close
Saúde

Cistite canina: o que é e como se desenvolve?

Atualizado · 03 de maio de 2021 · 16h59

Publicado · 03/05/2021 · 15h09

Cistite canina: inflamação na bexiga pode fazer seu cachorro urinar muitas vezes e sentir dor
Cistite canina: inflamação na bexiga pode fazer seu cachorro urinar muitas vezes e sentir dor

A cistite canina é uma doença de cachorro mais comum do que se imagina. Muitas vezes, a condição pode demorar a ser percebida já que seus sintomas, como o cachorro fazer xixi no lugar errado e agitação, podem ser vistos apenas como desobediência. Para compreender melhor a cistite em cães, o Patas da Casa explica o que é, as causas do problema, quais os sintomas, como é feito o diagnóstico e qual é o melhor tratamento.

O que é cistite canina?

A cistite em cães se caracteriza pela inflamação da bexiga do cachorro, geralmente de origem bacteriana. O problema pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em fêmeas e idosos. As fêmeas possuem a uretra mais curta que os machos, por isso têm predisposição para desenvolver a cistite canina. Já os idosos têm o sistema imunológico mais fraco, o que os deixa mais suscetíveis a contrair a doença.

Afinal, cistite canina e infecção urinária em cachorro são a mesma coisa?

É muito comum que se faça essa confusão, mas a verdade é que são duas condições diferentes. A infecção do trato urinário (ITU) é um problema causada por algum agente infeccioso, que acomete todo o trato urinário. Já a cistite canina é uma inflamação que acontece na bexiga.

Como a cistite em cães se desenvolve?

A principal causa para a cistite em cachorro é bacteriana. A bactéria mais comum que provoca a cistite é a Escherichia coli. Outras bactérias menos comuns, como a Enterococcus spp, também podem provocar a doença.

A contaminação ocorre, geralmente, quando o cachorro se abaixa para urinar ou defecar - ou no caso das fêmeas, após o cio. A bactéria entra em contato com a pele da região anal, se espalhando pelo local. Então, o micro-organismo atravessa a uretra e chega até a bexiga, onde se aloja e começa a colonizar.

Além da contaminação bacteriana, alguns fatores levam à predisposição da cistite. Cachorro com diabetes possui alto nível de glicose no sangue, o que facilita a colonização das bactérias. Alguns medicamentos podem enfraquecer o sistema imunológico do cão. Além disso, tumores na bexiga, cálculos e quimioterapia também reduzem a imunidade canina, facilitando a contaminação.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Quanto mais cedo a cistite em cachorro é diagnosticada, mais rápido será o tratamento
    Quanto mais cedo a cistite em cachorro é diagnosticada, mais rápido será o tratamento

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Quais são os sintomas da cistite canina?

    O principal e mais perceptível sinal da cistite em cães é o aumento da frequência da micção. A bexiga é o órgão que armazena a urina, quando está inflamada, o espaço de armazenamento diminui, levando o cachorro a não conseguir segurar o xixi por muito tempo. Mas, ao mesmo tempo que a frequência aumenta, a quantidade diminui. Os sintomas mais comuns de cistite canina são:

    • Incontinência urinária, com aumento da frequência de micção

    • Dor ao urinar, muitas vezes acompanhado de choro

    • Hiperatividade e agitação

    • Mais sede que o normal

    • Pouca quantidade de urina por micção

    • Xixi com sangue

    • Fazer xixi no lugar errado

    O cachorro com cistite sente muito incômodo e dor, então ao apresentar esses sintomas, leve o animal ao veterinário para uma avaliação e diagnóstico correto.

    Como é feito o diagnóstico da cistite em cachorro?

    O veterinário deve coletar a urina do cachorro e levar para análise para confirmar se é cistite canina ou não. Também deve pedir um exame de sensibilidade, feito para definir o melhor tratamento. Em alguns casos, uma ultrassonografia pode ser solicitada para verificar se há a presença de cálculos na bexiga.

    Cistite em cães: tratamento costuma ser rápido e efetivo

    Para cistite em cães, o tratamento costuma ser feito com a administração de antibióticos. O veterinário, após o diagnóstico, indicará qual é o ideal para seu pet. Se a causa não for bacteriana, o tratamento pode ser diferente. Por isso é muito importante não automedicar o cãozinho, pois isso pode piorar a situação. Também é bom lembrar: em doenças que precisam do uso de antibiótico, o tratamento deve seguir as orientações à risca. Portanto, não interrompa antes do fim, mesmo que o cãozinho já comece a apresentar melhora. Normalmente o tratamento demora de sete a 15 dias e costuma ser efetivo, mesmo assim é importante que o cachorro passe por uma nova avaliação depois que terminar de tomar as medicações. 

    Tem como prevenir a cistite em cães?

    Manter a higiene do pet é uma forma de evitar a cistite canina. Outra questão importante é manter o local do banheiro do cachorro sempre limpo. Caso o cachorro só faça as necessidades na rua, o ideal é limpar a região do ânus com mais frequência para evitar a entrada de bactérias, principalmente em fêmeas. Além disso, beber muita água é essencial para evitar a desidratação, que favorece o aparecimento de infecções. Lembre-se também de sempre manter o calendário de vacinação em dia, pois previne não só a cistite canina como outras doenças.

