close
Saúde

Qual o piso para cachorro ideal? Entenda como o piso escorregadio afeta as articulações do seu pet

Atualizado · 12 de julho de 2021 · 17h49

Publicado · 12/07/2021 · 17h49

 Piso antiderrapante para cachorro, porcelanato, madeira... saiba qual deles você deve escolher!
Piso antiderrapante para cachorro, porcelanato, madeira... saiba qual deles você deve escolher!

Todo cãozinho merece uma casa segura e confortável. Escolher o piso para cachorro ideal é a primeira coisa que o tutor deve prestar atenção. Muitas vezes nem percebemos, mas alguns tipos de piso, principalmente os mais escorregadios e lisos, facilitam quedas e acidentes domésticos. Essas situações podem afetar gravemente a estrutura óssea do seu melhor amigo. O Patas da Casa entrevistou o médico veterinário Luiz Henrique Malfatti, especialista em ortopedia veterinária, para explicar os perigos que a escolha de um piso para cachorro errado pode causar nas articulações do seu pet. Além disso, ele indica os melhores tipos de piso para cachorro e dá dicas para tornar seu lar confortável e seguro para seu cão. Confira a seguir!

Piso para cachorro escorregadio pode causar lesões nas articulações

Um piso para cachorro inadequado é um convite para problemas ortopédicos. Chãos escorregadios aumentam o risco de quedas e escorregões, o que pode causar danos nas articulações do seu pet. O especialista explica que qualquer parte do corpo pode ser machucada, mas que o maior risco está nas articulações (principalmente joelho e quadril), pois acabam sendo muito forçadas no piso liso: “Um paciente, por mais saudável que seja, com esse fator de ficar escorregando pode ter uma lesão na articulação do joelho. Pode escorregar ao saltar da cama ou do sofá e ter uma lesão de cotovelo, ombro ou até mesmo na coluna. Na verdade, é como se estivesse andando no sabão”.

Cães com displasia coxofemoral e doenças articulares são ainda mais prejudicados pelo piso para cachorro inadequado

O piso para cachorro escorregadio é ainda mais grave em cães que já sofrem com problemas articulares, como a displasia coxofemoral. Nessa doença genética, os ossos do fêmur e do quadril não se encaixam corretamente, causando muita dor e desconforto, além de instabilidade. “Levando isso em consideração, um paciente que tenha essa alteração já vai ter um pouco mais de dificuldade de apoio. Então o piso liso faz com que escorregue mais e não tenha o equilíbrio adequado, podendo gerar lesões, como uma luxação ou uma subluxação do quadril”, explica.

Pisos de madeira ou porcelanato para cachorro? Os dois são prejudiciais

É importante saber quais são os pisos para cachorro menos indicados para evitar a instalação na sua casa. O veterinário explica que pisos laminados - como os de tacos de madeira - não são as escolhas mais adequadas. Além deles, o piso de porcelanato para cachorro é um grande perigo, pois, assim como os de madeira, deixam o piso bem escorregadio. A probabilidade de o cãozinho sofrer um acidente em ambientes com esses revestimentos é muito maior. Por isso, tente sempre evitá-los.

Piso antiderrapante para cachorro: a melhor opção para deixar seu pet livre de acidentes

Ao contrário da madeira ou porcelanato para cachorro, existem alternativas no mercado que evitam acidentes em casa. Segundo o especialista, a melhor opção é o piso antiderrapante para cachorro. “A vantagem é que tem uma aderência muito melhor, então o cachorro consegue apoiar com mais firmeza sem ter o risco de escorregar”, indica. É a opção perfeita de piso para apartamento com cachorro, onde o animal tem menos espaço e corre mais risco de esbarrar e tropeçar.

Em casas com quintal, é importante ter cuidado também na área externa. O melhor piso para quintal com cachorro é o gramado ou o antiderrapante, mas o ortopedista também indica outras opções: “Tem os pisos de cerâmica ou aqueles parecidos com pisos de piscina. O melhor de tudo seria um gramado, mas também existem pisos especiais para parte do quintal antiderrapante que é o que a gente usa normalmente na parte da frente do quintal para ninguém escorregar”. 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Um piso para cachorro muito escorregadio é propício para causar quedas e outros acidentes
    Um piso para cachorro muito escorregadio é propício para causar quedas e outros acidentes

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Você pode tornar seu piso antiderrapante para cachorro com algumas medidas

    Muitas casas já possuem piso de porcelanato ou de madeira. Mas se você não tiver condições de trocar o piso, existem maneiras de deixá-lo menos perigoso sem precisar de obras. “Existem passadeiras de borracha, que vendem por metro quadrado em lojas de produtos de casa. Aqueles tablados de criança - tapete de EVA - que a gente vê em creches também são muito legais e funcionam ou o próprio tapete que tem em casa. Mas o legal é fixar ele, então coloque um sofá ou outro móvel em cima”. Além disso, o ortopedista sugere a instalação de escadinhas, rampas e degraus no acesso de camas e sofás. “Ter um aporte na descida e subida de sofá e cama é o ideal. Isso vai ajudar bastante a evitar o problema”. Outra dica é evitar deixar vasos ou objetos - como taças e garrafas - próximo ao chão e em móveis abertos que o cão possa esbarrar e acabar escorregando.

    Além de cuidar do piso para cachorro, mantenha seu animal com unhas e pelos aparados

    Além de colocar o melhor piso para cachorro ou aderir a técnicas que evitam escorregões, alguns  cuidados com o próprio cão devem ser tomados. “Temos que estar sempre de olho no tamanho das unhas. É importante estarem bem cortadinhas, principalmente nos pets que ficam dentro de casa”, afirma o veterinário. Ele ainda alerta para a área dos coxins, as almofadinhas que ficam debaixo da patinha: “Normalmente cresce bastante pelo ali no meio, isso ajuda a escorregar”. Por isso, é importante sempre manter os pelos da região muito bem aparados. 

