Saúde

5 perguntas e respostas sobre a cinomose canina: tire todas as dúvidas sobre a doença

A cinomose em cães é uma doença grave e pode ser ainda mais perigosa nos cachorros filhotes
A cinomose em cães é uma doença grave e pode ser ainda mais perigosa nos cachorros filhotes

A cinomose canina é uma doença grave provocada por um vírus altamente transmissível. Se não for tratado corretamente, o cachorro com cinomose pode não resistir, já que os sintomas se desenvolvem rapidamente, afetando a locomoção e o sistema nervoso do animal. A cinomose canina também se alastra rápido, colocando em risco todos os cães que tiveram contato com o animal infectado. Para entender melhor os efeitos da doença, o Patas da Casa reuniu 5 perguntas e respostas sobre a cinomose em cães para sanar as suas dúvidas. Confira!

1. O que é cinomose canina?

A cinomose em cães é uma doença infectocontagiosa causa por um vírus altamente agressivo e que pode deixar sérias sequelas no animal ou, até mesmo, levá-lo à morte. A cinomose em cachorro costuma atingir principalmente aqueles animais com sistema imunológico mais enfraquecido, como os cachorros filhotes e idosos quer não foram vacinados. Os cães que já estejam debilitados em função de alguma doença também correm mais risco. O vírus que provoca a enfermidade é oportunista e se replica no sistema nervoso central e nas células sanguíneas do animal.

2. Quais os sintomas da cinomose em cães?

Procurando saber sobre os sintomas da cinomose canina, muita gente se pergunta se o cachorro com cinomose sente dor. Os sinais físicos e comportamentais da doença podem ser múltiplos. Entretanto, a cinomose em cães costuma ter três estágios e, em cada um deles, um sintoma se sobressai. No primeiro estágio, o cachorro com cinomose tende a ter o sistema digestivo afetado e sofrer de diarreia. No segundo, a doença avança e se inclina para o sistema respiratório, sendo comum que secreções amarelas saiam pelos olhos e nariz do pet. Já no último estágio, a cinomose canina atinge o sistema nervoso central provocando convulsões e tremores.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    A vacinação é a melhor forma de prevenir a cinomose canina
    A vacinação é a melhor forma de prevenir a cinomose canina

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    3. Cachorro vacinado pega cinomose?

    A vacina V10 tem ação contra a cinomose em cães e é feita em três ou quatro doses quando o cachorro é filhote. A duração dela é de 12 meses, portanto, precisa ser reaplicada em 1 dose todos os anos, enquanto o cachorro viver. O cachorro que esteja com alguma dose da vacina atrasada pode contrair a virose. Além disso, é importante que a aplicação seja sempre feita por um médico veterinário de confiança. Isso é importante pois, caso o animal esteja apresentando uma imunossupressão por outra patologia no momento da aplicação da vacina, ele pode não conseguir produzir anticorpos contra o vírus da cinomose. Neste caso, a vacina será ineficaz e animal estará desprotegido. O veterinário é o único que pode identificar essa situação, por isso, examinar o cachorro antes de tomar a vacina é essencial.

    4. Quanto tempo dura a cinomose no cão?

    O vírus fica incubado por cerca de 3 a 6 dias no organismo do cachorro depois dele ser infectado. Esse período de incubação, onde o animal ainda não costuma apresentar sintomas, pode durar até 15 dias. Após esse momento, o animal entra em estágio sintomático. A transmissão da virose acontece principalmente pelo contato direto de um cachorro contaminado com outro saudável, seja durante brincadeiras ou ao compartilhar itens pessoais, como o bebedouro. A doença se espalha por meio de secreções nasais e espirros do cachorro com cinomose. Ao observar qualquer indício de que seu cachorro possa estar com cinomose canina, leve-o ao médico veterinário imediatamente.

    5. Cinomose canina tem cura?

    A cinomose tem cura. O tratamento da virose costuma ser feito com antivirais, acupuntura, fisioterapia e suplementação com vitaminas, dependendo do estágio em que a doença se encontra. Quando a virose atinge o sistema nervoso central, é comum que o animal fique com sequelas e que necessite de acompanhamento médico pelo resto da vida. Por isso, fazer o diagnóstico da cinomose em cães com precisão e rapidez é muito importante.

    Redação: Hyago Bandeira

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Próxima matéria

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!
    Saúde

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!

