close
Saúde

Como saber se meu gato está com algum problema renal?

O gato com problema renal pode apresentar alguns sintomas. Fique de olho em qualquer alteração de comportamento do seu bichano!
O gato com problema renal pode apresentar alguns sintomas. Fique de olho em qualquer alteração de comportamento do seu bichano!

Os problemas renais são muito comuns em gatos e representam o pesadelo de todo pai ou mãe desse tipo de pet. As causas normalmente estão ligadas à alimentação e até com a própria fisiologia dos felinos: os gatos têm uma quantidade reduzida de néfrons nos rins, estruturas que filtram as impurezas do sangue e produzem a urina, por exemplo. Esse e outros fatores contribuem para o surgimento de doenças no órgão, que levam à insuficiência renal em gatos - isto é, quando os rins perdem a capacidade de funcionar normalmente.

Os problemas renais costumam ser diagnosticados na velhice do animal, lá pelos oito anos de idade, mas isso não quer dizer que as doenças não se manifestam quando o gatinho ainda é novo. É por essas e outras que a preocupação com os rins do bichano deve começar o quanto antes. A melhor coisa que você pode fazer para prevenir esses quadros é simples: basta fazer com que seu gato beba mais água no dia a dia!

Gato com problema renal: como identificar?

Assim como qualquer animal de estimação, é fundamental que você conheça todos os hábitos do seu gato para identificar se algo está errado. O gato com insuficiência renal sente dor, mas nem sempre ele vai demonstrar isso. Então, você precisa ficar atento a qualquer comportamento estranho que ele tiver. Levá-lo a um médico veterinário de confiança o quanto antes é super importante para que ele inicie o tratamento com medicamentos e até com uma ração renal para gatos.

Veja abaixo alguns sinais de doenças renais nos felinos:

1) Gato com problema renal vai apresentar mudanças no apetite

Se o seu gato está comendo menos que o normal, está mais seletivo com a ração ou simplesmente dispensa as refeições, é hora de fazer um check-up. A mudança de apetite é um sinal de problemas renais. Além disso, é muito comum que o gatinho com os rins prejudicados tenha um emagrecimento aparente.

2) Aumento da sede é sinal de alguma doença nos rins

Naturalmente, os gatos bebem uma quantidade muito menor de água comparados aos cães, por exemplo. É por isso que a forma mais eficaz de prevenir os problemas renais é fazer com que seu gato to se hidrate mais no dia a dia, espalhando pela casa mais potinhos de água e até investindo em uma fonte para gatos. Mas se o seu bichano passar a beber mais água que o normal de uma hora para outra isso pode ser um indício de problemas renais ou diabetes. Fique de olho!

Brinquedos para gatos: faça o quiz e descubra qual o tipo preferido do

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Você passou um tempo fora de casa e quando voltou seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato costuma te acordar?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato reage ao ver uma caixa de papelão?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual dessas definições mais combina com a personalidade do seu gato?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se seu gato fosse humano, qual desses comportamentos ele mais teria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual desses brinquedos reciclados seu gatinho mais adoraria?

Question Header Background

O arranhador é o brinquedo ideal para seu felino! Seu gato faz a festa com brinquedos que “não são” brinquedos! Seu bichano é apaixonado pelos brinquedos clássicos!
    Gato bebendo muita água pode indicar alguma alteração no funcionamento dos rins
    Gato bebendo muita água pode indicar alguma alteração no funcionamento dos rins

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    3) Problema renal em gatos aumenta ou diminui a frequência do xixi

    As alterações na urina do seu gatinho também pode indicar alguma doença renal. Os gatos com esse tipo de problema passam a usar a caixa de areia com mais frequência e é comum até que façam xixi fora do lugar. Você também pode observar a urina com uma coloração mais escura e até com a presença de sangue - nesse caso, fica mais claro ainda que ele não está bem. Por outro lado, se o seu gatinho não está fazendo fazendo xixi de forma alguma também é hora de visitar o veterinário imediatamente.

    4) Fique de olho no comportamento do gato!

    Além de todos os sinais mencionados acima, o seu gatinho pode ter mudanças de comportamento por conta da dor e desconforto que esses problemas geram no organismo. O animal pode ficar mais apático, recluso e até agressivo. A vocalização também pode ser mais comum, já que o gatinho tentará de todas as formas chamar a sua atenção.

