close
Filhotes

Cachorro vira-lata filhote: quais os cuidados mais importantes durante essa fase?

Atualizado · 02 de junho de 2021 · 16h08

Publicado · 02/06/2021 · 15h59

Os filhotes de vira-lata precisam de cuidados importantes
Os filhotes de vira-lata precisam de cuidados importantes

Quem não ama filhotes de cachorro? Quando é um filhote de vira-lata então, não tem quem resista! Esses cachorros, também conhecidos como cães sem raça definida (SRD), têm um espaço especial no coração dos brasileiros, considerado por muitos um patrimônio nacional. Felizmente, cada vez mais as pessoas têm vontade de adotar um cachorro vira-lata filhote. Porém, existem alguns cuidados importantes que devem ser tomados nessa fase. O Patas da Casa explica alguns deles que vão te ajudar a se preparar para a chegada do mais novo pet da família!

1) Os filhotes de cachorro vira-lata podem ter traumas: tente entender e ajudá-lo a se sentir confortável

É muito comum que o cachorro vira-lata filhote tenha sofrido algum tipo de trauma. Mesmo com a pouca idade, muitos doguinhos já passaram por alguma situação traumática logo ao nascer. Antes de ser adotado, pode ter sido abandonado ou sofrido maus-tratos. Essas situações deixam o filhote de vira-lata desconfiado e com medo. Assim, ele pode demorar até se adaptar ao novo lar. Por isso é tão importante respeitar o tempo do vira-lata filhote. Dê espaço até que ele se sinta confortável no novo ambiente. Também esteja sempre presente com demonstrações de carinho, brincadeiras e ao incluí-lo no seu dia com passeios e momentos juntos. Dessa forma, ele vai ganhando confiança em você. Caso demore muito a se adaptar e dê sinais de medo e desconforto, é importante buscar outras alternativas para deixá-lo mais confiante, como terapia com florais ou mesmo o  adestramento. 

2) A fama é de saúde de ferro, mas o vira-lata filhote também pode ficar doente

Existe aquele senso comum que diz que os cachorros vira-lata são mais resistentes a doenças. Porém, isso não é 100% verdade. Os cachorros sem raça definida realmente são bem resistentes, principalmente por terem uma linhagem diversa e herdar características de muitas outras raças de forma natural. Mas isso não significa que não fiquem doentes. Os filhotes de cachorro vira-lata que são resgatados podem ter contraído doenças no período em que viviam na rua. Por isso, ao adotar um vira-lata filhote, leve-o ao veterinário para fazer um exame geral e ter certeza de que a saúde do cachorro está em dia.

3) Não deixe de colocar o calendário de vacinação do filhote de vira-lata em dia

O fato dos vira-latas serem bem resistentes não os torna imunes a doenças. Por isso, é importante manter o calendário de vacinação em dia. Filhotes de cachorro vira-lata já podem começar a vacinar a partir dos 45 dias de vida. A primeira vacina a ser tomada é a V8 ou a V10. As duas protegem contra cinomose, adenovirose tipo 2, parvovirose, parainfluenza, hepatite infecciosa, coronavirose e leptospirose, sendo que para essa última doença a V8 protege contra dois tipos e a V10 protege contra esses e mais dois. Em seguida, o filhotinho tomará outras vacinas, como a Antirrábica que protege contra a raiva canina. Há ainda imunizações não obrigatórias que evita diferentes patologias, como a giárdia e gripe canina. Lembrando que todas as vacinas para cachorro precisam de reforço anual.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O vira-lata filhote pode ter alguns traumas. Fique atento aos comportamentos do animal!
    O vira-lata filhote pode ter alguns traumas. Fique atento aos comportamentos do animal!

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    4) Você já pode adestrar o cachorro vira-lata filhote 

    Como os cachorros vira-latas são uma mistura de outras raças, não tem como determinar um comportamento padrão, mas a maioria dos cachorros sem raça definida costuma ser dócil e obediente. Assim como outras raças de cachorro, o adestramento para o filhote de vira-lata é possível e traz ótimos resultados. O adestramento tem mais eficácia ainda quando começa nos primeiros anos de vida do animal. já que vai se adaptar aos costumes mais cedo. O treinamento ajuda o cãozinho a ter um comportamento melhor e ainda melhora a convivência com o tutor desde pequeno. O adestramento de cachorro deve ser feito com repetições e com frequência, para manter o cão interessado e trazer bons frutos. Aposte em recompensas, como petiscos, para que ele fique ainda mais motivado. Para o filhote de vira lata, o adestramento deve ter um foco especial na socialização.  

