close
Adestramento

Veja alguns truques básicos que você pode ensinar ao seu cachorro na quarentena!

Atualizado · 09 de junho de 2020 · 16h38

Publicado · 01/04/2020 · 19h15

Comandos para cachorro:  você mesmo pode adestrar o seu amigo em casa. Veja como!
Comandos para cachorro: você mesmo pode adestrar o seu amigo em casa. Veja como!

Se você tem um amigo de quatro patas em casa, certamente já deve ter passado pelo desafio de tentar educá-lo com alguns comandos para cachorro. Ainda assim, ao contrário do que muitos tutores pensam, descobrir como ensinar o cachorro a sentar, a dar a pata e a deitar não é tão complicado, mas requer algumas “regras”, paciência e bastante firmeza na comunicação. Para te ajudar nessa tarefa, separamos algumas dicas de como ensinar comandos básicos de adestramento para o seu o cachorro durante a quarentena - afinal, agora você está com mais tempo livre para isso. Chega mais!

Comandos básicos de adestramento: descubra como ensiná-los para o seu cãozinho

A verdade é que existe uma grande lista de comandos para cachorro que podem (e devem!) ser colocados em prática. Afinal, seja para ajudar na saúde mental do animal ou para corrigir comportamentos dentro de casa, algumas ordens como “senta”, “dá a patinha”, “deita” e “gira” oferecem uma série de benefícios ao seu cãozinho. Mas, é importante lembrar que o adestramento é um momento de troca entre o tutor e o animal, por isso deve ser divertido e sem punições. Sendo assim, antes de começar a ensinar alguns comandos, o ideal é separar petiscos pequenos e uma boa dose de amor e paciência. Para facilitar os treinos, veja um pequeno passo a passo para fazer os principais comandos de cachorro em casa:

1) Como ensinar o cachorro a sentar

1º passo: Pegue o petisco preferido do seu amigo na mão. Deixe que o cão cheire e dê um pedacinho para despertar o seu interesse;

2º passo: Se posicione na frente do cachorro, segure o pedacinho do alimento com a ponta dos dedos - o petisco precisa estar à mostra para o animal ficar incentivado a prestar atenção nos seus movimentos - e estenda a mão um pouco para frente;

3º passo: Diga o comando para ao animal. Nesse caso, vale chamar o cãozinho pelo seu nome para facilitar a comunicação;

4º passo: Com a atenção voltada para sua mão, leve-a na linha do focinho, passando acima da cabeça em direção ao bumbum do animal. Assim, ele vai sentar automaticamente;

5º passo: No momento exato em que ele sentar, elogie e dê o petisco!

No dia a dia, o comando é um grande aliado quando o cachorro precisa se controlar, como a hora das refeições ou quando você precisar colocar a coleira e guia de passeio - momentos em que normalmente ele manifesta muita euforia. 

2) Como ensinar cachorro a dar a pata

1º passo: Coloque alguns petiscos na mão e feche-a em punho;

2º passo: Posicione-se na frente do animal e peça para que ele sente;

3º passo: Com o cão sentado, posicione a mão aberta em uma altura que o animal possa ver e tocar;

4º passo: Em seguida, fale o comando;

5º passo: No momento em que o cãozinho encostar a pata na sua mão, elogie e recompense-o!

3) Como ensinar o cachorro a deitar

1º passo: Posicione-se em frente ao seu cachorro e diga “senta!”

2º passo: Com o petisco na mão, faça o movimento em direção ao chão e espere que o cão coloque o focinho exatamente onde você indicou

3º passo: Repita algumas vezes e ,quando der certo, recompense o seu cãozinho com petiscos e carinho.

Seu cãozinho não sabe a hora de parar? Este comando pode ser a solução para os seus problemas. 

Como ensinar o cachorro a ficar e depois vir em sua direção

1º passo: Posicione-se em frente ao seu cachorro e diga “senta!” enquanto coloca a sua mão aberta em direção a ele;

2º passo: Aguarde alguns segundos e, se cão ficar quieto, diga palavras de incentivo, como "Muito bem!" ou "Bom menino(a)!";

3º passo: Quando conseguir que o seu cachorro fique quieto, diga o comando para ele ficar e vá se afastando aos poucos. Se ele for atrás de você, volte a se aproximar e repita o comando; 

4º passo: Aumente a distância aos poucos até que o cachorro fique praticamente quieto e volte ao local onde ele está parado para recompensá-lo;

5º passo: Da próxima vez, repita tudo e, em seguida, chame-o (com a palavra "vem") para que ele saiba que pode ir até você.

