Diferente dos desenhos animados, cães e gatos podem conviver em perfeita harmonia e dividir a atenção de seus humanos. Mas se tem uma coisa que não pode se misturar nessa relação é o pote de comida. Ração de gato é para o gato e ração de cachorro é para o cachorro. Isso porque cada alimento é desenvolvido para atender às necessidades nutricionais de cada espécie, com concentrações específicas de cada nutriente. Para te ajudar a entender um pouco mais sobre o assunto, separamos algumas informações importantes sobre a alimentação do cachorro e gato. Vem que a gente te explica!

Ração de cachorro possui uma quantidade elevada de carboidratos

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Cuidar da alimentação dos cães é de extrema importância para manter a saúde do seu pet em dia. Para isso, a melhor alternativa é investir em uma ração para cachorro de qualidade, que contém os nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo do animal. Ração para filhote, adulto ou idoso possuem uma mistura de vários ingredientes em concentrações específicas para cada fase de vida, como proteínas, gorduras, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais. Sendo assim, por que o gato não pode comer a ração de cachorro? O alimento canino tem um teor mais alto de carboidratos se comparada com a ração de gato. Além disso, diferente dos felinos, os cães não precisam de aminoácidos - como a taurina - e nem de uma grande quantidade de gordura na sua dieta.

A ração para cachorro também é fortalecida com vitamina D, ferro e o cálcio, nutrientes que auxiliam na formação e fortalecimento da estrutura óssea do animal, dentre outras funções.


Ração de gato e ração de cachorro devem ser dadas de acordo com a espécie do animal
Ração de gato e ração de cachorro devem ser dadas de acordo com a espécie do animal

Ração de gato é composta de proteína, gordura e aminoácidos essenciais

Por serem animais carnívoros, a ração de gato é composta basicamente de proteínas e gorduras. Isso não quer dizer que esses animais se alimentam somente de carne, mas não dá para negar que essa é sim uma das principais fontes de nutrientes para o organismo do animal (diferente dos cachorros, que tem ingredientes mais variados na sua alimentação). Além do mais, a ração para gato possui uma série de aminoácidos que são considerados essenciais para a saúde dos bichanos, como a taurina, a arginina e metionina. Como esses animais não são capazes de sintetizar esses aminoácidos por conta própria, a reposição é feita pelo consumo da ração para gato.

Também vale ressaltar que é possível variar a alimentação do gato com a ração seca e a ração úmida, também conhecida como sachê. Esta segunda, inclusive, é bastante recomendada para gatos que não tem o hábito de beber muita água, pois ajuda os felinos a manter a hidratação e prevenir problemas renais.

Posso dar ração de cachorro para gato ou vice-versa?

Se você tem um cachorro e gato em casa, é comum que em algum momento venha aquela dúvida se é possível dar ração de cachorro para gato ou o contrário. O mais comum de ocorrer são cachorros que gostam de comer a ração destinada aos felinos, já que os cãezinhos fazem jus à fama de “comilões” e adoram comer tudo que encontram pela frente. No entanto, isso não deve ser estimulado, já que as rações destinadas aos gatos possuem uma maior quantidade de proteína e podem causar problemas de saúde no cão. A situação inversa também deve ser evitada, visto que a ração para cachorro possui uma grande quantidade de carboidratos e fibras, que não são facilmente assimiladas pelo organismo dos felinos.

A ração é formada a partir de nutrientes que são distribuídos de uma forma equilibrada e, mesmo que algumas possam dispor dos mesmos complementos nutricionais, esse alimento é feito levando em consideração as necessidades de cada animal. É preciso, portanto, ter muito cuidado, já que os nutrientes presentes na produção de cada alimento são diferentes para gatos e cachorros e o consumo inadequado pode desencadear um desequilíbrio nutricional.

Ração de cachorro e ração de gato devem ser dadas de acordo com a fase de vida do animal

Além das diferenças entre cada tipo de ração, outro ponto importante é que tanto a ração de gato quanto a de cachorro também podem variar de acordo com a fase de vida do animal. Isso acontece porque um  filhote tem necessidades nutricionais diferentes de um animal adulto ou idoso.

Redação: Juliana Melo