Adestramento

Como gastar energia do cachorro? Veja em infográfico 5 dicas para fazer seu pet se movimentar mais

Os cães são conhecidos pelo alto nível de energia. A maioria deles está sempre pronto para brincar, correr pela casa ou fazer um passeio - basta falar aquelas palavrinhas mágicas. Embora algumas raças sejam mais ativas do que outras, uma coisa é certa: todo cãozinho precisa de algumas horinhas do dia para liberar toda a energia acumulada. Seja com passeios, práticas esportivas ou aprendendo novos truques, o importante mesmo é fazer o cachorro se movimentar.

Esse é um jeito de cuidar não apenas da saúde física do animal, como também da sua saúde mental, já que esses estímulos deixam o doguinho mais alegre e livre do estresse e ansiedade. Não sabe o que fazer para gastar a energia do seu cãozinho? O Patas da Casa preparou um infográfico com algumas opções de brincadeiras para cachorro e outras atividades para gastar a energia do seu pet.

Brincadeiras para cachorro: veja as principais formas de deixar seu pet ativo
Brincadeiras para cachorro: veja as principais formas de deixar seu pet ativo

Mais Lidas

Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
Comportamento animal

Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
Comportamento animal

Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
Comportamento animal

Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
Comportamento animal

Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

1) Passear com cachorro: os passeios estimulam muitas sensações no pet

Passear com o cachorro é muito importante por diferentes motivos. Além de ser algo que ajuda o cãozinho a liberar energia, é uma atividade física que previne a obesidade canina e evita que o animal se sinta estressado e frustrado dentro de casa. O contato com o mundo exterior também é uma experiência fundamental para aflorar os instintos do seu amigo de quatro patas e incentivá-lo a conhecer novos lugares, animais e pessoas. 

Muitos cães gostam de utilizar esse momento para fazer suas necessidades, o que é outro ponto positivo. Mas lembre-se: o tempo de duração dos passeios vai depender de uma série de fatores, como a raça, idade e o nível de energia do seu bichinho. Para cães menos ativos, passeios de cerca de 20 minutos são o suficiente para cansá-los, enquanto cães mais atléticos e energéticos podem precisar de passeios de até 1 hora por dia.

2) Como socializar cachorros? Conviver com outros animais é uma forma de gastar energia do pet

A socialização é um processo necessário para que os cães sejam capazes de conviver em harmonia com outros animais e diferentes tipos de pessoas. Mas você sabia que isso também é algo que contribui para gastar a energia dos doguinhos? A lógica é bem simples: quando o cachorro tem facilidade em fazer novas amizades, ele passa mais tempo brincando com outros cães, que se tornam seus “aumigos”. Você pode levá-lo a diferentes espaços que são próprios para isso, como o parcão ou uma creche para cachorro

3) Os brinquedos interativos para cachorro são ótimos para gastar a energia dentro de casa

Nem sempre você precisa sair com o seu pet para manter uma boa rotina de exercícios: algumas brincadeiras para cachorro funcionam muito bem dentro de casa. Para isso, é importante investir nos acessórios certos, e os brinquedos interativos para cachorro são uma excelente opção. A maioria deles possui um compartimento para guardar ração e petiscos, e o objetivo do cãozinho é descobrir como liberar o alimento para ser recompensado. Além de ser uma forma de distrair e deixar o cachorro bem entretido, esse tipo de brinquedo também trabalha a mente e estimula as habilidades cognitivas do animal. Ou seja, é pura diversão e aprendizado para os cães!

4) Truques para ensinar ao cachorro também são uma forma de deixá-lo ativo

Já se perguntou como ensinar truques para cachorro? Assim como os brinquedos interativos, essa é uma outra alternativa para quem deseja exercitar o peludinho sem sair de casa. E acredite, pode ser mais cansativo do que você imagina - mas é igualmente divertido, tanto para o tutor quanto para o cão. Alguns dos principais truques para ensinar ao cachorro são: dar a pata, sentar, deitar, rolar, girar, fingir de morto, ficar parado e rastejar. Esse tipo de adestramento pode ser feito tranquilamente pelo próprio tutor com a técnica do reforço positivo - isto é, recompensando o cãozinho sempre que ele fizer algo certo.

5) Brincadeiras para cachorro: esportes, como o agility canino, são super indicados

As práticas esportivas são super bem-vindas na rotina dos cachorros, especialmente daqueles que têm um porte mais atlético e não possuem problemas de articulação ou respiração. Dentre as diversas opções, podemos destacar o agility. Cães que são mais ágeis e têm facilidade para aprender comandos normalmente se dão muito bem com o esporte, já que a ideia é realizar um circuito com obstáculos e outros equipamentos seguindo as orientações do tutor ou adestrador.

Além do agility, cães também podem participar de outras atividades, como natação, corrida ou arremesso de frisbee. No caso das corridas, não se esqueça de comprar acessórios adequados para acompanhar o seu amigo. A coleira para correr com cachorro é a mais segura de todas, porque proporciona mais estabilidade durante os movimentos e minimiza os impactos de puxões.

