Cachorro

Rabo de cachorro: anatomia, curiosidades, função e cuidados... saiba tudo!

Saiba tudo sobre o rabo de cachorro e aprenda a se comunicar melhor com o seu amigo de quatro patas
Saiba tudo sobre o rabo de cachorro e aprenda a se comunicar melhor com o seu amigo de quatro patas

Conhecer o corpo de um cãozinho é uma ótima maneira de se aproximar e entender ainda mais o seu amigo de quatro patas. Os movimentos do rabo de cachorro, por exemplo, são uma ótima forma de compreender melhor o seu pet, já que eles fazem parte da linguagem corporal canina. Ou seja, é um jeitinho que o seu cão encontra de se comunicar com você. Além disso, essa é uma região muito delicada e que precisa de alguns cuidados para não prejudicar a saúde do animal. Pensando nisso, preparamos uma matéria bem completinha e cheia de informações sobre a anatomia, função, cuidados e curiosidades sobre o rabo do cachorro. Veja a seguir!

Rabo de cachorro: saiba mais sobre a anatomia da região

Um dos traços mais particulares de um cãozinho é o seu rabo. Dependendo da raça, eles podem ser longos ou com tamanhos mais reduzidos, peludinhos ou com poucos pelos. Mas uma coisa é comum a todos eles: o rabo de cachorro é uma extensão da coluna vertebral, e, assim como a espinha dorsal, ele é composto por várias vértebras, que são separadas por discos vertebrais. É isso que ajuda no amortecimento e na flexibilidade dos movimentos dessa parte do corpo do animal. Isso explica o cãozinho conseguir mexer o rabo tão rápido e intensamente sem se machucar.

Ah, e lembra que o tamanho do rabo do cachorro pode ser maior ou menor, de acordo com a raça dele? Então, isso quer dizer que o número de vértebras também pode variar, sendo de 5 a 20, no geral. Essas vértebras, inclusive, tendem a ser maiores na base e vão diminuindo de tamanho conforme se aproximam da ponta do rabo de cachorro.

Entenda as funções do rabo de cachorro!

O rabo de cachorro desempenha diferentes funções importantes na rotina do cãozinho. Ele ajuda a manter o equilíbrio do animal e também é uma das principais formas de linguagem corporal canina. Além dos diferentes tipos de latidos, o cachorro também consegue se comunicar através dos movimentos e da posição da cauda dele. Por isso, sempre que você ver um cachorro com a cauda para baixo ou que fica mexendo o rabo sem parar, é importante ter em mente que existe um significado por trás daquilo e geralmente é uma ferramenta de comunicação com humanos e outros animais. 

Além disso, uma curiosidade sobre o rabo de cachorro é que eles também exercem outra função que é ainda mais específica nos relacionamentos entre cães. A cauda do animal é capaz de soltar feromônios, substâncias químicas que o cachorro exala naturalmente e que podem provocar diferentes reações nos animais da mesma espécie próximos a ele. Isto é, se o cãozinho se sentir atraído por uma cadela e quiser atraí-la de volta, ele pode soltar um feromônio sexual que vai ajudar nessa aproximação. Esses “cheiros” são produzidos por glândulas próximas ao ânus do animal.

Rabo: cachorro pode sofrer lesões nessa região do corpo

Por se tratar de uma região bastante exposta, o rabo de cachorro está muito vulnerável à fraturas e machucados. Tanto é que uma situação muito comum é quando o cachorro prende a cauda em portas e outros lugares, um problema que geralmente leva a contusão e inchaço no local. Em outros casos, a desatenção é por causa dos humanos que, às vezes, podem acabar pisando no rabo do cachorro, machucando-o. Além disso, também é possível que picadas de insetos e o contato com substâncias alergênicas provoquem uma ferida no rabo do cachorro..

