Sênior

5 atividades para fazer com seu cachorro idoso

Cachorro idoso: algumas atividades e brincadeiras podem garantir o bem-estar do seu amigo. Veja algumas delas abaixo!
Cachorro idoso: algumas atividades e brincadeiras podem garantir o bem-estar do seu amigo. Veja algumas delas abaixo!

Engana-se quem pensa que ter um cachorro idoso é sinônimo de diminuir as atividades físicas e brincadeiras. Assim como os humanos, os nossos amigos de quatro patas também envelhecem e passam por uma série de mudanças físicas. Entretanto, isso não significa que o seu peludo não precise de exercícios e momentos de carinho com você. Esse é uma etapa muito importante na vida dos animaizinhos e, é claro, demanda cuidados especiais por parte do dono. Pensando nisso, listamos 5 atividades para fazer com o seu cão idoso. Chega mais!

1) Passear com cachorro: caminhadas curtas e diárias podem melhorar a saúde do seu amigo

Ainda que o cão idoso apresente menos disposição para atividades físicas, elas continuam sendo muitos importantes. Isso porque alguns exercícios ajudam a manter os músculos e o coração do seu amigo em perfeito estado. Para cuidar da saúde do seu pet sem sobrecarregá-lo, o ideal é apostar em passeios mais curtos em dias com temperatura mais amena. Caminhadas, corridas e brincadeiras no parque também são bem-vindas. Além do contribuírem para o fator físico e muscular, esses momentos de diversão ajudam a transmitir confiança e segurança para o dog, que pode se tornar mais apático ou carente nessa etapa da vida.

2) Brincadeiras para cachorro: mantenha as atividades que seu pet sempre gostou

O cão idoso pode até não ter a mesma energia para as brincadeiras de cachorro de quando era mais novo, mas isso não significa que elas não possam ser feitas. Com um pouco de calma e paciência é possível, sim, fazer jogos e atividades que o seu amigo sempre gostou. Se o seu cachorrinho adora brincar com bolas, por que não utilizá-las? Nesse caso, você pode apostar em bolinhas para cachorro com dispenser de ração para estimular o seu pet a retomar com a brincadeira. Mas lembre-se: ao notar qualquer sinal de cansaço no animal, é importante interromper a atividade e deixar o seu cãozinho descansar, ok?

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Na hora de passear com cachorro, é importante respeitar os limites do seu amigo
    Na hora de passear com cachorro, é importante respeitar os limites do seu amigo

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    3) Investir em brinquedos interativos é uma boa forma de manter os cuidados com cão idoso

    Mesmo quando se trata de cachorro idoso, as brincadeiras e passatempos precisam fazer parte da rotina do animal. Nesse caso, os brinquedos interativos para cães podem ser uma boa maneira de estimular o lado cognitivo do seu amigo. Seja uma portinha para levantar, uma tampa para empurrar para o lado ou um brinquedo maior que deve ser revirado ou desmontado para a comida cair: o importante é fazer com o que o seu pet se sinta desafiado a descobrir como vai conseguir o que quer naquele momento. Dessa forma, ele exercita a paciência, a memória e aprende o raciocínio lógico, evitando os quadros de demência que são bastante comuns nesta fase da vida. 

    4) Cachorro velho: massagem pode aliviar o estresse do seu companheiro

    Assim como os humanos, os cães também podem ficar mais relaxados depois de uma massagem. Por isso, que tal tentar a técnica com o seu amigo depois das rodadas de exercícios? Para isso, é preciso ter paciência e planejamento. Afinal, não basta apenas fazer movimentos aleatórios no corpo do animal, é preciso garantir que ele esteja confortável e aberto a isso. O primeiro passo é colocá-lo em uma superfície confortável. Em seguida, comece a massagem pela área que o seu cachorro mais gosta de receber carinho e, aos poucos, estender os movimentos para outras partes do corpo. Acredite, o seu pet vai amar! 

    5) Sem ideias de como brincar com seu cachorro idoso? Leve-o para nadar!

