Saúde

Prolapso retal em cães: entenda as características desse problema

Prolapso retal em cães: saiba como identificar o problema e o que fazer para prevenir
Prolapso retal em cães: saiba como identificar o problema e o que fazer para prevenir

O prolapso retal em cães é um problema de saúde ainda pouco discutido, mas não é tão incomum de acontecer. A palavra “prolapso” tem origem no latim e é utilizada para indicar o deslocamento de um órgão que, nesse caso, é o reto do animal. Por se tratar de um problema bastante delicado e que causa bastante desconforto aos cachorros, é importante que os tutores tomem conhecimento dessa condição. Para esclarecer todas as dúvidas sobre como identificar o prolapso retal em cães, diagnóstico e tratamento da doença, entrevistamos o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro. Dá uma olhada!

O que é o prolapso retal em cães e como ele se manifesta?

O problema surge quando o reto do animal é projetado para fora do ânus e não retorna para sua posição normal, o que acontece, normalmente, devido ao esforço que o cachorro faz para defecar. “O início do prolapso se dá por uma protuberância discreta no ânus. Caso o animal continue a forçar a defecação, é provável que o prolapso vá se agravar rapidamente”, explica Frederico. Por isso, é fundamental ficar atento se o cachorro apresentar episódios prolongados de diarreia ou desconforto abdominal (como nos casos de verminose), já que, segundo o veterinário, nesses cenários os animais tendem a forçar a defecação por muitas vezes seguidas e isso pode acabar causando o prolapso retal em cães.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Para cuidar de cachorro, é importante estar atento a alimentação do cãozinho e levá-lo ao veterinário regularmente
    Para cuidar de cachorro, é importante estar atento a alimentação do cãozinho e levá-lo ao veterinário regularmente

    Mais Lidas

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio
    Saúde animal

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio

    Você certamente já ouviu falar em vermífugo para cães. Mas sabe, exatamente, para que ele serve? Quem tem animal de estimação precisa estar atento a uma série de cuidados para manter a saúde do bichinho em dia - e usar esse remédio no período certo é uma dessas medidas indispensáveis para a proteção do pet. Como o nome já indica, o medicamento previne doenças causadas por vermes, como a Dirofilaria immitis, Toxocara canis e Giárdia sp.

    Cachorro doente: diagnóstico do veterinário é importante para o tratamento

    Ao notar qualquer sinal anormal no ânus do seu bichinho, é de extrema importância buscar o auxílio de um médico veterinário para que o diagnóstico seja feito. De acordo com Frederico, ele é realizado por meio de um exame clínico e da palpação da região. Além disso, o veterinário também pode pedir uma ultrassonografia do cachorro para avaliar todo o intestino e ajudando a encontrar a causa exata para o prolapso.

    Com a confirmação do diagnóstico, dá-se início ao tratamento. “O prolapso pode ser tratado de forma conservadora, onde o veterinário reposiciona o reto com um toque retal. Neste caso, é feita uma sutura específica ao redor do ânus após o reposicionamento”, explica Frederico. O médico veterinário também alerta que, em alguns casos, uma cirurgia pode ser necessária para que seja feito o reposicionamento do órgão.

    Como cuidar de cachorro que passou pela cirurgia de prolapso retal?

    Se o seu cãozinho precisar passar pelo procedimento cirúrgico, é importante ter alguns cuidados com o cachorro. De acordo com o especialista, o pós-operatório requer internação, onde a equipe de veterinários vai instituir uma dieta líquida logo no primeiro dia. “Após uma recuperação considerável deste cão, ele poderá ser encaminhado para casa, onde deverá continuar com uma dieta específica e utilização das medicações prescritas”, conta. Já se ocorrer algum tipo de sutura externa, os tutores serão orientados com cuidados mais específicos na região. “Repouso é imprescindível nos primeiros dias, principalmente”, finaliza.

    Prolapso retal em cães: é possível evitar?

    A boa notícia é que existem algumas medidas que ajudam a prevenir o prolapso retal em cães! Cuidar da alimentação do cachorro é uma das peças-chave para isso e cabe ao tutor investir em uma dieta de qualidade para o seu amigo. Além disso, problemas com vermes - que pode ser uma das causas para o prolapso retal - também são evitados com o vermífugo para cachorro. Ah, e não esqueça de manter as visitas periódicas ao veterinário, hein? Assim ele pode verificar se está tudo certinho com a saúde do seu amigão!

    Além disso, Frederico faz uma orientação importante: “Caso o animal já tenha tido prolapso retal, o fato deve ser relatado ao veterinário durante as consultas periódicas para que a região seja sempre bem examinada”. Desta forma, as chances de reincidência são menores.

    Redação: Juliana Melo

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias

    Próxima matéria

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias

    Cocker Spaniel: conheça todas as características dessa raça de cachorro
    Raças

    Cocker Spaniel: conheça todas as características dessa raça de cachorro

    O Cocker Spaniel é uma das raças de cachorro mais populares do Brasil. Dócil, brincalhão e muio companheiro, o Cocker se da bem com crianças e outros animais. Se você está pensando em comprar ou adotar um cachorro da raça Cocker, é importante conhecer as variações desse animal - Cocker Spaniel Inglês e Americano - e as suas principais características.

