close
Cuidados

Cachorro na piscina: veja os cuidados mais importantes durante as brincadeiras na água

Atualizado · 22 de dezembro de 2021 · 17h59

Publicado · 22/12/2021 · 17h59

Entrar com o cachorro na piscina é perfeito para aliviar o calor, mas requer alguns cuidados
Entrar com o cachorro na piscina é perfeito para aliviar o calor, mas requer alguns cuidados

Em dias mais quentes, é normal que muitas famílias gostem de passar o dia na praia ou na piscina, mas para quem tem um amigo de quatro patas sempre fica aquela dúvida: cachorro na piscina pode ou não? A resposta é afirmativa, mas é importante procurar uma piscina própria para cães, já que aquelas que são frequentadas por humanos normalmente têm muito cloro e outras substâncias químicas que podem prejudicar o bem-estar dos peludos.

Mas atenção: mesmo que essa seja uma opção super válida para refrescar o pet durante o verão, o cachorro na piscina requer alguns cuidados importantes e supervisão constante. Para saber como lidar com a situação e se divertir com o doguinho em ambientes aquáticos, separamos algumas dicas para a experiência ser a melhor possível. Chega mais!

Cachorro na piscina: algumas raças sabem nadar, outras não

Antes de levar seu cãozinho para um passeio na piscina, é importante ter em mente que não são todas as raças de cachorro que sabem nadar. Apesar de boa parte dos animais possuírem habilidades aquáticas, existem algumas exceções, como os cães braquicefálicos, que têm uma dificuldade enorme em se exercitar na água. Você dificilmente vai ver um Pug, Bulldog ou Shih Tzu nadando. Além deles, cães com um formato alongado de corpo, como o Dachshund, Basset Hound e Corgi, também não conseguem se adaptar muito bem nesse ambiente.

Por outro lado, existem algumas raças de cachorro que amam nadar e são super indicadas para esportes aquáticos. Alguns exemplos de cachorros que sabem nadar são:

  • Labrador
  • Golden Retriever
  • Poodle
  • Cocker Spaniel
  • Cão de Água Português

Escolha horários em que o sol não está tão quente para entrar com o cachorro na piscina

Para evitar desconfortos com o calor e problemas de pele no cachorro, o mais indicado é entrar na piscina seguindo a velha recomendação: antes de 10h e depois de 16h. Esse intervalo de tempo deve ser respeitado porque são horários em que a incidência solar não está tão forte - e, portanto, não vai prejudicar a saúde e bem-estar do seu amiguinho peludo. Então evite o momentos de alta exposição solar, e prefira sempre cedinho de manhã ou no final da tarde para divertir o cachorro na piscina.

Em piscinas compartilhadas, o cachorro precisa estar em boas condições de saúde

Se você não sabe como fazer piscina para cachorro em casa ou não tem espaço para isso, pode procurar lugares apropriados para isso. No caso de uma piscina para cães compartilhada, certifique-se de que o seu doguinho está totalmente apto e com boa saúde para a atividade. Ele já deve ter tomado todas as vacinas para cachorro necessárias e não ter nenhuma doença de pele contagiosa. Além de ser uma forma de cuidado com o seu próprio amigo, também é uma forma de evitar contágios e transmissões para outros cães.

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    Cachorro na piscina pode, desde que alguns acessórios - como coletes e boias - estejam à disposição
    Cachorro na piscina pode, desde que alguns acessórios - como coletes e boias - estejam à disposição

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    Como proteger a piscina do cachorro: tenha sempre boias e coletes para pets por perto

    Mesmo que nem todos os cães saibam nadar, as raças menos habilidosas podem aproveitar alguns momentos na piscina se estiverem com os acessórios certos, como boias e coletes salva-vidas. E o mais legal de tudo é que esses itens também servem como brinquedos para cachorros que nadam! Essa é uma forma de como proteger a piscina do cachorro, evitando acidentes e afogamentos - mas atenção: ainda assim, é importante que o tutor supervisione o cachorro na piscina o tempo todo!

    Protetor solar é um cuidado indispensável com o cachorro na piscina

    Na hora de levar um cachorro na piscina, mesmo que você escolha um horário em que o sol não está tão forte, é muito importante protegê-lo da exposição contra os raios solares UVA e UVB. A melhor maneira de fazer isso é investindo em um bom protetor solar para cachorro (sim, existem produtos específicos para pets!). O tutor deve passar um pouco no pet logo antes de sair de casa, e reaplicar a cada 2 ou 3 horas. Verifique na embalagem as condições de uso do produto. Assim você se diverte e ao mesmo tempo protege o cãozinho contra vários problemas, como o câncer de pele em cachorro e queimaduras.

