close
Ração

Ração light para cães: em quais casos ela é recomendada? Qual a diferença da ração tradicional?

Atualizado · 30 de agosto de 2021 · 18h22

Publicado · 30/08/2021 · 17h30

A ração light para cães é ótima opção para animais que estão no peso ideal ou um pouquinho acima do peso
A ração light para cães é ótima opção para animais que estão no peso ideal ou um pouquinho acima do peso

Dentre os diferentes tipos de ração de cachorro que existem, a ração light se destaca como uma alternativa para animais que estão na faixa do peso ideal ou com um leve sobrepeso. Normalmente ela é indicada para cães que precisam manter o mesmo peso ou emagrecer bem pouco, mas não é aconselhável para pets que foram diagnosticados com um quadro de obesidade. Nesse caso, a ração diet para cachorro é a melhor opção, que é um alimento totalmente diferente da ração light para cães. Para entender como funciona esse tipo de alimentação, em que casos a ração para cachorro light é indicada e como inseri-la no dia a dia do seu pet, conversamos com a médica veterinária Nathalia Breder, que é especialista em nutrição animal. Vem ver o que ela contou para gente!

Ração light e ração diet para cães é a mesma coisa?

Essa é uma dúvida bem comum entre os pais de pet, e a resposta é não: a ração light e a ração para cachorro diet não são a mesma coisa. A primeira opção é indicada principalmente para animais que estão em fase de manutenção de peso ou que têm sobrepeso abaixo de 15%. Em alguns casos, a ração light para cachorro também pode servir como uma medida preventiva, especialmente quando o cãozinho tem predisposição à obesidade - mas é importante conversar antes com um veterinário para discutir essa possibilidade.

Já os animais que foram diagnosticados com obesidade canina - ou seja, que têm um sobrepeso acima de 15% - precisam de um outro tipo de intervenção alimentar própria para auxiliar no tratamento de perda de peso. Normalmente, a ração diet para cães ou específica para obesidade são as melhores opções de ração para cachorro emagrecer. É importante ressaltar que antes de introduzir a ração light ou ração diet, cães precisam de uma consulta com um médico veterinário, de preferência com especialização na área de nutrição.

Ração light para cachorro ajuda na manutenção de peso saudável

A ração light para cães funciona de forma bastante simples: por ser menos calórica que a tradicional, ela ajuda os cachorros a manterem o peso considerado “ideal” e até mesmo facilita a perda de peso do pet que está levemente acima do peso. “A principal função da ração light é a manutenção do peso saudável para animais adultos, ou para controle de sobrepeso para aqueles pets que precisam emagrecer pouco”, conta Nathalia.

Após a castração de cachorro, o tutor deve considerar a possibilidade de investir em uma ração light para cães castrados - sempre com a orientação do veterinário, claro. Muitos animais acabam ganhando peso depois da castração, e uma boa forma de evitar que o sobrepeso vire obesidade é oferecendo alimentos menos calóricos para o seu amigo de quatro patas. A formulação da ração light é ideal porque tem todos os nutrientes que o animal precisa em proporções adequadas, fazendo com que o cãozinho permaneça saudável e em boa forma.

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    Ração light: cachorro pode se beneficar bastante com esse tipo de alimentação
    Ração light: cachorro pode se beneficar bastante com esse tipo de alimentação

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Quando o assunto é a alimentação de um pet, muitas dúvidas podem surgir: o que o cachorro não pode comer? cachorro pode comer couve? Pode dar brócolis para cachorro? Ou ainda se cachorro pode comer abobrinha? Muitos tutores questionam se podem oferecer verduras e legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de serem muito saudáveis, esses tipos de alimentos ajudam a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Qual a melhor ração para cachorro emagrecer?

    Para quem procura uma ração para cães obesos - raças pequenas ou grandes -, a versão light está longe de ser a melhor opção. Além da ração diet, existem alimentos específicos para obesidade canina, que consistem em rações com um percentual menor de gordura em sua composição. O acompanhamento médico, no entanto, não deve ser deixado de lado em nenhum momento. Mesmo que a ração para cachorro obeso ajude o pet a perder peso, é importante ficar atento para que ela não deixe o cachorro muito magro e desnutrido. O ideal é que quando o animal atingir o peso ideal, sejam feitas mudanças na sua dieta para que ele se mantenha saudável - e é aí que normalmente entra a ração light para cães.

    Mas lembre-se: para o cachorro emagrecer, não basta focar apenas na melhor ração. A perda de peso exige também uma rotina com exercícios físicos e outras atividades. Também é importante verificar se a ração para cães obesos é adequada para a idade e porte físico do seu bichinho de estimação.

    Ração light: cachorro pode adotar essa dieta em quais casos?

    A ração light para cães pode ser incluída na alimentação do seu amigo de quatro patas em dois casos diferentes: se o cachorro estiver no seu peso ideal ou com um leve sobrepeso. “Recomendamos a ração light para animais que já estão no peso ideal, como uma forma de manutenção desse peso saudável”, indica Nathalia. Já se o cãozinho está com sobrepeso de até 15%, a veterinária explica que é possível utilizar a ração light em uma quantidade menor para promover o emagrecimento do pet. 

    Vale destacar que a ração light para cães - raças pequenas ou grandes - não deve ser adotada sem a orientação de um profissional, pois é necessário fazer uma avaliação de cada caso para saber se o cachorro se enquadra nas situações citadas.