Redação: Juliana Melo

Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

Próxima matéria

Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

Não pode passear com o cachorro na quarentena? Veja 6 dicas para gastar a energia do seu amigo em casa
Passeio

Não pode passear com o cachorro na quarentena? Veja 6 dicas para gastar a energia do seu amigo em casa

Em um período de quarentena, será que realmente vale a pena arriscar e passear com cachorro na rua? Desde que o novo coronavírus surgiu, as recomendações dos principais órgãos de saúde são para que a população evite ao máximo sair de casa. Entretanto, para quem tem um bichinho que está acostumado com os passeios diários, isso pode ser um problema. Mas e se a gente te dissesse que é totalmente possível resolver isso? Existem várias formas de fazer o seu doguinho gastar energia dentro de casa - ou até mesmo dentro do prédio - e, em tempos de quarentena, essa é a melhor maneira de garantir que tanto você quanto o seu pet vão estar seguros! Confira algumas dicas a seguir!

Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão
Adoção

Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão

Ter um cachorro em casa é uma experiência incrível para mães e pais de pet, mas os momentos de alegria vêm acompanhados de muitas responsabilidades… e gastos (muitos gastos). Ração, vacina, brinquedos, remédios e veterinário são os principais custos que você precisa ter frequentemente com o animal. É justamente por isso que, antes de comprar ou adotar um pet, é preciso pensar nos gastos que isso vai demandar - e que devem entrar no orçamento da família. Para te ajudar a bater o martelo e decidir se consegue ou não arcar com um amigo de quatro patas, montamos um guia completo com uma média dos gastos que você provavelmente terá. Chega mais!

Passear com cachorro: qual o tempo ideal para gastar a energia do cãozinho?
Passeio

Passear com cachorro: qual o tempo ideal para gastar a energia do cãozinho?

Passear com o cachorro é um dos momentos mais importantes da rotina de um pet. Além de ser uma atividade super propícia para estreitar os laços com o cãozinho com brincadeiras ao ar livre, também é uma forma de incentivá-lo a fazer novos aumigos e gastar toda a energia acumulada. Os passeios são excelentes aliados para manter a saúde física e mental do pet, mas será que você sabe qual é o tempo ideal para passear com cachorro?

Como dar banho em cachorro: 10 dicas para manter a higiene do seu pet em casa
Higiene

Como dar banho em cachorro: 10 dicas para manter a higiene do seu pet em casa

Manter o cachorro sempre limpo vai além da questão de deixar seu animal cheiroso, principalmente para quem dorme ou deixa o pet deitar na cama e no sofá. A higiene regular do seu cão impede o surgimento de parasitas e doenças de pele. Mas dar banho em cachorro em casa pode ser uma missão bastante trabalhosa! Com algumas dicas, você pode tirar de letra e ainda deixar seu bichinho limpo para colocar a pata onde quiser. Mesmo que tenha o hábito de levá-lo no pet shop, é bom saber o que fazer para situações de emergência ou até mesmo para economizar uma grana.

Ver Todas >

Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença
Comportamento animal

Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença

No mês do Setembro Amarelo, as campanhas sobre a prevenção do suicídio ganham um grande destaque. Cuidar da saúde mental é muito importante, e o acompanhamento de médicos e terapeutas são fundamentais para auxiliar no tratamento de depressão. O que poucas pessoas sabem é que, aliado a isso, ter um bichinho de estimação também faz toda a diferença na vida de pessoas que convivem com a doença.

Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano
Comportamento animal

Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano "rebaixado"

O gato Munchkin - carinhosamente apelidado de gato “salsicha” - é um dos felinos mais adoráveis que existem. Ele tem pernas curtinhas e um corpo alongado, o que faz com que muitas pessoas se refiram a ele como gato rebaixado ou gato anão. Mas além da aparência inusitada, o que será que esse bichano tem de tão especial? A convivência com o Munchkin com certeza é algo surpreendente.

5 coisas que o cachorro latindo pode significar
Comportamento animal

5 coisas que o cachorro latindo pode significar

O cachorro latindo é um comportamento mais comum dos que os tutores esperam. Afinal, como todos sabem, os latidos fazem parte da linguagem canina e são uma forma do seu amigo de quatro patas se expressar. Mas você sabia que existem vários tipos de latidos de cachorro, e cada um deles representa uma situação diferente? É importante ficar atento ao comportamento animal, mas também treinar o seu ouvido para conseguir decifrar o verdadeiro significado por trás de um cachorro latindo.

Como saber se o gato é fêmea?
Comportamento animal

Como saber se o gato é fêmea?

Os tutores de primeira viagem (e até mesmo alguns experientes) sempre ficam confusos na hora de descobrir se filhote de gato é fêmea ou macho. Afinal de contas, como descobrir o sexo do gato? O que é necessário observar para diferenciar um gatinho de uma gatinha? Embora essa seja uma missão um pouco difícil nas primeiras semanas de vida do bichano, basta observar alguns detalhes ara descobrir o sexo do gato.

Ver Todas >