Pulga

Coleira antipulgas: vale a pena apostar no tratamento para o seu cachorro?

As coleiras antipulgas possuem duração variada e devem ser comprada de acordo com o tamanho do seu cachorro.
As coleiras antipulgas possuem duração variada e devem ser comprada de acordo com o tamanho do seu cachorro.

A infestação de pulgas, certamente, está entre os principais medos dos donos de cachorros que têm a vida social ativa. O contato com diferentes animais em hotéis, clubinhos, pet shops e parques pode ser ótimo para a socialização dos pets, mas também é o cenário perfeito para a transmissão das pulgas. Por isso, em vez de se preocupar apenas com como acabar com pulgas de cachorro depois que o seu amigo já estiver com o parasita, pode ser uma boa começar a pensar na prevenção — a coleira antipulgas, nesse caso, é uma das melhores opções. Ainda assim, muita gente se pergunta se o investimento vale a pena. Para ajudar a solucionar todas as dúvidas, reunimos aqui tudo o que você precisa saber e o depoimento de uma mãe de pet sobre o acessório. Dá uma olhada!

Como a coleira antipulgas funciona no corpo do animal?

Durante o tempo em que estiver em contato com o pelo do seu cachorro, a coleira antipulgas trabalha liberando uma substância que se espalha pelo corpo do animal a partir do pescoço e é tóxica para as pulgas. Mas você não precisa se preocupar: ela não oferece nenhum risco à saúde do animal que estiver usando ou de outros que convivam com ele. Em alguns casos, a mesma coleira também pode fazer efeito contra os carrapatos. Uma das principais vantagens de escolher a coleira antipulgas em vez das outras formas de prevenção é que ela oferece o efeito a longo prazo: o intervalo de tempo mínimo costuma ser de dois meses, mas algumas podem ser usadas por, até mesmo, oito meses sem precisar de troca. No momento da compra, basta que você fique atento a esse detalhe e adapte a necessidade do seu animal ao seu orçamento antes de tomar a decisão final, ok?

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Amora costuma ir em parques e usa coleira antipulgas para evitar pegar parasitas de outros cães
    Amora costuma ir em parques e usa coleira antipulgas para evitar pegar parasitas de outros cães

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Qual é a melhor forma de escolher a coleira antipulgas para o seu cachorro?

    Além do tempo ideal de uso, você vai precisar levar outros detalhes em consideração na hora de escolher a coleira para proteger seu amigo de uma infestação de pulga de cachorro. Uma das mais importantes é o porte do seu cachorro: cada modelo de coleira tem uma quantidade de inseticida suficiente para se espalhar pelo corpo do animal pelo tempo de uso proposto. Por isso, você vai precisar escolher a versão compatível com o seu cachorro para garantir o sucesso do tratamento. 

    Na hora de colocar a coleira no pescoço dele, ela deve ficar justa, mas não pode ser desconfortável: geralmente, uma folga de dois dedos é suficiente para não incomodar o animal. Mesmo comprando o tamanho ideal para o porte do seu cachorro, pode ser que a coleira seja grande demais e acabe sobrando um pedaço na ponta. É importante cortar esse excesso para que ele ou outro cachorro não corram o risco de mastigar e ingerir o inseticida. Inclusive, se você tem mais de um animal, deve ficar atento para descobrir se eles não estão lambendo o inseticida um no outro ao longo do uso, ok? Se eles têm o costume de brincar abocanhando o pescoço um do outro, pode ser necessário escolher outra forma de proteção: converse com o seu veterinário antes de se decidir. 

    Para a Amora, a coleira antipulgas foi a melhor escolha de proteção

    Super sociável, a Amora está acostumada a passear e sempre teve muito contato com outros animais na rua e no parcão. Por isso, Ana Heloísa, sua tutora, decidiu que a coleira era a opção mais eficaz de proteção contra pulgas para ela. Olha o que ela contou pra gente: “Testamos de duas marcas e gostei mais do resultado da coleira que dura até 8 meses. Ela é mais cara que as outras mas diluindo o custo por esse tanto de meses - por que ela realmente dura esse tanto de tempo na Amora -, acaba saindo barato”.

    Para Ana, outra vantagem da coleira é que, com ela, Amora não precisa tomar medicamentos por muito períodos de tempo prolongados: “Eu falo bem da coleira pra todo mundo que conheço porque além do custo, ela é prática, eficiente e não é uma medicação oral que pode intoxicar o fígado. Muita gente se preocupa se as coleiras antipulgas não são grudentas ou se têm cheiro forte. Não sei das outras mas não é o caso dessa. Ela é bem "sequinha", solta só um pouco de pó assim que você retira da embalagem, mas fora isso não se vê resíduos no pelo do cachorro”.

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Como aumentar a imunidade do gato?

    Próxima matéria

    Como aumentar a imunidade do gato?

    Ração de cachorro específica para raças: como funciona? Tem alguma diferença nutricional? Vale a pena?
    Ração

    Ração de cachorro específica para raças: como funciona? Tem alguma diferença nutricional? Vale a pena?