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Próxima matéria

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!
    Carrapato

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!

    Os carrapatos são o pesadelo de qualquer dono de cachorro! Além de provocar coceiras, alergias e outros incômodos, o parasita também é responsável por transmitir doenças muito graves aos cães. Mesmo que seja algo relativamente comum entre os animais, o problema não deve ser subestimado pelos tutores. A doença do carrapato, como é popularmente conhecida, pode se manifestar de quatro maneiras diferentes, dependendo da espécie do parasita infectado. A Babesiose canina é uma das principais formas de manifestação da enfermidade. Por isso, preparamos um guia completo sobre tudo o que você precisa saber!

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral
    Saúde

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral

    Uma das doenças virais de cachorro mais sérias e comuns que existem, o vírus da parvovirose atinge, principalmente, animais que não foram imunizados contra este e outros vírus. Entre os principais sintomas da parvovirose, o vômito, a diarreia com sangue, e a desidratação podem ser destacados, ou seja: mesmo que o diagnóstico chegue bem cedo, o tratamento deve começar o quanto antes, já que a parvovirose pode ser fatal. Para esclarecer todas dúvidas sobre a parvovirose canina, nós conversamos com a veterinária Jackeline Ribeiro. Dá uma olhada no que ela contou!

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença
    Saúde

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença

    A leishmaniose canina é uma doença causada por um protozoário chamado Leishmania. Mesmo que seja comum em animais, a leishmaniose também pode ser transmitida para humanos e, nos dois casos, pode debilitar o organismo o suficiente para ser fatal. Para falar mais sobre a doença no cachorro e esclarecer dúvidas sobre o contágio, remédios, prevenção e tratamento para leishmaniose canina, nós conversamos com Ana Regina Torro, médica veterinária homeopata. Dá uma olhada!

    Otite canina: saiba mais sobre a doença que pode ser persistente
    Saúde

    Otite canina: saiba mais sobre a doença que pode ser persistente

    É quase impossível definir qual a parte mais fofa de um cão, mas com certeza as orelhas estão no topo dessa lista - seja pelo formato, tamanho ou pela habilidade de se movimentar em várias situações. Mas, as orelhas do cachorro também podem abrigar um problema que gera muito incômodo: a otite canina. A inflamação no ouvido pode ter causas variadas e costuma vir acompanhada de muita coceira, dores e até feridas.

    Ver Todas >

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!
    Saúde animal

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!

    Você já ouviu falar de cinomose em gatos? Muito se sabe sobre a cinomose em cães, doença altamente contagiosa e que traz diversas complicações à saúde do cachorro. Essa condição é temida por muitos tutores de cães, mas também tutores de gatinhos. Existe uma doença conhecida por “cinomose em gatos”, que parece ser exatamente igual à que atinge os cães. Porém, existem muitas dúvidas se esse termo é realmente o mais adequado para se referir a essa condição. Afinal, a cinomose pega em gato ou a doença acontece unicamente com cães? O Patas da Casa te explica tudo sobre a “cinomose em gatos”!

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina
    Saúde animal

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina

    Você já ouviu falar em doença do verme do coração? Se você é tutor de cachorro, é bom se preocupar com ela. A dirofilariose é uma doença muito perigosa, que pode afetar órgãos vitais dos cãezinhos e levá-los à morte. Diferente de outras doenças causadas por verminoses, o verme do coração é transmitido pela picada de mosquitos e, por isso, acaba sendo mais incidente no verão. Mas como identificar o verme no coração do cachorro? Dirofilariose tem cura? Como é feito o tratamento? E o mais importante: como manter o pet longe da doença? Descubra tudo sobre verme do coração em cães a seguir.

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato
    Saúde animal

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato

    Se você tem um bichinho de estimação, provavelmente já ouviu falar da coleira antipulgas para gatos. Essa é uma forma bem eficaz de proteger os pets contra pulgas, carrapatos e outros parasitas indesejados - e sim, é isso mesmo: quando se trata da coleira antipulgas, cachorro não é o único animal que pode se beneficiar. Embora a maioria dos felinos domésticos tenha menos chances de sofrer com infestações de parasitas, a coleira antipulga também pode ser usada pelos bichanos.

    Doença do carrapato é contagiosa?
    Saúde animal

    Doença do carrapato é contagiosa?

    A doença do carrapato é capaz de atacar todo o organismo do animal, o deixando frágil e debilitado. Por isso, é considerada uma das doenças mais graves que podem afetar um cão. Além da doença do carrapato em cachorro, existe a doença do carrapato em humanos, que causa sintomas parecidos e também é bastante grave. Entender a causa do problema é sempre a melhor maneira de evitar que ele apareça. Como o próprio nome sugere, a doença do carrapato é contagiosa por conta do aracnídeo. 

    Ver Todas >