close
Raças

Bulldog Inglês: 8 coisas que você precisa saber sobre a saúde da raça de cachorro

A saúde do Bulldog Inglês é frágil e precisa de cuidados ao longo da vida
A saúde do Bulldog Inglês é frágil e precisa de cuidados ao longo da vida

O Bulldog Inglês é uma das raças mais adoradas pelos brasileiros. O cãozinho é muito sociável, carinhoso e divertido, sendo assim uma ótima companhia para qualquer família. Porém, o cachorro Bulldog Inglês precisa de muitos cuidados porque possui a saúde bastante fragilizada. Obesidade canina, problemas respiratórios e dificuldades motoras são algumas das diversas disfunções que costumam aparecer nos cães dessa raça. O Patas da Casa separou 8 coisas fundamentais sobre a saúde do Bulldog Inglês que todo mundo que tem ou gostaria de adotar deveria saber.

1) O Bulldog Inglês é um cachorro braquicefálico

O Bulldog Inglês é uma das raças de cachorro braquicefálicas. Os cães com essa síndrome possuem o crânio mais curto e uma série de alterações anatômicas, como focinho achatado, narinas estreitas e olhos projetados. Essas alterações causam muitos problemas respiratórios e oftalmológicos, dentre outros. Qualquer cachorro braquicefálico precisa lidar com essas condições pelo resto da vida. Por isso, é fundamental manter um acompanhamento veterinário regular.

2) Problemas respiratórios frequentemente afetam a saúde do cachorro Bulldog Inglês

A respiração do Bulldog Inglês é extremamente limitada. As alterações anatômicas da síndrome do cachorro braquicefálico deixam a respiração dificultada, ofegante e barulhenta. Por isso, o animal costuma ter problemas respiratórios ao longo de toda a vida. A hipoplasia de traqueia é um dos mais comuns. Com a traqueia mais curta e estreita, o ar não passa corretamente e pode levar até a uma pneumonia. O acompanhamento veterinário é importante para evitar que a dificuldade respiratória chegue a um nível que cause falta de oxigênio, desmaios e comprometimento de diversos órgãos do corpo.

3) Nos dias quentes, é comum que o cachorro Bulldog Inglês sofra com hipertermia

O Bulldog Inglês tem forte tendência a desenvolver quadros de hipertermia, ou seja, superaquecimento do corpo. Isso também é uma consequência de ser um cachorro braquicefálico. A respiração dificultada faz o cachorro Bulldog Inglês ser mais sensível ao calor e umidade. A hipertermia acontece principalmente quando o sol está mais forte. Por isso, evite sair com seu pet da raça nos dias e horários mais quentes. Além disso, não force exercícios intensos e sempre ofereça água durante os passeios.

4) Obesidade canina: raça tem forte predisposição a adquirir esse quadro

Apesar do Bulldog Inglês não gostar de exercícios físicos, é fundamental que o tutor o mantenha sempre ativo. A raça tem facilidade de desenvolver obesidade canina. Para evitar, exercícios físicos devem fazer parte da rotina. Mas lembre-se de não realizar atividades intensas e em dias quentes. Prefira brincadeiras e caminhadas leves no fim da tarde. Além disso, para evitar a obesidade canina o cuidado com a alimentação é essencial. Alimente duas vezes por dia e com a ração adequada, levando em conta tamanho e idade do cãozinho.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    O Bulldog Inglês tem muitos problemas respiratórios, comum em raças de cachorro braquicefálico
    O Bulldog Inglês tem muitos problemas respiratórios, comum em raças de cachorro braquicefálico

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    5) É preciso ter cuidado para evitar problemas dermatológicos no Bulldog Inglês

    Uma das características mais marcantes do Bulldog Inglês são as dobrinhas no rosto. Apesar de muito fofas, é preciso cuidado: fungos e bactérias podem se alojar debaixo das dobras, causando alergias e problemas de pele, como a dermatite. As dobrinhas devem ficar sempre secas e limpas. Por isso, é recomendado passar um pano umedecido na região diariamente. Mas o cuidado não deve ficar apenas nessa área. O sistema imunológico do cachorro Bulldog Inglês é muito frágil. Isso deixa seu corpo todo propenso a alergias. Por isso, mantenha sempre uma rotina regular de banhos com produtos hipoalergênicos.  

    6) O cachorro Bulldog Inglês também costuma sofrer com problemas locomotores

    O cachorro Bulldog Inglês não tem o porte grande, mas seu corpo é bastante pesado. Isso gera diversos problemas articulares e de locomoção. A displasia coxofemoral ou displasia de quadril é uma das mais comuns. A doença é caracterizada por uma disfunção - geralmente genética - que causa problemas no desenvolvimento da articulação do quadril. A região fica frágil, provocando dor e atrito ao andar ou correr. Obesidade canina e sedentarismo agravam ainda mais a condição. 

    7) O olho do Bulldog Inglês é bastante delicado e precisa de atenção

    Os olhos projetados do Bulldog Inglês ficam desprotegidos e propensos a doenças oftalmológicas. A ceratoconjuntivite seca é uma condição de ressecamento no olho devido à baixa produção lacrimal. Já o ectrópio é uma doença que surge quando a pálpebra se move para fora do olho, aumentando a chance de contrair infecções. Outra doença comum é o olho de cereja, condição usual em cachorros braquicefálicos em que ocorre o prolapso da terceira glândula, gerando uma bolinha vermelha no olho.

    8) A hora do parto de um Bulldog Inglês costuma ter complicações

    A fêmea do Bulldog Inglês costuma enfrentar problemas na hora do parto. O tamanho da cabeça do Bulldog Inglês filhote é muito grande, por isso, terá dificuldades para passar pelo canal pélvico da fêmea. Geralmente é necessário realizar uma cesariana, pois o tamanho desproporcional entre o quadril da mãe e a cabeça do filhote costuma trazer problemas em um parto normal. Portanto, se você tem uma cadela da raça e pretende colocá-la para cruzar, se planeje financeiramente para fazer o pré-natal e a cirurgia cesariana, se for necessária na hora do parto.

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    Próxima matéria

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães
    Saúde animal

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    A dirofilariose canina é uma doença silenciosa que pode afetar gravemente a saúde dos pets. Conhecida popularmente como a patologia do verme do coração, a transmissão da doença acontece por meio de uma simples picada de mosquito e pode levar o cachorro a óbito de maneira repentina. Para lidar com a dirofilariose, todo cuidado é pouco! 

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Ver Todas >