close
Ração

Vitamina para gato: quando o suplemento nutricional é recomendado?

Atualizado · 04 de abril de 2021 · 18h47

Publicado · 30/03/2021 · 18h47

As vitaminas para gatos devem ser utilizadas somente com orientação médica
As vitaminas para gatos devem ser utilizadas somente com orientação médica

Uma boa alimentação faz toda a diferença na saúde do gato. O problema é que nem sempre o bichano consegue todos os nutrientes que ele precisa por meio da ração, e em alguns casos é necessário procurar por outras alternativas de suplementação alimentar. A vitamina para gatos é uma dessas opções, mas antes de investir nesse tipo de suplemento é fundamental conversar com um profissional para saber quais são os nutrientes que estão faltando no organismo do seu amigo de quatro patas. Para saber em que casos as vitaminas para gatos são recomendadas, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Bruna Saponi, que é especializada em nutrição pet. Veja só o que ela nos disse!

Quando a vitamina para gatos filhotes é necessária?

Os filhotes de gato precisam de uma alimentação rica em nutrientes para garantir um desenvolvimento saudável. Segundo a veterinária Bruna, quando fornecemos uma ração de qualidade - como a ração Super Premium -, não há a necessidade de fazer qualquer suplementação alimentar. “Essa ração em si já é um alimento completo e balanceado que vai disponibilizar todas as vitaminas e minerais necessários à vida e crescimento do filhote”.

Esse tipo de ração também contém suplementações adicionadas que contribuem ainda mais para a formação do gatinho, como o Ômega 3. “Trata-se de um ácido graxo de cadeia longa (uma gordura boa), com características anti inflamatórias que melhoram o funcionamento orgânico. Podemos suplementar com este ácido, porém nas rações Super Premium ele já é adicionado com todas as outras vitaminas essenciais à vida”.

Vitamina para gato com sonolência excessiva ou falta de apetite é uma opção?

Às vezes percebemos pequenas mudanças no comportamento do gato e logo surge aquela dúvida: será que o uso de vitaminas pode ajudar? A médica veterinária explica o que fazer nessas horas: “Sempre que falamos sobre algum sinal que o animal apresenta, como sonolência e falta de apetite, é fundamental investigar o problema. Como existem várias doenças que podem causar isso, a suplementação sem saber ao certo o diagnóstico não resolverá o problema, só mascarar”. Em alguns casos, essa falta de interesse pela comida também pode ser causada pelo apetite seletivo dos animais. “Existem alguns fármacos que contribuem para a melhora desse quadro, porém não é natural e nem aconselhado seu uso contínuo”.

A vitamina para gato engordar só deve ser recomendada após uma análise clínica

Quando o gato está magro demais e não consegue atingir o peso ideal, isso causa uma preocupação enorme nos tutores. No entanto, somente uma análise clínica feita por um profissional é capaz de ajudar o seu amigo de quatro patas: “É imprescindível descobrir a fonte do problema. Algumas doenças podem causar anemia, como a doença do carrapato, e o animal pode perder peso, tornando necessário a suplementação de vitaminas e minerais, como o uso de ferro”.

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    Vitamina para gato é necessária em situações bem específicas
    Vitamina para gato é necessária em situações bem específicas

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Quando o assunto é a alimentação de um pet, muitas dúvidas podem surgir: o que o cachorro não pode comer? cachorro pode comer couve? Pode dar brócolis para cachorro? Ou ainda se cachorro pode comer abobrinha? Muitos tutores questionam se podem oferecer verduras e legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de serem muito saudáveis, esses tipos de alimentos ajudam a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Queda de pelo em gatos pode ser resolvida com suplementos ou mudança de ração

    Os gatos geralmente soltam muito pelo, mas quando essa quantidade começa a ficar muito expressiva, é bom ligar o alerta. A queda de pelos em gato pode acontecer por diferentes motivos, mas segundo Bruna, existem alguns suplementos que auxiliam nesse problema, como o ômega 3. “Além de características anti inflamatórias, essa gordura tem a capacidade de se ligar nos folículos pilosos, melhorando o crescimento e estrutura da pele e pelos do animal”, informa. 

    As mudanças na alimentação do animal também costumam dar bons resultados, mas é necessário ter certa paciência com o processo de transição. “Tudo que envolve mudança alimentar, demora no mínimo de um mês a três meses para observarmos a diferença”.

    Vitamina C para gatos: quando o suplemento é indicado?