Se não for uma lesão muito grave, a situação não requer reforços médicos e pode ser tratada com compressas de gelo para reduzir o inchaço e aliviar o incômodo na região. Já se for uma fratura séria, é importante levar o seu cãozinho ao veterinário para uma análise mais rigorosa e para um tratamento mais específico, que pode incluir desde medicamentos analgésicos, por exemplo, até intervenções cirúrgicas, em casos onde o cachorro pode ter quebrado algum osso da cauda.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Linguagem canina: quem nunca se perguntou por que o cachorro abana o rabo?
    Linguagem canina: quem nunca se perguntou por que o cachorro abana o rabo?
    O rabo do cachorro é uma das principais formas do seu amigo de quatro patas se comunicar com você
    O rabo do cachorro é uma das principais formas do seu amigo de quatro patas se comunicar com você
    Cachorro: cauda baixa pode indicar que tem algo de errado com o seu amigo
    Cachorro: cauda baixa pode indicar que tem algo de errado com o seu amigo
    Existem diferentes tipos de rabo de cachorro
    Existem diferentes tipos de rabo de cachorro
    O rabo de cachorro pode se posicionar naturalmente para cima, como a cauda dos Beagles
    O rabo de cachorro pode se posicionar naturalmente para cima, como a cauda dos Beagles
    Rabo: cachorro pode ter a cauda naturalmente para baixo, como o Border Collie
    Rabo: cachorro pode ter a cauda naturalmente para baixo, como o Border Collie
    Rabo de cachorro enroladinho também é um charme, como é o caso do Shiba Inu
    Rabo de cachorro enroladinho também é um charme, como é o caso do Shiba Inu
    Rabo: cachorro também pode ter a cauda mais curtinha, como um Bulldog Inglês
    Rabo: cachorro também pode ter a cauda mais curtinha, como um Bulldog Inglês
    Linguagem canina: quem nunca se perguntou por que o cachorro abana o rabo?
    O rabo do cachorro é uma das principais formas do seu amigo de quatro patas se comunicar com você
    Cachorro: cauda baixa pode indicar que tem algo de errado com o seu amigo
    Existem diferentes tipos de rabo de cachorro
    O rabo de cachorro pode se posicionar naturalmente para cima, como a cauda dos Beagles
    Rabo: cachorro pode ter a cauda naturalmente para baixo, como o Border Collie
    Rabo de cachorro enroladinho também é um charme, como é o caso do Shiba Inu
    Rabo: cachorro também pode ter a cauda mais curtinha, como um Bulldog Inglês

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Os diferentes tipos de rabo de cachorro

    - Rabo de cachorro reto com posição natural para baixo

    Esse tipo de rabo de cachorro é o que faz parte da anatomia de cães como o Golden Retriever e o Border Collie. Significa que a cauda desses cães geralmente fica mais próxima às pernas do animal, geralmente apontada para baixo quando está em estado de relaxamento. Mesmo em situações de alerta, não costumam se elevar muito acima da coluna vertebral.

    - Rabo de cachorro reto com posição natural para cima

    cachorros como o Yorkshire, Beagle o Chihuahua têm o rabo com uma posição mais voltada para cima, e não tão junto às pernas. Esses animais possuem grande mobilidade e, diferente de um Golden Retriever, são raças que dificilmente ficam com o rabo virado para baixo.

    - Rabo de cachorro enrolado

    Comum em cachorros da raça Shiba Inu e Shih Tzu, o rabo de cachorro enrolado pode trazer algumas dificuldades na hora da comunicação. Geralmente, eles ficam localizados na parte de cima do corpo do cão em  forma de espiral, tendo pouquíssima mobilidade. Por isso, os cachorros destas raças procuram outras formas de se expressar, e é importante que os humanos tenham ainda mais cuidado na hora de interpretar esses cães.

    - Rabo de cachorro curto

    Algumas raças de cachorro nascem com a cauda bem curtinha, como é o caso do Bulldog Inglês. Nesses casos, a comunicação acaba sendo bastante prejudicada, mas não significa que é impossível entender o que o cãozinho quer dizer. 

    Caudectomia: entenda os perigos de cortar o rabo do cachorro

    A caudectomia é um procedimento utilizado para cortar o rabo dos animais, mas que é proibido no Brasil e pode trazer vários problemas para a saúde do cãozinho, se for realizado por questões estéticas. Além de interferir na comunicação do animal, ela também pode prejudicar o equilíbrio do seu pet e afetar vasos sanguíneos, nervos, tecidos e a pele.