    Saiba como fazer a transição para a ração light para cães

    Antes de introduzir a ração light, cães precisam se acostumar com o alimento gradativamente. É preciso entender que o organismo dos cachorros é bem diferente dos humanos: eles não se adaptam facilmente a mudanças alimentares e, por isso, a transição deve ocorrer aos poucos. “Uma troca brusca pode levar a um quadro de gastroenterite”, destaca a veterinária. Desta forma, o ideal é que a introdução da ração tradicional para a ração light aconteça de forma gradual, levando em média 10 dias. Veja como fazer isso:

    • 1º dia: usar 90% da ração antiga e 10% da ração light;
    • 2º dia: usar 80% da ração antiga e 20% da ração light;
    • Siga esse parâmetro. A cada dia, aumente em 10% a quantidade da ração light para cachorro e diminua 10% da ração antiga.
    • No 9º dia, a porcentagem deve ser de 10% da ração antiga e 90% da ração light para cães.
    • A partir do 10º dia de transição, o pet já passará a comer exclusivamente a ração light.

    Redação: Juliana Melo

    Publicada originalmente em: 15/05/2020

    Atualizada em: 30/08/2021

    Como inserir o patê para gatos na dieta do seu pet?

    Próxima matéria

    Como inserir o patê para gatos na dieta do seu pet?

    Quais as diferenças nutricionais entre a ração para cães filhotes e adultos?
    Ração

    Quais as diferenças nutricionais entre a ração para cães filhotes e adultos?

    Se você tem um animal de estimação em casa, já deve ter questionado se tem problema oferecer uma ração para filhotes a um cachorro adulto ou vice-versa. Provavelmente já se perguntou também quais as diferenças entre cada tipo e qual o momento certo para fazer a transição sem prejudicar o crescimento do bichinho. É justamente esse o ponto: cada alimento tem particularidades nutricionais que contemplam as necessidades do animal para aquela fase específica da vida. Ou seja, a escolha do alimento certo é fundamental para garantir o desenvolvimento saudável do filhotinho ou para manter o cachorro adulto em sua melhor forma.

    Transfusão de sangue em cães: como é o procedimento, como doar e em quais casos é recomendado?
    Histórias reais

    Transfusão de sangue em cães: como é o procedimento, como doar e em quais casos é recomendado?

    Você já ouviu falar sobre transfusão de sangue em cães? Nós estamos tão acostumados a ver campanhas de doação de sangue humano, que às vezes esquecemos que os cãezinhos também podem precisar desse recurso vital. Apesar dos bancos de sangue veterinários não serem tão comuns com os de pessoas, eles existem – principalmente nos grandes centros urbanos – e ajudam a salvar muitas vidas.

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Qual a diferença nutricional entre ração para raças pequenas e grandes?
    Ração

    Qual a diferença nutricional entre ração para raças pequenas e grandes?

    Todo mundo sabe que os cuidados com a alimentação do cachorro são fundamentais para manter a saúde do animal em dia. No entanto, o que poucas pessoas compreendem é que existem diferentes tipos de ração para cachorro e que todas elas são específicas para determinada fase da vida do animal e também levando em consideração o seu porte físico. Sim, é isso mesmo: o porte do animal também influencia na escolha da ração. Isto acontece porque uma ração para cachorro pequeno apresenta algumas diferenças nutricionais se comparada a uma ração para cachorro grande, e vice-versa; o que pode prejudicar a saúde do seu pet se for consumida de maneira inadequada. Para tirar as principais dúvidas sobre o assunto, o Patas da Casa preparou uma matéria com várias informações sobre isso. Veja a seguir!

    Ver Todas >

    Quantas vezes por dia o cachorro deve comer?
    Alimentação animal

    Quantas vezes por dia o cachorro deve comer?

    Em algum momento todo tutor já se perguntou quantas vezes por dia o cachorro deve comer. Quem é pai ou mãe de pet pela primeira vez acaba se deparando com essa questão, e acredite: o assunto levanta muitas dúvidas. Tem quem deixa a ração de cachorro o tempo inteiro à disposição do pet, e tem quem estabelece um horário certinho para as refeições do animal, mas além de saber quantas vezes o cachorro deve comer por dia, a quantidade do alimento é outro fator importante.

    Petisco para cachorro: 4 receitas para a ceia de Natal com o seu pet
    Alimentação animal

    Petisco para cachorro: 4 receitas para a ceia de Natal com o seu pet

    Você já pensou em fazer petisco para cachorro comer junto da família na ceia de Natal? Afinal, sua companhia de todas as horas merece estar presente nesta celebração especial! Muitas vezes, os tutores oferecem as próprias comidas presentes no jantar para o cãozinho comer. Porém, é preciso ter cuidado com a ceia, pois nem todos os alimentos que comemos no Natal fazem bem ao organismo do pet. 

    O que gato pode comer ou não da ceia de Natal?
    Alimentação animal

    O que gato pode comer ou não da ceia de Natal?

    Você sabe o que gato pode comer na ceia de Natal? Essa época do ano consagra um dia de muita fartura de comes e bebes. É dia de reunir toda a família e celebrar ao lado daqueles que mais amamos - e de uma forma ou de outra, nossos amigos de quatro patas também estarão presentes. Apesar disso, todo gateiro sabe que existem alimentos proibidos para gatos e saber o que pode dar ou não da ceia é muito importante, principalmente porque os felinos são animais muito espertos e podem beliscar um pedacinho da ceia sem o tutor ver. 

    Petiscos para gatos geladinhos: 3 opções para ajudar o bichano a se refrescar no calor
    Alimentação animal

    Petiscos para gatos geladinhos: 3 opções para ajudar o bichano a se refrescar no calor

    Ao contrário do que muita gente pensa, os felinos sentem calor e os petiscos para gatos gelados são muito úteis para refrescá-los. Pouca gente imagina, porém existe uma série de petiscos que podem ser servidos gelados. Antes de mais nada, é importante lembrar que os bichanos são animais carnívoros e a proteína animal faz diferença mesmo nas receitas de petisco caseiro para gatos. 

    Ver Todas >