    Dentre todas as opções de vitaminas para gatos, a vitamina C é uma das mais procuradas. O motivo para isso é simples: além de fortalecer a imunidade do bichano, ela ainda funciona como suporte de algumas doenças. No entanto, ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, nem sempre é preciso suplementar a dieta do gato com a vitamina C, pois ela já faz parte da alimentação natural desses animais. "Claro que em casos específicos podemos utilizar a vitamina C para gatos, como para melhora na imunidade e em alguns casos no auxílio de doenças hepáticas. Mas é importante lembrar que cada animal tem uma necessidade diferente."

    Suplementos polivitamínicos são indicados para gatos idosos 

    Conforme a idade vai chegando para os felinos, é natural que o organismo do gato fique mais frágil e vulnerável. Por isso, em alguns casos pode ser necessário o uso de suplementos polivitamínicos para cuidar da saúde dos bichanos. "O suplemento polivitamínico é benéfico se realmente houver a necessidade para isso. Os gatos idosos possuem muitas alterações orgânicas, então se utilizarmos diversas vitaminas sem auxílio de um profissional, em vez de ajudar, podemos contribuir para sobrecarga e alteração de alguns órgãos”, orienta Bruna. A avaliação e prescrição médica são fundamentais para não acontecer esse tipo de problema.

    Redação: Juliana Melo

    Cachorro pode comer fígado?

    Próxima matéria

    Cachorro pode comer fígado?

    Vitamina para cachorro: veterinária explica em quais situações os suplementos são recomendados!
    Alimentação

    Vitamina para cachorro: veterinária explica em quais situações os suplementos são recomendados!

    Quando falamos da alimentação dos nossos peludos, sempre surge aquela preocupação em relação aos nutrientes. A ração é suficiente para que se mantenham fortes e saudáveis ou é necessário inserir uma vitamina para cachorro nessa rotina? A verdade é que depende de muitos fatores e um deles é o estado geral da saúde e a idade do animal. A escolha de uma ração de qualidade é determinante para oferecer todos os nutrientes que ele precisa. Cães filhotes, idosos e cadelas prenhas, por outro lado, podem acabar precisando de um suplemento vitamínico. Para entender melhor em quais situações a vitamina para cachorro é recomendada, conversamos com a Caroline Mouco Moretti, médica veterinária e diretora clínica do Grupo Vet Popular. Veja o que a especialista falou!

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

    Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

    Ver Todas >

    Como inserir o patê para gatos na dieta do seu pet?
    Alimentação animal

    Como inserir o patê para gatos na dieta do seu pet?

    O patê para gatos é um dos alimentos preferidos dos bichanos por vários motivos. Além de muito saboroso e cheiroso, esse tipo de ração úmida se aproxima bastante da alimentação natural felina e, por isso, é muito bem recebida por esses animais. Como se isso não bastasse, o patê de gato também fornece vários benefícios aos nossos amigos de quatro patas, mas é necessário saber como inseri-lo corretamente na dieta dos bichanos.

    Quantas vezes por dia o cachorro deve comer?
    Alimentação animal

    Quantas vezes por dia o cachorro deve comer?

    Em algum momento todo tutor já se perguntou quantas vezes por dia o cachorro deve comer. Quem é pai ou mãe de pet pela primeira vez acaba se deparando com essa questão, e acredite: o assunto levanta muitas dúvidas. Tem quem deixa a ração de cachorro o tempo inteiro à disposição do pet, e tem quem estabelece um horário certinho para as refeições do animal, mas além de saber quantas vezes o cachorro deve comer por dia, a quantidade do alimento é outro fator importante.

    Petisco para cachorro: 4 receitas para a ceia de Natal com o seu pet
    Alimentação animal

    Petisco para cachorro: 4 receitas para a ceia de Natal com o seu pet

    Você já pensou em fazer petisco para cachorro comer junto da família na ceia de Natal? Afinal, sua companhia de todas as horas merece estar presente nesta celebração especial! Muitas vezes, os tutores oferecem as próprias comidas presentes no jantar para o cãozinho comer. Porém, é preciso ter cuidado com a ceia, pois nem todos os alimentos que comemos no Natal fazem bem ao organismo do pet. 

    O que gato pode comer ou não da ceia de Natal?
    Alimentação animal

    O que gato pode comer ou não da ceia de Natal?

    Você sabe o que gato pode comer na ceia de Natal? Essa época do ano consagra um dia de muita fartura de comes e bebes. É dia de reunir toda a família e celebrar ao lado daqueles que mais amamos - e de uma forma ou de outra, nossos amigos de quatro patas também estarão presentes. Apesar disso, todo gateiro sabe que existem alimentos proibidos para gatos e saber o que pode dar ou não da ceia é muito importante, principalmente porque os felinos são animais muito espertos e podem beliscar um pedacinho da ceia sem o tutor ver. 

    Ver Todas >