Cuidados

Como dar remédio para cachorro? Veja algumas dicas!

Dar remédio para cachorro pode ser uma situação bem difícil. Saiba como fazer isso!
Dar remédio para cachorro pode ser uma situação bem difícil. Saiba como fazer isso!

Só quem tem um cãozinho sabe como pode ser difícil a hora de dar um comprimido para carrapato em cachorro. Aliás, geralmente é complicado de dar qualquer tipo de remédio para os peludinhos, né? Não é à toa que uma das formas mais comuns de fazer isso é misturando o medicamento com a ração úmida. Mas sabia que existem outras formas de aprender como dar comprimido a cachorro? E não só em formato de cápsulas: remédios líquidos também entram na lista. Para te ajudar nessa missão, o Patas da Casa separou algumas dicas que podem ser muito úteis nessas horas. Veja só!

Não sabe como dar remédio para cachorro? O primeiro passo é oferecer, mas sem forçar a barra!

Se você ainda não sabe como dar remédio de verme para cachorro ou qualquer outro medicamento em forma de cápsulas, é preciso ter calma. A primeira tentativa deve acontecer de forma natural, com o tutor simplesmente oferecendo o comprimido e observando como o animal vai reagir diante da situação. Por incrível que pareça, alguns cães tendem a aceitar o remédio nesse primeiro momento por causa da curiosidade. Eles pensam que pode ser um petisco ou alguma comida apetitosa, e resolvem experimentar por livre e espontânea vontade. No entanto, da segunda vez que o tutor oferece o mesmo remédio, ele pode recusar por não ter gostado da experiência. De qualquer forma, para não provocar uma situação traumática no animal, sempre tente oferecer antes de forçá-lo a tomar a medicação.

Como dar comprimido para cachorro: camuflar o remédio na comida é uma opção

Uma das técnicas mais utilizadas pelos tutores é dar o remédio junto com a comida do cachorro. Isso não é à toa: o método realmente costuma funcionar muito bem. Como os cães são conhecidos por serem comilões, na hora da refeição eles não pensam duas vezes antes de abocanhar os alimentos. Então, ao misturar o comprimido com a ração de cachorro, os doguinhos dificilmente percebem que estão ingerindo o remédio também. Geralmente, é mais fácil de camuflar com ração úmida (ou patê), mas nada impede que você faça isso com a ração seca. Só lembre-se de não deixar o comprimido à vista, ou o cachorro pode encontrá-lo com facilidade e se recusar a comer.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Uma das formas como dar comprimido para cachorro é misturando com a comida
    Uma das formas como dar comprimido para cachorro é misturando com a comida

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Pode amassar o comprimido para dar ao cachorro?

    Essa é uma dúvida bastante comum, e a resposta é: depende. Na maioria dos casos, é possível sim cortar ou amassar o comprimido sem que ele perca as propriedades medicinais. No entanto, o tutor precisa ficar bem atento às indicações da bula e, caso ainda restem dúvidas, vale a pena perguntar para o médico veterinário se o remédio pode passar por esses processos. Se ele liberar, é simples: com as cápsulas amassadas ou cortadas, o tutor consegue esconder o remédio com muito mais facilidade na ração do cachorro. Assim, além do cãozinho não conseguir visualizar o comprimido, ele também quase não percebe a presença da medicação na sua alimentação.

    Nada funcionou? Veja como dar comprimido para cachorro de outra forma

    Se ainda assim você estiver com problemas para dar o remédio para cachorro, não tem jeito: vai precisar dar uma forçadinha para que ele não fique sem tomá-lo. Nesse caso, o ideal é ter a ajuda de alguém na hora de segurá-lo. Assim, uma pessoa fica encarregada de manter o animal parado e abrir a boca dele, enquanto a outra fica com a tarefa de colocar o comprimido na garganta do animal. Mas é importante ter atenção: o medicamento não pode ser deixado muito na frente nem nos cantos, ou o cãozinho pode acabar cuspindo. Depois de ter posicionado o comprimido no lugar certo, é só fechar a boca do cachorro e esperar ele engolir. Em seguida, vale oferecer um pouquinho de água para facilitar a ingestão.

    Aprenda também como dar remédio líquido para cachorro

    No geral, os remédios em forma de comprimido e cápsulas costumam ser mais fáceis de serem dados para os cães porque podem ser misturados nos alimentos ou amassados, como já foi dito. Mas quando o assunto é como dar remédio líquido para cachorro, isso tende a ser mais complicado, porque não tem como “disfarçar” a medicação. Sendo assim, o mais recomendado é segurar o cachorro - com cuidado para não machucá-lo - e usar uma seringa para aplicar o líquido na boca do animal. O ideal é que a ferramenta com o remédio seja posicionada na lateral da boca do cão e, em seguida, o tutor deve se assegurar de manter a região fechada para evitar que o cachorro cuspa o medicamento fora. 

    Redação: Juliana Melo

    Gato obeso: como saber se o seu pet está acima do peso?

    Próxima matéria

    Gato obeso: como saber se o seu pet está acima do peso?

    Como dar remédio para gato sem deixá-lo muito agitado? Veja algumas dicas para não errar!
    Cuidados

    Como dar remédio para gato sem deixá-lo muito agitado? Veja algumas dicas para não errar!

