Saúde

4 doenças de gato hereditárias que atingem determinadas raças

Doenças de gato congênitas podem se apresentar em felinos de linhagem. Entenda mais sobre o assunto!
Doenças de gato congênitas podem se apresentar em felinos de linhagem. Entenda mais sobre o assunto!

A linhagem de um gato é determinada por um padrão de características que são minuciosamente preservadas ao longo das gerações. Isso explica porque algumas raças de gato são mais propensas a herdarem distúrbios de saúde. No processo de criação, principalmente a seletiva (ou seja, entre animais que vivem juntos), é mais fácil que genes defeituosos de um felino sejam transmitidos aos seus descendentes. As doenças congênitas podem se manifestar tanto no nascimento quanto ao longo da vida do animal - em outros casos, podem sequer se desenvolverem.

Como as doenças hereditárias se desenvolvem?

De acordo com a International Cat Care, uma instituição referência em estudos sobre os felinos, é possível que o padrão de algumas raças tenha sido criado justamente a partir de um distúrbio genético. Na maioria das vezes, o gene defeituoso causa problemas sérios à saúde do animal. No entanto, não existem evidências de que uma raça é mais ou menos saudável que a outra. Por outro lado, segundo a organização, é mais comum que as raças de linhagem se reproduzam de forma endogâmica, o que aumenta consideravelmente o risco de doenças hereditárias.

Uma exceção são raças que foram criadas a partir de mutações genéticas ou características que por si só são prejudiciais à espécie. A International Cat Care cita como exemplo os gatos Manx (que naturalmente têm uma anomalia espinhal) e os tipos de Persas mais achatados. Para que você entenda melhor, listamos 4 distúrbios congênitos comuns em gatinhos de determinadas raças. Confira abaixo!

1) Gato Persa e os rins policísticos

A Doença Renal Policística (também conhecida como PKD) é um exemplo de doença genética que já se manifesta no nascimento do animal. O transtorno ocorre quando vários cistos se desenvolvem no tecido renal, causando uma condição crônica no animal. Muito comum em gatos Persas e cruzamentos derivados, apenas um gene (da mãe ou do pai) é suficiente para que ele tenha rins policísticos. Em um caso onde o filhote herda dois genes defeituosos, é capaz que ele nem sobreviva. A doença se desenvolve gradualmente e pode demorar anos para se manifestar. Ela causa insuficiência renal, mas normalmente os sintomas (apatia, muita sede, urina em excesso, perda de peso, entre outros) só aparecem na velhice do animal.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O gato Persa é uma das raças que pode herdar distúrbios genéticos
    O gato Persa é uma das raças que pode herdar distúrbios genéticos

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    2) Gangliosidose no Korat e no gato Siamês

    A Gangliosidose felina ocorre a partir de um erro na formação do metabolismo lipídico do animal. Esse sistema presente no fígado é responsável por metabolizar algumas gorduras (lipídios). A doença é mais comum no gato Siamês e no Korat. Os felinos que apresentam esse problema não têm uma enzima que exerce essa função, ocasionando no acúmulo dessas gorduras nas células espalhadas pelo corpo, principalmente as do sistema nervoso central. Os principais sinais são progressivos e neurológicos, como falta de coordenação, tremores e movimentos involuntários nos olhos.

    3) Atrofia Muscular Espinhal no Maine Coon

    Gatos da raça Maine Coon podem herdar um distúrbio chamado Atrofia Muscular Espinhal. A doença atinge os ossos e músculos da espinha do felino, que segue do tronco até o quadril. Os gatinhos que possuem o gene da doença apresentam os primeiros sinais nos primeiros meses de vida, que incluem tremores leves, fraqueza muscular e postura alterada. Não há registros de transtornos mentais gerados pelo distúrbio e também não há risco de vida, mas o animal pode ficar incapacitado e precisar de cuidados muito específicos.

