa. Além da infestação ser incômoda para o animal, ele também pode transmitir a doença do carrapato — que, na verdade, pode se manifestar no corpo do animal de quatro formas diferentes. Os sintomas da doença do carrapato são a primeira forma de identificar o que está acontecendo com o seu cachorrinho. Para esclarecer todas as dúvidas sobre a doença do carrapato em cachorro, nós conversamos com a veterinária Renata Bloomfield, do Rio de Janeiro. Dá uma olhada no que ela explicou aqui embaixo!

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro
    Raças

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro

    O Poodle é um dos cães mais populares do mundo, e não faltam motivos para isso. Além dos pelos encaracolados de diferentes cores, que são típicos da raça, a inteligência, curiosidade e obediência do cachorro Poodle são traços que chamam a atenção. Mas como será que esse cãozinho é no dia a dia? Quais são as principais características e que cuidados devem ser tomados com o animal?

    Ver Todas >

    Como tirar tártaro de cachorro? Entenda como funciona o procedimento
    Saúde animal

    Como tirar tártaro de cachorro? Entenda como funciona o procedimento

    Demorar para tirar tártaro de cachorro pode causar problemas sérios à saúde. O tártaro nada mais é que o acúmulo de sujeira nos dentes que forma uma placa bacteriana. Com ela, o dente do cachorro passa a sofrer com dor, sensibilidade e inflamações na gengiva causadas pelas bactérias ali presentes. O problema é que o tártaro em cachorro se alastra rapidamente, podendo causar perda dos dentes, infecções graves e até mesmo atingir outros órgãos. Mas afinal, como tirar tártaro de cachorro? O Patas da Casa conversou com Mariana Lage-Marques, médica veterinária especialista em odontologia. 

    Gato obeso: saiba quais as consequências da obesidade na saúde felina
    Saúde animal

    Gato obeso: saiba quais as consequências da obesidade na saúde felina

    O gato obeso pode ser incrivelmente fofo e apertável, mas isso não quer dizer que ele não precisa de cuidados e atenção com a saúde. A verdade é que a obesidade felina - que muitas vezes não é perceptível para os tutores - acaba abrindo portas para uma série de problemas mais sérios. Por isso, saber identificar quando o animal está acima do peso é importante para buscar orientação profissional e ajudar o gato obeso a perder peso.

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença
    Saúde animal

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença

    A pneumonia em gatos - ou pneumonia felina - é uma doença respiratória que pode se desenvolver por vários motivos. Às vezes uma queda na imunidade é suficiente para o problema atingir os peludos, mas na maioria dos casos ele deriva de uma simples gripe que não foi tratada do jeito certo. Por isso, a atenção com o gato gripado deve ser enorme! Quanto antes for diagnosticado e tiver o tratamento adequado, menores são as chances de você ter um gato com pneumonia.

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?
    Saúde animal

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?

    Receber o diagnóstico de câncer em cachorro é um momento muito triste para qualquer tutor. A doença é agressiva e traz diversas complicações à saúde do animal. Além de os sintomas do câncer de cachorro serem bem intensos, o tratamento também é bastante delicado e requer atenção especial. A quimioterapia em cães é o tratamento mais conhecido, mas existem outras formas de tratar a doença. 

    Ver Todas >