close
Raças

Bulldog Inglês: 8 coisas que você precisa saber sobre a saúde da raça de cachorro

Atualizado · 09 de julho de 2021 · 17h05

Publicado · 09/07/2021 · 17h05

A saúde do Bulldog Inglês é frágil e precisa de cuidados ao longo da vida
A saúde do Bulldog Inglês é frágil e precisa de cuidados ao longo da vida

O Bulldog Inglês é uma das raças mais adoradas pelos brasileiros. O cãozinho é muito sociável, carinhoso e divertido, sendo assim uma ótima companhia para qualquer família. Porém, o cachorro Bulldog Inglês precisa de muitos cuidados porque possui a saúde bastante fragilizada. Obesidade canina, problemas respiratórios e dificuldades motoras são algumas das diversas disfunções que costumam aparecer nos cães dessa raça. O Patas da Casa separou 8 coisas fundamentais sobre a saúde do Bulldog Inglês que todo mundo que tem ou gostaria de adotar deveria saber.

1) O Bulldog Inglês é um cachorro braquicefálico

O Bulldog Inglês é uma das raças de cachorro braquicefálicas. Os cães com essa síndrome possuem o crânio mais curto e uma série de alterações anatômicas, como focinho achatado, narinas estreitas e olhos projetados. Essas alterações causam muitos problemas respiratórios e oftalmológicos, dentre outros. Qualquer cachorro braquicefálico precisa lidar com essas condições pelo resto da vida. Por isso, é fundamental manter um acompanhamento veterinário regular.

2) Problemas respiratórios frequentemente afetam a saúde do cachorro Bulldog Inglês

A respiração do Bulldog Inglês é extremamente limitada. As alterações anatômicas da síndrome do cachorro braquicefálico deixam a respiração dificultada, ofegante e barulhenta. Por isso, o animal costuma ter problemas respiratórios ao longo de toda a vida. A hipoplasia de traqueia é um dos mais comuns. Com a traqueia mais curta e estreita, o ar não passa corretamente e pode levar até a uma pneumonia. O acompanhamento veterinário é importante para evitar que a dificuldade respiratória chegue a um nível que cause falta de oxigênio, desmaios e comprometimento de diversos órgãos do corpo.

3) Nos dias quentes, é comum que o cachorro Bulldog Inglês sofra com hipertermia

O Bulldog Inglês tem forte tendência a desenvolver quadros de hipertermia, ou seja, superaquecimento do corpo. Isso também é uma consequência de ser um cachorro braquicefálico. A respiração dificultada faz o cachorro Bulldog Inglês ser mais sensível ao calor e umidade. A hipertermia acontece principalmente quando o sol está mais forte. Por isso, evite sair com seu pet da raça nos dias e horários mais quentes. Além disso, não force exercícios intensos e sempre ofereça água durante os passeios.

4) Obesidade canina: raça tem forte predisposição a adquirir esse quadro

Apesar do Bulldog Inglês não gostar de exercícios físicos, é fundamental que o tutor o mantenha sempre ativo. A raça tem facilidade de desenvolver obesidade canina. Para evitar, exercícios físicos devem fazer parte da rotina. Mas lembre-se de não realizar atividades intensas e em dias quentes. Prefira brincadeiras e caminhadas leves no fim da tarde. Além disso, para evitar a obesidade canina o cuidado com a alimentação é essencial. Alimente duas vezes por dia e com a ração adequada, levando em conta tamanho e idade do cãozinho.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O Bulldog Inglês tem muitos problemas respiratórios, comum em raças de cachorro braquicefálico
    O Bulldog Inglês tem muitos problemas respiratórios, comum em raças de cachorro braquicefálico

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    5) É preciso ter cuidado para evitar problemas dermatológicos no Bulldog Inglês

    Uma das características mais marcantes do Bulldog Inglês são as dobrinhas no rosto. Apesar de muito fofas, é preciso cuidado: fungos e bactérias podem se alojar debaixo das dobras, causando alergias e problemas de pele, como a dermatite. As dobrinhas devem ficar sempre secas e limpas. Por isso, é recomendado passar um pano umedecido na região diariamente. Mas o cuidado não deve ficar apenas nessa área. O sistema imunológico do cachorro Bulldog Inglês é muito frágil. Isso deixa seu corpo todo propenso a alergias. Por isso, mantenha sempre uma rotina regular de banhos com produtos hipoalergênicos.  