    4) Gato Sagrado da Birmânia (ou Birmanês) pode ter malformação do crânio

    Pesquisas veterinárias identificaram no gato Sagrado da Birmânia, também conhecido como Birmanês, um gene alterado e recessivo que causa deformidades no crânio e na face e uma síndrome rara chamada meningoencefalocele. Normalmente, esse gene é responsável justamente pela formação craniofacial. Felinos que possuem apenas um gene “defeituoso” apresentam uma espécie de braquicefalia. Agora se ele possuir dois genes alterados, é impossível viver, já que a condição impede que o crânio se desenvolva corretamente e pode causar uma duplicação da mandíbula. Segundo a International Cat Care, essa mutação ocorreu a partir da tentativa de criar felinos com a cabeça mais redonda.

    Redação: Luana Lopes

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?

    Próxima matéria

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?

    Esporotricose em gatos: conheça mais sobre essa doença grave que pode atingir os felinos
    Saúde

    Esporotricose em gatos: conheça mais sobre essa doença grave que pode atingir os felinos

    A esporotricose em gatos é uma das doenças mais graves que pode atingir os felinos. Isso porque ela evolui muito rápido para a fase disseminada, causando sérios riscos à vida do gatinho. Provocada por um fungo presente em vegetações, a “micose” apresenta feridas bem características na pele do felino, sendo esse um dos principais sintomas da doença. Apesar da complexidade da infecção, o tratamento correto é capaz de curar essa doença de gato. Esporotricose também pode ser prevenida com alguns cuidados específicos no dia a dia do seu felino. Para saber mais sobre a doença, nós conversamos com o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro.

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    As 5 doenças de gato mais graves que podem atingir os felinos
    Saúde

    As 5 doenças de gato mais graves que podem atingir os felinos

    Ter um bichinho em casa vai muito além dos momentos de diversão e das trocas de carinho com o seu amigo de quatro patas. Por isso, cuidar de um gatinho também significa saber identificar quando há algo de errado com a saúde dos felinos. Dentre as doenças mais comuns - e graves - que podem afetar o bichano, estão a FIV, FeLV e a PIF felina. Além delas, a clamidiose e a insuficiência renal em gatos também precisam de atenção, já que podem trazer graves consequências se não forem tratadas ou devidamente controladas. Mas não precisa se desesperar: o Patas da Casa reuniu as principais informações sobre cada uma dessas doenças de gatos domésticos para que os tutores fiquem bem atentos. Chega mais!

    Ver Todas >

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet
    Saúde animal

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Lidar com um cachorro estressado é algo delicado e que requer muita paciência e atenção por parte do tutor: cães que sofrem com estresse e ansiedade tem maiores chances de ficarem doentes. Assim como os humanos, os sinais de um cachorro estressado costumam afetar diretamente a saúde do animal. Causado por diferentes gatilhos, é necessário sempre observar o que deixa o cachorro estressado para evitar que esse sentimento invada a rotina do seu amigo. 

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?
    Saúde animal

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?

    Se você é um gateiro, com certeza já ouviu falar sobre o perigo das doenças renais nos felinos. Se os cuidados são importantes em qualquer fase de vida do pet, no caso de um gato com insuficiência renal a preocupação é maior ainda. A insuficiência renal em gatos é uma doença que acomete principalmente os felinos idosos, mas também pode ser comum em outras idades e também na raça de gato Persa, que possui predisposição genética para esse tipo de problema. 

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns
    Saúde animal

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns

    Se você nunca ouviu falar na icterícia em cães, chegou a hora de entender um pouco mais sobre o problema que, embora não seja uma doença, é um sinal clínico que pode indicar que a saúde do cachorro não vai muito bem. Mas então, como identificar a icterícia canina e quais são as principais causas associadas a esse sintoma?

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?
    Saúde animal

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?

    Com a chegada do verão, é necessário redobrar os cuidados com o cachorro e também com a sua saúde. Os peludos costumam aproveitar bastante essa época, já que os passeios e banhos de mar ou piscina são mais frequentes. No entanto, a mudança de rotina vem acompanhada de uma grande preocupação, que é a proliferação de certas doenças de cachorro que ocorrem nessa época. Otite canina, desidratação e até mesmo infestação de pulgas e carrapatos são problemas bastante comuns no verão. 

    Ver Todas >