Comportamento

Adestrar gato: como é o processo de aprendizagem dos felinos? (spoiler: é bem diferente dos cães)

Não pense que adestrar gato é igual a cachorro: os métodos são bem diferentes
Não pense que adestrar gato é igual a cachorro: os métodos são bem diferentes

O adestramento de cachorro é super conhecido por aí, mas algumas pessoas não sabem que os gatos domésticos também pode ser treinados. Adestrar gato também promove muitos benefícios à rotina do pet, além de aproximá-lo do tutor e mudar comportamentos inadequados. No entanto, o processo de adestramento do gato é bem diferente do que já estamos acostumados com os cães. A explicação é simples: o processo de aprendizagem e a personalidade do gato são diferentes, exigindo assim a aplicação de outras técnicas e, claro,  muita calma e paciência.

Adestrar gato tem muitas vantagens

Os gatos são inteligentes e independentes, o que leva muitas pessoas a pensarem que não é necessário adestrar o pet. Porém, vários benefícios podem surgir com essa prática. A busca por adestramento costuma ter como objetivo mudanças em comportamentos agressivos ou inadequados do bichano. Uma pesquisa feita na Universidade Federal Fluminense (UFF) mostrou que 21,1% dos veterinários que atendem gatos com mau comportamento os direcionam para um adestrador como parte do tratamento. Isso mostra como a prática pode ser recomendada nesses casos. 

Além disso, o adestramento de gatos é uma ótima forma de combater o sedentarismo. Adestrando gatos, o tutor ainda se aproxima do seu pet, criando uma relação mais próxima em um momento agradável para ambos.

O processo de aprendizagem do gato é diferente do cachorro

Os gatos possuem temperamento, personalidade e reações diferentes dos cães. Os cachorros são bichos que começaram a ser domesticados há muito tempo, então hoje possuem uma predisposição maior a responder bem ao adestramento. Os gatos são mais livres e têm hábitos independentes, por isso, podem demorar mais a responder aos comandos ou mesmo não se interessarem. Isso não quer dizer que os gatos não são inteligentes. Como a convivência com humanos demorou mais a acontecer, os gatos têm maior tendência de seguir seus próprios instintos. A melhor forma de adestrar gato é com reforços positivos - ou seja, oferecendo sempre recompensas.

Quem é mais inteligente: gato ou cachorro?

Apesar de serem espécies bem diferentes, é comum que as pessoas queiram saber. se o gato ou cachorro são mais inteligentes. Uma pesquisa realizada por um grupo de pesquisadores de seis universidades dos Estados Unidos, Brasil, Dinamarca e África do Sul, e publicada no periódico Frontiers in Neuroanatomy, utilizou a contagem de neurônios como critério para responder a essa questão. Ao analisar cérebros de gato e cachorro, foi constatado que o cérebro do cachorro tem aproximadamente 500 milhões de neurônios, enquanto o gato tem a metade - 250 milhões. Seguindo esse critério, os cachorros são considerados os mais inteligentes. Mas vale lembrar que se tratam de duas espécies distintas. Os gatos são inteligentes de uma forma diferente dos cães, com comportamentos e personalidades únicas.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Como adestrar gatos? Paciência, calma e reforço positivo são essenciais
    Como adestrar gatos? Paciência, calma e reforço positivo são essenciais

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Como funciona o processo de aprendizagem dos gatos?

    Por conta de seu instinto, os gatos agem pensando nos benefícios que sua ação vai proporcionar. Por isso, quando o tutor dá muita atenção ao gatinho ele continua com o mesmo comportamento. Um exemplo clássico é quando o gato está fazendo algo inadequado, como arranhar o sofá, e o tutor o pega no colo para tirar. Ele recebeu a recompensa de ganhar a atenção do tutor, então pode ser que volte a arranhar. Se uma atividade traz benefícios, o gato vai fazer mais vezes. 

    Além disso, os gatos são inteligentes e curiosos, mas isso também significa que estão sempre prestando atenção em tudo que acontece ao redor. Então, eles não conseguem prender o foco em uma atividade por muito tempo. Por isso, os treinos de adestramento com o gato devem ser curtos e inovadores, pois se forem longos e repetitivos, logo o bichinho ficará sem paciência para continuar. O gato aprende melhor em sessões curtas, com intervalos e diárias, sempre com uma recompensa depois - como um elogio ou um petisco. 

    Como adestrar gatos? 

    Os cães podem ser adestrados em qualquer idade, mas nos gatos o ideal é começar quando ainda são filhotes. Eles costumam ter uma resposta melhor, já que não têm seus instintos totalmente desenvolvidos, além de serem mais curiosos. Mas lembre-se que nos dois primeiros meses de vida é importante que o gatinho fique próximo à sua mãe, então espere esse período para começar. De acordo com o livro The Trainable Cat, de Sarah Ellis, uma forma de começar a ensinar o gato a seguir seus comandos é treiná-lo por comandos de voz. Para fazer o gato ir até sua direção, se afaste um pouco, chame seu nome e diga "vem!". Conforme começar a responder bem, vá aumentando a distância. 

