Castração

Como é feita a castração de cachorro macho? Entenda o procedimento!

Saiba tudo sobre a castração de cachorro macho
Saiba tudo sobre a castração de cachorro macho

Alguns tutores podem se sentir inseguros em relação à castração, mesmo com a série de benefícios que resultam da cirurgia. Apesar de muito indicada, a castração de cachorro macho ou fêmea ainda é algo que gera muitas dúvidas. Além de ajudar a melhorar alguns comportamentos de seu cãozinho e prevenir doenças, a castração de macho também pode evitar a reprodução indesejada e garantir um menor número de cães abandonados e de rua. Separamos algumas informações sobre como funciona a castração de cachorro macho. Veja abaixo!

O que muda após a castração de macho?

A mudança, tanto comportamental como física, é normal após a castração de cachorro, sendo ele macho ou fêmea. Isso acontece porque a cirurgia envolve partes do corpo relacionadas à produção de hormônios. No caso dos cachorros machos, as mudanças se relacionam muito às características comportamentais, até porque a produção de testosterona diminui drasticamente após o procedimento. A castração de macho diminui principalmente comportamentos como a demarcação de território com xixi, agressividade com outros cães e o hábito de “sarrar” a perna das pessoas. Além de tudo isso, a castração de cachorro macho evita o tumor de próstata.

Como funciona a castração de cachorro macho?

No caso do cachorro macho, existem dois tipos de cirurgia que podem ser feitas para a castração. A mais comum é a mais indicada para reduzir os aspectos comportamentais mencionados e se chama orquiectomia. Esse procedimento se dá a partir da remoção dos dois testículos do cachorro. Para os tutores que não se sentem à vontade com o procedimento de remoção, existe a opção da vasectomia. Neste tipo de castração de macho, a cirurgia bloqueia a passagem dos espermatozoides. Ambos os procedimentos impedem a procriação.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O castração de macho impacta diretamente em características comportamentais do cachorro
    O castração de macho impacta diretamente em características comportamentais do cachorro

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Castração: macho e fêmea costumam se recuperar entre 7 e 12 dias após a operação

    Apesar de ser um procedimento comum, a castração é uma cirurgia que necessita de um período de recuperação pós-operatório. Esse momento costuma variar entre 7 e 12 dias tanto para os cachorros machos como fêmeas. Durante esse período é muito importante que seu doguinho tenha uma companhia humana por grande parte do dia. Você precisará limpar a ferida pelo menos uma vez ao dia, até a volta ao veterinário. O uso do colar elizabetano é recomendado por especialistas pelo menos nos primeiros cinco dias após o procedimento. Ele é usado para impedir que o animal fique lambendo ou coçando o local dos pontos.

    Tenha cuidado na hora de oferecer comida para o pet após a castração, pois caso ele coma muito de uma vez só é possível que o cão passe mal, especialmente nos primeiros dias depois da cirurgia. Evite também que seu cachorro corra, suba escadas ou pule demais logo após a realização da castração. Essas atividades podem causar dor ao dog e romper os pontos da cirurgia, o que irá causar desconforto e problemas. Ainda que seja muito comum, a castração ainda é um procedimento cirúrgico que envolve vários fatores técnicos, como a anestesia. Por isso, é importante que seja feita com um médico veterinário de confiança e que faça exames prévios no seu pet para minimizar as chances dele ter qualquer problema durante e após a cirurgia.

    Redação: Hyago Bandeira

    Mastite em gatos: saiba tudo sobre a doença que atinge as fêmeas

    Próxima matéria

    Mastite em gatos: saiba tudo sobre a doença que atinge as fêmeas

    Quanto custa uma castração de cachorro? Tire todas as dúvidas sobre valores do procedimento!
    Castração

    Quanto custa uma castração de cachorro? Tire todas as dúvidas sobre valores do procedimento!