    5) A socialização dos filhotes de cachorro vira-lata é super importante

    O filhote de vira-lata pode ter personalidades distintas. Em muitos casos, é importante trabalhar na socialização do bichinho desde cedo. É comum que o vira-lata filhote tenha dificuldade de se relacionar com outras pessoas e cães, muitas vezes por conta de traumas do passado. Por isso, é tão importante que ele aprenda a conviver com outras pessoas e com a mesma espécie ainda pequeno. Quanto mais cedo isso começar, melhor para evitar comportamentos retraídos e desconfiados ao longo da vida. Para realizar uma boa socialização do vira-lata filhote, leve-o para passear em locais de contato com os outros. Parques em que outros tutores levem seus pets é um ótimo espaço para deixar seu cão se habituar com a presença de cachorros e humanos. Passeie diariamente, apresentando brincadeiras novas, brinquedos interativos e deixando-o à vontade para explorar. Aos poucos ele vai se sentindo mais confiante e sem medo de conhecer ambientes e pessoas novas. 

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?

    Próxima matéria

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Rottweiller: quais os cuidados mais importantes com a raça de cachorro grande?
    Grandes

    Rottweiller: quais os cuidados mais importantes com a raça de cachorro grande?

    O Rottweiler é uma das raças de cachorro grande que mais fazem sucesso, principalmente por conta da fama de durão e de bom guardião. Por trás do porte robusto e da aparência intimidante, existe um cãozinho muito dedicado e devoto à sua família, sempre pronto para protegê-la. Alguns encaram isso como agressividade e acreditam que a raça tem um temperamento difícil de lidar, mas se for bem treinado e bem cuidado, o Rottweiler pode desenvolver um comportamento muito tranquilo e carinhoso.

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    O cachorro Chihuahua é, sem dúvidas, uma das raças mais queridas do mundo. Ele conquistou as telonas do cinema com o filme “Legalmente Loira”, e mostrou a todos que tamanho definitivamente não é documento. A raça de cachorro Chihuahua é uma das menores e mais corajosas que existe. Embora não se saiba ao certo como e quando o primeiro cãozinho nasceu, uma coisa é certa: o Chihuahua é apaixonante, companheiro e muito destemido. 

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido
    Raças

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido

    A raça Bullmastiff é um cachorro grande e robusto, mas que não deixa a desejar no temperamento afetuoso e gentil. Esse cãozinho britânico, que surgiu no século XIX, conquista as pessoas por onde passa. Sempre em alerta, ativo, companheiro e fiel aos tutores, o Bullmastiff estará sempre pronto para proteger a família e seu território. Por não ser uma raça de cachorro tão comum no Brasil, elaboramos um guia com todas as informações que você precisa saber sobre o Bulmastiff, que também é chamado por Bulmastife e Bulmastife Boxer. 

    Ver Todas >

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?
    Cuidados dos animais

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?

    A caixa de areia para gatos é um objeto que não pode faltar em nenhuma casa com felinos. É lá que o bichano vai fazer as necessidades seguindo seu instinto natural, sem sujar a casa e com privacidade. Porém, é comum surgirem dúvidas acerca do uso do acessório. Afinal, qual a quantidade recomendada de caixa de areia para gatos dentro de casa? Apenas uma é suficiente ou o gato precisa de várias espalhadas? 

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet
    Cuidados dos animais

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet

    Os gatos domésticos são sinônimo de muito amor, companheirismo e diversão. Mas antes de abrir as portas para um bichinho de estimação, é importante fazer toda a adaptação da casa para recebê-lo do jeito certo. Os felinos normalmente têm um espírito bem aventureiro e gostam de explorar tudo ao seu redor. O problema é que às vezes isso inclui o mundo exterior e pode trazer à tona situações como “meu gato sumiu” ou “perdi meu gato”.

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!
    Cuidados dos animais

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    A coleira antipulgas é um acessório que faz toda a diferença na vida de quem tem um ou mais cães. Mas você sabia que existem produtos que, além de combater as pulgas, também ajudam a afastar outros problemas indesejados, como carrapatos e mosquitos? É aí que entra a coleira contra leishmaniose! Para quem não sabe, a leishmaniose canina é uma doença transmitida pelo mosquito-palha considerada muito perigosa e que pode debilitar bastante a saúde do animal.

    Caixa de transporte para gatos que abre por cima é melhor?
    Cuidados dos animais

    Caixa de transporte para gatos que abre por cima é melhor?

    Se você pretende abrir as portas de casa para um felino, deve saber que um acessório que não pode faltar na sua lista de compras é a caixa de transporte para gatos. Ao contrário dos cães, que têm o hábito de passear nas ruas com mais frequência, a maioria dos bichanos é criada dentro de casa e quase não tem acesso às ruas por questões de segurança. Por isso, qualquer saída deve ser feita com a caixa de transporte. Gato vai usá-la para ir ao veterinário, viagens, passeios e muito mais.

    Ver Todas >