Seu amigo tem o costume de correr em direção a porta toda vez que alguém está chegando em casa? Este comando pode te ajudar a controlar o comportamento do animal.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
      Como ensinar o cachorro a dar a pata: o reforço positivo é fundamental para um bom resultado
    Como ensinar o cachorro a dar a pata: o reforço positivo é fundamental para um bom resultado

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    Reforço positivo ajuda na hora de ensinar os comando para cachorro

    Para que o adestramento com os truques básicos dê certo, é preciso que o seu amigo associe os treinos a momentos bons e agradáveis. Por isso, não basta apenas oferecer um petisco todo a vez que o animal acerta um comando. Nesse caso, o ideal é investir em recompensas verbais e físicas. “Isso”, “muito bem” e “bom garoto!” seguidos de carinhos podem ser a chave do sucesso para que o seu pet aprenda os comandos básicos de cachorro. Mas lembre-se: o tom da voz deve ser amigável, alegre e divertido para que o dog entenda que você realmente está feliz com o progresso dele. 

    Lembre-se: respeitar os limites do seu amigo é fundamental

    Ver um cãozinho obedecendo perfeitamente os comandos básicos pode ser encantador. No entanto, é importante saber que para atingir o sucesso é preciso de um longo trabalho. Isso porque, assim como nós, os cães também demoram um tempo para aprender. Por isso, você deve ter paciência, respeitar os limites do seu amigo e não cobrar uma perfeição imediata. Experimente fazer treinos diários de 10 minutos e, aos poucos, acompanhe a evolução do seu pet. Não existe fórmula mágica e, sim, maneiras positivas de educar. 

    Redação: Úrsula Gomes



    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida

    Próxima matéria

    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?
    Comportamento animal

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?

    O pelo de gato exerce uma função importante tanto na proteção do corpo e da pele, como também na linguagem corporal felina. Sim, é isso mesmo: mesmo sem um vocabulário, os bichanos são capazes de expressar sentimentos e vontades com movimentos, posições específicas e até mesmo com o estado da pelagem. Se você já viu um gato arrepiado, deve entender do que estamos falando!

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?
    Comportamento animal

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?

    O termo “pet friendly” nunca esteve tão em alta quanto agora. Todo mundo sabe que os cães são grandes companheiros dos humanos e carregam até o título de melhores amigos. Mas, mesmo fazendo parte da nossa família há tanto tempo, foi recentemente que esses pets conquistaram um “espaço” definitivo nos momentos de lazer dos tutores. É aqui que entra a ideia de pet friendly: hotéis, pousadas, restaurantes, shoppings, mercados e vários outros estabelecimentos hoje em dia recebem os peludos de braços abertos (em alguns cidades, como no Rio de Janeiro, é lei!).

    Gatos famosos: conheça os 10 personagens felinos mais icônicos da ficção
    Comportamento animal

    Gatos famosos: conheça os 10 personagens felinos mais icônicos da ficção

    Ao decidir abrir as portas de casa para um bichano, vários tutores se inspiram em nomes de gatos famosos para apelidar o próprio pet. E acredite: existem muitas referências de gatinhos bem populares, principalmente quando entramos no mundo da ficção. Filmes, séries, quadrinhos, gibis, animações: em todos esses cenários é possível encontrar personagens totalmente icônicos.

    Comportamento do gato: aprenda alguns exercícios para estimular a cognição do seu pet
    Comportamento animal

    Comportamento do gato: aprenda alguns exercícios para estimular a cognição do seu pet

    Oferecer brinquedos interativos para gatos e investir em exercícios mentais normalmente são uma excelente forma de estimular as habilidades cognitivas do seu amigo de quatro patas. Afinal, mesmo que os felinos não tenham a mesma capacidade de raciocínio dos seres humanos, eles são bem inteligentes e capazes de aprender muita coisa. Além do mais, quando os instintos selvagens dos gatos são instigados, a cognição também é estimulada. 

    Ver Todas >