    Para muitos tutores, descobrir como dar remédio para gato pode ser um desafio e tanto. Enquanto alguns animais têm mais facilidade para aceitar a medicação, outros podem apresentar sinais de estresse e agitação na hora de tomar a cápsula ou comprimido. A verdade é que não há uma técnica ideal que funcione para todos os gatos. Você deve testar diversos recursos até conseguir encontrar uma maneira eficaz de administrar o medicamento para o seu bichinho. Pode ser um processo frustrante de tentativa e erro, mas eventualmente você encontrará um sistema viável, que pode envolver comida ou não.

    Como dar banho em cachorro: 10 dicas para manter a higiene do seu pet em casa
    Higiene

    Como dar banho em cachorro: 10 dicas para manter a higiene do seu pet em casa

    Manter o cachorro sempre limpo vai além da questão de deixar seu animal cheiroso, principalmente para quem dorme ou deixa o pet deitar na cama e no sofá. A higiene regular do seu cão impede o surgimento de parasitas e doenças de pele. Mas dar banho em cachorro em casa pode ser uma missão bastante trabalhosa! Com algumas dicas, você pode tirar de letra e ainda deixar seu bichinho limpo para colocar a pata onde quiser. Mesmo que tenha o hábito de levá-lo no pet shop, é bom saber o que fazer para situações de emergência ou até mesmo para economizar uma grana.

    Como dar banho em filhote de cachorro? Veja algumas dicas!
    Filhotes

    Como dar banho em filhote de cachorro? Veja algumas dicas!

    Saber se pode dar banho em filhote de cachorro é uma questão que todo pai ou mãe recente de pet se questiona, ainda mais nos primeiros dias de vida do doguinho. Afinal, todo cuidado é pouco com o seu novo companheiro de quatro patas, não é mesmo? Se você está passando por uma situação como essa ou pretende adotar um filhotinho e não sabe os cuidados necessários na hora de limpá-lo, não precisa se preocupar. Nós vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre como dar banho em filhote de cachorro, com direito até a algumas dicas que podem ser bastante úteis nesse momento.

    Como fazer o cachorro dormir a noite toda? Veja algumas dicas para colocar em prática!
    Cuidados

    Como fazer o cachorro dormir a noite toda? Veja algumas dicas para colocar em prática!

    Uma dúvida que acomete vários tutores (principalmente os pais de pet de primeira viagem) é como fazer o cachorro dormir a noite toda. Muitas vezes essa parece ser uma missão impossível, ainda mais quando o cãozinho tem energia de sobra ou é um filhote que chora quando fica sozinho. Mas nem tudo está perdido: existem algumas técnicas que são ótimas para melhorar a qualidade de sono dos pets e também servem para combater a insônia. 

    Ver Todas >

    Lúpus canino: como a doença autoimune em cães se desenvolve e quais as raças mais afetadas?
    Saúde animal

    Lúpus canino: como a doença autoimune em cães se desenvolve e quais as raças mais afetadas?

    Uma doença conhecida entre os humanos que também atinge os nossos amigos de quatro patas é o lúpus em cachorro. Essa doença autoimune em cães acontece quando células saudáveis do organismo atacam a si mesmas, deixando o sistema imunológico canino fragilizado e propenso a contrair diversos problemas de saúde. O lúpus canino não é muito conhecido e nem sempre é fácil detectar os sintomas clínicos.

    Sarcoma de aplicação em felinos: veterinária tira todas as dúvidas sobre esse tipo de tumor em gatos
    Saúde animal

    Sarcoma de aplicação em felinos: veterinária tira todas as dúvidas sobre esse tipo de tumor em gatos

    O sarcoma de aplicação em felinos é um tipo de tumor de pele bastante preocupante e que precisa de muita atenção. Embora não se saiba ao certo qual a causa do problema, o sarcoma de aplicação pode afetar significativamente a saúde do gato e por isso é importante observar qualquer alteração no corpo do animal, especialmente se houver reações inflamatórias em forma de nódulos.

    Bexiga do gato: tudo que você precisa saber sobre o trato urinário inferior dos felinos
    Saúde animal

    Bexiga do gato: tudo que você precisa saber sobre o trato urinário inferior dos felinos

    A infecção urinária em gatos é um problema muito comum. A bexiga do gato é um dos órgãos mais atingidos por infecções que são capazes de debilitar todo o sistema excretor. Esse órgão com habilidade de expandir seu tamanho é fundamental no bom funcionamento do organismo de um gato, sendo um dos principais responsáveis pela eliminação da urina. Mas você sabe onde fica a bexiga do gato? Ou qual é sua função? E você tem ideia de que doenças mais afetam essa região?

    Síndrome de Wobbler: entenda mais sobre a doença que afeta raças de cachorros grandes
    Saúde animal

    Síndrome de Wobbler: entenda mais sobre a doença que afeta raças de cachorros grandes

    A síndrome de wobbler é uma doença que afeta principalmente raças de cachorro de grande porte. Ela atinge as vértebras e a medula espinhal do cachorro, desencadeando problemas neurológicos e de locomoção. O tratamento precisa ser o mais rápido possível, pois a síndrome de wobbler pode avançar para estágios mais graves e trazer consequências sérias ao animal. .

    Ver Todas >