Comportamento

Como deixar seu gato feliz? Veja em infográfico os principais cuidados que você deve ter com seu bichano

Os gateiros sabem muito bem que a convivência com um felino é tranquila e sem muitas surpresas. Apesar de serem muito exigentes em alguns aspectos, como a alimentação, o gato demanda poucos cuidados no dia a dia. Mas são justamente essas coisas que ajudam a manter a saúde e bem-estar do animal. Para deixar seu gato feliz, algumas responsabilidades são essenciais. E vale tudo para proporcionar mais qualidade de vida para um amor de quatro patas, né?! Pensando nisso, elaboramos um infográfico para que você entenda, de uma vez por todas, quais cuidados são indispensáveis para ter um gato feliz em casa!

Não é difícil deixar o seu gato feliz!
Não é difícil deixar o seu gato feliz!

Mais Lidas

Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
Comportamento animal

Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
Comportamento animal

Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
Comportamento animal

Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
Comportamento animal

As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

Comportamento do gato: felinos precisam de estímulos físicos e mentais

O comportamento felino é cheio de particularidades, como uma linguagem corporal riquíssima. No dia a dia, porém, os bichanos precisam ter seus instintos naturais estimulados. Mesmo vivendo em ambientes domésticos, os gatos carregam alguns hábitos dos seus ancestrais. Isso explica, por exemplo, o ato de arranhar superfícies para demarcar território ou mesmo aparar as unhas. Por isso, a dica primordial para os gateiros é espalhar muitos arranhadores pela casa - até mesmo porque o animal não vai se intimidar de arranhar o sofá ou colchões.

As brincadeiras para gatos, sobretudo aquelas que encorajam a caça a algum objeto, também são importantes na rotina. Bolinhas, ratinhos, varinhas… vale tudo para estimular esse instinto natural dos felinos e, de quebra, estreitar os laços com o animal. Outra coisa que os gatos não deixam de lado são os cochilos: um bichano dorme de 12 a 16 horas por dia, entre sonos rápidos e aqueles mais profundos. É essencial que ele tenha lugares estratégicos na casa para tirar uma sonequinha, como caminhas, almofadas, redes de cadeira e até mesmo uma cama de janela (já que os gatos amam tomar um banho de sol).

Cortar unha do gato, escovar pelo… alguns cuidados são indispensáveis para o bem-estar do animal

Nem tudo é festa! A rotina de um gato requer alguns cuidados importantes para que ele tenha mais qualidade de vida. Isso inclui cortar as unhas do gato, para evitar que ele se machuque ou mesmo que a unha fique presa nos lugares. A escovação do pelo também deve ser frequente: o hábito evita os fios espalhados por toda a casa e ainda previne as bolas de pelo, que podem ser bem prejudiciais para a saúde do animal. Aproveite esses momentos para acariciar bastante o gato. Sim, os carinhos também estão na lista de coisas que deixam o gato feliz - por isso, nunca negue um carinho para o bichano.

Cuidar de gato requer responsabilidades!

Assim como qualquer vida que depende de você, o gato merece o melhor sempre. A adoção de um felino vem acompanhada de algumas responsabilidades essenciais. A alimentação do gato, por exemplo, precisa do seu cuidado: além de serem exigentes, os gatos não gostam de comida velha no pote. Portanto, estabeleça uma rotina para repor os grãos do comedouro. E ah, não se esqueça do bom e velho sachê: todo gato ama!

Outra coisa que precisa muito da sua atenção é com a hidratação do gato. É normal que os felinos não bebam a quantidade de água necessária para o funcionamento do organismo. Além da falta de hábito, outros fatores podem influenciar isso, como água suja ou preguiça mesmo de ir até o bebedouro. É fundamental trocar a água do gato pelo menos duas vezes por dia. Uma dica para incentivar a hidratação é espalhar vários bebedouros pela casa e ter uma fonte de água, já que os gatos preferem água corrente.

Por último, e não menos importante, a caixa de areia do gato precisa estar sempre limpa. Os felinos são muito higiênicos e podem se recusar a usar o local se a caixinha estiver suja - e acabar fazendo xixi e cocô no lugar errado.

