Gato

Cardiomiopatia dilatada em gatos Maine Coon

Publicado - 14 Dezembro 2022 - 16h51

Atualizado - 27 Maio 2024 - 14h11

A cardiomiopatia dilatada em gatos é um dos diferentes problemas que podem atingir o coração dos felinos. O termo cardiomiopatia se refere a doenças que acometem o músculo do coração. Existem diferentes tipos de cardiomiopatias, como a cardiomiopatia hipertrófica felina, que causa o aumento no músculo do órgão e é a mais comum. Apesar de ser mais rara, a cardiomiopatia dilatada em gatos traz problemas muito sérios à saúde do animal.

A cardiomiopatia dilatada felina pode atingir qualquer gato, mas algumas raças merecem mais atenção: o Maine Coon, por exemplo, está entre as raças com maior predisposição a sofrer com problemas no coração. O Patas da Casa conversou com a médica veterinária especializada em cardiologia Karen Macambira, que explicou tudo sobre a cardiomiopatia dilatada felina: o que é, quais as causas, como tratar e como evitar que o gato Maine Coon ou de qualquer outra raça desenvolva o problema. Confira!

O que é cardiomiopatia dilatada felina?

A cardiomiopatia dilatada em gatos é uma doença caracterizada pela dilatação do músculo cardíaco. “É uma doença da musculatura cardíaca que provoca, principalmente, diminuição de contratilidade e aumento das câmaras cardíacas”, explica Karen. O coração do gato com cardiomiopatia dilatada felina vai ficando mais fino e, consequentemente, mais fraco. O problema dessa fraqueza é que a força necessária para bombear o sangue até as outras partes do corpo não é mais suficiente. Consequentemente, a falta de sangue afeta as células de outros órgãos que começam a ter dificuldade para realizar suas funções.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

A cardiomiopatia dilatada em gatos surge a partir da deficiência de taurina

Por muito tempo, a causa da cardiomiopatia dilatada em felinos era desconhecida. Hoje, já se sabe que o motivo que leva a esse problema é o déficit de taurina. “É um aminoácido essencial para os felinos que eles adquirem pela alimentação. Era a doença cardíaca mais comum em gatos até a década de 90, quando descobriram que a deficiência de taurina era o motivo”, esclarece Karen. Após essa descoberta, a taurina passou a ser inserida em todas as rações para gatos. O resultado foi positivo e hoje a cardiomiopatia dilatada em gatos é considerada uma doença rara. Atualmente, essa condição se manifesta principalmente em bichanos que têm alimentação pobre em taurina.

 

Gato Maine Coon sentado em sofá
A cardiomiopatia dilatada felina é causada pelo déficit de taurina

 

Cardiomiopatia dilatada em felinos da raça Maine Coon

 

Não existem estudos que comprovem que determinadas raças de gato têm mais predisposição à cardiomiopatia dilatada felina que outras. “Não há predisposição sexual nem racial para a doença. Qualquer animal que tenha uma dieta com baixo teor de taurina pode ser acometido”, esclarece Karen. O que acontece, porém, é que existem algumas raças de gato, como o Maine Coon , que têm naturalmente uma maior tendência a desenvolver problemas no coração. A cardiomiopatia dilatada em felinos é um desses problemas. 

Cardiomiopatia dilatada felina: dispneia, fraqueza e tosse são alguns dos sintomas mais comuns

Em quadros de cardiomiopatia dilatada felina, a dispneia é um dos sintomas mais específicos. A dispneia nada mais é do que a dificuldade de respirar. Trata-se de uma consequência do enfraquecimento do músculo cardíaco. No geral, os sintomas da cardiomiopatia dilatada felina lembram bastante os de outros problemas cardíacos e respiratórios. O bichano pode demorar a apresentar os sinais da doença, por isso o diagnóstico nem sempre é precoce. “Inicialmente os animais apresentam-se completamente assintomáticos. Mas podem apresentar cansaço fácil, dificuldade para respirar e nível de atividade reduzido”, esclarece Karen. Outros sintomas comuns são taquicardia, tosse, arritmia, perda de apetite e de peso, desmaio e cianose. 

