Comportamento animal

Como é viver com um cão-guia? Veja o relato de uma pessoa com deficiência visual

Publicado - 01 Janeiro 2020 - 13h31

Atualizado - 23 Abril 2024 - 10h31

Auxiliar a vida de pessoas com deficiência visual é a missão do cão-guia. Treinado para agir em diversas situações, esse animal se torna os olhos do seu tutor. A preparação do cão-guia começa ainda nos primeiros meses de vida e seu “trabalho” segue até o início da velhice, quando se aposenta. Esses animais são inteligentes, dotados de doçura e capazes de ter uma ação rápida quando necessário. Mas, como é viver com um cão-guia? Para te responder, conversamos com a Camila Alves, que perdeu a visão na adolescência e hoje tem o suporte do Astor, seu amigo de quatro patas. Conheça essa história!

Cão-guia: como o Astor apareceu na vida da Camila?

A Camila é mineira e se mudou para o Rio de Janeiro depois de passar no vestibular. Ela nasceu com uma doença hereditária chamada retinose pigmentar, que provoca a perda da visão de forma progressiva - geralmente, se manifesta na infância ou adolescência. Camila perdeu a visão completamente quando tinha apenas 15 anos.

A escolha por ter um cão-guia teve um motivo: “eu quis um pela autonomia e liberdade que poderia me proporcionar.” O Astor é um cão-guia Labrador e tem algumas funções essenciais para ajudar na rotina de Camila: desviar de obstáculos baixos, médios e altos, garantir a segurança no deslocamento e encontrar locais essenciais, como entradas e saídas de prédios, cadeiras, balcão, pia e banheiro. O cãozinho também guia Camila ao metrô, trabalho e a própria casa. É, de fato, uma relação de muita confiança!

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Como é o treinamento de cão-guia?

O cão-guia não é um animal comercializado. Existem locais específicos que treinam e ensinam como os filhotes devem se comportar e agir em diversas situações. Até ficarem prontos, os cãezinhos vivem com famílias temporárias, que cuidam do animal até aproximadamente 1 ano de vida. Depois disso, eles passam pelo treinamento com um adestrador de cães e pode seguir para o novo dono. Os primeiros meses é de adaptação do peludo com a rotina da pessoa com deficiência visual que o adotou.

Camila adotou o Astor no Instituto Magnus , local onde ele foi treinado. “Ele é o meu segundo cão. A primeira estava para aposentar quando recebi o contato sobre a possibilidade de conhecê-lo. As pessoas que estão fazendo a reposição de seus cães, como era o meu caso, possuem prioridade nessa fila”, explica.

A raça de cão-guia mais comum é o Labrador, mas Pastor Alemão e Rottweiler também podem ser treinados para exercer essa função. Na verdade, o necessário para que o animal seja um cão-guia é ter alguns requisitos de comportamento, como não se distrair com estímulos externos, não ser agressivo, ter foco e facilidade para aprender, além de saber desviar de obstáculos com sagacidade.

 

Homem cego e seu cão-guia sentados em parque

 

Cão-guia precisa ter foco e não deve ser interrompido quando estiver em serviço

O cão-guia desperta curiosidade por onde passa, seja pela postura atenta ou mesmo pela fofura da raça. É quase inevitável a vontade de se aproximar e falar com ele. Fique atento: o cão-guia não pode ser distraído quando estiver trabalhando. Esses cachorros têm um propósito e não são apenas cães de companhia: eles precisam ter foco para auxiliar seus donos o tempo inteiro, já que rua e os locais públicos não são totalmente adaptados para pessoas com deficiência. “O cão-guia não é muito comum e preciso chamar a atenção, mas também é cansativo. É preciso falar muitas vezes por dia a mesma coisa, com muitas pessoas diferentes. É um trabalho educativo”, desabafa Camila.

De acordo com a legislação, o cão-guia pode acessar qualquer local público, mesmo aqueles que não se consideram “pet-friendly”. Infelizmente, a falta de conscientização e de divulgação sobre o assunto, acaba privando a pessoa com deficiência visual de ter acesso aos seus direitos básicos. Camila passou por isso inúmeras vezes: “já aconteceu e ainda acontece! Às vezes brigo, às vezes processo, às vezes deixo passar e às vezes choro! Essa é uma situação de discriminação muito grave. Tento entender as situações e as diferenças de gravidade entre cada uma delas.” A lei ainda prevê multa para estabelecimentos e motoristas que se recusem a transportar o tutor por causa do cachorro.

Redação: Júlia Cruz

Cachorro

Esse alimento barato e milagroso promete aumentar a imunidade do cachorro doente. O que especialistas dizem?

A alimentação de cachorro, seja à base de ração ou não, desempenha um papel fundamental na saúde e bem-estar dos animais de estimaçã...

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Comportamento

Vira-lata caramelo invade casamento e rouba a cena no momento da entrada da noiva

Os vira-latas têm um lugar especial no coração dos brasileiros. Quando o assunto é um vira-lata caramelo, então, há quem diga que es...

Cachorro

Esse alimento barato e milagroso promete aumentar a imunidade do cachorro doente. O que especialistas dizem?

A alimentação de cachorro, seja à base de ração ou não, desempenha um papel fundamental na saúde e bem-estar dos animais de estimaçã...

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Gato

As 8 raças de gatos mais brincalhonas e que não dispensam uma boa diversão

Há quem acredite que os felinos não são fãs de brincadeiras devido a natureza sutil e independente da espécie, mas essa afirmação nã...

Ver todas