Redação: Luana Lopes

5 dicas para educar um cachorro desobediente

Próxima matéria

5 dicas para educar um cachorro desobediente

Gata prenha: quais os principais cuidados que você deve ter durante e depois da gestação?
Saúde

Gata prenha: quais os principais cuidados que você deve ter durante e depois da gestação?

Com uma gestação de gato à vista, é fundamental que o tutor tome alguns cuidados para que a gravidez da felina transcorra da melhor maneira possível. Mesmo que os gatos sejam animais autossuficientes na maioria dos casos, há diversas tarefas simples, mas essenciais, que você pode fazer para deixar a gata prenha confortável, feliz e tranquila. Após dar à luz, a mamãe e seus gatinhos recém-nascidos continuam precisando de atenção, especialmente se algo fora da normalidade ocorrer e você precisar ligar para o veterinário. Se sua gata está esperando uma ninhada, não se preocupe! O Patas da Casa reuniu as informações necessárias para que você prepare a futura mamãe para a chegada dos filhotes, além de dicas pós-parto. Confira!

Gato idoso: tudo que você precisa saber sobre saúde, cuidados, alimentação e mudanças de comportamento
Idoso

Gato idoso: tudo que você precisa saber sobre saúde, cuidados, alimentação e mudanças de comportamento

Com uma média de 16 anos de expectativa de vida, o gato idoso precisa de alguns cuidados específicos para uma velhice tranquila. A fase de vida requer algumas mudanças alimentação do gato, exercícios físicos, brincadeiras e cuidados básicos. A idade mais avançada ainda requer mais visitas ao veterinário, já que o bichano mais velhinho está propenso a desenvolver alguns problemas de saúde, como a Síndrome da Disfunção Cognitiva.

Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
Raças

Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
Raças

Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

Ver Todas >

Quer ter um cachorro surfista? Saiba como iniciar, os cuidados que deve ter e acessórios indispensáveis
Comportamento animal

Quer ter um cachorro surfista? Saiba como iniciar, os cuidados que deve ter e acessórios indispensáveis

Existem cachorros que amam nadar e brincar na água, então qualquer passeio em trilhas com cachoeiras, praias ou mesmo uma piscina vira uma grande festa. Mas você sabia que existe cachorro que surfa? Os esportes com cachorro são uma ótima forma de estreitar laços entre o tutor e o animal e o surf é uma modalidade que pode fazer muito bem ao animal. Sem falar que os cachorros surfistas chamam atenção pela fofura e habilidade na prancha.

Por que os gatos
Comportamento animal

Por que os gatos "mamam" no cobertor? Descubra se o comportamento é prejudicial ou não

Não é difícil encontrar um gato que tenha a mania de ficar mordendo o cobertor, como se estivesse se alimentando da mamãe gata (e os cães também podem apresentar o mesmo comportamento). Um gato mordendo cobertor pode ser considerado um momento muito fofo para alguns gateiros, mas outros tutores podem se perguntar se esse comportamento do felino é prejudicial ou revela alguma vulnerabilidade do bichano. 

Como ganhar a confiança de um cachorro? Veja dicas para se aproximar de cães desconhecidos
Comportamento animal

Como ganhar a confiança de um cachorro? Veja dicas para se aproximar de cães desconhecidos

Adotar um cachorro é sempre um desafio tanto para os humanos, que precisam adaptar a casa para receber o novo hóspede, quanto para o cãozinho, que ainda precisa de um tempo para se acostumar com o ambiente e com sua nova família. No caso de cães abandonados e que foram resgatados por ONGs ou outras instituições, ganhar a confiança do doguinho nem sempre é uma tarefa fácil - principalmente se tratando de um cachorro medroso ou traumatizado. 

Cachorro castrado fica mais calmo? Veja as diferenças de comportamento antes e depois da cirurgia
Comportamento animal

Cachorro castrado fica mais calmo? Veja as diferenças de comportamento antes e depois da cirurgia

A castração de cachorro é muito indicada pelos profissionais da medicina veterinária. Entretanto, muitos tutores ainda sentem muito receio de realizar a cirurgia pelas mudanças de comportamento do cachorro castrado. Não é mito que algumas mudanças comportamentais ocorrem após a castração, tanto para machos quanto para fêmeas. Mas afinal, o que muda no cachorro castrado?

Ver Todas >