    A castração de cachorro é um procedimento cirúrgico muito importante para a saúde e bem-estar de animais domésticos. Machos, fêmeas, adultos e filhotes podem passar pela cirurgia. Castrar um animal é sinônimo de cuidado e amor, pois é possível prevenir diversas doenças graves e ainda impacta no comportamento dos animais - evita fugas, reduz a agressividade e acaba com a marcação de território. Isso sem contar que a castração é a única forma de diminuir a quantidade de animais abandonados nas ruas.

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Castração de cachorra: entenda como é feita a cirurgia de esterilização em fêmeas
    Castração

    Castração de cachorra: entenda como é feita a cirurgia de esterilização em fêmeas

    A castração de cachorro é mais que um procedimento para evitar a gravidez indesejada. Nas fêmeas, por exemplo, a cirurgia está associada a muitos benefícios para a saúde, incluindo a prevenção de doenças como a piometra canina e o câncer de mamas. A castração em cachorra é bem diferente do procedimento feito nos cães machos. Apesar de ser um procedimento muito comum, ainda existem muitos mitos e desinformação sobre a cirurgia.

    Castração de cachorro: a partir de qual idade pode ser feita? Devo evitar que minha cadela entre no cio?
    Castração

    Castração de cachorro: a partir de qual idade pode ser feita? Devo evitar que minha cadela entre no cio?

    A castração de cachorro é um dos procedimentos cirúrgicos mais comuns e indicados para a manutenção da saúde de um animal. Tanto nos machos quanto nas fêmeas, ela ajuda a prevenir doenças graves e melhora a qualidade de vida de boa parte dos bichinhos. Ainda assim, é comum que os donos se perguntem se castrar cachorro é realmente necessário e se prejudica a vida do seu companheiro de alguma forma — afinal de contas, cadela castrada entra no cio? Por isso, o Patas da Casa resolveu tirar todas as suas dúvidas em relação à cirurgia. Dá uma olhada aqui embaixo!

    Ver Todas >

    Dermatite seborreica canina: entenda mais sobre o problema que atinge a pele dos cães
    Saúde animal

    Dermatite seborreica canina: entenda mais sobre o problema que atinge a pele dos cães

    A pele dos cães é mais sensível e frágil do que parece. A dermatite seborreica em cachorro - também conhecida apenas como seborreia canina - é um problema de pele bastante comum nos nossos amigos de quatro patas. A doença em si não representa nenhuma ameaça à saúde do cachorro, mas a falta de tratamento adequado pode levar à progressão do quadro, o que, consequentemente, pode desencadear situações mais graves. 

    Como secar o leite da gatinha? Veterinária dá dicas para fazer do jeito correto
    Saúde animal

    Como secar o leite da gatinha? Veterinária dá dicas para fazer do jeito correto

    As primeiras semanas do filhote de gato são extremamente importantes para o desenvolvimento do animal. A amamentação felina é um dos principais passos para que o filhotinho receba os nutrientes necessários para crescer saudável e forte, já que o leite materno fortalece o sistema imunológico. No entanto, entre a sétima e oitava semana de vida dos filhotes de gato, a produção de leite da mãe gata deve parar. Caso contrário, uma complicação comum é quando a gata fica com leite empedrado.

    Quais as características da panleucopenia felina que merecem atenção?
    Saúde animal

    Quais as características da panleucopenia felina que merecem atenção?

    A panleucopenia felina, que também é chamada incorretamente de cinomose em gatos, é uma doença viral extremamente contagiosa que tem o parvovírus felino como agente causador. A doença pode ser fatal em gatinhos jovens, com menos de 1 ano e que não foram vacinados. Por isso, é muito importante manter a vacinação de seu pet em dia. 

    Alopécia canina: saiba mais sobre a queda de pelos em Dachshunds
    Saúde animal

    Alopécia canina: saiba mais sobre a queda de pelos em Dachshunds

    O Dachshund, popularmente conhecido como o cachorro salsicha, é uma raça que está presente em vários lares brasileiros e ao redor do mundo. São cães alegres, divertidos e que melhoram a energia de qualquer lugar. No entanto, quem tem um cachorro dessa raça deve ficar atento a alguns problemas de saúde que são bastante comuns, como a alopecia canina. 

    Ver Todas >