    6) O cachorro Bulldog Inglês também costuma sofrer com problemas locomotores

    O cachorro Bulldog Inglês não tem o porte grande, mas seu corpo é bastante pesado. Isso gera diversos problemas articulares e de locomoção. A displasia coxofemoral ou displasia de quadril é uma das mais comuns. A doença é caracterizada por uma disfunção - geralmente genética - que causa problemas no desenvolvimento da articulação do quadril. A região fica frágil, provocando dor e atrito ao andar ou correr. Obesidade canina e sedentarismo agravam ainda mais a condição. 

    7) O olho do Bulldog Inglês é bastante delicado e precisa de atenção

    Os olhos projetados do Bulldog Inglês ficam desprotegidos e propensos a doenças oftalmológicas. A ceratoconjuntivite seca é uma condição de ressecamento no olho devido à baixa produção lacrimal. Já o ectrópio é uma doença que surge quando a pálpebra se move para fora do olho, aumentando a chance de contrair infecções. Outra doença comum é o olho de cereja, condição usual em cachorros braquicefálicos em que ocorre o prolapso da terceira glândula, gerando uma bolinha vermelha no olho.

    8) A hora do parto de um Bulldog Inglês costuma ter complicações

    A fêmea do Bulldog Inglês costuma enfrentar problemas na hora do parto. O tamanho da cabeça do Bulldog Inglês filhote é muito grande, por isso, terá dificuldades para passar pelo canal pélvico da fêmea. Geralmente é necessário realizar uma cesariana, pois o tamanho desproporcional entre o quadril da mãe e a cabeça do filhote costuma trazer problemas em um parto normal. Portanto, se você tem uma cadela da raça e pretende colocá-la para cruzar, se planeje financeiramente para fazer o pré-natal e a cirurgia cesariana, se for necessária na hora do parto.

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Próxima matéria

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!
    Saúde animal

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!

    Você já ouviu falar de cinomose em gatos? Muito se sabe sobre a cinomose em cães, doença altamente contagiosa e que traz diversas complicações à saúde do cachorro. Essa condição é temida por muitos tutores de cães, mas também tutores de gatinhos. Existe uma doença conhecida por “cinomose em gatos”, que parece ser exatamente igual à que atinge os cães. Porém, existem muitas dúvidas se esse termo é realmente o mais adequado para se referir a essa condição. Afinal, a cinomose pega em gato ou a doença acontece unicamente com cães? O Patas da Casa te explica tudo sobre a “cinomose em gatos”!

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina
    Saúde animal

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina

    Você já ouviu falar em doença do verme do coração? Se você é tutor de cachorro, é bom se preocupar com ela. A dirofilariose é uma doença muito perigosa, que pode afetar órgãos vitais dos cãezinhos e levá-los à morte. Diferente de outras doenças causadas por verminoses, o verme do coração é transmitido pela picada de mosquitos e, por isso, acaba sendo mais incidente no verão. Mas como identificar o verme no coração do cachorro? Dirofilariose tem cura? Como é feito o tratamento? E o mais importante: como manter o pet longe da doença? Descubra tudo sobre verme do coração em cães a seguir.

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato
    Saúde animal

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato

    Se você tem um bichinho de estimação, provavelmente já ouviu falar da coleira antipulgas para gatos. Essa é uma forma bem eficaz de proteger os pets contra pulgas, carrapatos e outros parasitas indesejados - e sim, é isso mesmo: quando se trata da coleira antipulgas, cachorro não é o único animal que pode se beneficiar. Embora a maioria dos felinos domésticos tenha menos chances de sofrer com infestações de parasitas, a coleira antipulga também pode ser usada pelos bichanos.

    Doença do carrapato é contagiosa?
    Saúde animal

    Doença do carrapato é contagiosa?

    A doença do carrapato é capaz de atacar todo o organismo do animal, o deixando frágil e debilitado. Por isso, é considerada uma das doenças mais graves que podem afetar um cão. Além da doença do carrapato em cachorro, existe a doença do carrapato em humanos, que causa sintomas parecidos e também é bastante grave. Entender a causa do problema é sempre a melhor maneira de evitar que ele apareça. Como o próprio nome sugere, a doença do carrapato é contagiosa por conta do aracnídeo. 

    Ver Todas >