    Um método muito eficaz na hora de adestrar o gato é o uso do clicker. O objeto tem lingueta de metal que, ao apertar, emite um som (parecido com o click de uma caneta). Ele deve ser pressionado após o gato terminar alguma atividade corretamente. O som dá uma resposta positiva ao gatinho. O clicker pode ser usado junto com um petisco ao final da tarefa, como uma forma de recompensa.

    Mas lembre-se! Gatos são extremamente independentes, então é possível que o adestramento demore a dar resultados e, em alguns casos, pode não funcionar.

     Redação: Maria Luísa Pimenta

    Quais os tipos de coleira para cachorro mais indicados para raças grandes?

    Próxima matéria

    Quais os tipos de coleira para cachorro mais indicados para raças grandes?

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino
    Raças

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino

    O Birmanês, que também é conhecido como gato Sagrado da Birmânia, é um animal super dócil e elegante que tem muita história para contar. O gato da Birmânia é descendente de animais que eram venerados como deuses entre o século XV e XVI nos templos budistas do sudeste asiático. Muito sensível, a raça de gato é conhecida pelo companheirismo, já que se apega facilmente à família humana. O gato Birmanês gosta de explorar e é curioso, mas diferente dos outros gatos, ele gosta da estabilidade do chão e não gosta muito de altura.

    Adestrar gatos: como ensinar seu felino a dar a pata e sentar?
    Comportamento

    Adestrar gatos: como ensinar seu felino a dar a pata e sentar?

    Como adestrar gatos? A resposta é simples: tenha paciência e petiscos para gatos na mão. Muita gente pensa que adestrar gatos é uma missão impossível. Isso acontece porque há uma ideia equivocada de que os felinos são desobedientes e teimosos; quando, na verdade, gatos são animais extremamente inteligentes e treináveis. Quer aprender a ensinar truques  como dar a pata e sentar? Nós te ajudamos!

    Cuidar de gato: qual é a média de gastos mensais com um felino?
    Cuidados

    Cuidar de gato: qual é a média de gastos mensais com um felino?

    Ter um gatinho em casa vai muito além da parte divertida. Isso porque, na prática, adotar um gato requer uma série de responsabilidades e cuidados com o seu novo amigo de quatro patas. Afinal de contas, você quer que ele tenha uma boa qualidade de vida, certo? Por isso, para cuidar de gato, alguns custos devem fazer parte da sua rotina. Para saber mais sobre isso e te ajudar a se planejar financeiramente, preparamos uma matéria com os principais gastos mensais de um gato. Confira!

    Ver Todas >

    Arranhador de sofá: o investimento vale a pena? Quando é indicado?
    Comportamento animal

    Arranhador de sofá: o investimento vale a pena? Quando é indicado?

    Já ouviu falar no arranhador de sofá? Esse simples acessório pode ser a solução dos seus problemas. Mesmo que os gatos tenham sido domesticados há vários anos, eles ainda permanecem com alguns instintos bem vivos. O hábito de afiar as garras frequentemente, por exemplo, é um instinto que não deve ser inibido, mas direcionado para os objetos certos. O sofá normalmente se torna o principal alvo das unhas dos felinos, mas é possível resolver isso com o arranhador de sofá para gatos. 

    Gato gigante: como é o comportamento dos felinos que são maiores que o normal?
    Comportamento animal

    Gato gigante: como é o comportamento dos felinos que são maiores que o normal?

    Os felinos são animais misteriosos, elegantes e apaixonantes. Os gatos gigantes, além de carregarem todas essas virtudes, possuem o diferencial de serem enormes - muitas vezes podendo pesar mais de 10kgs. As raças de gato gigante despertam muitas curiosidades nas pessoas, principalmente sobre o comportamento desses grandes pets. Afinal de contas, se você pretende ter um gato gigante como seu novo amigo, é importante saber como será seu temperamento. 

    5 truques para ensinar ao cachorro em casa
    Comportamento animal

    5 truques para ensinar ao cachorro em casa

    Muitos tutores se perguntam como ensinar truques para cachorro, mas acabam desistindo no meio do caminho. De fato, esse é um processo que requer muita paciência, persistência e firmeza na hora de repassar os comandos para os cães, mas aqui vai um spoiler: todo o esforço vale muito a pena! Os truques para cachorro são uma ótima forma de estimular a mente do seu doguinho, educá-lo e até de melhorar a comunicação entre vocês. 

    Gatos escolhem seus donos?
    Comportamento animal

    Gatos escolhem seus donos?

    Adotar gato é sempre um lindo ato de amor e carinho. Mas muitas vezes os tutores dizem que não foram eles que escolheram o gato, mas sim que “um gato me adotou”. Às vezes ele aparece na sua porta, invade sua casa ou te segue na rua. E vamos combinar que é impossível não se apaixonar por um bichano com olhar pidão, né?! Os gatos são únicos e têm comportamentos muito peculiares, o que fazem deles ótimas companhias.   

    Ver Todas >