    A relação entre a linguagem canina e o rabo do cachorro

    Assim como os humanos utilizam os movimentos do corpo para se comunicar, os cães também utilizam os movimentos das caudas como forma de expressão. Por isso, essa parte do corpo dos animais se tornou uma importante referência na hora de interpretarmos a linguagem corporal canina. Mas como fazer isso? Bom, para estreitar os laços com o seu amigo de quatro patas, é preciso entender que a posição e os movimentos do rabo do cachorro podem indicar diferentes situações. Um cachorro abanando o rabo, por exemplo, nem sempre quer dizer que o cãozinho está feliz: dependendo da maneira como ele mexe e posiciona a cauda, às vezes pode significar que o animal está se sentindo ameaçado, curioso ou com medo. 

    Além disso, precisamos entender que essa é a maneira que o cãozinho se comunica com o mundo, e não apenas com os humanos. Isto é, às vezes o rabo do cachorro vai mexer de um jeitinho específico porque é o jeito dele “conversar” com outros amigos de quatro patas. Que tal entender um pouquinho mais como funciona isso?

    Linguagem corporal canina: entenda os movimentos do rabo do cachorro

    - Rabo de cachorro para cima e balançando intensamente: geralmente, significa que o cachorro está feliz e alegre, e é muito comum de acontecer quando o tutor chega em casa depois de longo período na rua, por exemplo. No entanto, se o seu pet faz isso com uma frequência muito grande, também pode indicar ansiedade e estresse.

    - Rabo de cachorro para cima e balançando lentamente: esse é um movimento que geralmente indica que o cãozinho está curioso com alguma coisa.

    - Rabo de cachorro para cima e com pequenos balanços: esse tipo de atitude é comum quando o cachorro quer demonstrar imposição perto de outro animal.

    - Rabo de cachorro em pé, projetado para fora: significa que o cãozinho está se sentindo ameaçado e pronto para revidar qualquer ataque.

    - Rabo de cachorro em pé e parado: geralmente, esse tipo de posição vem acompanhado de olhar fixo e musculatura rígida, indicando que o cachorro está concentrado em alguma coisa (provavelmente um inseto ou bicho que está por perto).

    - Rabo de cachorro em pé, rígido e na altura do corpo: esse movimento pode ser um indício de comportamento agressivo, já que mostra que o cãozinho está tenso e pronto para atacar.

    - Cachorro com a cauda para baixo e imóvel: significa que o cachorro está sentindo medo de alguma coisa ou com algum problema.

    - Cachorro com o rabo entre as pernas e com movimentos incertos: o animal provavelmente está se sentindo inseguro e tem alguma situação incomodando ele.

    - Cachorro com a cauda para baixo e com a cabeça baixa: significa que o cachorro pode estar com fome ou triste.

    Direção do rabo do cachorro também interfere na linguagem corporal canina

    Segundo um estudo publicado no jornal Current Biology, até mesmo a direção em que o cachorro movimenta a cauda é um fator importante na hora de decifrar a mensagem que os animais querem passar. Dessa forma, quando o rabo do cachorro está se movendo para a direita, é porque o cãozinho quer indicar sensações positivas, como alegria e excitação. Já se o cachorro move o rabo para a esquerda, os sentimentos são mais negativos, como medo, ansiedade e até mesmo agressividade. 

    O rabo de cachorro deve ser analisado em conjunto com a postura do animal

    De nada adianta querer conhecer o seu amigo de quatro patas observando somente o rabo de cachorro. Apesar de ser uma parte importante para que o cachorro possa se comunicar com você, é preciso levar em consideração outros fatores na hora de tentar interpretar a linguagem canina. Por isso, sempre se atente muito bem à expressão facial do seu cãozinho e a postura corporal dele. As orelhas estão para cima ou para baixo? A respiração dele está mais tranquila ou afoita? O cachorro está latindo, rosnando ou fazendo algum tipo de barulho? Essas são questões importantes na hora de entender o que o seu cãozinho quer te dizer!

