Adestramento

Veja alguns truques básicos que você pode ensinar ao seu cachorro na quarentena!

Comandos para cachorro:  você mesmo pode adestrar o seu amigo em casa. Veja como!
Comandos para cachorro: você mesmo pode adestrar o seu amigo em casa. Veja como!

Se você tem um amigo de quatro patas em casa, certamente já deve ter passado pelo desafio de tentar educá-lo com alguns comandos para cachorro. Ainda assim, ao contrário do que muitos tutores pensam, descobrir como ensinar o cachorro a sentar, a dar a pata e a deitar não é tão complicado, mas requer algumas “regras”, paciência e bastante firmeza na comunicação. Para te ajudar nessa tarefa, separamos algumas dicas de como ensinar comandos básicos de adestramento para o seu o cachorro durante a quarentena - afinal, agora você está com mais tempo livre para isso. Chega mais!

Comandos básicos de adestramento: descubra como ensiná-los para o seu cãozinho

A verdade é que existe uma grande lista de comandos para cachorro que podem (e devem!) ser colocados em prática. Afinal, seja para ajudar na saúde mental do animal ou para corrigir comportamentos dentro de casa, algumas ordens como “senta”, “dá a patinha”, “deita” e “gira” oferecem uma série de benefícios ao seu cãozinho. Mas, é importante lembrar que o adestramento é um momento de troca entre o tutor e o animal, por isso deve ser divertido e sem punições. Sendo assim, antes de começar a ensinar alguns comandos, o ideal é separar petiscos pequenos e uma boa dose de amor e paciência. Para facilitar os treinos, veja um pequeno passo a passo para fazer os principais comandos de cachorro em casa:

1) Como ensinar o cachorro a sentar

1º passo: Pegue o petisco preferido do seu amigo na mão. Deixe que o cão cheire e dê um pedacinho para despertar o seu interesse;

2º passo: Se posicione na frente do cachorro, segure o pedacinho do alimento com a ponta dos dedos - o petisco precisa estar à mostra para o animal ficar incentivado a prestar atenção nos seus movimentos - e estenda a mão um pouco para frente;

3º passo: Diga o comando para ao animal. Nesse caso, vale chamar o cãozinho pelo seu nome para facilitar a comunicação;

4º passo: Com a atenção voltada para sua mão, leve-a na linha do focinho, passando acima da cabeça em direção ao bumbum do animal. Assim, ele vai sentar automaticamente;

5º passo: No momento exato em que ele sentar, elogie e dê o petisco!

No dia a dia, o comando é um grande aliado quando o cachorro precisa se controlar, como a hora das refeições ou quando você precisar colocar a coleira e guia de passeio - momentos em que normalmente ele manifesta muita euforia. 

2) Como ensinar cachorro a dar a pata

1º passo: Coloque alguns petiscos na mão e feche-a em punho;

2º passo: Posicione-se na frente do animal e peça para que ele sente;

3º passo: Com o cão sentado, posicione a mão aberta em uma altura que o animal possa ver e tocar;

4º passo: Em seguida, fale o comando;

5º passo: No momento em que o cãozinho encostar a pata na sua mão, elogie e recompense-o!

3) Como ensinar o cachorro a deitar

1º passo: Posicione-se em frente ao seu cachorro e diga “senta!”

2º passo: Com o petisco na mão, faça o movimento em direção ao chão e espere que o cão coloque o focinho exatamente onde você indicou

3º passo: Repita algumas vezes e ,quando der certo, recompense o seu cãozinho com petiscos e carinho.

Seu cãozinho não sabe a hora de parar? Este comando pode ser a solução para os seus problemas. 

Como ensinar o cachorro a ficar e depois vir em sua direção

1º passo: Posicione-se em frente ao seu cachorro e diga “senta!” enquanto coloca a sua mão aberta em direção a ele;

2º passo: Aguarde alguns segundos e, se cão ficar quieto, diga palavras de incentivo, como "Muito bem!" ou "Bom menino(a)!";

3º passo: Quando conseguir que o seu cachorro fique quieto, diga o comando para ele ficar e vá se afastando aos poucos. Se ele for atrás de você, volte a se aproximar e repita o comando; 

4º passo: Aumente a distância aos poucos até que o cachorro fique praticamente quieto e volte ao local onde ele está parado para recompensá-lo;

5º passo: Da próxima vez, repita tudo e, em seguida, chame-o (com a palavra "vem") para que ele saiba que pode ir até você.