    Pinscher 1: descubra algumas características desse cãozinho de raça pequena
    Pequenos

    Pinscher 1: descubra algumas características desse cãozinho de raça pequena

    Não dá para negar: a raça de cachorro Pinscher está entre uma das mais amadas do Brasil. Esse cãozinho, por menor que seja, tem uma facilidade enorme em conquistar o coração de quem busca uma companhia canina. Entretanto, existem diferentes tamanhos da raça, e o Pinscher 1 considerado o segundo menor entre eles, logo atrás do Pinscher 0. Mas afinal, o que diferencia esses cãezinhos? Será que só o tamanho que difere, ou a personalidade do animal também pode mudar? Para conhecer mais sobre o cachorro Pinscher 1, separamos algumas características que todo tutor precisa saber. Veja a seguir!

    Conhece a raça Pastor-maremano-abruzês? Veja algumas características desse cachorro grande
    Grandes

    Conhece a raça Pastor-maremano-abruzês? Veja algumas características desse cachorro grande

    O Pastor-maremano-abruzês é uma raça de cachorro grande que pertence ao grupo dos cães de pastoreio. Conhecido pela sua pelagem branca e espessa, a raça tem origem italiana e, assim como os outros animais dessa categoria de cachorros, é muito usado em fazendas e sítios. Mas nem todo mundo conhece as características físicas e a personalidade dessa raça. Se você pensa em adotar um cachorro de grande porte ou já tem um Pastor-maremano e quer saber um pouco mais sobre o temperamento, a saúde e os hábitos desse cão, essa matéria é o que você está buscando. O Patas da Casa te conta as principais características do Pastor-maremano-abruzês!.

    Pequinês: conheça 7 características dessa raça miniatura
    Raças

    Pequinês: conheça 7 características dessa raça miniatura

    Os cachorros miniatura são muito procurados pelas famílias que querem encontrar um companheiro de quatro patas indicados para apartamentos ou outros espaços pequenos. Essa não é a única qualidade do Pequinês, uma raça originária da China que parece um bichinho de pelúcia por causa do tamanho (ele não passa de 23 centímetros e seu peso varia de 2 a 6kg) e da pelagem longa. O cãozinho também é conhecido por ser muito carinhoso e independente, mas que ama ficar perto de seus humanos. Se você busca um cachorro pequeno para te fazer companhia, essa raça miniatura pode ser a escolha perfeita. Quer saber mais sobre o Pequinês? 

    Ver Todas >

    Secreção no pênis do cachorro é normal? Quando deve ser motivo de preocupação?
    Saúde animal

    Secreção no pênis do cachorro é normal? Quando deve ser motivo de preocupação?

    Não é muito difícil perceber quando algo está errado com a saúde do cachorro. Geralmente, o próprio cão dá indícios disso, ainda mais se for na região genital: ele tende a lamber essa área de forma exagerada, mostrando que tem alguma coisa o está incomodando. Mas além disso, também é possível perceber que, em alguns casos, o cachorro libera uma secreção pelo pênis, o que costuma preocupar bastante os tutores. Será que essa é uma situação normal ou pode ser indicativo de doença? 

    A cor do xixi de cachorro pode indicar alguma doença no trato urinário? Entenda!
    Saúde animal

    A cor do xixi de cachorro pode indicar alguma doença no trato urinário? Entenda!

    Quando o assunto é um cachorro fazendo xixi, é normal que uma das maiores preocupações do tutor seja com o animal fazendo suas necessidades no lugar certo. Mas outro fator que também merece a atenção dos humanos é quanto ao aspecto da urina dos cães. A cor do xixi do cachorro é capaz de indicar vários problemas de saúde no seu amigo de quatro patas e, por isso, é importante conseguir identificar quando o líquido está saudável ou não. 

    Compensa contratar um plano de saúde para cachorro sem internação?
    Saúde animal

    Compensa contratar um plano de saúde para cachorro sem internação?

    Cuidar da saúde do cachorro é dever de todo tutor. Mas, é comum alguns gastos inesperados com veterinário podem surgirem no meio do caminho. Justamente por isso, algumas empresas passaram a ofertar plano de saúde para cachorro com um preço fixo e mensal. Com o serviço, é possível garantir que o seu cãozinho terá acesso a uma série de benefícios veterinários dentro da rede credenciada. 

    PIF felina: 5 efeitos da doença nos gatos infectados
    Saúde animal

    PIF felina: 5 efeitos da doença nos gatos infectados

    Uma das doenças mais graves que pode atingir os gatos é a Peritonite Infecciosa Felina (PIF). Embora não tenha cura e nem um tratamento específico, o diagnóstico precoce é fundamental para controlar os sinais clínicos do problema e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida do gatinho doente. Por isso, é importante ficar atento quanto aos efeitos da PIF felina para buscar o auxílio de um médico veterinário caso haja qualquer suspeita da doença.

    Ver Todas >