    Piso para cachorro escorregadio: como identificar problemas articulares no animal?

    O cachorro com problemas articulares, como a displasia coxofemoral, apresenta alguns sinais característicos que indicam que há algo de errado. Geralmente, eles não conseguem firmar bem no chão e acabam derrapando ou escorregando frequentemente, principalmente nas brincadeiras e ao correr dentro de casa. Além de escorregões, podem bater em móveis e se machucar, já que não conseguem frear. “Tudo vai depender da lesão, mas um cachorro que tem uma lesão de quadril ou joelho, por exemplo, manca bastante”, alerta Luiz Henrique. Por isso é tão importante observar os hábitos do seu pet para identificar quando há algo de errado ou sinal de dor.  Ao perceber qualquer coisa errada, leve-o ao veterinário e adote rapidamente medidas para deixar o piso para cachorro o mais seguro possível.

    Redação: Maria Luísa Pimenta 

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Próxima matéria

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?
    Passeio

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Viajar com cachorro é uma experiência incrível, mas que precisa de atenção. O primeiro passo é procurar por um hotel pet friendly - isto é, um hotel ou pousada que aceita animais de estimação - para que tudo seja perfeito. Existe hotel que aceita cachorro, mas que tem algumas limitações como quantidade de pets por quarto e que tem restrições quanto ao porte do animal (a maioria costuma aceitar apenas animais pequenos ou, no máximo, de porte médio). No entanto, também existem hotéis totalmente pet friendly que são praticamente o paraíso na terra para os nossos amiguinhos de quatro patas.

    Como escolher a bolinha para cachorro ideal de acordo com a idade, tamanho e energia do seu pet?
    Brinquedos

    Como escolher a bolinha para cachorro ideal de acordo com a idade, tamanho e energia do seu pet?

    Quem nunca viu um cachorro correndo atrás de uma bola? A  bolinha para cachorro  é clássica e um dos brinquedos preferidos desses animais. Qualquer cãozinho quando vê uma bola se diverte bastante, principalmente aqueles mais energéticos e ativos. Porém, engana-se quem pensa que toda bolinha é igual, porque há uma infinidade de modelos que podem ser comprados. Não existe um melhor que o outro, mas sim o que é mais adequado para cada tipo de cachorro, levando em conta a idade, tamanho e nível de energia.

    Comportamento canino: entenda os diferentes tipos de personalidade e aprenda a identificar o padrão do seu pet
    Adestramento

    Comportamento canino: entenda os diferentes tipos de personalidade e aprenda a identificar o padrão do seu pet

    Assim como os humanos, os cães também tem um jeitinho próprio de se comunicar com o mundo ao seu redor. É algo que faz parte da personalidade deles e, por isso, é importante entender alguns aspectos do comportamento canino para estreitar a relação com esses animais. Será que você tem um cachorro mais destemido ou medroso? Comunicativo ou tímido? Amigável ou agressivo? 

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Ver Todas >

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!
    Saúde animal

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!

    Você já ouviu falar de cinomose em gatos? Muito se sabe sobre a cinomose em cães, doença altamente contagiosa e que traz diversas complicações à saúde do cachorro. Essa condição é temida por muitos tutores de cães, mas também tutores de gatinhos. Existe uma doença conhecida por “cinomose em gatos”, que parece ser exatamente igual à que atinge os cães. Porém, existem muitas dúvidas se esse termo é realmente o mais adequado para se referir a essa condição. Afinal, a cinomose pega em gato ou a doença acontece unicamente com cães? O Patas da Casa te explica tudo sobre a “cinomose em gatos”!

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina
    Saúde animal

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina

    Você já ouviu falar em doença do verme do coração? Se você é tutor de cachorro, é bom se preocupar com ela. A dirofilariose é uma doença muito perigosa, que pode afetar órgãos vitais dos cãezinhos e levá-los à morte. Diferente de outras doenças causadas por verminoses, o verme do coração é transmitido pela picada de mosquitos e, por isso, acaba sendo mais incidente no verão. Mas como identificar o verme no coração do cachorro? Dirofilariose tem cura? Como é feito o tratamento? E o mais importante: como manter o pet longe da doença? Descubra tudo sobre verme do coração em cães a seguir.

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato
    Saúde animal

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato

    Se você tem um bichinho de estimação, provavelmente já ouviu falar da coleira antipulgas para gatos. Essa é uma forma bem eficaz de proteger os pets contra pulgas, carrapatos e outros parasitas indesejados - e sim, é isso mesmo: quando se trata da coleira antipulgas, cachorro não é o único animal que pode se beneficiar. Embora a maioria dos felinos domésticos tenha menos chances de sofrer com infestações de parasitas, a coleira antipulga também pode ser usada pelos bichanos.

    Doença do carrapato é contagiosa?
    Saúde animal

    Doença do carrapato é contagiosa?

    A doença do carrapato é capaz de atacar todo o organismo do animal, o deixando frágil e debilitado. Por isso, é considerada uma das doenças mais graves que podem afetar um cão. Além da doença do carrapato em cachorro, existe a doença do carrapato em humanos, que causa sintomas parecidos e também é bastante grave. Entender a causa do problema é sempre a melhor maneira de evitar que ele apareça. Como o próprio nome sugere, a doença do carrapato é contagiosa por conta do aracnídeo. 

    Ver Todas >