Seu amigo tem o costume de correr em direção a porta toda vez que alguém está chegando em casa? Este comando pode te ajudar a controlar o comportamento do animal.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
      Como ensinar o cachorro a dar a pata: o reforço positivo é fundamental para um bom resultado
    Como ensinar o cachorro a dar a pata: o reforço positivo é fundamental para um bom resultado

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Reforço positivo ajuda na hora de ensinar os comando para cachorro

    Para que o adestramento com os truques básicos dê certo, é preciso que o seu amigo associe os treinos a momentos bons e agradáveis. Por isso, não basta apenas oferecer um petisco todo a vez que o animal acerta um comando. Nesse caso, o ideal é investir em recompensas verbais e físicas. “Isso”, “muito bem” e “bom garoto!” seguidos de carinhos podem ser a chave do sucesso para que o seu pet aprenda os comandos básicos de cachorro. Mas lembre-se: o tom da voz deve ser amigável, alegre e divertido para que o dog entenda que você realmente está feliz com o progresso dele. 

    Lembre-se: respeitar os limites do seu amigo é fundamental

    Ver um cãozinho obedecendo perfeitamente os comandos básicos pode ser encantador. No entanto, é importante saber que para atingir o sucesso é preciso de um longo trabalho. Isso porque, assim como nós, os cães também demoram um tempo para aprender. Por isso, você deve ter paciência, respeitar os limites do seu amigo e não cobrar uma perfeição imediata. Experimente fazer treinos diários de 10 minutos e, aos poucos, acompanhe a evolução do seu pet. Não existe fórmula mágica e, sim, maneiras positivas de educar. 

    Redação: Úrsula Gomes



    Como fazer o cachorro parar de pular nas pessoas?

    Próxima matéria

    Como fazer o cachorro parar de pular nas pessoas?

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

    Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

    Ver Todas >

    Brinquedos para cachorros filhotes: quais as opções mais seguras para até seis meses de idade?
    Comportamento animal

    Brinquedos para cachorros filhotes: quais as opções mais seguras para até seis meses de idade?

    Os brinquedos para cachorro filhote fazem toda a diferença nos primeiros meses de vida do cãozinho, pois servem como estímulos sensoriais que ajudam no desenvolvimento do animal. É importante, porém, que eles sejam apropriados para a idade do pet. Quer saber quais são os melhores brinquedos para filhotes de cachorro de até 6 meses? Então veja abaixo algumas alternativas!

    Cachorro Labrador: a cor da raça indica a personalidade do pet?
    Comportamento animal

    Cachorro Labrador: a cor da raça indica a personalidade do pet?

    Labrador preto, chocolate, caramelo… Existem muitos tipos de cores de pelagem que podem existir na raça Labrador. Cachorro tão popular e querido por todos, o Labrador é conhecido por sua personalidade amigável, carinhosa e divertida - o verdadeiro melhor amigo do homem! A grande variedade de cores de um cachorro Labrador, porém, leva algumas pessoas a se questionarem se a cor da pelagem indica algum traço especial na personalidade do animal. 

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?
    Comportamento animal

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Viajar com cachorro é uma experiência incrível, mas que precisa de atenção. O primeiro passo é procurar por um hotel pet friendly - isto é, um hotel ou pousada que aceita animais de estimação - para que tudo seja perfeito. Existe hotel que aceita cachorro, mas que tem algumas limitações como quantidade de pets por quarto e que tem restrições quanto ao porte do animal (a maioria costuma aceitar apenas animais pequenos ou, no máximo, de porte médio). No entanto, também existem hotéis totalmente pet friendly que são praticamente o paraíso na terra para os nossos amiguinhos de quatro patas.

    Comportamento animal

    "Meu cachorro destrói tudo": o que fazer e como direcionar o comportamento do pet?

    Quem tem um cachorro destruidor sabe bem a sensação de chegar em casa e encontrar o sofá destruído, o controle remoto mordido ou a caminha dele destroçada. Esse comportamento traz problemas tanto para o tutor quanto para o cão e, por isso, é importante saber como evitá-lo. Algumas mudanças na rotina, como comprar uma cama para cachorros destruidores e passear mais com o cachorro, podem ser necessárias para controlar seu pet. 

    Ver Todas >