Check-ups frequentes aumentam as chances de diagnóstico da cardiomiopatia dilatada em gatos

É muito importante levar o gatinho ao veterinário assim que perceber qualquer um dos sinais de cardiomiopatia dilatada felina. Dispneia, cansaço excessivo, arritmia ou qualquer outro sintoma não é normal e é muito importante investigar a causa. “O diagnóstico da cardiomiopatia dilatada em gatos é feito por meio da avaliação clínica cardiológica aliada ao exame ecodopplercardiográfico, que é o exame padrão ouro para isso. Podemos realizar também dosagem de taurina para complementar, visto que é uma das principais causas”, explica Karen. 

 

Gato Maine Coon laranja deitado em colo de tutor
Cardiomiopatia dilatada em gatos: taurina é um ingrediente essencial na alimentação felina

 

Suplementação alimentar faz parte do tratamento da cardiomiopatia dilatada em felinos

 

Após o diagnóstico confirmado a partir dos achados laboratoriais, a cardiomiopatia dilatada em felinos precisa ser tratada rapidamente. O tutor deve entender que o gatinho que sofre com essa doença vai precisar de cuidados médicos pelo resto da vida. O tratamento a longo prazo é importante para evitar que a doença se complique no futuro. 

“Depende das alterações encontradas no exame ecodopplercardiográfico, mas basicamente são usados medicamentos que aumentam a força de contração do coração e suplementação de taurina. Outras medicações são utilizadas conforme a gravidade das alterações”, explica. Com o tempo, pode ser que o médico diminua a quantidade de medicamentos, mas é importante ter esse acompanhamento veterinário frequente e seguir exatamente o que o especialista indicar. 

A ingestão de taurina é fundamental para prevenir a cardiomiopatia dilatada felina

Felizmente, hoje em dia é muito fácil prevenir a cardiomiopatia dilatada em gatos. A maioria das rações já vem com a taurina. Tutores que optam pela alimentação natural para gatos devem ficar atentos: "A dieta precisa ser prescrita por um veterinário nutrólogo para garantir a suplementação”, esclarece Karen. 

É sempre bom lembrar que um acompanhamento veterinário regular e a realização de check-ups frequentes podem salvar a vida do seu animal. Um gatinho que tem sua saúde sempre monitorada é muito mais saudável. Além disso, caso o pet tenha cardiomiopatia dilatada felina, a doença é descoberta muito cedo, o que facilita a aplicação de um tratamento eficaz. Portanto, mantenha as consultas sempre em dia!

Conheça algumas doenças comuns na raça de gato Maine Coon

A cardiomiopatia dilatada em gatos da raça Maine Coon pode ser um problema, já que a raça é conhecida pela predisposição a doenças cardíacas no geral, então esteja sempre de olho na saúde do coração do gato. Além da cardiomiopatia dilatada felina, a cardiomiopatia hipertrófica felina e outros problemas cardíacos devem ser monitorados. Displasia coxofemoral, atrofia muscular espinhal e artrite são outras doenças que o tutor de um gato Maine Coon precisa estar sempre de olho.

Redação: Maria Luísa Pimenta 

Edição: Luana Lopes  

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Gato

Tipos de gato Savannah: curiosidades sobre a raça híbrida que é uma das mais caras do mundo

Considerado um dos felinos mais caros do mundo, o gato Savannah é cheio de curiosidades e características impressionantes. A raça, q...

Adote um animal

Os nomes para gatos fêmeas mais famosos do momento: 100 dicas para escolher como chamar seu novo pet em 2024

Existem muitas opções de nomes para gatos fêmeas para escolher depois da adoção.  A inspiração para nomes de gatos pode vir de ...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Gato

Tipos de gato Savannah: curiosidades sobre a raça híbrida que é uma das mais caras do mundo

Considerado um dos felinos mais caros do mundo, o gato Savannah é cheio de curiosidades e características impressionantes. A raça, q...

Cachorro

O Chow Chow é perigoso e hostil? Saiba o que é mito e o que é verdade sobre a personalidade da raça de cachorro

O Chow Chow é um cachorro de porte médio, super peludo e conhecido por ter a língua azul. A raça, de origem chinesa, conquista muito...

Adote um animal

Os nomes para gatos fêmeas mais famosos do momento: 100 dicas para escolher como chamar seu novo pet em 2024

Existem muitas opções de nomes para gatos fêmeas para escolher depois da adoção.  A inspiração para nomes de gatos pode vir de ...

Ver todas