    Não é novidade que os cães amam atividades que envolvam água, certo? Por isso, você pode (e deve!) usar essa vantagem na hora de brincar com cachorro idoso. Se você tiver uma piscina em casa, por exemplo, vale apostar em alguns minutos nadando com o seu amigo. Além de divertir o animal, é um excelente forma de exercitar os músculos do seu pet. Dessa forma, você leva a diversão para a rotina do seu peludo e faz com que os momentos dentro de casa sejam mais aproveitados. 

     

    Redação: Úrsula Gomes

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

    Próxima matéria

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

    6 razões por trás do xixi de cachorro no lugar errado (filhotes, adultos e idosos)
    xixi

    6 razões por trás do xixi de cachorro no lugar errado (filhotes, adultos e idosos)

    Chegar em casa depois de um longo dia na rua e ver que os cômodos estão todos sujos porque o bichinho fez xixi fora do banheirinho tira paciência de qualquer um, né? Por isso, quem tem um cãozinho sabe bem da importância que é como ensinar o cachorro a fazer xixi no lugar certo, independente da idade. Mas, às vezes, mesmo com treinamento o cachorro pode voltar a fazer as necessidades fora do local indicado, e isso pode estar relacionado à diferentes causas. É importante entendê-las para que seja possível mudar esse tipo de comportamento, ou até mesmo para prestar o suporte que o cãozinho precisa, caso o motivo seja algum problema de saúde. Pensando nisso, separamos 6 possíveis razões para o cachorro fazendo xixi no lugar errado. Dá só uma olhada!

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Jack Russell Terrier: um guia completo sobre a raça de cachorro pequeno
    Raças

    Jack Russell Terrier: um guia completo sobre a raça de cachorro pequeno

    O Jack Russell Terrier é um cachorro de pequeno porte que leva alegria por onde passa. Essa raça de cachorro é muito amável, encantadora e de personalidade forte. Apesar do pequeno tamanho, eles são cães muito corajosos e demandam bastante energia de seus tutores. Como grande parte dos cães do grupo Terrier, essa raça é um grande exemplo de cachorro de caça e adora investigar todos os lugares, exibindo seu vigor e vivacidade. Quando o cão Jack Russell Terrier quer algo, ele só desiste quando consegue. 

    Ver Todas >

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença
    Comportamento animal

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença

    No mês do Setembro Amarelo, as campanhas sobre a prevenção do suicídio ganham um grande destaque. Cuidar da saúde mental é muito importante, e o acompanhamento de médicos e terapeutas são fundamentais para auxiliar no tratamento de depressão. O que poucas pessoas sabem é que, aliado a isso, ter um bichinho de estimação também faz toda a diferença na vida de pessoas que convivem com a doença.

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano
    Comportamento animal

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano "rebaixado"

    O gato Munchkin - carinhosamente apelidado de gato “salsicha” - é um dos felinos mais adoráveis que existem. Ele tem pernas curtinhas e um corpo alongado, o que faz com que muitas pessoas se refiram a ele como gato rebaixado ou gato anão. Mas além da aparência inusitada, o que será que esse bichano tem de tão especial? A convivência com o Munchkin com certeza é algo surpreendente.

    5 coisas que o cachorro latindo pode significar
    Comportamento animal

    5 coisas que o cachorro latindo pode significar

    O cachorro latindo é um comportamento mais comum dos que os tutores esperam. Afinal, como todos sabem, os latidos fazem parte da linguagem canina e são uma forma do seu amigo de quatro patas se expressar. Mas você sabia que existem vários tipos de latidos de cachorro, e cada um deles representa uma situação diferente? É importante ficar atento ao comportamento animal, mas também treinar o seu ouvido para conseguir decifrar o verdadeiro significado por trás de um cachorro latindo.

    Como saber se o gato é fêmea?
    Comportamento animal

    Como saber se o gato é fêmea?

    Os tutores de primeira viagem (e até mesmo alguns experientes) sempre ficam confusos na hora de descobrir se filhote de gato é fêmea ou macho. Afinal de contas, como descobrir o sexo do gato? O que é necessário observar para diferenciar um gatinho de uma gatinha? Embora essa seja uma missão um pouco difícil nas primeiras semanas de vida do bichano, basta observar alguns detalhes ara descobrir o sexo do gato.

    Ver Todas >