    A insuficiência renal em gatos é uma doença que pode ser muito comum quando falamos de felinos. Sem cura, o problema precisa de acompanhamento constante e cuidados especiais para evitar complicações. Apesar de ser uma doença grave, o gato com problema renal pode ter qualidade de vida. Para tirar as dúvidas sobre a insuficiência renal em gatos, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Débora Nunes, do Rio de Janeiro. Vem conferir!

    Neoplasia testicular canina: veterinária tira todas as dúvidas sobre o câncer de testículo em cachorros
    Sênior

    Neoplasia testicular canina: veterinária tira todas as dúvidas sobre o câncer de testículo em cachorros

    O câncer em cachorro é a principal causa de morte em cães acima dos dez anos de idade. No caso da neoplasia testicular canina – popularmente conhecida como câncer de testículo –, a doença afeta principalmente cachorros machos idosos não castrados. Além da idade avançada, a presença de testículos não descidos (criptorquidismo) é outro fator que contribui para a formação de tumor de cachorro no sistema genital.

    Já ouviu falar no gato escaminha? É uma raça de gato ou um padrão de cor? Tire todas as suas dúvidas!
    Raças

    Já ouviu falar no gato escaminha? É uma raça de gato ou um padrão de cor? Tire todas as suas dúvidas!

    A definição de gato Escaminha, também conhecido como “gato escama de tartaruga”, ainda causa estranheza. Com sua pelagem em tons pretos e laranja, é difícil não reparar no felino. Mas, afinal, do que se trata o gato Escaminha? Ele é uma raça de gato, ou não passa de um padrão de cores do animal? O fato é que muita gente tem dúvidas sobre o gato Escaminha e, ao procurar na internet, poucas informações são dadas a respeito do felino.

    Você sabe o que é a degeneração mixomatosa da valva mitral em cães? Tire todas as dúvidas sobre a cardiopatia!
    Saúde

    Você sabe o que é a degeneração mixomatosa da valva mitral em cães? Tire todas as dúvidas sobre a cardiopatia!

    Ninguém pode negar: cuidar do coração de cachorro é fundamental para manter a saúde do seu amigo. Afinal, assim como os humanos, ele também pode sofrer com as doenças cardíacas, entre elas, a degeneração mixomatosa da valva mitral é uma das mais frequentes. Também conhecida como endocardiose valvar, a condição provoca o refluxo do sangue dentro do coração e pode levar à insuficiência cardíaca, sendo fatal para o seu cãozinho. Mas, o que poucos tutores sabem é que, o quadro pode ter relação com traços genéticos da raça. Para entender melhor, conversamos com a veterinária Isabelle Campos, residente em Cardiologia na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, que te conta tudo o que você precisa saber sobre a degeneração mixomatosa da valva mitral em cães a seguir!

    Ver Todas >

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato
    Saúde animal

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato

    Já parou para pensar como ocorre o cruzamento entre os gatos? Os machos sempre estão dispostos a acasalar, mas as fêmeas precisam estar no período do cio para aceitar a aproximação. O primeiro cio costuma ocorrer quando o animal atinge a puberdade, que normalmente é entre o 8º e o 10º mês de vida. Esse costuma ser um período bastante delicado para todos, que precisam já que a gata passa por uma grande carga de estresse. 

    Saúde animal

    "Meu cachorro tem muita fome": quando a fome em excesso passa a ser uma compulsão alimentar?

    Quando se trata da alimentação do cachorro, normalmente a situação que mais aflige os tutores é quando o animal não quer comer ração. Contudo, é importante ter muita atenção se o comportamento do seu amigo for o contrário disso, porque às vezes o cachorro comendo muito é um sinal de compulsão alimentar - o que pode trazer prejuízos para a saúde do pet a longo prazo. 

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia
    Saúde animal

    6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia

    O vômito e diarreia em gatos são condições que sempre ligam o alerta nos tutores. Geralmente sintoma de algum outro problema de saúde, o gato vomitando ou com diarreia pode representar tanto uma reação natural do organismo felino quanto uma doença mais grave. O sistema digestivo do gato é sensível e pode ser afetado por uma simples alteração na alimentação. 

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?
    Saúde animal

    Quais são as raças de gato mais propensas à obesidade felina?

    A obesidade em gatos é um problema que precisa de atenção. Geralmente, o quadro não está relacionado à predisposição genética, mas alguns fatores contribuem para o aumento de peso nos felinos. A falta de exercícios físicos e uma alimentação inadequada, por exemplo, são hábitos que podem levar à obesidade. Então se o seu gatinho é muito preguiçoso ou não tem acesso a todos os nutrientes que precisa, é bem provável que ele se torne um gato obeso. 

    Ver Todas >