    Redação: Luana Lopes

    Seu gato vomita com frequência? Entenda o que pode ser e se está na hora de levá-lo no veterinário

    Próxima matéria

    Seu gato vomita com frequência? Entenda o que pode ser e se está na hora de levá-lo no veterinário

    Gato renal: 5 sinais de que seu bichano pode estar com problema nos rins
    Saúde

    Gato renal: 5 sinais de que seu bichano pode estar com problema nos rins

    A doença renal em gatos é uma preocupação constante entre os gateiros. Infelizmente os problemas nos rins são comuns nos felinos. A causa geralmente está ligada ao próprio organismo da espécie, que possui uma pequena quantidade de néfrons nos rins - que são estruturas que filtram as impurezas do sangue. Outro fator que costuma influenciar esse tipo de problema nos bichanos é a alimentação inadequada e o baixo consumo de água. 

    Gato obeso: quando o aumento de peso indica um problema mais sério?
    Saúde

    Gato obeso: quando o aumento de peso indica um problema mais sério?

    Os felinos já são animais considerados muito fofinhos. Se eles estão mais gordinhos, então, não há quem resista àquele charme. Mas, um gato obeso pode apresentar sérios problemas de saúde. Afinal, não é de sua natureza (e do biotipo) que estejam acima do peso. Até mesmo os gatos gigantes devem ter um peso compatível com seu tamanho para se manter saudável. Quer entender melhor os riscos que gatos obesos sofrem? Nós conversamos com a veterinária Madelon Chicre: ela explicou todos os problemas que podem vir com a obesidade e o que fazer caso o seu gatinho esteja com excesso de peso. Chega mais!

    Vai se mudar de casa? Veja algumas dicas para adaptar seu gato ao novo ambiente!
    Comportamento

    Vai se mudar de casa? Veja algumas dicas para adaptar seu gato ao novo ambiente!

    Gatos são conhecidos pela independência e instinto territorialista, mas a verdade é que os felinos também são muito apegados aos seus pertences. Casa, brinquedos, caminha, móveis e humanos, tudo entra nessa lista. Se o seu gato costuma ter um lugar preferido para dormir ou ama ficar na janela observando o movimento da rua, saiba que qualquer mudança na rotina pode deixá-lo estressado, ansioso e até doente.

    Como saber se o gato está nervoso?
    Comportamento

    Como saber se o gato está nervoso?

    Gatos são animais muito observadores, mas que podem ficar ariscos e nervosos quando há algo estranho no ambiente. Um barulho de lata, colocar um objeto novo de decoração na sala, mudar algum móvel de lugar já são motivos para deixar o gato desconfortável, já que o felino não curte quando as coisas saem da rotina. Você já deve ter percebido que eles são extremamente metódicos, né? Para te ajudar a identificar quando o gato está nervoso, vamos listar algumas atitudes típicas do bichinho e dicas de como ajudar a acalmá-lo!

    Ver Todas >

    Como prevenir a giárdia em gatos?
    Saúde animal

    Como prevenir a giárdia em gatos?

    A giárdia em gatos é uma zoonose de rápida contaminação que pode afetar os bichanos. Essa doença ataca o sistema digestivo do gato e pode atingir também humanos, cachorros e outros animais. Ao contrair a giárdia, gatos passam a ter sintomas como diarreia e vômito, o que causa grande desconforto. Porém, a giárdia em gatos pode ser evitada ao seguir algumas medidas muito fáceis de serem cumpridas no dia a dia. 

    Quantos filhotes um cachorro pode ter?
    Saúde animal

    Quantos filhotes um cachorro pode ter?

    Você sabe quantos filhotes um cachorro pode ter? O número varia de acordo com as condições de saúde da cadela, mas também deve-se levar em consideração o porte e a idade do animal. Além disso, quando é a primeira gestação da cachorrinha, o número também costuma ser reduzido e os filhotes geralmente têm características diferentes dos irmãozinhos de outras ninhadas. 

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?
    Saúde animal

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Os animais de estimação necessitam de cuidados especiais em todas as fases da vida, e com o gato idoso não é diferente. Por isso, é muito importante saber quais doenças podem atingir um gato velho e conseguir identificar os sinais da terceira idade felina. Afinal de contas, entender algumas características específicas dessa fase são essenciais para aprender a como cuidar de gato idoso. 

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação
    Saúde animal

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação

    Você já se perguntou se o seu cachorro tem depressão? Ou se o seu gato que mudou de comportamento, na verdade está com um transtorno ligado ao estresse? Muitos tutores nem imaginam, mas cachorro ou gato com depressão não é um quadro tão difícil de ocorrer. A saúde mental é um assunto em evidência, principalmente nas campanhas do setembro amarelo. Mas assim como cães e gatos podem ajudar quem tem depressão, eles também podem ser afetados pela doença.

    Ver Todas >