    Depois do banho na piscina, cachorro precisa ficar bem seco

    Quando se trata de um cachorro na piscina, cuidados devem ser tomados antes, durante e após a atividade. Por isso, depois de brincar bastante com o doguinho na água, não se esqueça de secá-lo muito bem. Os pelos úmidos favorecem o desenvolvimento de fungos em cachorro, podendo causar também alergias e dermatites. A dica é estar sempre preparado com uma toalha e um secador (mas lembre-se que para usar o secador de cabelo em cachorro, é necessário que o aparelho seja ligado com o ar frio e não quente).

    Cachorro não quer sair da piscina? Saiba o que fazer!

    Existem casos em que os pets ficam tão entretidos com o passeio que o cachorro simplesmente não quer mais sair da piscina! Por mais que os tutores já tenham ensinado como sair da água, o doguinho parece não ter o menor interesse nisso. Se isso acontecer, você pode tentar atrair a atenção do pet com estímulos positivos, como um petisco gostoso ou convidando-o para brincar com o seu brinquedo favorito.

    Redação: Juliana Melo

    Granulado de madeira para gatos: como funciona?

    Próxima matéria

    Granulado de madeira para gatos: como funciona?

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido
    Raças

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido

    A raça Bullmastiff é um cachorro grande e robusto, mas que não deixa a desejar no temperamento afetuoso e gentil. Esse cãozinho britânico, que surgiu no século XIX, conquista as pessoas por onde passa. Sempre em alerta, ativo, companheiro e fiel aos tutores, o Bullmastiff estará sempre pronto para proteger a família e seu território. Por não ser uma raça de cachorro tão comum no Brasil, elaboramos um guia com todas as informações que você precisa saber sobre o Bulmastiff, que também é chamado por Bulmastife e Bulmastife Boxer. 

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Rottweiller: quais os cuidados mais importantes com a raça de cachorro grande?
    Grandes

    Rottweiller: quais os cuidados mais importantes com a raça de cachorro grande?

    O Rottweiler é uma das raças de cachorro grande que mais fazem sucesso, principalmente por conta da fama de durão e de bom guardião. Por trás do porte robusto e da aparência intimidante, existe um cãozinho muito dedicado e devoto à sua família, sempre pronto para protegê-la. Alguns encaram isso como agressividade e acreditam que a raça tem um temperamento difícil de lidar, mas se for bem treinado e bem cuidado, o Rottweiler pode desenvolver um comportamento muito tranquilo e carinhoso.

    Ver Todas >

    Como fazer um comedouro para cachorro de rua?
    Cuidados dos animais

    Como fazer um comedouro para cachorro de rua?

    Não existe nada que corte mais o coração do que ver um cachorro de rua perto de casa. O pior de tudo é quando não podemos fazer o resgate do animal e não sabemos como ajudar. Mas até as pequenas atitudes podem mudar a vida de um cãozinho abandonado, como fazer um comedouro para animais de rua. Os animais de rua sobrevivem dos restos de comida que encontram e raramente consomem água limpa. 

    Qual o melhor bebedouro para cachorro?
    Cuidados dos animais

    Qual o melhor bebedouro para cachorro?

    Escolher um bom bebedouro de água para cachorro não é uma tarefa muito complicada, mas requer certo cuidado. Além de se atentar ao porte do seu pet, é preciso levar em consideração também outros fatores como a rotina e estilo de vida de cada animal para não errar no bebedouro. Cães precisam ingerir uma certa quantidade de água por dia, e saber qual é o melhor modelo para o seu amigo com certeza vai facilitar a ingestão do líquido.

    Como funciona o cortador de unha para cachorro? É bom ter um em casa?
    Cuidados dos animais

    Como funciona o cortador de unha para cachorro? É bom ter um em casa?

    Apesar de muitos tutores saberem o que é o cortador de unha de cachorro, muitos não sabem como usá-lo. É muito comum que os pais e mães de pet deixem que as unhas do animal sejam cortadas no pet shop, quando o cão já vai fazer outros serviços como a tosa higiênica. Assim, não possuem o acessório em casa e nem fazem ideia de como usar um cortador de unha. Cachorros precisam ter as unhas aparadas com frequência para ter até mesmo mais qualidade de vida. 

    Como tratar feridas na pele do gato?
    Cuidados dos animais

    Como tratar feridas na pele do gato?

    Existem muitas situações que podem causar feridas na pele do gato. Os felinos costumam ter um comportamento ativo, gostando de subir em locais altos e saltar de um canto para o outro. Todas essas atividades do dia a dia podem deixar o gato com feridas na pele. No entanto, existem outros motivos que podem causar essa complicação. Saber as principais causas desse quadro é uma informação importante para aprender como cuidar do seu felino machucado. 

    Ver Todas >