    Redação: Juliana Melo

     

    5 dicas para educar um cachorro desobediente

    Próxima matéria

    5 dicas para educar um cachorro desobediente

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Pata de cachorro: anatomia, cuidados e curiosidades... saiba tudo sobre essa parte do corpo do seu amigo
    Cuidados

    Pata de cachorro: anatomia, cuidados e curiosidades... saiba tudo sobre essa parte do corpo do seu amigo

    A saúde do cachorro depende de muitos cuidados com o corpo do animal - inclusive com as suas patinhas! São elas que dão todo o suporte necessário para que o cãozinho possa correr, brincar e pular, do jeitinho que eles gostam. Entretanto, muitos tutores não dão a devida atenção a pata de cachorro, e isso pode acabar desencadeando uma série de problemas na região, trazendo muito desconforto para o seu amigo de quatro patas. Pensando nisso, reunimos tudo que você precisa saber sobre essa parte do corpo dos cães: desde cuidados e doenças que podem atingir o local, até curiosidades e truques (como ensinar o cachorro a dar a pata, por exemplo). Confira!

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena
    Pequenos

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena

    Para quem sempre sonhou em ter um cachorro de raça pequeno, o Boston Terrier é a companhia certa! Embora ele ainda seja muito confundido com o Bulldog Inglês, o cãozinho desta raça tem qualidades únicas e excepcionais. Amigáveis, brincalhões e com muita energia, os cachorros da raça Boston Terrier são muito fáceis de lidar no dia a dia e amam agradar seus tutores. Além disso, eles são super adaptáveis e conseguem conviver bem em praticamente qualquer lugar. 

    Ver Todas >

    Quer ter um cachorro surfista? Saiba como iniciar, os cuidados que deve ter e acessórios indispensáveis
    Comportamento animal

    Quer ter um cachorro surfista? Saiba como iniciar, os cuidados que deve ter e acessórios indispensáveis

    Existem cachorros que amam nadar e brincar na água, então qualquer passeio em trilhas com cachoeiras, praias ou mesmo uma piscina vira uma grande festa. Mas você sabia que existe cachorro que surfa? Os esportes com cachorro são uma ótima forma de estreitar laços entre o tutor e o animal e o surf é uma modalidade que pode fazer muito bem ao animal. Sem falar que os cachorros surfistas chamam atenção pela fofura e habilidade na prancha.

    Por que os gatos
    Comportamento animal

    Por que os gatos "mamam" no cobertor? Descubra se o comportamento é prejudicial ou não

    Não é difícil encontrar um gato que tenha a mania de ficar mordendo o cobertor, como se estivesse se alimentando da mamãe gata (e os cães também podem apresentar o mesmo comportamento). Um gato mordendo cobertor pode ser considerado um momento muito fofo para alguns gateiros, mas outros tutores podem se perguntar se esse comportamento do felino é prejudicial ou revela alguma vulnerabilidade do bichano. 

    Como ganhar a confiança de um cachorro? Veja dicas para se aproximar de cães desconhecidos
    Comportamento animal

    Como ganhar a confiança de um cachorro? Veja dicas para se aproximar de cães desconhecidos

    Adotar um cachorro é sempre um desafio tanto para os humanos, que precisam adaptar a casa para receber o novo hóspede, quanto para o cãozinho, que ainda precisa de um tempo para se acostumar com o ambiente e com sua nova família. No caso de cães abandonados e que foram resgatados por ONGs ou outras instituições, ganhar a confiança do doguinho nem sempre é uma tarefa fácil - principalmente se tratando de um cachorro medroso ou traumatizado. 

    Cachorro castrado fica mais calmo? Veja as diferenças de comportamento antes e depois da cirurgia
    Comportamento animal

    Cachorro castrado fica mais calmo? Veja as diferenças de comportamento antes e depois da cirurgia

    A castração de cachorro é muito indicada pelos profissionais da medicina veterinária. Entretanto, muitos tutores ainda sentem muito receio de realizar a cirurgia pelas mudanças de comportamento do cachorro castrado. Não é mito que algumas mudanças comportamentais ocorrem após a castração, tanto para machos quanto para fêmeas. Mas afinal, o que muda no cachorro castrado?

    Ver Todas >