    Não importa se é um cachorro grande ou pequeno: todos os animais precisam se alimentar adequadamente, e é para isso que existem as rações. Fonte de nutrientes essenciais para manter a saúde do seu pet em dia, a ração de cachorro pode ser encontrada em diferentes versões (Standard, Premium e Super Premium) e normalmente é indicada para portes e fases da vida específicos. Contudo, ao longo dos últimos anos, a comercialização de produtos voltados para determinadas raças foi se tornando popular. 

    Banho seco para cachorro vale a pena? Saiba em que situações pode ser útil
    Higiene

    Banho seco para cachorro vale a pena? Saiba em que situações pode ser útil

    Dar banhos regularmente no seu cachorro é algo necessário para a manutenção da higiene do animal. Não tem nada melhor do que dar um abraço no seu amigo e sentir aquele cheirinho bom, não é mesmo? O problema é que quando chegam os dias de temperaturas mais baixas manter essa frequência em dia acaba sendo difícil porque, assim como os humanos, o cachorro também pode sentir frio. Nesses e em outros casos, muita gente tem apostado no banho a seco para cachorro. Você conhece essa opção? Dá uma olhada aqui embaixo e descubra como pode ser útil no dia a dia!

    Como acabar com pulgas de cachorro: um guia completo sobre tipos de remédios e coleiras antipulgas
    Pulga

    Como acabar com pulgas de cachorro: um guia completo sobre tipos de remédios e coleiras antipulgas

    Quem tem um cachorro sociável, que costuma frequentar lugares com outros animais, sabe que o cuidado com a higiene do animal é necessário não apenas por causa do conforto, mas também é uma questão de saúde. Em ambientes como esses, as infestações de insetos como o carrapato e a pulga de cachorro acontecem com a maior facilidade do mundo e, depois disso, cada dono vai ter que escolher a melhor maneira de lidar com o problema. Se você ainda não sabe como acabar com pulgas de cachorro na sua casa, descubra mais sobre as diferentes soluções para esse problema!

    Tatuagem de cachorro e gato: vale a pena eternizar seu amigo na pele? (+ galeria com 15 tatuagens reais)
    Histórias reais

    Tatuagem de cachorro e gato: vale a pena eternizar seu amigo na pele? (+ galeria com 15 tatuagens reais)

    Amar tanto alguma coisa a ponto de marcar aquilo na pele é algo que virou comum para quem tem a coragem de enfrentar as agulhas de um tatuador. Tem quem tatue flores, frases, trechos de músicas, nomes de pessoas amadas e, como não podia ser diferente, o rostinho dos próprios pets. Acertar no desenho da fisionomia de um animal é tão difícil quanto com os humanos, mas a gente encontrou uma pessoa que consegue: é a Beatriz Rezende (@beatrizrtattoo), tatuadora de São Paulo que é especializada em reproduzir fotografias de pets na pele dos clientes. A gente conversou com ela para saber um pouco mais sobre esse trabalho e para te ajudar a descobrir se, no fim das contas, vale a pena ou não eternizar a carinha do seu cachorro ou gato na pele (alerta de spoiler: vale, sim!). Ainda tem uma galeria com fotos reais de pessoas que homenagearam os bichinhos de estimação com tatuagens aí embaixo.   

    Ver Todas >

    Emergência veterinária: 5 situações com seu felino que precisam de atendimento imediato
    Saúde animal

    Emergência veterinária: 5 situações com seu felino que precisam de atendimento imediato

    Todo tutor de gato quer manter seu pet saudável e recebendo os melhores os cuidados possíveis. Situações de emergência veterinária, porém, podem acabar acontecendo e é preciso estar preparado para lidar com elas. Em alguns casos, como gato engasgado e gato envenenado, o atendimento imediato é essencial para salvar a vida do seu bichinho. Por isso, é importante saber quais cenários de emergência veterinária necessitam de um atendimento especializado urgente.

    Existe remédio caseiro para cachorro parar de comer fezes? Veja como lidar com a coprofagia
    Saúde animal

    Existe remédio caseiro para cachorro parar de comer fezes? Veja como lidar com a coprofagia

    Flagrar o cachorro comendo fezes é uma situação extremamente desagradável. A coprofagia canina é um problema mais frequente do que a gente imagina e pode ser muito prejudicial para a saúde do animal. Existem várias explicações por trás desse comportamento de cachorro, mas além de tentar entender os motivos disso acontecer, também é importante saber como conduzir a situação para evitar a ingestão de fezes pelo seu doguinho.

    Leishmaniose canina: quais os sintomas mais comuns e como identificar a doença?
    Saúde animal

    Leishmaniose canina: quais os sintomas mais comuns e como identificar a doença?

    A leishmaniose canina é uma doença parasitária grave que ataca o sistema imunológico dos cães. Ela é classificada como uma zoonose, ou seja, também pode atingir os humanos. Muitos órgãos e sistemas do corpo são afetados e, por isso, há uma variedade de sintomas da leishmaniose, o que dificulta o diagnóstico.

    Como é a saúde do gato Persa?
    Saúde animal

    Como é a saúde do gato Persa?

    O gato Persa é uma das raças mais populares que existe. O que não faltam são motivos para isso: o bichano é uma ótima companhia para todos os momentos, muito carinhoso e tem uma personalidade amigável. Por outro lado, antes de comprar ou adotar um gatinho desta raça, é fundamental conhecer um pouco mais sobre a saúde do gato Persa. 

    Ver Todas >